Olavo de Carvalho dá uma aula magistral de como responder a um esquerdista. Jean Wyllys podia dormir sem essa.

21
268

Fonte: Mídia sem Máscara

Abaixo o e-mail enviado pela figura carimbada Jean Wyllys a Olavo de Carvalho:

De: Jean Wyllys de Matos Santos <dep.jeanwyllys@camara.gov.br>
Data: 11 de julho de 2012 23:30
Assunto: Olavo de Carvalho, retrate-se ou serás processado!
Para: olavo@olavodecarvalho.org

Sr. Olavo de Carvalho, Vieram-me informações que vossa senhoria e o Deputado Estadual Flávio Bolsonaro, no programa True Outspeak de hoje, 12/07/2012, fizeram várias insinuações homofóbicas, caluniosas, difamatórias e injuriosas contra minha pessoa.

Pelo visto o Sr. não sabe o que é uma democracia, tendo em vista que sua pretensão é criar um Estado Fascista, pois buscas tolher toda e qualquer direito adquirido pelo povo LGBTS, que, através da minha legislatura, conseguiram o direito fundamental ao casamento e à adoção de crianças.

Durante o referido programa, ambos, além de todos os ataques homofóbicos, induziram o público a acreditar que sou o defensor da legalização da pedofilia – o que é totalmente mentiroso de sua parte. Defendo, sim, o direito de qualquer pessoa poder dispor do seu corpo da forma que bem entender – inclusive as crianças, pois estas têm as mesmas necessidades que os adultos e não são propriedades de ninguém. Suas declarações criminosas contra mim não ficarão impunes.

O Sr. e aquele deputado homofóbico utilizaram tal espaço para denegrir a imagem de um parlamentar que se destacou até hoje na luta pelos Direitos Humanos. O Código Penal pune, com rigor, todas estas condutas apresentada pelos senhores no programa, mesmo que tenha sido gravado nos Estados Unidos.

DOS CRIMES CONTRA A HONRA

Calúnia Art. 138 – Caluniar alguém, imputando-lhe falsamente fato definido como crime: Pena – detenção, de seis meses a dois anos, e multa. § 1º – Na mesma pena incorre quem, sabendo falsa a imputação, a propala ou divulga. § 2º – É punível a calúnia contra os mortos. Exceção da verdade § 3º – Admite-se a prova da verdade, salvo: I – se, constituindo o fato imputado crime de ação privada, o ofendido não foi condenado por sentença irrecorrível; II – se o fato é imputado a qualquer das pessoas indicadas no nº I do art. 141; III – se do crime imputado, embora de ação pública, o ofendido foi absolvido por sentença irrecorrível. Difamação Art. 139 – Difamar alguém, imputando-lhe fato ofensivo à sua reputação: Pena – detenção, de tr&ecirc ;s meses a um ano, e multa. Exceção da verdade Parágrafo único – A exceção da verdade somente se admite se o ofendido é funcionário público e a ofensa é relativa ao exercício de suas funções. Injúria Art. 140 – Injuriar alguém, ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro: Pena – detenção, de um a seis meses, ou multa. § 1º – O juiz pode deixar de aplicar a pena: I – quando o ofendido, de forma reprovável, provocou diretamente a injúria; II – no caso de retorsão imediata, que consista em outra injúria. § 2º – Se a injúria consiste em violência ou vias de fato, que, por sua natureza ou pelo meio empregado, se considerem aviltantes: Pena – detenção, de três meses a um ano, e multa, além da pena correspondente à violência. § 3o Se a injúria consiste na util ização de elementos referentes a raça, cor, etnia, religião, origem ou a condição de pessoa idosa ou portadora de deficiência: (Redação dada pela Lei nº 10.741, de 2003) Pena – reclusão de um a três anos e multa. (Incluído pela Lei nº 9.459, de 1997) Disposições comuns Art. 141 – As penas cominadas neste Capítulo aumentam-se de um terço, se qualquer dos crimes é cometido: I – contra o Presidente da República, ou contra chefe de governo estrangeiro; II – contra funcionário público, em razão de suas funções; III – na presença de várias pessoas, ou por meio que facilite a divulgação da calúnia, da difamação ou da injúria. IV – contra pessoa maior de 60 (sessenta) anos ou portadora de deficiência, exceto no caso de injúria. (Incluíd o pela Lei nº 10.741, de 2003) Parágrafo único – Se o crime é cometido mediante paga ou promessa de recompensa, aplica-se a pena em dobro.

