Hugo Chavez se vai, mas isso não significa nada de positivo… para os venezuelanos

25
101

Hoje Hugo Chavez bateu com as botas. Aliás, ele estava fazendo hora extra há muito tempo, mesmo tendo gastado os tubos com tratamentos em Cuba. Tratamentos, aliás, que ele podia ter, mas seus cidadãos, condenados a uma vida de miséria pelo chavismo, não.

Conforme o Yahoo!, pouco antes do caudilho ter virado estrelinha, os delírios já começaram.

Pessoas normais, ao serem acometidas por câncer, buscarão a vida com a família, tratamentos, e, em casos irreversíveis, a conformação. Esquerdistas, ao contrário, irão colocar a culpa nos outros.

Foi quando mais uma vez a tropa de choque de Chavez no governo perdeu qualquer resquício de bom senso e resolveu revolucionar a ciência oncológica, afirmando que o câncer de Chavez foi adquirido via contágio. Mais ainda: o contágio teria sido causado pelos Estados Unidos. (Essa conversa já tinha surgido há quase um ano, mas agora voltou à tona de novo. Ou seja, rebobinaram a fita.)

Maduro, vice de Chavez, disse: “Nós não temos nenhuma dúvida, chegará o momento da história em que se poderá formar uma comissão científica”, que revelará “que o comandante Chávez foi atacado com esta doença”. Tudo isso foi declarado em uma entrevista coletiva exibida pela televisão ontem, 5 de março, pouco antes da morte de Chavez.

A coisa é tão estapafúrdia que não mereceria comentários, a não ser por uma curiosidade meio sádica de ver as consequências devastadoras causadas na mente da patuléia pelo esquerdismo.

E como diria o Barão de Itararé, de onde menos se espera, daí mesmo é que não sai nada, e como se não bastasse Maduro (tão delirante quanto o finado) ter culpado os Estados Unidos pela doença de Chavez, também avisou que o “inimigo busca gerar um cenário de caos para buscar uma intervenção estrangeira”. Ele provavelmente deve ter colhido as evidências dessa “conspiração estrangeira” (liderada pelos Estados Unidos, é claro) na borra do café.

O mais engraçado é a noção criada agora pelos partidários de Chavez de que existe uma “tensão” na luta pelo poder. Nada mais falso, pois os venezuelanos hoje são o povo mais domado da América Latina. Ou alguém já viu uma manifestação contra o governo venezuelano? Ninguém viu, e ninguém vai ver.

Teorias como a “contaminação de Chavez pelos Estados Unidos” ou a “conspiração para tomar o poder na Venezuela” são exemplos de que a morte de Chavez, ao invés de nos livrar de uma influência esquerdista, demonstra que quanto mais se reza, mais assombração aparece.

Líderes esquerdistas, ao morrerem, deixam um rastro de loucura em seus seguidores, especialmente os militantes. A população, por outro lado, perde todo e qualquer referencial para julgá-los.

Uma hipótese para explicar por que isso ocorre é óbvia até demais: governos, quanto mais esquerdistas, mais possuem dinheiro estatal para investir em propaganda. Ao mesmo tempo, quanto mais poder possuem, mais podem refrear a mídia oposicionista.

De acordo com minha tese da espiral do delírio, se o único grupo que podia refrear as besteiras do oponente se calou (ou seja, os oposicionistas de Chavez), ou ao menos não tem voz (devido à ditadura chavista), então a tendência é que os partidários do caudilho digam qualquer bobagem, enquanto elas estiverem funcionando politicamente.

Quer dizer, eles podem afirmar que o câncer de Chavez veio “por contaminação norte-americana”, pois não há voz para os oposicionistas dizerem que isto é uma das afirmações mais ridículas e pseudo-científicas do discurso político recente.

Em resumo, um grupo entra na espiral do delírio, a partir do momento em que seus oponentes entram na espiral do silêncio. Quanto mais esquerdista um governo é (a partir do inchaço do estado, o que garante poder aos que tomem conta dele), mais é possível lançar os oponentes na espiral do silêncio. Quem paga a conta do circo é o povo venezuelano, obviamente.

