Mulher casa-se com ela mesma

13
49

Fonte: Marxismo Cultural

Aí vem a noiva única. Na semana passada, Nadine Schweigert “casou-se” com ela mesma numa cerimónia simbólica. A divorciada, com 36 anos e mais de 3 ilhos, trazia na mão um bouquet de rosas brancas à medida que caminhava pelo corredor em frente a 45 amigos e membros familiares (Fargo, North Dakota).

Ela comprometeu-se a “apreciar a minha própria vida e saborear um relacionamento amoroso com o meu maravilhosos eu”. Depois do anel ter sido trocado entre ela e o seu “noivo interior”, os convidados foram encorajados a “atirar beijos ao mundo” e mais tarde, comer o bolo.

Schweigert, que prosseguiu a cerimónia com uma lua de mel para si mesma em New Orleans, alega que o “casamento” foi uma forma de mostrar ao mundo que aprendeu a amar-se e a respeitar-se a si mesma como mulher que voa sozinha.

Ela disse o seguinte à repórter Tammy Swift (Fargo’s InForum):

Eu estava à espera que viessem alguém para me fazer feliz. Cheguei a um ponto onde uma amiga disse “Porque é que precisas de alguém com quem casar? Casa-te contigo mesma.”

Nem toda a gente concordou com isto. Alguns dos seus amigos acharam que ela estava a levar as coisas longe demais. O seu maior crítico foi o filho de 11 anos que disse:

Amo-te, mas neste momento estou um bocado envergonhado.

O texto pergunta depois:

Isto é um assunto polarizador. Deve a pessoa que se “casou” consigo mesma ter os mesmos rituais de casamento que os casais?

Meus comentários

Como bem lembrou o Lucas, do blog citado, o único a perceber o ridículo da situação foi o filho dela. Parece que os demais amigos não lhe disseram: “Sinto lhe dizer, mas não percebe que está fazendo um papel ridículo?”.

O bizarro de toda a situação é que eu tinha acabado de postar o registro de uma união estável com base em um ménage a trois, e fui olhar meus feeds, e calhou de aparecer este post do blog do Lucas.

Eu não podia deixar passar, naturalmente.

Já podemos fazer uma listinha de “novos casamentos”:

  • homem e mulher
  • homem com homem
  • mulher com mulher
  • homem com duas ou mais mulheres
  • mulher com dois ou mais homens
  • homem com ninguém
  • mulher com ninguém

Eu não invejo os islâmicos, naturalmente. Não tenho vontade de mudar para o Oriente Médio. Mas que eles devem estar morrendo de rir ao assistir toda a decadência de valores do Ocidente, ah, devem.

Eles devem até pensando, com água na boca, no dia em que invadirem e botarem para quebrar para cima do Ocidente. Também, não é para menos. Lugar onde até os homens estão mijando sentados por que as mulheres mandam, não dá para levar a sério mesmo.

Anúncios

13 COMMENTS

  1. Luciano…
    Depois que vi sua postagem, fiz a loucura de escrever no GOOGLE: casou animal

    E adivinha:
    “Australiano se casa com seu cachorro”

    Foto do anormal Joseph Guiso beijando o cachorro na cerimônia de casamento:
    http://hypescience.com/wp-content/uploads/2010/12/casadog1.jpg

    “De acordo com o australiano, não tem nada de sexual no relacionamento deles – apenas amor.”
    Fonte: http://hypescience.com/australiano-se-casa-com-seu-cachorro/

    “Carteiro Casou Com Gato”

    Foto do anormal Uwe Mitzscherlich beijando o gato na cerimônia de casamento:
    http://resources3.news.com.au/images/2010/05/04/1225861/817203-cat-wedding.jpg

    “Como na Alemanha, onde vive, é proibido se casar com animais, uma cerimônia simples teve a presença de uma atriz fazendo as honras de juiza. O padrinho foi o irmão gêmeo de Mitzscherlich, Erik.”
    Fonte: http://www.cabecadecuia.com/drops/2010-05-10/uwe-mitzscherlich-de-39-anos–se-casa-com-gata-de-15-anos-apos-10-anos-de-convivencia-69958.html

    http://www.youtube.com/watch?v=a1Rnw3PQolY&feature=player_embedded#!

    Achei até UM TOP 8 pessoas que se casaram com animais:
    http://www.thesharkguys.com/lists/top-8-people-who-married-animals/

    Em outro, achei além de um caso mais weird que esses, uma patologia bem interessante onde encaixar alguns casos:

    A mulher que é casada há trinta anos com o muro de Berlim:
    http://cdn.yeeyan.com/upload/attached/2010-09/09/20100909100924_80239.jpg

    “Eija-Riitta Berliner-Mauer, 54, whose surname means Berlin Wall in German, wed the concrete structure in 1979 after being diagnosed with a condition called ******Objectum-Sexuality******. Mrs Berliner-Mauer, whose fetish is said to have its roots in childhood, claimed she fell in love with the structure when she first saw it on television when she was seven. She began collecting “his” pictures and saving up for visits. On her sixth trip in 1979 they tied the knot before a handful of guests. While she remains a virgin with humans, she insists she has a full, loving relationship with the wall. While the rest of mankind rejoiced when the Wall, erected by the Soviets in 1961 to halt an exodus from East to West Berlin, was largely torn down in 1989, its “wife” was horrified. She’s never been back and now keeps models depicting “his” former glory.”