Portanto, filósofo-criminoso, espero que você, no próximo programa, se retrate, pois, caso contrário, acionarei meus advogados contra ambos, para que tal ofensa seja reparada através do recebimento de danos morais e da sua condenação na esfera criminal.

Exijo, para tal, o DOBRO do tempo destinado a falar de minha orientação sexual e meus projetos, para esta retratação, com pedido de desculpas e correção da informação, pois não sou defensor da pedofilia – aliás, sou um paladino no combate a este mal.

Meus votos de elevada estima e consideração.
Atenciosamente, Deputado Federal Jean Wyllys.

 Resposta de Olavo de Carvalho

Prezado senhor,
Como o senhor deve ter percebido, a informação a que o senhor se refere foi fornecida pelo próprio Deputado Flávio Bolsonaro no programa True Outspeak de 11 de julho de 2012. Não vendo, naquele momento, motivo para duvidar do entrevistado, limitei-me a repeti-la. É a ele, portanto, e não a mim, que o senhor deve enviar sua reclamação antes de tudo.

Em todo caso, como é da minha obrigação jornalística, vou tentar conversar novamente com o sr. Bolsonaro, para ver se ele confirma ou desmente o que disse. Caso a informação seja realmente infundada, como o senhor alega, não terei a menor hesitação em pedir desculpas por havê-la divulgado, pois, como o senhor pode confirmar pelas palavras de apresentação repetidas em cada programa, a última coisa que desejo fazer ali é cometer injustiça contra quem quer que seja.

Qualquer que seja o caso, o senhor poderia me esclarecer qual a diferença, se existe, entre a liberação da pedofilia e a “liberdade de a criança dispor do seu próprio corpo”, que o senhor defende? Tem o senhor a certeza sincera de que essa medida não incluirá, logicamente e necessariamente, a liberação da “pedofilia consentida”? Por exemplo, na perspectiva que o senhor defende, deve haver liberdade para que um marmanjo de 17 anos e 11 meses, legalmente menor de idade, tenha relações com um menino de cinco, seis ou sete anos, caso este o deseje ou consinta? Por favor, seja honesto: não tergiverse, responda “sim” ou “não”.

Caso o senhor não consiga demonstrar logicamente que a sua proposta protege as crianças contra um caso desse tipo, ou que tais casos não constituem “pedofilia consentida”, não haverá nenhum erro em considerá-lo um apologista da pedofilia ao menos consentida. O senhor pode me explicar a diferença, se é que alguma existe? Se quiser espaço para isso no meu programa, está à sua disposição, reservado o meu direito de comentar as suas declarações em seguida. Não sei se o senhor será louco de expor-se a semelhante vexame, mas, se quer mesmo, não vou contrariá-lo.

Aproveito a ocasião para desafiá-lo a mostrar uma linha da minha autoria, uma só, que advogue a implantação de alguma lei ou instituição fascista no Brasil. Caso o senhor não consiga fazê-lo, como de fato não o conseguirá, serei eu que tomarei a iniciativa de lhe exigir desculpas que, caso negadas, resultarão numa ação judicial contra a sua pessoa.

Também não é demais informar, caso o senhor não saiba, que um sistema fascista, caracterizado pela partilha do poder entre um partido dominante e uns quantos grupos econômicos, pela uniformização ideológica da sociedade, pela constante intimidação das oposições e pelo controle estatal da vida privada, já está implantado no Brasil pelo governo que o senhor apóia. O senhor não tem a menor idéia do que é fascismo, e usa o termo a título de mero insulto, como criança que repete a esmo palavras cujo sentido desconhece.

Quanto às demais afirmações que proferi a seu respeito no programa, não retiro nenhuma. O senhor é mesmo muito feio e é pura presunção da sua parte imaginar que alguém possa ter atração, quanto mais “obsessão” pela sua pessoa. Quem provocou essa resposta foi o senhor mesmo, quando, num rompante de pura cafajestada, atribuiu a “homossexualismo enrustido” as críticas que eu fizera à sua resposta ao pastor Silas Malafaia,

Talvez o senhor não seja mesmo apologista da pedofilia, pelo menos forçada. Prometo averiguar. Mas uma coisa tenho, agora mais que nunca, a certeza de que o senhor é: semi-analfabeto. Sua carta prova-o acima de qualquer possibilidade de dúvida.

