Rotina esquerdista: Solicitação de aumento penal é demagogia

1
30

images

Última atualização: 09 de maio de 2013 – [Índice de Rotinas][Página Principal]

Segundo a esquerda, quando a direita pede aumento de pena para os criminosos está sendo demagógica. Basicamente, estão dizendo que é a busca de poder político apelando à retórica e propaganda.

Estranho, pois será que é isso que sente um cidadão que, voltando para a sua casa no início da noite, é assaltado por um criminoso no ônibus (muito provavelmente por causa das políticas lenientes ao crime da esquerda, no caso de reincidentes que deveriam estar mais tempo presos), e depois pensa que a sociedade seria muito melhor se criminosos deste tipo estivessem trancafiados? Será que esse cidadão, ao desejar viver com mais segurança, está sendo demagógico? Qualquer pessoa em sã consciência sabe que não.

O desejo por segurança é um desejo tão legítimo quanto a luta pela liberdade, pela saúde e por demais condições relacionadas à sobrevivência.

Será que a esquerda está nos dizendo que o ser humano, quando assume uma posição política, torna-se demagógico ao nutrir as mesmas sensações que qualquer ser humano normal sente? Novamente, isso é uma ofensa ao bom senso.

Quando um político nos diz que seria melhor punir criminosos, não há demagogia alguma. A não ser que, é claro, ele seja um esquerdista defensor do crime, e daí resolva fazer uma campanha pela punição ao criminoso. Só que aí o melhor termo não seria “demagogo”, mas hipócrita.

Enfim, se há algo que existe no discurso de qualquer pessoa que pede a punição ao crime, é espontaneidade e uma lógica óbvia, que só não é acessível a quem teve a mente formatada em idéias rousseaunianas (obrigado ao Octávio pela correção, pois antes eu usava o termo rousseliano), por causa da inserção da trovinha “o homem é bom, a sociedade é que o corrompe” na mente.

Aumento de pena para os criminosos não é demagogia, mas uma requisição óbvia de pessoas normais que não sofreram lavagem cerebral de esquerda.

Anúncios

1 COMMENT

  1. Luciano, bom trabalho esculhambando esses truques da esquerda. Só que tem gente do nosso lado que não acha uma boa ideia reduzir a maioridade penal, por motivos bem diferentes do que os que a esquerda usa:
    Professora Janaína sobre a redução da maioridade penal
    É algo para a gente pensar. Na maioria dos crimes (furto, tráfico e até roubo), o menor passa mais tempo preso do que passaria se fosse maior (graças a transação penal, suspensão condicional, penas restritivas de direitos, progressão de regime). Se isso for verdade, a redução resultaria em mais impunidade, ou seja, o contrário do que nós defendemos. Que fique claro que eu não sou contra aumentarmos o tempo de internação nos casos de crimes gravíssimos (homicídio, estupro com violência real, latrocínio) para, no mínimo, o tempo de pena mínimo que um adulto teria. Mas simplesmente passar a maioridade penal para 16 anos criaria várias anomalias (rapaz de 16 anos condenado por ficar com garota de 13) e jogaria mais gente jovem nas mãos de PCC e CV…
    Nas demais propostas, eu concordo com você: aumento geral do tempo de pena, fim do coitadismo criminal, investimentos em segurança pública, revogação da porcaria do estatuto do desarmamento e privatização de presídios.

Deixe uma resposta