Mais uma fraude da ATEA, agora manipulando uma tira original de Maurício de Souza

11
212
Página em versão manipulada (Clique para ampliar)

Como se nota, a fraude que mostrei ontem não é uma exceção no comportamento da ATEA, mas a regra.  E a regra mater para todo neo ateu que se preze é mentir contra os religiosos tradicionais o quanto conseguirem. Não importa o nível de baixeza. Na regra deles, quanto pior, melhor.

Acima, teríamos uma suposta mini historinha de Maurício de Souza, certo? Nesses quadrinhos, o autor estaria lançando a mensagem subliminar de que confiar em padres é perigoso. (A sempre infame associação com pedofilia, armada pela mídia de esquerda – já que não há evidências de que a pedofilia ocorre em maior quantidades pela categoria profissional de padre, em comparação com outras categorias profissionais)

O problema, mais uma vez, é que Maurício de Souza JAMAIS fez tal história, e os quadrinhos originais, como podem ser visualizados abaixo, demonstram que ele nem de longe fazia associação com a Igreja. Aliás, já dava para suspeitar de malandragem pelo fato do personagem do padre usar camisa de mangas curtas.

Mais uma evidência de que a fraude e o logro são as armas preferidas dos neo ateus. E eles continuarão fazendo isso enquanto não forem vítimas de um sem número de processos judiciais.

A campanha de ódio que eles tem lançado contra os religiosos tradicionais já supera em muito aquilo que os nazistas faziam em relação aos judeus. É claro que o Holocausto posterior foi apenas a coleta dos frutos de uma campanha iniciada muito tempo antes. Será que os religiosos vão começar a reagir ou esperar pelas piores consequências?

Versão original do quadrinho

Anúncios

11 COMMENTS

  1. Luciano, é bem provável que isso seja ingenuidade de minha parte ou impossível de ser realizado, mas seria possível contactar o próprio Maurício de Souza acerca desta fraude com viés ideológico-discriminatório para, quem sabe, ele condenar o ato denunciando-o ou mesmo ele próprio processar a corja da ATEA por tal fraude?

    • Quanto ao Maurício de Souza, duvido que fique ofendido com isso. Aquele gosta. Acho que a ATEA podia contratá-lo inclusive, junto com Ziraldo.

      Essa veiarada esclerosada que cresceu nos 60’s são o estandarte máximo da lavagem cerebral marxista.

      • E por essa SUPOSIÇÃO sua – sem provas concretas, diga-se de passagem – não se deveria nem fazer a tentativa?

        Veja a cafajestagem que fazem com o quadrinho dele: praticamente eles fazem Mônica ser VIOLADA indiretamente só para fazer propaganda! Dizer que Maurício de Souza iria gostar de tamanha deturpação em cima de uma personagem INFANTIL dele para um fim tão torpe, não havendo nem lucro para o mesmo é infundado para dizer o mínimo, além de deixar passar uma provável oportunidade de aplicar um duro golpe CORRETO e MERECIDO contra o adversário.

        Imagine algum pronunciamento oficial, por menor que seja, de Maurício contra isso o quão desmoralizador seria para a ATEA. O quão a imagem pública deles seria estragada com justiça. Poderia ser inclusive mais que isso… Mas é esse “cruzar de braços” e “deixa pra lá” em uma oportunidade dessas, por ínfima que seja, que não vai dar em nada.

        Assim não há guerra cultural que seja ganha! Ou você tem uma idéia melhor?

  2. Ora, mas querem insinuar que padres são pedófilos? Mas então isso é elogio, vide que apoiam Luiz Mott e toda a agenda pedo-gayzista. Aposto que ateus grassam no partido pedófilo da Holanda… que tal uma pesquisa? Quantos deles frequentam igrejas? Acho que o número deve ser próximo do zero.

    Falem a verdade, ateuzada… de pedofilia vocês gostam e entendem.

  3. Engraçado apontar padres como pedófilos como se fossem os únicos, entretanto não se fala que geralmente são homossexuais, pq abusam de meninos. E ae podemos ver aquela relação entre homossexualidade e pedofilia. Portanto, era homossexual travestido de padre pra ter acesso as crianças com maior facilidade.

Deixe uma resposta