Blogueiro neo ateu supera todos os limites de vigarice intelectual: Ele alega que Vaticano está em “lista de lavagem de dinheiro”. Será?

12
53

Agora, realmente Paulopes caprichou na safadeza. Ele realmente definiu sua missão de vida: superar o blog Bule Voador em desonestidades intelectuais. Assim seja. Este blog já definiu o Paulopes como a maior fonte da desonestidade intelectual neo ateísta no Brasil.

Como se o fato dele publicar notícias de outros sites (e mudar uma coisinha aqui e ali) e OMITIR as fontes não fosse suficiente, ainda é possível notar uma maquiagem em todas as notícias, sempre com alguma “recauchutada” visando a implementar sua agenda: a anti-religião.

Mas nada melhor para servir de exemplo dessa picaretagem que um de seus posts mais recentes, entitulado:“EUA colocam Vaticano na lista de países de lavagem de dinheiro”.

Quem lê o título da notícia (cuja fonte diz “Com informação das agências” hahaha), já imagina que o texto traria uma DENÚNCIA demonstrando que Vaticano seria efetivamente um dos países onde ocorre lavagem de dinheiro, certo? Nada disso. Veja o post publicado pelo neo ateu na íntegra:

Pela primeira vez, o Relatório Internacional de Controle de Narcóticos, uma publicação oficial do Departamento de Estado dos Estados Unidos, colocou o Vaticano na lista de países cujo sistema financeiro é desprovido de salvaguardas que impeçam a lavagem de dinheiro, principalmente pelo tráfico.

O relatório, que é atualizado anualmente, contém 190 países divididos em três categorias: maior preocupação, preocupação e monitorados.

O Vaticano, que é o menor país do mundo, está na categoria “preocupação”, junto com países como Polônia, Irlanda, Egito, Chile e Hungria.

Uma fonte do Vaticano citada pela Reuters tentou minimizar a “inauguração” do Vaticano no relatório. “Estamos felizes por termos sido colocados na categoria menos vulnerável do Departamento de Estado”, disse.

Em 2011, sob pressão da Procuradoria de Roma, o Vaticano adotou normas de transparências nos demonstrativos do seu banco.

A pressão por transparência era antiga, mas Vaticano só tomou a iniciativa quando a Procuradoria congelou em setembro de 2010 uma transferência de 20 milhões de euros (R$ 45,36 milhões) que o banco tinha feito para uma agência em Frankfurt (Alemanha) do banco americano JP Morgan, entre outras movimentações de menor valor.

Notaram que a notícia não fala ABSOLUTAMENTE NADA a respeito do Vaticano ser considerado um país “de lavagem de dinheiro”? Na verdade a notícia fala de uma lista feita pelos EUA com países cujo sistema financeiro PODE ser desprovido de salvaguardas que impediriam a lavagem de dinheiro. Ou seja, não há nada sobre EFETIVAMENTE ocorrer lavagem de dinheiro em si.

Para tornar a fraude de Paulopes ainda mais constrangedora, o Vaticano foi colocado na lista como um país de menor “preocupação”.

A coisa não termina por ai, pois a lista dos EUA inclui 190 países, o que significa QUASE TODOS os países do mundo, menos os Estados Unidos e mais duas dezenas de outras nações.

Enfim, Paulopes não tinha nada em mãos contra o Vaticano nessa notícia, mas a maquiou no título para FINGIR que o país sede da Igreja Católica estava sendo acusado de um crime.

Que feio, Paulopes, muito feio. Será que ele não aprendeu com os pais que é feio mentir?

Anúncios

12 COMMENTS

  1. Grande Luciano!
    Eu já tive meus arranca-rabos com o Paulopes, até que ele me bloqueou no twitter. O cara realmente, com pinta de jornalistas, consegue fazer um belo de um trabalho sujo, isto é, como vc disse, ser pior do que o Bullying Voador.
    Francisco

    • A questão aqui não se formula dessa maneira, por sinal bem cínica com a insinuação velada de que todos os países abrigariam esquemas de lavagem de dinheiro. Aí, ficaria fácil incluir o Vaticano, não é?

      O nome dessa insinuação cínica é PILANTRAGEM INTELECTUAL.

      A verdadeira questão é: um ateu imbecil, na sua psicose anti-religiosa, faz uma acusação caluniosa, afirmando num título de postagem, que o Vaticano está em “lista de lavagem de dinheiro”. No próprio texto da postagem, o ateu imbecil se desmente, denunciando uma mescla de indigência cultural e desonestidade pura e simples. E o fato que sobressai dessa manobra tacanha é: não há nenhum dado positivo sobre esquema de lavagem de dinheiro no Vaticano. Ou você teria esse dado? Fontes? Provas?

    • Foi justamente a coisa mais marcante que eu notei nos comentaristas neo-ateus daquele blog. A rispidez nas declarações deles saltam aos olhos. Reparem só como muitos deles, para ofenderem alguém, simplesmente o chamam de “Cristão” como se fosse um adjetivo extremamente negativo. Aquilo é um poço de ira medonho

      • Eles só não perseguem religiosos fisicamente porque não tem como mesmo, pois vontade não falta, basta ver os posts deles para confirmar o que a gente diz.

        A Justiça devia cair em cima e fazer eles se explicarem nos tribunais.

        Penso nos ateus sensatos que não concordam com esse tipo de baixaria, que acabam pagando o pato injustamente.

  2. Pois é. Esse Paulopes comete essa calúnia, e o Vaticano não faz NADA! É por isso que esse tipo de atitude irresponsável, com repercussões na esfera criminal, são reiteradamente perpetradas por neo-ateus como o tal Paulopes.
    No caso em questão, o Vaticano deveria Notificar Criminalmente o Paulopes (art. 144 do Código Penal), exigindo-lhe explicações, bem como a apresentação das provas do alegado, e, caso não apresentasse os esclarecimentos legais e nem as provas da acusação (e ele nem tem explicações legais, nem tampouco as provas das aleivosias), o Vaticano deveria processar o indigitado neo-ateu, por crime de calúnia, além de ajuizar, contra ele, uma Ação Indenizatória por Danos Morais.
    No entanto, apesar de ataques despropositados, irresponsáveis e ilegais como esse, o Vaticano queda-se inerte.
    E a ironia pior é que um ateu é que sai em defesa da Igreja Católica!

    Obs.: Quero ressaltar que não confundo ateu com neo-ateu e, além disso, tenho o maior respeito pelo Luciano Ayan, com quem já aprendi muita coisa.

Deixe uma resposta