O “neo-ateísmo” chega ao black metal: confusão e tiros no show da banda de black metal cristã Antestor em BH

20
168


@
Já estava demorando!

Como diria Ann Coulter, “para alguém entender a mente da esquerda, é preciso antes entender a Revolução Francesa”. Uma vez que o ideal de mundo melhor (somente com a eliminação do adversário) é assimilado pela mente esquerdista, junto com o uso cavalar de injustificadas palavras virtuosas, líderes esquerdistas sempre conseguem mover suas turbas em qualquer direção que queiram.

Violência? Isso, para eles, se torna apenas um recurso, a ser usado quando necessário.

Sabendo disso, conforme notícia do Whiplash, já em outubro do ano passado a polícia mineira decidiu fornecer proteção especial para a banda de metal cristão Ancestor, que tocou em Belo Horizonte no dia 19 de janeiro. A proteção ocorreu por que o anúncio da tour Brasileira, segundo o Whiplash, “provocou a ira de indivíduos que não professafé cristã”.

E como de costume, a midia vai omitir o fato. Mas se fosse contra uma banda gay, obviamente isso estaria em todos os jornais.

Eis o mundo ocidental carcomido pelo marxismo cultural.

Anúncios

20 COMMENTS

  1. Isso evidencia duas coisas:

    1) O preconceito contra a tradição cristã, que é crescente e tem tornado os cristãos o grupo mais perseguido do Ocidente;

    2) As raízes do preconceito estão, na maioria das vezes, na conduta do próprio grupo que afirma ser vítima de preconceito. Lembro uma vez que um amigo postou um negócio no facebook sobre preconceito contra os metaleiros. Oras, meu Deus do céu, COMO não ter uma atitude negativa contra MARMANJOS BARBUDOS que gastam seu tempo fazendo protesto – aos grupos de “Morte ao White!” – contra uma bandinha da qual não gostam? Eu compartilho dessa preconceito, aliás, PÓS-conceito. Xô, metaleiros!

  2. Luciano, só uma pequena correção: é AnTestor, não Ancestor. Na notícia mesmo a grafia está correta.

    http://www.metal-archives.com/bands/Antestor/3048

    Aliás, discordo que o incidente tenha ocorrido por “síndrome neo-ateísta”. Desde o início de carreira que essa banda tem passado por esses perrengues. Isso é mais uma manifestação de anti-cristianismo, misoteísmo (ódio a Deus) e satanismo mesmo. Coisas comuns na cena Black Metal desde a década de 90.

    Abraços

    • Veja bem Day: eles (Antestor) não são exatamente uma banda de Black Metal. Eles mesmos, por exemplo, se auto-rotulam uma banda de “Sorrow Metal” por conta de como o sofrimento, em uma ótica cristã, é uma influência na vida deles. A banda também costuma ser rotulada, mais corretamente ao meu ver, com UNblack metal. Mas sim, há bandas bem menores com toda uma estética Black Metal e que juram que tocam Black Metal genuíno de forma cristã. Isso, PARA MIM, é discutível, mas toda a questão que envolve a participação cristã no Black Metal é muito complicada para se chegar a uma conclusão definitiva ao meu ver. Eu já vi bons argumentos de ambos os lados, anda que eu, ironicamente, pende para os adversários dessa infiltração como algo que concilie, totalmente e genuinamente, o Black Metal com o Cristianismo. Mas, ainda sob meu ponto de vista, há sim como assimilar alo o Black Metal com a mensagem cristã – e o Antestor em questão é justamente o exemplo mais bem-sucedido disso. Permita-me, só para terminar por agora, deixar um link com uma entrevista com a banda tempos antes de se apresentar no Brasil:

