Rótulo: Oprimido (defensor do, parte do grupo)

0
65

oppression1

Última atualização: 09 de janeiro de 2013 – [Índice de Rótulos][Página Principal]

Esse é utilizado geralmente em “par” com o rótulo “opressor”, até por que um é o inverso do outro. Se há um opressor, naturalmente há um oprimido.

Sempre aquele que se posiciona do lado dos oprimidos, tende a ganhar a mente da patuléia, pois a maioria das pessoas se sente de uma forma ou de outra oprimida. Ora, se alguém se sente oprimido, vai se identificar automaticamente com um outro que ou se declara como um oprimido, ou então diz que defende os oprimidos. Por isso, exatamente de forma oposta ao rótulo “opressor” (automaticamente negativo para quem o recebeu), o rótulo “oprimido” é sempre positivo para aquele que o recebeu.

Ou de onde você acha que grande parte do sucesso da esquerda vem senão do talento que eles possuem para usarem as ressignificações adequadas para convencerem a platéia de que defendem os “oprimidos” em qualquer questão política de que participam?

Na questão das cotas raciais, ao se declararem do lado dos “oprimidos”, os esquerdistas simplesmente brecaram o debate público. Na criação da lei de impunidade ao menor, bastou eles dizerem que os “menores” eram “oprimidos”.

Como se nota, o impacto desta rotulagem não deve passar incólume. Como de costume no jogo de rótulos você sempre tem duas opções: (1) Ou reverte o rótulo a seu favor, usando-o se for positivo, e atribuindo-o ao oponente se for negativo, (2) Ou desmascara a rotulagem feita pelo oponente. Isto, é claro, se tiver um argumento para demonstrar que o seu uso da rotulagem em questão é mais válido que o do outro.

Anúncios

Deixe uma resposta