Texto que enterra definitivamente a dignidade esquerdista demonstra como eles fraudam o conceito de estado laico a todo momento: querem proibir a expressão religiosa na câmara

14
53

Joao-campos

Fonte: Pragmatismo Político

Se é que existe a laicidade no Brasil, onde, pelo menos teoricamente, a religião não interfere no Estado, ela está para ter seu fim. Isso porque na manhã desta quarta-feira, 27 de março, a Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) da Câmara dos Deputados aprovou a Proposta de Emenda à Constituição 99/11, do deputado João Campos (PSDB-GO).

A proposta inclui as entidades religiosas de âmbito nacional entre aquelas que podem propor ação direta de inconstitucionalidade e ação declaratória de constitucionalidade ao Supremo Tribunal Federal. Ou seja, religiosos poderão questionar decisões judiciais como a legalidade da união estável para casais de mesmo sexo, aprovada no Supremo em maio de 2011.

O texto segue para ser votado em plenário e, se aprovado, segue para votação no Senado Federal. A Ementa da PEC 99/11 versa que caso o texto seja aprovado ele “Acrescenta ao art. 103, da Constituição Federal, o inciso X, que dispõe sobre a capacidade postulatória das Associações Religiosas para propor ação de inconstitucionalidade e ação declaratória de constitucionalidade de leis ou atos normativos, perante a Constituição Federal”.

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania aprovou, nesta quarta-feira (27), a admissibilidade da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 99/11, do deputado João Campos (PSDB-GO), que inclui as entidades religiosas de âmbito nacional entre aquelas que podem propor ação direta de inconstitucionalidade e ação declaratória de constitucionalidade ao Supremo Tribunal Federal (STF).

Meus comentários

A metralhadora de mentiras esquerdistas mais uma vez é ativada, e novamente eles chegam a novos parâmetros de indignidade.

Uma das técnicas mais fundamentais da propaganda é o controle do fluxo de informações. Sabendo disso, o articulista da esquerda omite o fato de que todas as entidades civis já possuem direito de propor ações de inconstitucionalidade e ação declaratória de constitucionalidade ao Supremo Tribunal Federal (STF).

Vejam as entidades que já podem propor esse tipo de ação:

  • o presidente da República;
  • a Mesa do Senado Federal;
  • a Mesa da Câmara dos Deputados;
  • a Mesa de Assembleia Legislativa ou da Câmara Legislativa do Distrito Federal;
  • governador de Estado ou do Distrito Federal;
  • o procurador-geral da República;
  • o Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil;
  • partido político com representação no Congresso Nacional; e
  • confederação sindical ou entidade de classe de âmbito nacional.

Quer dizer, uma ONG de ateus e agnósticos já pode fazer isso, pois é uma entidade de classe de âmbito nacional. (A não ser que existam ONG’s como “Ateus do Sudeste” ou “Ateus do Nordeste”, o que não é o caso)

Ao dar o direito de grupos religiosos fazerem o mesmo, a proposta de João Campos finalmente recupera os princípios do estado laico, pois se os religiosos se agrupam em organizações na sociedade civil, deve ser previsto que eles possam propor ações de inconstitucionalidade tanto quanto os grupos não-religiosos que se agrupam da mesma forma.

Entretanto, os esquerdistas, usando rotinas desenvolvidas pelos humanistas, querem que os religiosos sejam colocados à parte da sociedade. Em suma, todos os grupos da sociedade civil podem participar, menos os religiosos.

A cara de pau deles em fraudar o conceito de estado laico e lutar contra sua implementação (pois em um estado laico todos deveriam participar, religiosos ou não) é um sintoma de que eles já perderam toda e qualquer noção de ética na hora de discursar.

É por isso que digo que chegamos a um estágio em que não se pode mais dialogar com humanistas e esquerdistas. Basta desmascarar suas fraudes e demonstrar ao público que temos ali extremos de amoralidade e falta de ética intelectual raramente vistos no ocidente.

Vê-los mentir assim, fazendo encenações bizarras fraudando o conceito de estado laico e lutando contra ele (enquanto fingem defendê-lo), simplesmente serve como um atestado de que a esquerda já não debate mais, mas sim inviabiliza a ocorrência do debate pelo uso das mais desonestas fraudes intelectuais que conseguirem.

Podemos claramente rotulá-los de inimigos do estado laico.

Anúncios

14 COMMENTS

  1. É, tá dificultoso viu irmãos, eis que os tempos trabalhosos e árduos voltaram. É para os que creem: A volta de Jesus está as portas.
    A perseguição hoje em dia nem é mais contra o homem, mas sim contra a bília. Estão perseguindo-a de tal maneira, que “só quem tem valor é a ciência”.

  2. Essa estratégia é a estratégia Rasputin ” no escuro da noite vamos acha-la”
    http://www.youtube.com/watch?v=C-6Xo1gYJ1Y

    È uma estratégia de patrulhamento ideológico , têm duplo objetivo intimidar os seus oponentes para que eles desistam ou por medo ou pela pressão ideológica promovida pelas camadas esquerdistas no congresso, a estratégia consiste em
    – Descobre-se que ainda que seja pequena a presença de conservadores na política.
    – Embora seja pequena,os conservadores entendem que ela têm poder para causar sérios danos á seus interesses .
    – O esquerdista vai propor um plano de combate a tal bancada
    – O esquerdista ,utiliza como instrumentos de patrulhamento,instituições de regulamentação de profissionais, movimentos sociais ,movimentos estudantis e até algumas Igrejas que seguem o liberalismo teológico e teologia da libertação e até mesmo utilização de meios de imprensa
    – Objetivo: Concentrar uma mobilização de grande porte para desmantelar os políticos conservadores .
    – Essa mobilização vai ser de 3 modos
    – Internet – patrulhamento em sites de grande acesso como G1,R7 e outros , encher a caixa de comentários criticando tais camadas .
    – Social – Fazer com que a massa ,comece a se voltar contra políticos conservadores .
    – Acadêmico – Utilizar professores de grande faculdades e até escolas, para passar a propaganda de patrulhamento .

