Mais do que o Mensalão, há um crime petralha muito pior que esse… a justificação a priori de todas as atrocidades de Lula

5
56

129_1538-LulaCocandoCabeca

A maioria dos textos de cronistas do Brasil247 defende uma nova teoria: a de que Lula, para se defender de uma provável punição pelo STF, deve ir às ruas, e chamar movimentos sindicais, ONG’ s outras entidades de classe para lutarem por ele.

Um bom exemplo vem na coluna do adepto do petismo Davis Sena Filho, que diz: “Afirmo e reafirmo novamente neste espaço: se o ex-presidente Lula e o PT não se prevenirem para passar para o ataque, a direita brasileira que perdeu três eleições presidenciais para os trabalhistas vai amarrar os pés e as mãos dos principais políticos do PT, como se fossem gado de rodeio ou vaquejadas.”

Em relação a Joaquim Barbosa e outros ministros do STF, Davis diz que eles possuem “equívoco e petulância, desfaçatez e arrogância de homens togados se arrogarem o direito de estarem acima da escolha política e eleitoral do povo brasileiro”.

A lógica de Davis é clara e cristalina. Se Lula obteve uma grande votação em um dado momento, e teve apoio popular, logo não pode ser julgado pelos seus atos. O engraçado é que Hitler e Stalin também conseguiram altas votações, e hoje a história os julga pelos seus atos.

Davis faz a ameaça, dizendo que se Lula é “o presidente mais popular da história do Brasil, além de ser o principal político do País e o mais conhecido internacionalmente, as ruas vão ser ocupadas pelas pessoas, que são os trabalhadores que transformaram e enriqueceram este País, bem como votaram duas vezes em Lula para ser presidente da República”.

Como havia dito, dá para notar que a falácia do apelo ao povo é uma constante no discurso do petralha.

A ação proposta por Davis deve ser urgente, pois ele afirma que “o tempo é curto, e por isto o PT e aliados, a exemplo do PCdoB, os milhares de sindicatos e suas federações e confederações do campo e da cidade, as alas progressistas da Igreja Católica, o MST, os estudantes secundários e universitários, as inúmeras associações e cooperativas de trabalhadores, as donas de casa, os aposentados, os pequenos e médios empresários urbanos e rurais e as comunidades pobres das periferias e dos morros que foram, de uma forma ou outra, beneficiados, respeitados e considerados pelos governantes trabalhistas.”

O restante do texto se resume a isso: o embaralhar e dar de novo no que diz respeito a ignorar as acusações feitas, e apelar ao povo. Contratar advogados para defender Lula, como qualquer um faria em um ambiente democrático? Nem pensar. Se existem regras, petistas burlam as regras.

Por isso, o esquerdismo, especialmente o esquerdismo mais radical do PT, é uma ameaça à democracia. Simplesmente o autor do texto define a priori define aqueles que estão do seu lado (ou seja, Lula e o PT) como aprioristicamente justificados por tudo, tudo pelas âncoras utilizadas para dizerem que estão “do lado do povo”.

Ou seja, para a esquerda petista usar o controle de frame de simular estar “do lado do povo” (mesmo que seja uma deslavada mentira) é a busca de se fazer o que quiser, de estar acima de quaisquer leis e ter uma justificativa para isso. Não uma justificativa argumentativa, mas completamente emocional e manipulativa.

Mais do que o crime do Mensalão, este é o maior crime moral dos esquerdistas: a busca para fazer tudo o que eles quiserem, inclusive violar as leis, a partir de justificativas a priori somente pelo uso de frames populistas.

Anúncios

5 COMMENTS

  1. “a direita brasileira que perdeu três eleições presidenciais para os trabalhistas”

    O PSDB é “a direita brasileira”. Hahahaha! É um piadista… (antes fosse)

    • Eles não aceitam de jeito nenhum que o PSDB não é de direita, porque querem transparecer que ainda há um inimigo para ser combatido, sendo que esse suposto inimigo é praticamente omisso à tudo que seu suposto rival pratica. Ou melhor dizendo, querem que todos pensem que ainda não existe uma hegemonia.

      É uma tática inteligente.

  2. Também tem o Decálogo de Lenin, que também não se sabe se foi escrito por ele mesmo, ou então, eu mesmo não sei de informações que confirmem que ele escreveu.

  3. Mas como eles estão cegos pelo poder!
    Esse mesmo povo que os elegeu é quem espuma de ódio por qualquer corrupção política.
    Eles simplesmente se separaram de tal forma da realidade que não conseguem mais entender a gravidade da situação.
    Historicamente, é a fase imediatamente anterior à ruína de governos e regimes. Sem contar que tipicamente primeiro o regime se consolida para depois abandonar a realidade. Os petistas adiantaram essa fase.
    Queira Deus que caiam logo!

Deixe uma resposta