Nos EUA, militante gayzista abre fogo contra entidade cristã

5
77

Fonte: Púlpito Cristão

Na última quarta-feira, a sede da entidade cristã Family Research Council, em Washington, nos Estados Unidos, foi alvo de um atentado de um homem ligado ao movimento homossexual, que abriu fogo com uma pistola 9 mm no local.

Detido por um segurança que estava no local e que foi atingido pelos disparos, o homem foi identificado pela policia como Floyd Lee Corkins II, de 28 anos, voluntário de um centro comunitário para gays em Herndon, no Estado da Virginia.

O FBI revelou ainda que Corkins está detido sob acusação de agressão com arma mortal, e que o acusado não possui problemas mentais.

A entidade Family Research Council é uma das entidades cristãs mais conservadoras dos Estados Unidos, e se opõe fortemente contra o casamento entre pessoas do mesmo sexo. O tema tem se mantido entre os assuntos mais debatidos no país devido à reprovação em plebiscitos em diversos estados norte-americanos ao casamento entre homossexuais.

A recente postura da rede de fast food Chick-fil-A em se declarar contrária ao casamento gay também serviu para acirrar os ânimos entre ativistas cristãos e defensores do movimento homossexual.

O presidente de uma instituição pró-casamento tradicional, Brian Brown, fez uma declaração em um comunicado alertando sobre o atentado: “Este ataque é um dos sinais mais claros que vimos nos últimos dias do resultado dessa campanha de rotulagem de grupos pró-casamento tradicional como se fossem ‘grupos de ódio’”, afirmou o responsável pela National Organization for Marriage.

Segundo o porta-voz do FBI, o segurança Johnson foi levado a um hospital da região e deverá sobreviver: “Ele fez um trabalho fenomenal, acima e além do que ele deveria fazer nesta situação em particular”.

A Family Research Council é presidida por Tony Perkins, membro da Igreja Batista e ex-parlamentar pelo Partido Republicano de Louisiana. A entidade é ligada à organização Focus on the Family, dirigida pelo pastor James Dobson.

Meus comentários

A tendência é exatamente essa: a violência ir aumentando, sempre com o apoio dos grupos esquerdistas. Conforme já mostrei aqui, já passou da hora de uma reação a esse tipo de ação.

Em tempo: notaram o silêncio da imprensa nacional?

Vejamos: se fosse uma entidade gay atacada, eles publicariam a notícia e chamariam de “homofobia”, mas quando uma entidade cristã é atacada por um gayzista, nada é falado.

Anúncios

5 COMMENTS

  1. Assim que liguei o computador, fui direto para WorldNetDaily, e me deparei de cara esta noticia, No entanto, não fiquei nem um pouco surpreso; para quem conhece a forma de agir dos liberais, sabe que é o ultimo passo a darem para o fanatismo total é o ataque direito aos seus inimigos, pelo visto tal tônica tem se concretizado. Basta ler alguns comentários desses apedeutas, seja youtube ou em sites de noticias, para constatar o nivel de discrepância mental e irracionalidade que chegaram.

  2. Luciano, sugiro um post sobre o Marcelo Freixo, candidato a prefeito do Rio. Esse candidato é amigo e parceiro político do gayzista e pedófilo disfarçado Jean Wyllis. Ele acabou de divulgar um video na internet demonstrando apoio à causa LGBT e prometendo combater ao ‘preconceito’ nas escolas. E o pior é que no Rio tá cheio de idiota útil dando corda para esse sujeito!

Deixe uma resposta