    Seria interessante que os sites conservadores começassem a pesquisar ,abordar e mostrar môdulos de como desmascara-lo e utiliza-lo ao nosso favor ,,ou seja , jogar o feitiço contra o feiticeiro .Seria interessante que fosse feita uma análise sobre isso aqui no blog,,pois se os conservadores aprenderem ela os comunas estarão definitavamente lascados !

    OBS :. Coloquei a música do filme infantil Anastasia ,que embora possua inúmeros erros históricos sobre a revolução russa ,exemplifica o esquerdismo militante atual, eles achavam que já não teriam adversários para seus projetos porém quando as reações conservadoras começam a surgir eles tentam abafa-las, igual ao bruxo Rasputin que pensou que já tinha matado toda a família imperial ,descobre que houve uma sobrevievente ,no caso Anastasia, por isso ele tenta mata-la a todo custo pois sabe que ela representa uma ameaça a seus planos .

    • Pobre Rasputin, o pessoal não se cansa de inventar mentiras para sujar ainda mais a reputação do dito-cujo 😀 A última doideira sobre a biografia dêle que eu conhecia, aconteceu num dos episódios da série “The Crow (Stairway To Heaven)” 😛

  3. Enquanto isso lá no blog da lola…
    http://www.blogger.com/comment.g?blogID=1486619705951395295&postID=4487096264684006753

    Parece que desistiram de me responder. Que pena….eu estava começando a gostar do debate e realmente esperava que me apresentassem as provas irrefutáveis que a religião mata mais hoje do que antigamente. Mas parece que não há.

    É luciano…
    o combate baixo nível sempre é presente….na minha singela opinião é perda de tempo debater nessas condições — embora seja fundamental o conhecimento das rotinas e as maneiras de quebrar os argumentos– agora é hora de outras frentes — A disseminação desse conhecimento no cotidiano.

    Eu noto que as rotinas são bem elaboradas, e muitas vezes é necessário o saber e um conteúdo histórico-filosófico e de uma lógica inteligente para serem bem aplicáveis. Acontece que esse pessoal já desenvolveu técnicas que passam sua ideológia de forma muito mais simples e incultativa, dentro de uma linguagem quase que subliminar.

    Sendo assim é o momento de partimos para uma equação das rotinas mais aplicaveis em termos de questionamento, para o público mais apegado ao cotidiano, do que à política. Não sei se estou sendo claro, acredito que pra você nem preciso falar muito, você já entendeu o que quero dizer…

    As pessoas precisam reaprender a questionar…..e ENQUANTO ISSO crescer em conhecimento.
    Inclusive é preciso admitir — que desvincular-se da visão de extrema direita — é mais do que necessário (de um ponto de vista cético) — você já o fez, mas muitos outros questionadores e articuladores ainda se apegam ao antigo modelo e isso cria uma “dislexia cognitiva” no público mais comum e alheio a bandeiras políticas – que logo faz o link entre a direita e a ditadura, reforçando a dissonância cognitva advinda das manipulações da esquerda.

    Será que eu to falando besteira?

    • Não está falando besteira não.

      E digo mais, qualquer outra persperctiva que não essa é fadada ao fracasso.

      Aliás, eu já perdi a esperança do debate com humanistas e esquerdistas há muito mais tempo. O mapeamento de rotinas, aliás, não deve ser usado para debates dialéticos, mas para desmascaramentos orientados ao público neutro ou do seu lado.

      Abs,

      LH

      • Sendo assim….
        Você já tem um plano de disseminação?
        Algo direcionado ao público que não necessáriamente está procurando pela questão política, filosófica ou teológica?
        Há a pretensão de dispor uma cartilha, disponível em certos meios para a população mais afastada da profundidade desse questão toda?

      • Há sim. 🙂

        Está nos planos. Estou na fase de revisão final do meu livro, e depois disso este é um dos projetos nos quais atuarei. A criação de uma cartilha, com um guia de consulta rápida, para todas as rotinas de frames, rótulos e truques de propaganda dos humnanistas e dos esquerdistas.

        Abs,

        LH

    • Por que hoje em dia humanistas usam o truque sujo de dizer que “religioso não pode se expressar” e fingem que isso é “defender estado laico”.

      Já denunciei este truque humanista aqui várias vezes. 😉

  4. Tem certeza que “uma ONG de ateus e agnósticos já pode fazer isso, pois é uma entidade de classe de âmbito nacional”? Seria realmente entidade *de classe*?

    • Pelo jeito, você está certo:

      “Entende-se por entidade de classe, uma sociedade de empresas ou pessoas com forma e natureza jurídica próprias, de natureza civil, sem fins lucrativos e não sujeita a falência, constituída para prestar serviços aos seus associados. Toda entidade de classe tem em comum a gratuidade do exercício de cargos eletivos. São alguns exemplos de entidades de classe, as confederações, as federações, as associações, os sindicatos, as cooperativas e as entidades profissionais entre outros.”

      http://www.jusbrasil.com.br/topicos/296162/entidade-de-classe

Deixe uma resposta