O resultado é que a Venezuela hoje é um país que virou uma piada pronta. Chavez morreu, mas seus partidários continuarão delirando. A população, totalmente perdida e sem referencial do ridículo, vai contribuir para que este teatro de atrocidades continue nos fazendo sentir pena deles.

Enfim, Chavez já era, mas para a Venezuela isso não significa nada de positivo.

Anúncios

25 COMMENTS

  1. 1) O único câncer transmissível que existe é um que acomete diabos-da-tasmânia e passa de animal para animal via mordidas (os bichos são bastante agressivos e se atacam muitas vezes). Descobriu-se que o tumor originou-se de um único animal e foi transmitido a outros, uma vez que o código genético encontrado nos animais infectados era sempre o mesmo;

    2) Em seres humanos, possibilidades derivados de transmissão são aqueles que ocorrem em decorrência do HPV. São tumores anais, vaginais, penianos, de cabeça e de pescoço. No caso de tumores anais causados por HPV, este teria de estar na região em questão por transmissão sexual.

    Pela Constituição local (que teoricamente poderia ser jogada para cima, uma vez que seu cumprimento depende da atitude de pessoas e não de um incrível poder mágico que emana), teria de haver novas eleições a serem convocadas em 30 dias, ainda que não se impeça que ocorra um golpe à moda mais latino-americana que conhecemos. Por ora, o NYT fala do clima de incerteza que fica no ar, ao que se pode dar crédito se pensarmos no quão personalista era seu governo (e como são os governos bolivarianos). Nicolás Maduro não é nem de longe capaz de sustentar por si só um governo e, caso haja eleição e não haja fraude, enfrentará um Capriles que conseguiu unir a oposição.
    Olhando a coisa agora, tenho a impressão de que Capriles pode ter se fingido de defunto para pegar o coveiro, podendo a vitória de Chávez ter sido de Pirro e o concorrente ter jogado em cima da condição de saúde que foi se precarizando. Por ora ele não diz nada, até porque seria falar de corda em casa de enforcado, mas o governador de Miranda pode usar essa mesma diplomacia a seu favor, uma vez que até agora não ouriçou uma militância que poderia agir histericamente contra eles. Tais histéricos só poderiam agir contra Capriles se fizessem uma intepretação delirante das coisas e o ligassem aos republicanos americanos, que por sua vez disseram que o presidente morto vai tarde, ainda que digam ser cedo para saber se haverá o fim do bolivarianismo.

    Contra a continuação do bolivarianismo há o lance de inflação alta, desabastecimento e violência. A favor, há a história de terem de alguma forma se preocupado com os setores mais desfavorecidos (ainda que na base de usarem migalhas populistas, jogaram em um ponto que os governos anteriores não se atentaram) e terem construído a tal rede de apoio. A favor da oposição, a possibilidade de desarmarem as bombas-relógio criadas pelo chavismo. Contra eles, a sombra do golpe de 2002.

  2. Depoimento de Aaron Russo, 11 meses ANTES do 11 de Setembro.———————-
    Nicholas Rockefeller::::::::::::::: “There’s going to be an event Aaron…We are going to go into Afghanistan so we can put a gas pipeline to the Caspian Sea…We are going to go into Iraq to take the oil and to establish a base in the Middle East and we’re going to go into Venezuela and try and get rid of Chávez”

    Assistam:
    http://youtu.be/xorR2Yo84Jo?t=54s

  3. E tinha um monte de gente comemorando a morte desse senhor, se esquecendo que ainda existem Nicolás Maduro, Diosdado Cabello e outros chavistas no caminho. Só nos resta desejar boa sorte pra Venezuela.

