Livro: “Jogos Políticos nas Empresas, de Mauricio Goldstein e Philip Read

8
126

Um dos melhores livros que li recentemente é “Jogos Políticos nas Empresas”, de Mauricio Goldstein e Philip Read.

E o que isso tem a ver com o conteúdo desse blog?

Absolutamente tudo, pois assim como Goldstein e Read identificam jogos políticos nas organizações eu identifico jogos políticos praticados pelos duelistas anti-religiosos e esquerdistas em geral.

Tecnicamente, a finalidade do jogo é uma só: manipular e distrair os outros com o único intuito de obter vantagem para si próprio ou para o grupo a que se pertence.

Muitos acabam achando que o discurso hoje em dia se divide entre discurso retórico e discurso dialético.

Isso, é claro, vem principalmente dos estudantes de filosofia.

Eu sugiro que sempre consideremos um terceiro tipo de discurso: o discurso político.

A definição ficaria assim:

  • No discurso dialético, busca-se obter a verdade, e nada mais que isso.
  • No discurso retórico, busca-se a persuasão, o convencimento da outra parte, através de truques para enganar a outra parte.
  • No discurso político, que é uma extensão do discurso retórico, não se busca nem persuasão e nem a verdade, mas a mera e simples obtenção da vantagem para si próprio ou o grupo a que se pertence.

Neste terceiro nível de discurso, os resultados são avaliados apenas pelo benefício gerado.

E qual a diferença fundamental entre o discurso político e o retórico?

Neste discurso retórico, existe ainda a tentativa de persuasão, mas no discurso político o próprio praticante pode saber que está mentindo, todos os seus adeptos também saberão que é mentira, os oponentes também saberão que é mentira, mas ainda assim a mensagem é propagada.

É nesse nível que devemos tratar os jogos políticos.

Se o jogo retórico tem cheiro de urina, com certeza o jogo político tem cheiro de merda.

A estrutura do livro de Goldstein e Read nos ajuda a desvendar enigmas corporativos que antes nos pareciam indecifráveis.

Em termos de “pílula vermelha”, o livro age de forma semelhante ao que faz este blog. O que o livro faz para o ambiente corporativo, aqui é feito para o duelo intelectual da iniciativa anti-religiosa.

Até um catálogo de jogos políticos é divulgado no site do livro.

Podemos catalogar cada jogo da mesma forma que tratamos um estratagema aqui.

E por que considero a leitura deste livro essencial inclusive para os leitores deste blog?

Pois livros assim nos ajudam a pensar ceticamente.

Nos ajudam, antes de tudo, a entender o ser humano por padrões, e identificar os padrões desonestos de nossos oponentes.

O resultado final da leitura do livro é a formação de alguém que, se assimilou a leitura por completo, sabe reagir melhor a jogos políticos.

Assim como é uma meta que aos poucos os cristãos que lêem este blog saibam de defender melhor de jogos políticos de seus oponentes.

Enfim, uma leitura para lavar a alma.

Anúncios

8 COMMENTS

  1. Cara, finalmente consegui terminar de ler/estudar o seu site todo… 56 ‘páginas’, e deu resultados desde o início, principalmente na faculdade… meu professor ‘Economia e filosofia – análise regional’, que somente falava de religião(?) agora vive puxando meu saco, morre de medo de debater comigo desde que coloquei ele no chão na frente de todos (tô pagando! rs) Deus abençõe o seu trabalho…

  2. Off-topic:

    Há 50 anos, crimes contra a humanidade perpretados contra os portugueses do norte de Angola:

    paiocomervilhas.blogspot.com/…/…

    Esquerdistas metidos ao ao barulho, como é óbvio. Na matança, e no revisionismo histórico consequente…

    • Grande Snowball!

      Você tem toda razão.

      A partir do próximo final de semana, meus planos incluem o retorno à mesma periodicidade de posts que no passado.

      Abração,

      LH

  3. Luciano,

    Estamos sentindo falta dos seus artigos. Digo “estamos” porque, no meu trabalho, são cerca de 5 pessoas que acompanham seu blog.
    Esperamos que esteja tudo ok e que tenhamos o privilétio o mais breve possível de ler coisa nova sua.
    abração

Deixe uma resposta