Será que os esquerdistas vão propor o “controle de facas”? Um homem esfaqueou 22 crianças em uma escola primária na China.

1
55

25D02DA3F7E4478B91065BF158F8700B

Fonte: IstoÉ Dinheiro

Um homem esfaqueou 22 crianças de uma escola primária na China nesta sexta-feira, informaram autoridades, o último de uma série de ataques.

O responsável pelo crime foi detido, informou um porta-voz do governo de Guangshan, na província de Henan, onde o incidente ocorreu.

“Vinte e duas crianças de uma escola primária foram esfaqueadas, assim como um adulto”, mas nenhuma das vítimas morreu, informou à AFP o porta-voz, que não quis se identificar.

A agência de notícias estatal China News Service informou que um homem atacou os estudantes com uma faca em frente à escola primária, provocando ferimentos que não são letais. A agência não informou a idade das crianças.

A China sofreu diversos ataques violentos contra crianças nos últimos dois anos, incluindo uma série de cinco incidentes em 2010 que mataram 15 crianças e dois adultos, além de terem ferido mais de 80 pessoas.

Os ataques forçaram as autoridades a aumentar a segurança em torno das escolas e levou a pedidos para mais investigações sobre suas causas.

Crimes violentos têm crescido na China nas últimas décadas, num momento em que a economia do país se expande e a desigualdade entre ricos e pobres aumenta rapidamente.

Estudos também descreveram uma subida na prevalência de doenças mentais, algumas delas ligadas ao estresse devido ao aumento do ritmo de vida da população.

Mas as autoridades afirmam que o assassinato, passível da pena de morte, permanece menos comum no país em comparação com a maioria das nações ocidentais.

Meus comentários

O irônico é ver o silêncio da mídia esquerdista em relação ao caso do esfaqueamento na China. Será que as crianças chinesas merecem menos atenção que as americanas? Estranho, muito estranho… Ou não.

Anúncios

1 COMMENT

  1. No Brasil, já implantaram a demonização das garrafinhas de álcool, dos antibióticos, das sacolinhas plásticas, … A propósito, eu sempre detestei os malditos barbeadores descartáveis, e após ler este artigo, fico imaginado se eles não são apenas um “longo prelúdio” para a demonização da boa e velha *gillette*.

Deixe uma resposta