  4. Luciano , tenho uma dúvida sobre a metodologia aqui do blog , embora concorde com a maioria dos seus posts , onde trata de uma contra-militância contra o esquerdismo e suas sub-categorias , porém de que forma prática a estratégia de combate a esquerda poderá dar certo no Brasil se a maioria dos partidos para não dizer todos, são de esquerda ou possuem tendências esquerdistas , de que maneira prática a esquerda perderia seu terreno visto que a mesma já tomou conta dele e a oposição conservadora parece fragilizada e sem forças para combater esses caras ?

    • Luis,

      Eu vejo que não é pela disputa partidária, mas pela criação de uma cultura, especialmente nas redes sociais e nas academias, com foco na defesa do pensamento de direita e ESPECIALMENTE no ataque ao pensamento de esquerda.

      Daí, daqui uns 20 anos, pensemos em ter um partido de direita…

      Abs,

      LH

      • O problema Luciano é que há poucos sites e blogs conservadores hoje em dia , os mais conhecidos são o seu,blog do Conde, mídia sem mascara e a coluna do Reinaldo Azevedo ,no futuro isso pode até mudar , mas hoje as redes sociais,youtube e sites de notícias , estão dominadas pelos esquerdistas , o you-tube por exemplo ,antigamente era um ótimo ambiente para se debater , hoje virou play-ground dos neo-ateus e militantes gayzistas , o autor que fez o video refutando as falácias do Eli Vieira por exemplo ,teve seu video retirado, sem falar de outros tantos videos e canais fechados por conta dessa militância , que por sinal é muitissima popular no you-tube , basta ver a quantidade de vizualizações dos canais neo-ateus , como o do Yuri e outros , até mesmo sites conservadores cristãos já estão dominados pelos esquerdistas como o Gospel + , que virou o ponto de encontro dos discipulos de Jean Wilys e cia . O nivel intelectual dos conservadores é bom , porém é normal vê-los perderem debates facéis para neo-ateus e militantes da agenda LGBT .
        Sei que o material fornecido pelo site é bom,não é atoa que os baluartes do esquerdismo , quando se metem a intelectuais passam vergonha aqui nesse blog , e por sinal até eu , quando começei a estudar as falácias desses caras ganhei muitos debates , a questão é que a maioria conservadores não estão preocupados com o avanço do esquerdismo e do neo-ateismo, se os conservadores se unissem , páginas preconceituosas como a ATEA e Peneadicto já teriam saído do ar há muito tempo , e esses militantes que chamam políticos de Direira de homofóbicos pensariam duas vezes em dizer uma coisa dessa, se ameaças judiciais começassem a surgir contra eles .
        As vezes acho que lutar contra o esquerdismo vem se tornando algo díficil , se o cara bota um video no Youtube , refutando esses caras,o video recebe umas 1000 negativações e o canal ainda pode ser bloqueado, se faz um blog, refutando o neo-ateismo , o blog corre um sério risco de ser hackeado ou então o autor ter seus dados (CPF, documentos)divulgados na internet , é muito triste isso , mas enquanto os conservadores que ainda são maioria , não acordarem , vão acabar sucubindo , porque é possivel que no futuro nossa população acabe se tornando totalmente secularizada pelo humanismo e esquerda , e aí será tarde ….

      • Luis Bruno,

        Mas esse é exatamente o problema que este blog denuncia. Até pouco tempo atrás, muitos conservadores entravam em debate como se estivessem em um palanque em Oxford. Obviamente, perdiam todas as contendas, pois não estavam prontos para a guerra política.

        Se hoje a esquerda dominou o território, é por que estudaram a guerra política há mais tempo.

        Além do mais, a direita não é que não se importe, mas é que ainda não está psicologicamente preparada para um cenário de guerra intelectual. Essa “formação” vem com o tempo.

        A direita ainda precisa sofrer muito mais, em muitos casos, antes de vários adquirirem um instinto de confronto político.

        Em relação à direita em geral, não há muito o que ela possa fazer hoje, pois o senso comum, até da direita, está focado em dialética, enquanto seus oponentes dominaram a retórica e a erística.

