Mais um crime por causa da esquerda: O sequestro de uma engenheira 11 horas refém de um meliante, tudo acompanhado via Internet

4
55

Fonte: Zero Hora

O primeiro sequestro acompanhado pela internet terminou por volta de 8h deste sábado. A vítima foi a engenheira Carolina Luisa Vieira, de 28 anos, que fez o pedido de socorro pelo seu perfil na rede social Facebook. Ela ficou refém por 11 horas e foi libertada nesta madrugada, depois de ser levada até Curitiba de carro.

O homem identificado como Moises Thiago Santos de Queiroz, de 22 anos, foi encontrado em Londrina e preso em flagrante. Ainda neste sábado ele deve chegar na sede da Deic, em Florianópolis.

Segundo o delegado Renato Hendgens, da Divisão Antissequestro da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (Deic), o homem foi capturado logo depois que a vítima estava libertada. Uma operação para localizá-lo seguiu durante toda a madrugada, até achar o criminoso, em Londrina.

O homem, natural do Paraná, tem 22 anos. Um helicóptero será usado para fazer o transporte dele do Paraná até a sede da Deic, em Florianópolis.

Em abril, este jovem chegou a ser preso em flagrante por extorsão em Florianópolis, mas, depois de sete dias na cadeia, ganhou o alvará de soltura e voltou para as ruas.

— Ele havia sido preso por extorsão e foi solto. Está difícil alguém ficar preso hoje em razão da legislação – lamentou o delegado Renato Hendges.

A mobilização policial no caso reuniu também policiais de outras divisões da Deic e da Delegacia de Repressão a Roubos da Capital, coordenados pelo delegado Marcus Fraile.

— Trabalhamos no monitoramento do aparelho celular da vítima e conseguimos saber mais ou menos onde ela estava. A partir disso, foi montada uma estratégia para o abordarmos no Paraná, onde ela foi libertada — afirmou o delegado Fraile.

Os policiais disseram que não fizeram bloqueios na estrada para não colocar a vida da engenheira em risco.

Meus comentários

Eu já tinha escrito algo a respeito disso, tempos atrás. Era o post “Crimes Desnecessários”.

Nele, eu falei da co-responsabilidade dos esquerdistas por todos os crimes desnecessários. São crimes fúteis em essência, pois só podem ocorrer por causa da mania do esquerdista em querer que o marginal fique solto o mais cedo quanto possível.

O delegado Renato Hendges afirmou: “Está difícil alguém ficar preso hoje em razão da legislação”.

Lembremos que o meliante só pôde sequestrar a engenheira por estar em liberdade. Mesmo tendo sido preso em flagrante por extorsão em Florianópolis, ele ficou apenas 7 dias na cadeia. Ou seja, foi permitido pelo estado (por causa da mania esquerdista de proteger os bandidos) que ele pudesse estar em liberdade para sequestrar a engenheira.

Nesse ponto, o delegado se equivocou. Ele deveria ter dito: “Está difícil alguém ficar preso hoje em razão dos esquerdistas afrouxando a legislação para ajudar aos bandidos”.

Anúncios

4 COMMENTS

  1. Bruno Almeida continua delirando lá no blog Rebeldia Metafísica “Engraçado esse critério que diz que querer salvar o mundo é humanismo. Então, na concepção dele, heróis da Marvel e da DC tais como Capitão América e Super Homem são humanistas? Pior ainda é que esses dias mesmo ele estava enaltecendo o conservadorismo com a estatística furada de que filme conservador rende mais, usando como exemplo justamente o Capitão América, o humanista que queria salvar o mundo do Caveira Vermelha.”

    Ele fez aquilo que vc denuncia, Luciano. Ele pegou a expressão “salvar o mundo” e fingiu que isso seria identico ao humanismo, o Bruno Almeida é um desconstrucionista total. Graças ao seu blog, está fácil de prever os próximos passos dele.

    • O Bruno definitivamente enlouqueceu. Só pode.

      O truque dele é pegar a expressão “salvar o mundo” e dizer que isso é humanismo. Falso. A promessa humanista envolve um “projeto de salvação de mundo, a partir de uma ideologia na qual é defendido que o ser humano pode reverter suas características inerentes, em um contexto no qual a história terá um fim: o mundo salvo, em efeito de catarse”.

      Note que não é só “salvar o mundo”. Se fosse assim, médicos seriam humanistas pois “salvariam o mundo” de doenças.

      Para piorar, nos filmes da Marvel há um CETICISMO EXTREMO contra o governo, que sempre é definido como aqueles a tomarem as piores decisões. Ou seja, só isso já seria o suficiente para derrubar o Bruno.

      No próprio filme Os Vingadores, os seres humanos são chamados várias vezes de “irresponsáveis”, por suas guerras. E no máximo, eles são livrados de uma ameaça, mas o mundo volta ao seu status predatório de antes após a ameaça eliminada. Nenhum dos personagens carrega nuances de “direcionador da humanidade”.

      O único personagem que poderia ser encaixado na perspectiva humanista seria o Ozzymandias, da série Watchmen. Mas aí já sabemos que o Frank Moore é um autor esquerdista.

      Mas para dizer que os principais heróis da Marvel são humanistas, o Bruno Almeida precisa mentir tanto, mas tanto, que ele é que se torna a piada pronta.

      • O autor de Watchmen é o Alan Moore, acho que você misturou com Frank Miller. O Alan Morre de fato é um anarquista, maconheiro e já morou com duas mulheres ao mesmo tempo; já o Frank Miller recentemente foi atacado na por se posicionar contra o movimento Occupy: bulevoador.com.br/2011/12/31025/.

Deixe uma resposta