Em tempo: achei linda a sua expressão “meus advogados”. O senhor parece que tem muitos.

Quanto custam aos cofres públicos?

Atenciosamente,

Olavo de Carvalho

MEUS COMENTÁRIOS

É assim que se responde. Espero, é claro, que Olavo poste a tréplica de Jean Wyllys. Quero só ver como o líder da bancada gay vai se safar depois das repostas de Olavo.

A situação de Wyllys agora é um caso de vergonha alheia. Eu até teria pena dele se ele não fosse tão perigoso com seu apoio ao totalitarismo.

Anúncios

21 COMMENTS

  1. Pois é Luciano, é como eu disse esses dias atrás em uma comunidade no Orkut, esse cara ai o tal de Jean Willys, não pode NUNCA chegar a ter um cargo público de grande chefia, se não ele vai criar um governo TOTÁLITARIO em 2 tempos ou mesmo até em MENOS tempo ainda, alias eu dirai até que mesmo pra esse “carguinho” que ele tem agora no governo, seria PERIGOSO elege-lo de novo!!!
    Alais, esse tal de Jean tá CASSANDO quem procesar né?? Aonde JÁ se viu querer processae alguém que simplismente colocou um vídeo na INTERNET, pra expressar sua opinião LIVRIMENTE, afinal ele já não tem TODOS os meios de comunicação do lado da causa GAYSISTA??? Então agora tá querendo policiar aquilo que é dito na internet POR QUE???

    • Simone, ele ao processar todo mundo que passa pela sua frente está usando a estratégia de intimidação, que é um recurso (desonesto) que causa ganhos políticos para ideologia dele(caso a vitima caia na ameaça)…

      O que deveria acontecer é cada conservador fazer como o Olavo, revidar, afinal de contas o se os esquerdistas processam usando mentira, nós temos motivos de sobra para processar de volta e com a verdade do nosso lado…

      Fora que é nossa obrigação desconfiar de outros humanos, já que sabemos que ninguém é santo, e denunciarmos cada covardia que encontrarmos pela frente…

  2. Luciano, já deve ser até de seu conhecimento, mas Jean Wyllys publicou já sua tréplica – se é que isso abaixo mereça ser chamada como tal:

    http://www.midiasemmascara.org/artigos/direito/13231-novas-e-mais-insanas-ameacas-do-sr-jean-wyllys.html

    Destaco dois trechos dignas de vergonha alheia:

    “Saiba, pois, que sou um Deputado Federal, detentor de imunidade parlamentar, a qual é importante, diante das tentativas desenfreadas da direita fascista tolher a liberdade dos cidadãos LGBTS – aliás, sempre por parte de reacionários seguidores de sua filosofia sanguinária e despótica”.

    Ui, ele é um deputado federal detentor de imunidade parlamentar (http://knowyourmeme.com/memes/neil-degrasse-tyson-reaction) – deputado esse que, comprovando categoricamente ser um analfabeto funcional, faz com que o resto da frase não tenha sentido.

    Reparem que, quando ele escreve “a qual é importante, diante das tentativas desenfreadas da direita fascista tolher a liberdade dos cidadãos LGBTS”, ele esquece de colocar um “de” que faria a frase ter sentido, por mais doidivanas que seja. Observem:

    “a qual é importante, diante das tentativas desenfreadas da direita fascista DE tolher a liberdade dos cidadãos LGBTS”.

    Adiante:

    “Suas manifestações homofóbicas, racistas, xenofóbicas e nazistas têm efeitos indesejados na nossa sociedade democrática. Seus seguidores atualmente espancam homossexuais e o sr. defende que a lei não seja endurecida para que a punição destes criminosos ocorram”.

    “manifestações homofóbicas, racistas, xenofóbicas e nazistas”… precisa-se mesmo destacar a histeria forçada e caluniosa do sujeito? Sem maiores comentários.

  3. kkkkkkkkkkk….
    Jean Wyllys é uma piada e esse país tambem que elege uma cara pela legenda.

    Então já saiu a tréplica no MSN, vale a pena dá uma olhada ate ligação disse que vai fazer.