        Entretanto, não vejo isso de que se nossa sociedade se tornar “secularizada pelo humanismo”, isso seja tarde, pelo contrário, aí sim eles é que estão na arena e podem ser criticados pelo cenário atual. (A não ser que consigam o poder totalitário, pois aí danou tudo mesmo…)

        Entaõ, não vejo a situação tão desesperadora, embora eu não espere resultados no momento.

        O problema da direita é a INGENUIDADE, e isso é que precisa ser corrigido.

        Abs,

        LH

    • Luis Bruno, eu mesmo já dei uma ideia aqui no blog do Luciano.

      Luciano, poderia colocar o endereço do artigo que eu coloquei o meu comentário falando da minha ideia? Não lembro mais em qual artigo coloquei o meu comentário.

      A curto e médio prazo vejo que temos que fingir que somos socialistas e aos poucos introduzir pensamentos de livre mercado e conservadorismo.

      Criar partidos políticos por enquanto é perda de tempo e de dinheiro.

      Como a esquerda conseguiu ter o poder que tem hoje?

      Partidos de esquerda sempre existiram, mas pode acreditar, sempre existiram poucos seguidores.

      A maior estratégia da esquerda foi criar ONGs, “Movimentos Sociais”, “representantes de classe”, etc etc etc. Isso para confundir a cabeça da população.

      Quando a esquerda começou a ganhar simpatia da população, os partidos esquerdistas começaram a ganhar a cada vez mais votos e atenção.

      Ora, os anti-comunistas podem muito bem usar a mesma estratégia só que usando para mudar o pensamento da população a deixar de depender do próprio estado.

      Lembra da tática da esquerda usando ONGs, movimentos sociais,…?

      Nós podemos usar a mesma tática!

      Por exemplo:

      Se no campo existe o terrorista MST, podemos criar o “Movimento Social para o Agronegócio” ou MSA;

      Se existe partidos e movimentos usando o nome de socialista, podemos fazer o mesmo usando o nome podre socialismo a nosso favor. Por exemplo:

      Socialismo para a livre iniciativa ou pela Socialismo pela livre criatividade. Afinal, onde o socialismo é livre ou criativo?

      Lembremo que temos que confundir a cabeça dos esquerdistas. E acredite, a maioria dos militantes de esquerda são idiotas desinformados.

      Se os esquerdistas na sua grande maioria apoia a união de pessoas do mesmo sexo, podemos criar grupos e movimentos com o nome de “Movimento Popular pela defesa da Instituição Familiar” (homem e mulher).

      Se existe movimentos pela desamamento da população, podemos criar o “Justiça Social pelo Porte de Armas”.

      E assim vai.

      Escrevo isso porque não é segredo para ninguém que o nome socialismo, popular, justiça social,… caíram nas graças da mídia e até mesmo da população. Isso não é exagero da minha parte.

      • Renato

        Na realidade os conservadores estão tão atrasados em relação aos socialistas,por 2 motivos , primeiro , que os conservadores ainda carregam muitas abstrações em propor o modelo conservador que houve nos Estados Unidos e na Inglaterra no Brasil , o segundo, que não se preocuparam em fiscalizar a existência de militância esquerdistas dentro de suas intituições (colégios e universidades).
        A questão é que os partidos de esqueda adoram pregar o socialismo atacando o capitalismo,simplesmente porque grande maioiria da população têm um conhecimento muito superficial do liberalismo econômico e como ele foi importante para o mundo ocidental, atualmente é moda comunista citar estado social-democrata, porém esse sistema além de ser falho , só é eficaz em um País onde a burocracia estatal é eficiente ,o que não é o caso do Brasil , há um livro muito interessante , de um autor americano chamado Russell Davenport , onde ele desmonta o mito que o capitalismo gera desiguladades, ele cita diversas reformas ocorridas nos EUA nos anos 50 , que melhoraram muito a vida dos cidadãos americanos , sem apelar para o assistencialismo barato,proposto pelo PT e cia .
        Nos ultimos anos a política conservadora avançou muito, a moblização contra a PL 122 , o surgimento de criticas mais severas ao comunismo na América latina , já mostra que no Brasil já está começando a surgir uma antipatia a esquerda ,isso já é um bom sinal , porém acredito que seja só o começo, resultados mais concretos só irão surgir a médio e longo prazo, por enquanto , os trabalhos de Olavo de Carvalho,Pondé, e Reinaldo Azevedo , já nos dão uma luz , porém acredito que no futuro , os conservadores já estarão mais municiados contra o esquerdistas .

