Quem diria… o neo-ateu Pat Condell come o toco da tropa politicamente correta européia

8
46


@
Que pena que o vídeo tem legendas apenas em inglês. Para quem souber falar inglês, é um deleite.

É por isso que digo que temos que aprender com a ASSERTIVIDADE dos neo-ateus. Eles sabem colocar o dedo na ferida e não poupam palavras para atacar seus oponentes.

Ironicamente, desta vez, Pat Condell, conhecido por seus vídeos atacando a religião, decidiu atacar aqueles que chama de “progressistas”. Na verdade, são os esquerdistas, especialmente os adeptos do politicamente correto, que se auto-rotulam como progressistas.

O resultado é um vídeo de quase 7 minutos de duração que pode ser assistido várias e várias vezes, especialmente como lição de ASSERTIVIDADE no discurso contra um oponente político.

Uma aula. Simples assim.

Anúncios

8 COMMENTS

  1. Bizarro esses europeus choramingarem quanto aos muçulmanos crescendo em números dentro da Europa, quando os governos europeus ofereceram todas as oportunidades de migração e incentivo a essa gente ( para trabalhar nas fábricas, já que as populações nativas não se reproduzem mais ). Sem contar o apoio oficial ao Multi-Kulti, e também sem dizer que a maiora dos entusiastas mais exacerbados da “Europa multicultural” são judeus. Vídeo hipócrita; poderia ser Olavo de Carvalho falando. Achei bem fraco.
    Em relação à argumentação, de fato ele é agressivo e enfático, mas carrega traços retóricos distintamente britânicos; não sei se seria levado muito a sério mesmo em outras áreas da própria Anglosfera, como a América.
    Na minha opinião, o que enfraquece os debates aqui no Brasil não é fato de não possuirmos bons retores ( na realidade há vários ) mas sim a fraqueza da própria cultura em si, e o nivelamento por baixo endêmico que reduz todo debate no Brasil ao discurso da tia do jardim de infância no primeiro dia de aula. Vitalidade cultural, não falta de talentos individuais ( que o Brasil tem, como qualquer outra nação ).

      • Ou a direita pró-Euro, pró-Bruxelas, pró-troika a derruba. Não é um projeto de esquerda, é um projeto das Elites, utilizando qualquer pretexto.

  2. No próprio é youtube possível traduzir a legenda e até que a tradução fica boa para o português, apenas na parte em que ele fala algumas coisa sobre a Dinamarca e algumas palavras em dinamarquês fica + ou -, mas mesmo assim dá pra entender bem a critica dele

  3. Eu já vinha acompanhando o trabalho desse cara, e sempre admirei o fato de que ele, ao contrário da maioria dos neo-ateus, não se cala diante dos crimes islâmicos.
    Achei brilhante este vídeo aqui, com legendas em português:
    http://www.youtube.com/watch?v=sNNhG0zDtA8
    O que ele diz sobre o Hamas se aplica perfeitamente à esquerda revolucionária em geral: não há negociação com essa gente.

  4. A exemplo do Arnaldo Jabour, ele reclama dos esquerdistas que tem feito do Reino Unido um país de terceiro mundo. Mas se esquece que a turma dele, das feministas e dos gayzistas foram os facilitadores para que os esquerdistas subissem ao poder.

    • Nesse caso podemos usar os outros neo ateus que como Pat, também demonstram momento de revolta e assertividade contra esses movimentos em específico…

Deixe uma resposta