Excelente dica do leitor Aforista pelo uso de sua terminologia correta ao tratar a ATEA e os neo-ateus

5
29

@

O leitor Aforista, frequentador deste blog, escreveu o seguinte em sua página do Facebook:

14 neo-ateus me enviaram mensagens devido ao fato de eu ter chamado a ATEA de organização criminosa (e é, baseado na lei Nº 7.716, DE 5 DE JANEIRO DE 1989. Art. 1º : “Serão punidos, na forma desta Lei, os crimes resultantes de discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional.” Fonte: http://goo.gl/9JZKe ) e graças à maravilhosa idéia do Facebook não mais permitir enviar mensagens a estranhos gratuitamente, eu não pude responder aos mesmos. Pois bem, não se avexem: não é que me faltavam respostas devidas a cada um (e denúncias devidas a outros), apenas calhou do Facebook ser uma zona. Ademais, não mudo minha posição: a ATEA É uma organização criminosa que não representa e nunca representou os ateus decentes: são um apunhado de moleques que se não fosse a lei do menor, já estariam vendo o sol nascer quadrado.

Impecável, no mínimo. Chamar a ATEA de organização criminosa é a única terminologia adequada descrevermos a natureza do empreendimento deles, assim como o Paulopes é um site criminoso. E se alguém choramingar, é só esfregar a constituição na cara deles.

Não é o fato de um criminoso estar impune, que ele deixa de ser criminoso.

Já passou da hora de pararmos de usar luvas de pelica na hora de tratar o discurso de ódio e difamação dos neo-ateus.

Ao Aforista: eu gostei da dica, e o rótulo “criminoso” será usado com muito mais constância em meus textos, quando tratar dessa turminha.

Anúncios

5 COMMENTS

  1. Destaque para o artigo 20, o qual identifica o crime praticado pelos sub-ateus:

    « Praticar, induzir ou incitar a discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional. »

  2. Excelente texto do Aforista, muito bem lembrado que esses caras não representam os ateus (e agnósticos) decentes.
    Esses neo-ateus reclamam de homofobia e são os maiores violadores da mesma lei que o estatuto gay vai modificar.
    Eles cometem exatamente o mesmo crime em que os “homofóbicos” se enquadrariam caso a “lei da homofobia” fosse aprovada. São grandes hipócritas.

Deixe uma resposta