Aha, esquerdista tenta atacar moralmente a autora do Diário de Classe e demonstra que o esquerdismo é um culto que cria um “Index” de livros que não podem ser lidos

29
240

bancar_intelectual

Nada poderia ser mais revelador que este meme acima, criado por um esquerdista radical. (De perfil marxista, diga-se)

Segue o que está escrito no título: “Bancar a Intelectual: Você está fazendo isto errado ao segurar um livro da “ídola” dos anarcomiguxos”.

Diz o “Meme Consciente”:

Vejam só o que a garota chata do Diário de Classe está supostamente lendo, Ayn Rand, a chata do anarcocapitalismo, que acredita que pobres assim o são porque não entraram no jogo do livre mercado.
Deve ser por isso que ela acredita que alunos que tem notas altas devem ganhar brinquedos e premios, enquanto os que tem notas baixas não devem ganhar nada.
Esta autora é aquela que é a “mãe” das idéias do partido Liber, aquele pseudopartido que diz que ninguém precisa de diploma para exercer qualquer profissão, é contra o Estado, acha que nada deve ter regulamentação em nenhuma área e por aí vai.
Críticas ao “Diário de Classe”.

Antes, refutemos as besteiras dita pelo “Meme consciente”, e depois vamos dissecar a moralidade do ato dele.

Ele chama a garota de chata. Provavelmente por que ela denunciou as mazelas das escolas públicas? Quer dizer, para esquerdistas criticar as escolas públicas (local onde eles doutrinam suas vítimas) é uma blasfêmia.

Ele também a critica pelo fato dela supostamente achar que alunos de melhores notas devem ganhar presente, e os de notas mais baixas não. Ué, mas isso não é a melhor maneira de ensinar os filhos? Qual a técnica sugerida pelo esquerdista? Premiar a incompetência?

Agora, vejamos a moralidade do ato do esquerdista.

Ele define como “errado” que ela sequer segure um livro de Ayn Rand.

Pois é, quando eu digo que esquerdismo é uma religião política do tipo fundamentalista e perigoso, não estou exagerando.

Creio que a Igreja Católica já agiu assim na época em que criou um Index de livros proibidos para leitura. Hoje em dia, a Igreja Católica não tem mais um Index…

Mas os esquerdistas criam Index de livros, os quais não podem ser lidos por aqueles que fazem parte do culto ao estado.

Esquerdismo não é religião tradicional, é claro. É uma religião política, que funciona como os cultos e seitas mais perigosas, estilo Reverendo Moon e Jim Jones.

E ficam bravinhos quando alguém comete a blasfêmia de ler um livro que está no Index.

Aliás, se quiserem colocar este blog no Index da esquerda, ótimo.

Enfim, o meme diz que ela está fazendo “algo errado” ao ler o livro de Ayn Rand.

Não, ela está fazendo certo ao ler um livro que os esquerdistas dizem que ela não pode ler. 😉

Anúncios

29 COMMENTS

  1. Realmente, não precisava chegar a tanto, mas que essa foto é uma pose, isso é, pois a menina do face, desde a criação do Diário de Classe, nunca divulgou livros ou comentou os que leu, ou indicou para seus seguidores. Contudo, ela não quis bancar a intelectual, foi somente uma foto por causa de muita pressão de professores na fan page, cobrando sobre os livros que leu, pois, se quer ser jornalista, no mínimo tem que ler bastante, ter gosto pela leitura. Ela é defensora da era digital, sempre posta sobre os games, com links do G1. Aprecia filmar aulas com o celular e tirar fotos do ambiente escolar. Além disso, expõe a merenda da escola para o julgamento dos internautas. Basicamente, a página se resume nisso.