  5. “Llevábamos unos minutos en las afueras del Hospital. Entonces alguien dijo que éramos de un canal golpista, que iba contra Chávez. La voz se regó. En ese momento la gente, tanto hombres como mujeres, comenzaron a agredirnos a mi camarógrafo y a mí con cascos de motos, palos, puños y patadas”, contó la periodista.

    http://www.elpais.com.co/elpais/internacional/noticias/periodista-calena-carmen-andrea-rengifo-fue-agredida-caracas-por-chavistas

  6. Luis Bruno, mas você não me respondeu o que achou da minha ideia.

    A minha ideia tem três metas :

    a) usar as porcalhadas que a esquerda criou contra ela

    b) confundir a cabeça da esquerdalhada

    c) usar slogans, frases de efeitos da esquerda em sentido contrário para colocar na cabeça do brasileiro que ele tem que ser criativo e não depender do Estado.

    • Renato

      Eu concordo com sua ideia, a questão que eu levantei é o problema de nos denominarmos socialistas durante um tempo e depois gradualmente introduzirmos ideias conservadoras , é aí que está o perigo , pois isso poderá atrair militantes de esquerda ,o que poderá prejudicar bastante , qualquer planto de contra-militância as ideias esquerdistas .

      • Luis Bruno,

        Escreverei alguns posts com táticas para evitar estes problemas 😉

        Muito bom terem trazido o assunto aqui.

        Abs,

        LH

  7. Luciano, honestamente falando, acho que a nossa crítica aos esquerdopatas tem um grande buraco: Ao defendermos o Capitalismo, defendemos os grandes plutocratas, que já deixaram claro de que lado estão: Todos sabemos que gente como Rockfeller, Carnegie, Bill Gates, George Soros e Cia. só tem de conservador o bolso, e são fundamentais para a parafernália humanista e esquerdista.

    Prova maior disto tudo é o circo que todos eles fizeram em torno do Obama, e o lobby pró-gay, aborto, censura e todo o resto que fazem… Poderia me explicar o que leva essa turma a lutar consigo mesmos…

    • Galitzine,

      O capitalismo “puro” não ajudaria estes plutocratas, mas os prejudicaria. Essas mega-empresas dependem de estados inchados, pois com impostos abusivos para as empresas, estes inviabilizam as inovações nas empresas menores, e, portanto, garantem a sustentação de seu poder. Em um ambiente capitalista, estas empresas teriam com o que se preocupam, mas em um capitalismo de estado, ou em um estado de bem estar social, só as empresas maiores se dão bem.

      Ao lutar pela agenda humanista/esquerdista, estes plutocratas estão lutando pelos seus interesses. Eles dependem do culto ao estado pela patuléia (em troca de coisas como religião tradicional), pois é isso que garantirá a sustentação de seu poder.

      Abs,

      LH

      • Novamente, ótima explanação, Luciano. Empresários – Mesmo outros plutocratas – mais honestos ou coerentes sempre acabam quebrando ou virando presa fácil para tais aproveitadores… Ser formos olhar a Lista da Forbes – Algo que sempre acho imprescindível para entender a dinâmica do momento -, veremos que o exótico espanhol Amancio Ortega só sobe no Ranking enquanto seu país fica em uma miséria cada vez maior – É claro, devido à manutenção forçada do Welfare State. Já o Bernard Arnault – Aquele que protestou contra os impostos abusivos do governo – perdeu em um ano US$ 12 bi.

