O mundo é uma bola: Depardieu ganha cidadania russa de Putin

3
64

Depardieu-putin_2444226b

Segundo o The Telegraph, Gerard Depardieu recebeu neste sábado a cidadania russa após um jantar com Vladimir Putin.

Como diria um leitor do Facebook, “o mundo é uma bola”.

Anteriormente, a Rússia comunista tornava a vida dos que tinham sucesso um inferno. Agora a França, cada vez mais comunista (enquanto a Rússia cada vez mais se livrando desta doença), começa a tratar mal as pessoas que tem mérito, virtude e sucesso.

O negócio é assistir a França se afundar em taxações criminosas e aplaudir a atitude de Depardieu.

Anúncios

3 COMMENTS

  1. Luciano.
    O ideólogo por tras disso tudo se chama ALEXANDR DUGUIN e está usando a direita e os conservadores contra o esquerdismo americano.
    Não confie num país que matou mais de 150 milhões de pessoas !!!!

  2. Essa história de dar cidadania russa ao Depardieu e querer dar cidadania russa à Brigitte Bardot fica cheirando muito a uma nova versão daquelas viagens que o regime stalinista promovia, nas quais levava um monte de intelectuais, artistas e jornalistas, empanturrava-os de comida para que eles dissessem que nunca comeram tanto na vida, embebedava-os para que aceitassem mais facilmente a cantilena que propagariam de maneira crédula no Ocidente e mostrava apenas aquilo que interessava da URSS. Não acho que se deva depositar confiança na Rússia.

  3. A política de “redistribuição” praticada por governos esquerdistas é inviável a longo prazo..Tirar dos mais produtivos para reduzir as desigualdades é burrice..Pois prejudica toda cadeia produtiva..Além de ser imoral, pois penaliza os mais esforçados..

    A escola austríaca já demonstrou isso..

    Mas não tem jeito, esquerdistas não aprendem

Deixe uma resposta