    Concerteza perderá feio.

    A paz!

  4. O Lunático DesLettrado escreveuw:

    «
    Exijo a retirada imediata do texto calunioso, além da eliminação de todos os vídeos do True Out Speek do ar, caso contrário vou acionar a INTERPOL para que ela faça isso.
    »

    KKKKK, quero ver ele conseguir parar as redes P2P 😛

  5. Calma, gente, o Willys desmentiu tudo. Parece difícil acreditar, já que o falsário mimetizou muito bem o discurso do deputado heterofóbico; mas até o MSM está aceitando a negativa de autoria.

    O Rodrigo Constantino, por sinal, escrevera um artigo defendendo o Olavo (!) mas já o retirou do blog dele.

    Eu acho que, das duas, uma: foi uma “brincadeira” irreponsável, de alguém que só queria ver o circo pegar fogo; ou alguém quis deliberadamente testar o Olavo para ver como seria a resposta. Foi tão ponderada que até um detrator (Constantino) o defendeu.

    Confiram:

    http://www.midiasemmascara.org/artigos/direito/13233-jean-wyllys-nega-ter-enviado-e-mails.html

  6. Finalmente, talvez a gente veja um embate judiciário pra valer, entre em peso-pesado conservador e um peso-pesado do humanismo…

    Sim, peso-pesado sim. Não menosprezem o Jean Wyllys. Ele não é qualquer moleque neo-ateísta/gayzista/esquerdista anônimo de rede social. Nesse debate por e-mail, ele pode estar falando muitas bobagens, mas se o bicho pegar mesmo, perante a Justiça ele terá respaldo, terá apoio, terá assessoria. E querendo ou não, a tendência é que o judiciário o favoreça numa guerra de processos, sobretudo nas altas instâncias, porque o “momento político” o favorece.

    Mas vamos ver, se não vai ficar só na troca de ameaças…

  7. Oi Luciano! Pois bem, acabei de entrar em uma comunidade no Orkut que estava falando sobre esse assunto, e lá uma pessoa postou um link do site Mídia Sem Máscara, em que diz agora que Jean Willys esta NEGANDO que esses emails sejam dele!!! E ai Luciano, você já estava sabendo disso???
    Em tempo: Eu até acredito, que na verdade ele esteja dizendo isso AGORA, por que o Olavo lhe deu a MERECIDA RESPOSTA pra ele, mais agora está querendo dizer que os emails não eram dele só pra dizer que o Olavo está pagando uma de “louco” e “neourótico” ao responder um email “fake”, eu até disse isso nessa comu do Orkut, mais o sujeito que públicou essa noticia acredita VEEMENTE que essa noticia é verdadeira, e que Jean Willys esta dizendo a verdade, mais mesmo assim eu DÚVIDO, que Jean esteja mesmo sendo sincero!!!!

  8. Luciano, acompanhastes o caso?

    Houve uma tréplica do e-mail, só que a tréplica é totalmente sem noção até pros padrões do JW (ao contrário desse primeiro). Ou seja, a impressão que fica é que fakearam o e-mail do JW (fato comprovado pelo MSM).

    O próprio JW alega que não enviou e-mail e nem conhece o Olavo (e interessantemente alguns de seus twittes ele usa o argumento de descontextualização que está na tréplica… ¬¬).

    Mas o pico dessa história é que o JW quer processar o site MSM por divulgar o e-mail fake, em vez de ir atrás do fraudador… isso é o mesmo que querer processar um velhinho que levou o golpe da aposentadoria, em vez de processar o golpeador.

    Eu acho que essa técnica é um prato cheio pra uma crítica…

  9. tambem notei um erro crasso:

    ´´Pelo visto o Sr. não sabe o que é uma democracia, tendo em vista que sua pretensão é criar um Estado Fascista, pois buscas tolher toda e qualquer direito adquirido pelo povo LGBTS, que, através da minha legislatura, conseguiram o direito fundamental ao casamento e à adoção de crianças.´´

    É um fato que Jean Willys lançou uma campanha nacional pelo casamento homossesual mas nada ainda foi aprovado,e bem improvavel que ele divulgasse que o casameto gay foi aprovado sem isso ter acontecido de fato,tal mentira teria perna curtissima.

Deixe uma resposta