Apoio à campanha lançada por Danilo Gentili: “Brasil sem Drauzio Varella”

4
105

 

Este blog apóia, desde já, a campanha lançada por Danilo Gentili no vídeo acima, extraído do programa “Agora é Tarde”.

Existem outros motivos para sermos contra Drauzio: ele é neo ateu, marxista e humanista, o que pode ser identificado em todas suas argumentações. O resultado é sempre constrangedor para quem não estiver doutrinado da mesma forma que Drauzio. (Aliás, tenho antipatia por ele desde que li o livro “Estação Carandiru”, uma obra de apologia ao crime)

Essa sanha de atribuir ao estado tudo, inclusive campanhas contra o fumo, é uma crença no estado babá, que, como esquerdista, Drauzio também possui.

Existem vários médicos por aí (competência é o que não falta no mercado), enquanto Drauzio hoje se dedica mais à atuação política do que realmente medicina, portanto podemos passar bem sem ele.

Ademais, os danos sociais que a crença esquerdista de Drauzio causa são muito piores que o fumo.

Anúncios

4 COMMENTS

  1. Pois é Luciano, eu também apoio essa campanha, TO CONTIGO nessa!!! Só é uma PENA que essa campanha do Gentilli, já acabou foi só algumas semanas a duração dela, sabe como é né pratulhamento idoelógico já tava batendo em cima (eu vi VÁRIOS meios de comunicação FALANDO MERDA a respeito dessa campanha), e a Band é uma emissora que também é da patota né, dai ele teve que parar com a campanha né, fazer o que? Bom mais se já não existe essa campanha na tv, pelo menos nós (enquanto ainda nos resta a liberdade da internet), podemos continuar com ela por aqui no seu blog!!!!

    • Simone, é verdade. Os caras da Band esqueceram um pouco da campanha, mas depois que foi para a Net, não tem jeito. Acho que vou colocar até um banner no canto da página, rs. Abs, LH.

  2. Além da atuação política, prevalecendo sobre qualquer temática, mesmo a de sua área, a medicina, o Drauzio é dqueles vigaristas intelectuais que, dentre outras porcarias do seu fanatismo anti-religioso, alegam que a Igreja Cátólica é a responsável pelas mortes de aidéticos. Deve ser assim: o sujeito é católico de fachada, desobedece às regras da Igreja, mas aí, entre quatro paredes, na hora do “pega prá capá”, transmuta-se de súbito em devotíssimo católico praticante ortodoxíssimo e resolve colocar em risco sua vida, transando sem preservativo. “Racionais”, esses neo ateus, não?

Deixe uma resposta