      • Rita Rafaeli,

        Inveja de quê? De quem? Inveja pra quê? Sou um adulto, teria eu inveja de uma criança que tem seu espaço no facebook? Somente fiz uma análise sucinta, do que se trata a página em questão, inclusive da foto com o livro, que é tão somente um ‘cala-te boca’ pra quem diz que ela não gosta de livros e que leitura não é o forte da menina do face. E vou até extrapolar: a novidade agora é a de que Isadora Faber colocará o Diário disponível em livro, como se isso fosse uma resposta, a questionamentos que ela jamais respondeu aos seguidores: ” Que tipo de livro gosta de ler?” “Quais livros leu este ano? ” “Você fala muito de videogame, fala muito de iPad, mas e livros de verdade?” “Por que não dar dicas de livros, falar mais de livros de verdade, impressos..em vez de só ficar falando de tecnologia?” “Nunca te vi falando ‘estou lendo tal livro’. O que os professores te passam para ler?” “Que tal incentivar a leitura?” E assim caminha a educação. E assim se formará uma futura jornalista.

  2. Dois generalizadores, o autor do meme e o do artigo acima. Os dois tomam a parte pelo todo, cegos por uma rivalidade ultrapassada (esquerda vs direita), que perdeu o seu sentido desde o fim da guerra fria. Um ataca uma criança por lutar por direitos constitucionais e o outro, quero acreditar que por falta de conhecimento, não sabe distinguir Marxismo (corrente sociológica de fundamental importância e que alicerça muitas das ciências humanas que temos hoje) de esquerdismo partidário barato, aos quais estão inseridos ‘psois’ e ‘pstus’ da vida, que diga-se de passagem, tão fúteis em suas reivindicações quanto o vaidoso e retrógrado psdb.

    • O engraçado é que marxista sempre diz que “falta conhecimento” ao adversário, mas jamais consegue dizer “você errou nisto”.

      Se tivesse lido este blog, sabemos que marxismo É O TRUQUE, e o esquerdismo de muitos USA O TRUQUE de Marx. Pela dinâmica social, estuda-se o marxismo, e também aqueles usuários do truque de Marx.

      Portanto, este blog jamais confundiu o truque marxista, com as implementações do truque marxista.

      Aliás, PSDB retrógrado? O partido é também esquerdista.

      Vai tentar o truque da estratégia das tesouras aqui?

      Tem certeza que escolheu o blogueiro certo para tentar as rotinas marxistas?

      rs.

    • Retrógrado você, ainda achando que o psdb é de “direita”, kkkk… mais um idiota útil pagando de intelectual… faça-me um favor…

    • Depois dessa de “esquerdismo partidário barato” (quanto pleonasmo!) e “vaidoso e retrógrado psdb”, fico sem me conter de tanto rir da estúpida contradição de quem afirma, cheio de empáfia pseudo intelectual, uma “rivalidade ultrapassada” na dicotomia esquerda/direita.

      Ao fim do texto, podemos constatar o quanto o marxista “sociológico” é ultrapassado ao revisitar certas “rivalidades” partidárias.

      Definitivamente, essas criaturas, não fosse grave o problema da imbecilidade de suas idéias, seriam objeto de riso sem terminar. Ridículas!

      Falando em coisa ridícula: a *erda do marxismo só alicerça “muitas das ciências humanas” em ambiente como o escolar brasileiro, completamente INFECTADO com essa baboseira patológica.

  3. Luciano, você quer igualar o Index da Igreja que servia para proteger os fiéis de livros diabólicos aos esquerdistas?

    É um erro tremendo querer colocar a proibição da leitura de certos livros através do Index feito pela Igreja como se isso fosse um ato de ditadura.

    Todos, sem exceção temos nosso momento de “Index”: Seja na vida privada ou não.

    Vai me dizer que um pai para não passar a imagem de ditador para os filhos, deixará que os mesmos possam ler qualquer coisa que possam até tirá-los do caminho da santidade?

    Vai me disser que um pastor protestante, um rabino, um líder de qualquer outra religião também não proíbem que os seus fieis leiam livros contrários a fé ou pensamentos deles?

    Para a Igreja é muito maior a responsabilidade, pois o Index foi feito para que os fieis não se desviem da Fé.

      • Luciano, como eu escrevi em outro artigo, eu sou católico sedevacantista. Essa Roma atual não representa A Verdadeira Igreja.

