Cristina Kirchner vai retirar tumor! Onde está a criatividade esquerdista?

8
38

Segundo o UOL, a presidenteditadora da Argentina, Cristina Kirchner, está com câncer.

Segundo a notícia, o câncer de Cristina é na tireóide e ela será operada no dia 4 de janeiro.

Claro que se fosse com um artista, como no caso de Patrick Swayze, haveriam grandes chances dela ir para o saco. Assim como também aconteceu com Andy Whitfield, da série “Spartacus – Sangue e Areia”. Ou está acontecendo com Gianecchini. Nota-se que o coitado só está o barbante…

Mas no caso de ditadores de esquerda, a questão é bem diferente: fazem uma “quimio” rapidinha e aparecem como se nada tivesse acontecido. Veremos como serão as notícias dela no dia 5 de janeiro. Prevejo algo como: “Cristina se recupera de maneira surpreendente”. Ah, tá…

Em resumo, o câncer de ditadores de esquerda é como a nossa gripe.

É claro que há caroço nesse angu e não é de hoje que devemos suspeitar disso.

Eu também sei que petralhas ficaram irritadíssimos com meu texto sobre o câncer suspeitíssimo de Lula.

Deviam ficar felizes. Aquele artigo era um texto de otimismo (para os lulistas). Eu digo em alto e bom tom: “podem ficar tranquilos que, conforme o script, Lula estará recuperado!”. Motivo: eu duvido que ele tenha realmente câncer.

No caso de presidentes da América latina, nos últimos 3 anos já são 5 casos: Cristina Kirchner (Argentina), Lula (Brasil), Dilma (Brasil), Chavez (Venezuela) e Fernando Lugo (Paraguai). Todos de esquerda, naturalmente.

Todos continuam gordinhos e com as bochechas rosadas.

Será que a Cristina vai inovar e contratar um maquiador? Ela bem que podia contratar o maquiador do Freddy Krueger e criar um ar cadavérico. Sei lá, é só uma idéia. Ajudaria a tornar essa encenação toda mais convincente. Como diria o ceguinho esperançoso, veremos.

O grande humorista, no entanto, é Hugo Chavez.

Sei que para os venezuelanos, ele não tem graça nenhuma. Mas vendo de fora, o sujeito é uma verdadeira pândega.

Segundo Chavez, há algo de suspeito nos casos de câncer entre “líderes latino americanos”. Disse ele: “Seria estranho que tivessem desenvolvido uma tecnologia para induzir o câncer e ninguém saiba até agora, e se descubra isto apenas dentro de 50 anos?”.

Realmente, eu concordo que é muito estranho. Devíamos investigar todos esses casos. Mas investigar MESMO…

O curioso é que todos os cânceres de presidentes de esquerda aparecem em momentos oportunos.

No caso de Dilma, ela estava sendo alçada para o cargo de presidente. Isso poderia reforçar a imagem dela de “lutadora”.

No caso de Lula, a coisa estava ficando feia por causa da queda de ministros (vários deles empossados por ele). A notícia do câncer já ajudou a desviar o foco.

Agora, Cristina oficializa a ditadura na Argentina, arquiteta e executa planos para controlar a imprensa. Nada melhor que aparecer um câncer para que a patuléia se derrame em prantos por ela.

Com um câncer em mãos, não há mais julgamentos sobre quaisquer ações que ela cometer.

Assim como existe a teoria da suspensão de crença ou descrença, no caso dela, por causa do câncer, temos agora um momento de suspensão de julgamento sobre tudo que ela fizer.

Nada mal para quem está indo da hegemonia para o poder…

Anúncios

8 COMMENTS

  1. Eu interpretei mal o Chávez ou ele realmente insinuou que tem alguém implantando câncer nos presidentes da américa latina? E é, por sinal, uma tecnologia muito ruim, porque não matou ninguém(matou?) até agora…

  2. Bom Luciano, atualmente você não sabe se Deus existe ou não, mas ver líderes socialistas caras-de-pau e covardes, com comunismo na veia e planos diabólicos contra sua própria população, sofrendo de cancêr, é tentador pensar em castigo divino não XD?

Deixe uma resposta