Alguém ainda acredita em esquerdismo sem fins totalitários? Neste caso, sinto desapontá-los…

2
75

Estas declarações foram obtidas em dois tópicos da comunidade Karl Marx Brasil.:

Os foristas Costelinha, Lúcifer e Mestiço da Silva são objetos da análise. Justiça seja feita: uma das foristas, Ana Clara, não concordou com os três.

Em relação ao primeiro tópico veja a afirmação de Costelinha: “[…] seria bom se existisse no Brasil algum militar revolucionário brasileiro com culhões o suficiente para liderar uma revolução e tomasse seu poder junto com um cômite nacional, e a partir daí começasse a formar um governo socialista popular, trabalhadora, soberana, auto-suficiente e que prezase pelos direitos de co-existencia pacifica entre os povos. Claro que a revolução não é só isso, é muito mais complexo mais já seria o ínicio da mudança. Lúcifer eu não se você se lembra mais Hugo Chavez já tento derrubar igualmente o governo venezuelano na época com um grupo de soldados e carros de combate mas infelizmente não conseguiu e acabo sendo preso. ”

Em relação ao tópico 2, vejam algumas respostas:

  • Costelinha: “Desde que fosse uma fosse um golpe com caracteristicas de revolução sendo realizadas por oficiais progressistas/socialistas, como fora realizado em diversos países da África / Oriente Médio e tivesse como objetivo a longo prazo introduzir o socialismo de forma eficiente atraves das medidas do governo receberia meu apoio sim como grande parte da população.”
  • Lúcifer: “Outra coisa, não existe ‘golpe militar de esquerda’, existe movimento popular revolucionário apoiado por amplos setores das forças armadas ou não.”
  • Mestiço da Silva: “Perfeitamente Lucifer. Para se restabelecer a ordem nao seria o caso de um golpe militar e sim o controle das forças armadas pelo poder político. Golpes militares nao visam reestabelecer a ordem e sim a implantação de uma nova ordem, nao raramente mais conservadora que a anterior, como aqui em 1964.”
  • Lúcifer, novamente: “Aninha minha linda, ‘um golpe militar de esquerda’, na possibilidade de existir, e de forma utopicamente cética espero que a possibilidade disso venha a correr, só pode se dar de acordo com o que nos ensina Gramsci. Ou seja, enquanto desfecho de um trabalho revolucionário de anos, de décadas em busca da conquista do controle hegemônico dentro da sociedade civil e do estado ampliado. Mas em todo o caso, agradeço mesmo a dica, isso pode vir a suscitar profícuas discussões.”

E agora, como ficamos? Temos declarações públicas de 3 esquerdistas afirmando que a tomada de poder de forma totalitária é legítima para eles (mas só se for para implantar o socialismo, claro). Enquanto isso, alguns já diziam que ao denunciarmos a estratégia gramsciana, estaríamos sendo “paranóicos”.

O problema é que não dá para fingir que os esquerdistas não conspiram, dia e noite, para tentar implantar um regime totalitário aqui. As evidências são claras como a neve.

O esquerdismo “moderado” acaba servindo apenas para esconder a atuação dos radicais. Entretanto, foi a partir destes radicais que Chavez e Castro conseguiram sucesso.

Não dá mais para negar que “sucesso”, em termos de esquerda, é a implementação do totalitarismo.

Idiotas úteis como os foristas da Karl Marx Brasil servem exatamente para isso.

Anúncios

2 COMMENTS

  1. É impossível levar o pobre à prosperidade através de leis que punem os ricos pela sua prosperidade. Por cada pessoa que recebe sem trabalhar, outra pessoa tem de trabalhar recebendo menos.
    O governo só pode dar a alguém aquilo que tira de outro alguém. Quando metade da população descobre de que não precisa de trabalhar, pois a outra metade da população irá sustentá-la, e quando esta outra metade entende que não vale mais a pena trabalhar para sustentar a primeira metade, então chegamos ao começo do fim de uma nação.

    “É impossível multiplicar riqueza dividindo-a.” Adrian Rogers, 1931

    Bom luciano, sendo atualmente cético com relação ao sobrenatural, volto com outra daquelas questões tentadoras: Não parece que o comunismo é uma forma elegante e “altruísta” (baita contradição) do diabo acabar com o ser humano? hehehehehe

    Mas deixando o sobrenatural de lado, considerando a que ponto pode chegar a vilania de um humano, realmente também é tentador pensar que os marxistas estão na verdade implantando um niilismo absoluto maquiado com a finalidade de destruir a humanidade e eles mesmos no fim… É tão evidente que fica impossível para eu (pelo menos) acreditar que eles não estejam cientes disso.

    Perai… essa é uma das definições que se chega ao pensar na personalidade auto-destrutiva de satanás na biblia, humm… Então é justo chamar marxistas militantes e crentes nessa utopia de, demônios? hehehehe

Deixe uma resposta