      http://whiplash.net/materias/entrevistas/169048-antestor.html

      Indo para um outro ponto, similar mas diferente, eu só gostaria de deixar um lamento pelo fato das bandas de metal cristão em geral serem as mais discriminadas e desprezadas no Heavy Metal como um todo. Esse escárnio vem desde as bandas e apreciadores seculares e/ou satanistas e/ou pagãos e afins – normal. eles não são obrigados a GOSTAR desse segmento e tem certa razão em protestar contra bandas que enganam ouvintes alheios com uma estética que eles negam e ainda assim fazem uso dela de forma descarada (algo que eu já vi MUITO acontecer, sério. Não é o caso do Antestor, mas já vi banda, por exemplo, de punk rock com temática cristã com sonoridade DESCARADA de bandas seculares – odeio esse termo, sério. Tão presunçoso… – como Bad Religion, The Clash e afins, e mesmo assim dizendo que não pôde se influenciar sonoramente por essas bandas por não serem cristãs mesmo que tenham uma mensagem positiva…). O que não se deve permitir é que tais pessoas controlem o segmento, banindo o envolvimento declarado de religiosos no estilo musical – passando por leigos não apreciadores,para os quais mesmo tais bandas cristãs fazem um “som do capeta” chegando por fim – o que é mais grave – à Cristandade como um todo que vê tais bandas como que, secretamente, colaboradores do Capiroto, mesmo os mais bem-intencionados. É lamentável tais considerações – a leiga e a da Cristandade em um todo, isso sem falar aqueles que só avaliam como músicas dignas do Senhor as obras sacras barrocas ou o Gospel pentecostal/neopentecostal popular ou os padres cantores aeróbicos… – para contra bandas BOAS e realmente cristãs como Zao, Underoath, Demon Hunter, Becoming The Archetype, Callisto, Extol, Immortal Souls, Trouble, Virgin Black e afins. Mas talvez sejam justamente esse desprezo e adversidade de todos os lados que mantenha o White Metal como um todo estimulado pra seguir em frente…

      http://en.wikipedia.org/wiki/Christian_metal

      • Aliás, por sua dica eu coloquei “neo-ateus”, no título do post. REalmente é injusto chamar os manifestantes ali de ‘neo-ateus’, quando o correto seria falar de uma mensagem radical anti-cristã.

        Agora, uma coisa, Acauã, mudando de assunto: vc realmente não gostou daquele livro “When Atheism Becomes Religion”, do Chris Hedges? Eu o acho um esquerdista, mas acho que ele supera a média, e a análise que ele faz da falibilidade humana é bem interessante. Do Hedges também comprei “The World as It Is”.

        ABS,

        LH

      • Acauã K.,
        Admiro sua cultura a respeito. Não tenho opinião formada. Aliás, a Cristandade está mais do que dividida, não? Outro dia li que Deus não escuta qualquer música como louvor a Ele. E isso eu li em uma crítica contra esses cantores gospel moderninhos e ricos, com suas aparelhagens que não ficam para trás das maiores bandas americanas. Som de primeira. O que está havendo é uma intolerância total com os cristãos, e mais uma vez digo que isso se deve aos magnatas pregadores da TV e seus escândalos. Os anticristãos têm, infelizmente, base para odiarem os cristãos. O povo cristão é o mesmo que vota errado, que fala errado, e que, desde sempre foi alienado. Na ditadura militar, basicamente intelectuais e artistas lutaram. De qualquer forma o Governo tem que se manifestar, e urgente, antes que comecem uma guerra civil-religiosa (se é que existe isso rsrs). Bem, se é para ser cristão, deve-se tentar seguir seus preceitos. Como eu dizia, em Amós 4.23 está escrito: “Afasta de mim o estrépito dos teus cânticos; porque não ouvirei as melodias dos teus instrumentos.” E aí? Questão de exegese, hermenêutica? São outros tempos?
        Se cristãos estão sendo perseguidos (o que é profético), deveria haver uma Reforma na Cristandade, e urgentemente. É apenas minha opinião.

        Abração

  3. Aonde está o MP para ver essas incitações de violência que esses neo-ateus promovem na internet (comentários do site http://www.warmetalbr.com/2013/01/antestor-manifesto-e-confusao-com.html). Só se preocupam em tirar “Deus seja louvado” das cédulas e dar prosseguimento às denúncias fabricadas pelos movimentos gayzistas. Acho que estamos caminhando não para a secularização que os neo ateus tanto se regozijam em falar, mas sim para um regime parecido com o nazismo, o regime do anticristo literalmente! Não se pode nem ir mais a um show!!!!!!!!! Aonde isso vai parar? Precisamos alertar ao máximo as pessoas do que realmente está acontecendo por ai.

