Técnica de Propaganda: Grande mentira

1
79

images

Última atualização: 09 de fevereiro de 2013 – [Índice de Propaganda][Página Principal]

A lógica desta técnica é a seguinte: se for para mentir, que seja uma grande mentira, para chamar a atenção da patuléia e obter o efeito emocional desejado dentre aqueles que não forem checar a validadade da alegação. (E são muitos que não checam)

Uma pequena mentira não atrai a atenção tanto quanto uma mentira de grande porte. Goebbels disse: “Se você conta uma mentira grande o suficiente, e repete-a em enorme quantidade, eventualmente as pessoas acreditarão nela.” Para Goebbels, o Estado deveria usar todo seu poder para reprimir a dissidência, e o uso dessa técnica  seria eficientíssimo para o Estado.

Suponha que um gerente diga que o funcionário X não atendeu as metas, e essa seja uma mentira. Agora suponha que o mesmo gerente diga que o funcionário X está vendendo segredos da empresa para um concorrente. Obviamente a segunda mentira irá atrair muito mais atenção que a primeira. Claro que é uma mentira maior, que fala de maiores impactos e consequências caso o conteúdo na alegação seja percebido como verdadeiro.

Quando os neo-ateus afirmam que “sem a religião, o ataque às torres gêmeas do 11 de setembro não teria ocorrido”, sabem que é uma mentira de grande impacto e que, mesmo nem um pouco embasada por evidências, vai atrair muita atenção.

O foco dessa técnica é basicamente a atenção, através da lógica que diz que, se uma mentira for propagada por um propagandista cujo senso moral não vê problemas em divulgar mentiras, que seja uma mentira de grande porte, para gerar forte emoção e atenção, ao invés focar em contar pequenas mentirinhas.

Anúncios

1 COMMENT

  1. Tanto Goebels quanto Hitler denunciavam o jogo baixo e sujo da mídia ocidental e alaertavam para técnicas tal como a Grande Mentira que a imprensa britânica era mestre em usar. Porém a “história” escrita pelos vencedores distorcem e projetam na Alemanha suas próprias sinas.

Deixe uma resposta