    A coisa não para por aí…
    uma merda puxa a outra:

    Americana de 37 anos diz ser casada com a Torre Eiffel

    Fonte: http://g1.globo.com/Noticias/PlanetaBizarro/0,,MUL594168-6091,00-AMERICANA+DE+ANOS+DIZ+SER+CASADA+COM+A+TORRE+EIFFEL.html

    Luciano, melhor que eu pare por aqui, antes de encontrar a mulher que casou com a serra elétrica ou com o fatiador de queijo – nem quero pensar no coito… nessas condições, PUTZ kk kkkk

    • O Fórum Realidade já teve uma “thread” dedicada a analisar ( leia-se: meter o pau n’ 😛 ) êsses casamentos bizarros, e quem estiver disposto a sujar as mãos e os pés naquela “lata-de-lixo ateísta” 🙂 , o enderêço é http://realidade.org/forum/

      Mas pô, se é pra levar êsses casamentos de-mentira a sério, essas mulheres deveriam pelo menos escolher parceiros *funcionais*, tipo alguma das máquinas mostradas no site fuckingmachines ponto com 😀

      • hUAhuHAuhAa fuking machines foi phoda
        mas sei lá, uma porr0 da’quela deve ser cara pacas (preço de uma máquina de lavar? kkk kk)
        O q essas mulheres tão fazendo é meio que juntar “casamento de pobre” e fetiche por objetos 🙂

        mas meu! que faria mais sentido um troço mais funcional faria
        !! !

        flw

  2. Dá um ligue no vídeo legendado (de 2 min) da GNT:
    http://gnt.globo.com/maisdatv/noticias/_-Casada-com-a-Torre-Eiffel—documentario-mostra-mulheres-apaixonadas-por-objetos.shtml

    A mulher diz literalmente no vídeo, PUTZ, segurando um baita pedaço de ferro do GOLDEN GATE:
    ///////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////
    “EU ESPERO QUE, QUANDO EU FIZER AMOR COM ESSA PEÇA, ELA POSSA PERCEBER E SENTIR O QUANDO O AMO”
    /////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////

    PUTZ GRILA!
    ACHO QUE ELA VAI SE MATAR OU NO MÍNIMO SERÁ INTERNADA COM AQUELA PEÇA.. PUTZ, tô pasmado.

  3. Isso não deve ter tido efeito prático nenhum, perante o Estado. Porque nem tem como ter (não consegui pensar em nenhum, pelo menos). É só uma manifestação simbólica, tipo casais que se casam e, algum tempo depois, se casam de novo.

    Tirando o caso de alguém que force um animal a ter relações sexuais, não vejo problema algum com esses casamentos bizarros. Se eles quiserem fazer, que façam. Vocês estão parecendo o Dráuzio Varella riariariariar

    • O que tem a ver o Dráuzio Varella com o fato de ridicularizarmos ações patéticas como “casamentos com animais” e “casamentos com ela mesma”?

      • “porque o Dr. Drauzio [e o conservador] é uma pessoa que se importa muito com os seus hábitos, com as suas manias (…) essa mania [dele] de FICAR ENCHENDO O SACO DOS OUTROS DIZENDO O QUE AS PESSOAS DEVEM OU NÃO FAZER.”

      • Já errou! Pois eu não disse o que a mulher devia ou não fazer. Ela deve fazer o que quiser. Mas podemos rir se quiserem impor isso como normativo em termos sociais e fazerem com que achemos normal. Boa tentativa Fabrs, mas ficou só na tentativa. 🙂

      • Claro que podem rir e criar posts pra criticar
        Assim como o Dráuzio pode achar errado as pessoas fumarem e criar série no Fantástico pra criticar o uso do cigarro.

      • Pelo que eu mostrei não é só isso que o Dráuzio quer. Ele quer também FORMAS DE PROIBIR o consumo de cigarro. Como se nota, há uma diferença grande entre o que apóiam a liberdade e o totalitarismo. Nós nunca tentamos proibir alguém de ser gay, por exemplo. A diferença entre um conservador e o Dráuzio é total. Tsc, tsc… Como falei, boa tentativa, mas só ficou na tentativa.

  4. A caixa de comentários do post original, em inglês, está hilária… Um dos problemas levantados:

    Se ela se apaixonar por outra pessoa vai ter que se divorciar de si mesma? E se ela decidir ter o relacionamento sem se divorciar, será adultério?

    Só rindo mesmo…

Deixe uma resposta