  4. Observem o nível no site Warmetal que o Augusto mencionou, fiz questão de manter os erros de português

    ““Go Away, Antestor!!
    Neste sábado 19 de janeiro de 2013 estará na memória e na história de todos aqueles aproximados 50 Guerreiros que foram na porta do show gospel dos suecos Antestor, tentamos de forma organizada criar e elabora planos para conflitar com as “ovelhas de cristo” que ali estavam de certa forma não como esperávamos, pois não pudemos sentar literalmente a bota nos porcos imundos, mas sem dúvida jogamos através de urros e gestos o que há muito tempo estava entalado em nossas gargantas.
    Seria muito mais gratificante se todos que falaram que iriam realmente tivessem comparecido e com apenas 50 guerreiros foi o suficiente para uma tropa de 10 carros da P.M.M.G. aparecer para escoltar os porcos suecos até os taxi deles pois de alguma forma misteriosa os pneus de seu transporte estavam rasgados por garrafas, e foi assim com gritos, cusparadas, dedos na cara, pontapés e empurrões que pudemos protestar e deixar a marca que “GO AWAY” VÃO EMBORA não os queremos aqui
    e não volte. Apesar das costa e barriga inchados, machucados e extremamente doloridos de uma cacetetada e uma coronhada de uma calibre 12 nas costas fico honrado e aradecido aos poucos que foram e urraram palavras de desprezo aos porcos submissos da febre européia. Vi ali uma verdadeira HORDA em ação. Infelizmente não tivemos como por os planos mais extremos em ação, mas está por chegar à inquisição aos cristãos.

    Depois foi a cerveja no boteco e um grandioso brinde em honra e gloria a cena da qual tenho GRANDIOSO ORGULHO de participar.

    Thyago Bastardo.

    SALVE B.H!
    SALVE GUERREIROS!
    E CONTINUAMOS DE OLHO NOS WRITE MERDA!”

  5. Lá no forum do Warmetal

    Bloggera: “hahahahah metidos a satanistas e cultuam a figura de um satan descrito na bíblia!!! Infantis mesmo! Conheço satanistas que riem dessa infantilidade de vocês. Cabeças pequenas. Clubinho de garotinhos briguentos que acham que vão parar um movimento que só cresce. Isso só mostra que estamos no caminho certo. Molequinhos terceiro mundistas.”

    Phantom Power: “Uma morte seria tudo o que a crentaiada precisaria… um mártir…
    Rejeitados pela igreja deles e pelo meio underground, contra tudo e contra todos, lindo…
    Vão lá bestas, matem alguém. Historicamente é assim que um movimento toma força.
    Aí sim todo mundo vai saber quem são e o que pregam, de graça em todas as mídias, em cima do esforço, risco e idiotice de voçês. Vão continuar tomando no cú e rodando, aos risos dos whites.”

    Kali: “que merda viu. fodas se é da Noruega ou da suecia tudo é farinha do mesmo saco. engula suas palavra pelo seu cú seu maldito cristão, o show só aconteceu por proteção da policia e nao pela proteçao do seu Deus Morto. coragem de ficar frente a frente vcs nao tem, vcs nao tem sua proteção divina entao vem seu porcos nazarenos. eu te parto em dois seu White de merda. è garanto se tiver a proxima concerteza vai ser pior. se vc quiser marca algum dia de nos se encontrarmos seria otimo descutimos frente a frente sem policia ok. Hail ao Black metal!! morte ao Plagio White merda.”

    • O vídeo é justamente o retrato real da esbornia mental que esses indivíduos carregam dentro deles de forma voluntaria. Tem 10 anos exatos que eu conheço tal cena em um todo e em todo esse tempo a pior coisa desse sub-estilo permanece: o público “militante”. Um bando de PÉ-RAPADOS com construídas expressões faciais de chimpanzés sedados que são incapazes de tomar conta de uma barraquinha de camelô, mas que ainda assim – ou talvez justamente por isso, vai saber… – se consideram os pontos altos da evolução humana, só porque leram a frase “Deus está morto” de Nietzsche e a acharam “doida pa carai”… São tais sub-orangotangos em frenesi com seus urros de português sofrível que querem derrubar a civilização judaico-cristã capitalista ocidental – e, de quebra, esmagar o Islamismo e as demais cosmovisões religiosas com seus aderentes – e criar um novo mundo onde o sentido da vida seja re-estabelecido: trepar e desfrutar dos prazeres terrenos até morrer (pérola que eu ouvi de desses lixos de ser humano enquanto fazia compras na Galeria do Rock a dois anos atrás…)

      Dá para levar tal “plebe enlouquecida” a sério?