        Temos ainda o caso dos Rothschilds – E não estou falando de Illuminati ou baboseiras relacionadas -, que construíram o seu império financiando revoluções – Como a Francesa e a nossa Proclamação da República -, não negócios honestos. No momento que mesmo os guerrilheiros de porta-de-esquina passaram a notar as suas marmeladas, eles se esmigalharam para se tornar as ruínas que são hoje.

        PS: Sem querer pedir demais – E o que sei eu diante de uma autoridade no tema?-, Luciano, mas pode dar uma olhada na´lista da Forbes desse ano??? Eu acho um ótimo lugar – Embora bem suspeito e humanista – para arranjar informação para capitalizar… Por exemplo, se o grande provedor do circo petralha, Eike Batista, quebrou é porque o país não vai tão bem assim…

  8. Olha Luciano,
    Existem de fato vários agentes carcinogênicos conhecidos e efetivos, mas quem de fato desenvolveu toda uma tecnologia de envenenamento humano foi a KGB.
    Como dentro dos projetos totalitaristas seus agentes são descartáveis feito preservativo furado, eles podem estar falando de contaminação até com conhecimento de causa, mas obviamente jogando a culpa muito longe de Moscou, ou de Havana. Simples filosofia tática leninista: acuse-os do que você faz.
    E a lista de cânceres na esquerda vai longe:
    • Lugo.
    • Dilma.
    • Lula.
    • Fidel.
    • Kirchner.
    • José Alencar.
    À exceção do último, que caso assumisse seria um presente à “direita”, todos os demais tem em comum personalidades fortes demais para uma Unasul. Não são bugres viciados em pó feito o Morales.
    Se o Maduro ceder a uma liderança externa em prol da federação da Unasul, então sabemos que se trata do câncer de Moscou reciclando os agentes revolucionários.
    Mas pode muito bem ser apenas o acaso natural.
    De minha parte, vou esperar para ver.

    Abraços.

  9. Luciano,

    Dê uma lida no texto no link abaixo:

    Observe o nível de loucura e alienação que a mentalidade esquerdista alcançou.

    http://www.blogdacidadania.com.br/2013/03/provocar-cancer-em-alguem-e-facil-como-tirar-doce-de-crianca-2/

    Não sei se você conhece este blogueiro. Ele se equipara ao Dawkins, Paulo Lopes e cia no nível de fraudes intelectuais que comete a cada artigo que escreve.

    É uma farta fonte para seus mapeamentos de fraudes da esquerda.

    • Engraçado é o rótulo genérico: “americanos”.
      Mais ou menos como “judeus” na Europa antes da segunda guerra.
      Ou como se a velhinha do Missouri soubesse que existe América do Sul.
      Mas quanto à indução de câncer, sugiro que pesquise por benzo-a-pireno e acesse http://en.wikipedia.org/wiki/Carcinogen
      Mas eu reitero, quem de fato usou um potente carcinogênico contra um opositor foi o Putin. Em 2006, assassinou o ex-KGB Alexander Livinenko com Polônio 210. A dose foi alta o suficiente para ser letal, mas se fosse menor seria carcinogênica.
      Esse artigo do g1 é interessante, pois relata mais dois casos de tentativa de envenenamento de ex agentes russos com Tálio: http://www1.folha.uol.com.br/folha/mundo/ult94u102923.shtml
      Enfim, esse tipo de envenenamento é possível, mas quem tem o costume de usar ele é a KGB contra seus próprios agentes. E o caso Livinenko levanta uma suspeita: seria o Putin por trás dessa onda de câncer vermelho? Ou será apenas a providência divina salvando nosso continente?
      Se os “americanos” tivessem que envenenar alguém, eles começariam com seu próprio Obanana. Do jeito que eles admiram o próprio umbigo.

Deixe uma resposta