Rotina esquerdista: Não devemos ter penas severas para criminosos pois há falta de vagas nas prisões

6
62

crime8

Última atualização: 08 de maio de 2013 – [Índice de Rotinas][Página Principal]

Encontrei este truque no blog de um jurista esquerdista. Veja:

Não temos que apoiar ou ficar indiferentes a esses macabros atos de violência praticados por alguns menores, mas o governador “não podia propor, demagogicamente, o que ele não tem condições de cumprir”, ou seja, as instituições que abrigam menores não contam com nenhuma vaga mais (as 8 mil disponíveis já estão sendo ocupadas por mais de 9 mil menores). O sistema penitenciário paulista, também falido, está com déficit de mais de 80 mil vagas. O índice de reincidência é altíssimo, o que evidencia que tais instituições não funcionam adequadamente. E ainda existem 18 mil mandados de prisão por cumprir, no estado.

Evidentemente, um argumento grotesco e totalmente nonsense.

Vamos a um outro exemplo para entender o quão ridícula é a falácia contida nesta rotina.

Imagine que os hospitais privados estejam rejeitando pacientes dos planos de saude, por falta de vagas. Entretanto, discutimos moralmente as punições para os planos de saúde que não estejam garantindo que os pacientes sejam atendidos. Um engraçadinho poderia dizer que não podemos discutir a aplicação da lei “por falta de vagas”.

Errado! Se há uma lei a ser cumprida, esteja ela implementada ou não, o problema de falta de vagas é para ser resolvido em outra seara. Como a privatização de presídios, por exemplo!

Enfim, a quantidade de vagas disponíveis em reformatórios ou prisões é irrelevante para discutirmos se devemos ou não aumentar a punição aos criminosos.

No caso da crítica ao Alckmin, feita no exemplo citado, ela somente seria válida se o governador tivesse dito que quer “aumentar a punição, mas sem providenciar meios para isso”.

Mas é claro que ele não disse isso. Então, mais um motivo para que a citação à “falta de vagas” seja considerada como uma falácia red herring.

Anúncios

6 COMMENTS

  1. Oi, Luciano!

    As cadeias estão sendo poupadas para que os presos políticos pós-modernos tenham vagas, afinal, a traíra da presidente Dilma quer fazer do BRASIL uma CUBA LIBRE. O LULA é o chefe. Existem muitas “facções” lutando contra essses filhos das trevas que querem implantar o COMUNISMO no Brasil. Pelo amor de Deus! Vamos fazer movimentos, via net, boca-a-boca, de qualquer forma!!!! LULA disse que votaram nele por falta de opção. Piadinha de esquerdista babaca!!!!!! Vamos nessa! Acabar com PT!!!!!!!

    Beeeijo!

  2. São cada desculpas que os defensores da impunidade dão à sociedade, para que os foras da lei não sejam devidamente punidos.
    Se os criminosos fossem severamente sentenciados com cumprimento, é claro, a criminalidade não seria crescente, consequentemente as coisas não fugiriam do controle… quem iria se atrever a ser ilegal? Poucos seriam os destruidores.

  3. Bom dia, querido!

    Seria interessante uma matéria sua sobre essa novidade de o Conselho Nacional de Medicina querer implantar a ideia de que há milhares de embriões que poderiam ser ‘adotados’ por casais gays. Adoraria saber sua opinião. O Conselho tem poder para resolver isso???

    Beijo 🙂

  4. Nesse caso temos um combo de rotinas. Afinal, dizer que “tais instituições não funcionam adequadamente” é fingir que as instituições foram feitas pra “consertar” os delinquentes, quando na verdade não é esse o objetivo. O objetivo é manter a sociedade a salvo do delinquente, não “recuperá-lo”. Aliás, acho até que você já mapeou essa rotina…

  5. Aumento do crime é por causa da falta de punição severa mas também fruto de políticas/cultura esquerdistas onde a criança nunca está errada, os pais não devem bater, e os pais mimam demais as crianças. Eu vi um debate Americano de um canal do Manhood Academy, o cara falou o seguinte, eu se entrasse soltaria todos os presidiários. Quem infringir uma lei, seus pais pagarão pelo crime também… (acho que ele também mencionou trabalho forçado, mas não me lembro). Mas da primeira vez que eu pensei porra, castigar os pais pelos filhos que absurdo. Mas depois eu pensei um pouco, é dever dos pais educarem seus filhos para estes se tornarem bons cidadãos e pessoas funcionais em nossa sociedade, o pai que não consegue fazer isso vai ser punido. Os pais daí começarão à realmente se preocupar mais com a educação dos filhos. É uma idéia radical, e você precisa de algum tempo para digeri-la mas acho válida. Outra essa epidemia de mães solteiras que nós temos serão um futuro problema, apesar da nossa cultura feminista e esquerdista comemorar isto como a força e independência das mulheres, as estatísticas mostram um quadro bem diferente.

Deixe uma resposta