      Eu adoro Black Metal. É o estilo musical que eu mais aprecio em um todo. Gosto inclusive do conteúdo lírico de muitas bandas do gênero (Deathspell Omega por exemplo, que chega a criar letras sob a influência dialética de Hegel) e considero mesmo o ponto de vista de integrantes de bandas do gênero interessantes (um Varg Vikernes, por exemplo, é um biruta perigoso, mas qualquer um que já leu entrevistas e artigos dele sabe que o sujeito tem um MÍNIMO de cultura). O que desgraça tudo – inclusive para eles mesmo, já que o que segue é uma reclamação interna – é o baixo nível dos apreciadores do gênero de uma forma geral. Porque, realmente, nada de bom para ninguém pode vir de gente cuja única visão de mundo se resume a “tipo assim (sic), religião é o ópio do povo, VÉI!” (essa frase verídica eu vi pessoalmente, proferida de forma séria, por outro boçal do gênero). É nauseante, para dizer o mínimo.

      • (Vou-lhe responder por aqui já que o ícone de “resposta” não está aparecendo onde você comentou meu post)

        Não há de que por lhe auxiliar a repeito da matéria, mas me lembrei de algo que eu costumo reparar em manifestações na internet relacionadas ao Black Metal que podem ser vistas como infiltração neo-ateísta (sem aspas) na cena, dando aval de certa forma ao título do seu texto: tem um monte de neo-ateu legítimo que aprecia o estilo e fico, petulantemente, “cagando regra” e “dando pito” sobre o que se deveria dizer, crer e fazer na “militância”. Não é raro em vídeos de bandas do estilo com temática realmente satânica ou pagã aparecerem hordas de trolls neo-atoas nos comentários falando que “acreditar em deuses nórdicos é tão imbecil como acreditar no deus cristão” ou que “satanistas são tão babacas quanto cristãos” e que Black Metal deve ser feito para destruir toda adoração extra-humana e coisas do tipo. Inclusive há até rixas internas na cena de satanistas contra tais neo-ateus por conta da encheção de saco dos últimos. E não bastasse a chateação desses contra seus aliados mais próximos, tais neo-ateus headbangers não raro invadem espaços de bandas de White Metal e seus apreciadores com o intuito – e cara-de-pau – de fazer-los apreciar só a música, e jogar a mensagem no lixo por ser “nociva”. Vandalismo pouco é bobagem…

        Quanto ao Chris Hedges, repito ao dizer que tive a impressão de que, pelo menos pela leitura do livro que você me deu, foi meio “simplório” (apesar de já ter visto respostas MUITO piores e mais bobinhas ao neo-ateísmo. Ex.: Rick Warren…). Entretanto, não peri minhas esperanças com ele não: ele parece ser mais assertivo em “American Fascists”, por exemplo. Estou disposto, de bom grado, a dar mais chances a ele. E enquanto você acha, eu tenho quase certeza de que ele é um esquerdista, mas um esquerdista mais sadio 😉

        E por falar em auxílio, volto a falar de um livro que estou quereno dar-lhe de presente: um do Mao Tse-Tung em inglês que parece ser bem nessa linha “estudo tático” que é do seu gosto. Eu sei que desde o início do ano passado eu estou lhe prometendo algo de útil para comemorar seu retorno na ativa, mas é que eu estava – e estou – cheio de complicações e outros compromissos que me impedem de tentar aproveitar o livro para fins pessoais antes de enfim passar-lo a ti para melhor proveito. Mas prometo que assim que eu lê-lo e extrair dele o que pode ser bom para mim, eu lhe passo com a maior satisfação 😉

        Abraços.

  6. Acauã K.,

    Sou uma aberração. Comecei pelo fim. Em nada acreditava. Fui funcionária da rádio fluminense fm, puro rock! Como dizem por aí, eu vivia nas trevas, e amava!!! Do nada, algo me tocou. Porém, mesmo sentindo meu coração mudado, ainda que eu tenha me apaixonado por Jesus, ainda assim sou terrível. Agora que acredito em Jesus, a lógica e a história querem me enlouquecer. Mas eu amo uma boa briga! Para eu desacreditar em Cristo, vou precisar, primeiro, desacreditar no Mal que ronda minha vida. Por enquanto minha posição é essa: se eu sinto o Mal, esse testifica o Bem. O diabo prega para mim todos os dias. Ah… Amo rock! hehehe!

    Luciano, depois quero postar uma banda gospel rock!!!

    Bom domingo!

Deixe uma resposta