        Podem os católicos conservadores pós-Vaticano II me criticarem a vontade.

        Essa Roma hoje é uma falsa Igreja. Essa Roma não mantém mais o Index. A Verdadeira Igreja mantém e sempre manterá o Index.

      • Bom, aqui eu defendo exatamente o oposto. Que conheçamos as obras dos oponentes. Mas cada um, cada um…

        A meu ver, o Index é prejudicial para as pessoas.

  4. Sugiro a todos que leiam a postagem relacionada à tal imagem, bem como olhem toda a página em questão para ver o tamanho da implicância que esse cara tem para com a Isadora Faber. Tudo bem que para a menina do Diário de Classe, esse é o menor dos males, ainda mais pensando que ela já teve de lidar com professores, pedagogos e diretores que não aceitam críticas a seu trabalho e querem que racionalizemos que a escola pública seria perfeita.
    O principal da coisa é ver que a tal página na prática serve de tropa de choque nas mídias sociais para aquilo que o marxismo-humanismo-neoateísmo defenda. Vejam o teor das postagens, o grau de agressividade e a quem o dono da tal página defende.

  5. Luciano, Luciano, o Index era para os católicos fracos na Fé.

    Muitos Inquisidores para refutar os autores de muitos livros diabólicos, liam esses livros condenados.

    Muitos católicos leigos, mas forte na fé, também leem esses livros para poder ensinar os católicos fracos na fé os erros contidos.

    É ingenuidade achar que muitos católicos não leem livros condenados. Mas como disse mais acima: Para ensinar os católicos fracos na fé os seus erros.

    Eu mesmo leio livros marxistas para poder usar as estratégias da esquerda contra a própria esquerda. Já dei ideias aqui que você mesmo gostou.

    Então estou condenado pela Verdadeira Igreja?

    Claro que não. Eu, modestamente falando, estudo a Moral e Doutrina Católica, eu tenho uma blindagem contra os erros de livros perniciosos. Ao contrário de muitos católicos hoje em dia.

  6. >>Ele chama a garota de chata. Provavelmente por que ela denunciou as mazelas das escolas públicas?<<
    Esse "meme consciente" deve ser um coleguinha de classe dela querendo trollar ou alguém com a idade mental equivalente, não é possível um adulto cobrar "coerência teórica" de uma garota de 13 anos!

  7. O pior é que encontrei graves erros na postagem dele.

    1 – Ayn Rand não é anarco capitalista. É só um babaca que critica sem saber nada e ainda paga de intelectual.

    2 – Este modelo de recompensar os alunos que mais se esforçam funciona e muito bem em vários países mais desenvolvidos. Já o socioconstrutivismo esta fazendo nossa educação ser uma das piores do mundo.

    3 -Obrigar alguém a ter diploma, não garante qualidade. Alguém pode esquecer do que aprendeu ou simplesmente, estudar numa faculdade ruim, onde é “assinar chamada e ir embora”.

    4 – O liber não diz que não tem que existir regulamentação. As regulamentações devem ser mínimas para garantir direito a vida e a propriedade e os reguladores devem ser limitados para não serem “capturados”.

    5 – Ele deveria entender que ainda não estamos na ditadura socialista que ele defende. Ninguém vai ir para um campo de concentração por questionar o seu todo poderoso deus burocrata.

  8. O responsável pelo “Meme Consciente” é Aurelio Bulhões Pedreira de Moraes, vulgo “Feijoada”, notório militante petista (especialmente pelo fato de ser sobrinho de Angela Guadagnin, a dançarina da pizza).

    Uma amostra de seu caráter, retirada de um fórum de debates entre ateístas e religiosos:

    http://oi47.tinypic.com/34fb3oo.jpg

  9. Muito bom! E tem um enorme ato-falho nesse “meme consciente” com a expressão “bancar a intelectual: você está fazendo isso errado”. Pra “bancar a intelectual” do modo certo ela deveria estar lendo Marx.

Deixe uma resposta