Bruce Bawer e a revolução das vítimas

4
132


@
Excelente a dica de Rodrigo Constantino para o livro de Bruce  Bawer, The Victim’s Revolution, que desnuda o truque da esquerda na criação de uma legião de vítimas. Essa legião é criada pelos próprios esquerdistas, que fingem defendê-la.  O objetivo é a conquista de poder pela autoridade moral que eles obtém pela “defesa” destas vítimas.
@
victims-revolution-cover

Outro livro na mesma linha, e ainda mais assertivo, é Guilty, de Ann Coulter:

anncoulter_guilty

Ora, se apreendermos as mensagens destas duas belíssimas obras, eis o que temos que fazer diante de esquerdistas na maior parte do tempo: entender quais falsas “vítimas” eles estão arrumando no momento, descobrir as fraudes por trás dessa vitimização de araque, e explicar para a platéia o baixo nível da chantagem emocional que estão cometendo.

Conforme tratei no post O que a famosa batalha de Kruger tem a ver com o esquerdismo?, nós somos máquinas biologicamente programada para sentir pena dos oprimidos.

Sabendo disso, esquerdistas vivem criando falsos oprimidos, para fingir defendê-los. Tudo, é claro, em nome do inchaço estatal para justificar o modo de vida dos próprios esquerdistas.

Claro que os esquerdistas poderiam, ao invés disso, adotar o neo-esquerdismo e enfim mostrarem que não são hipócritas. Criariam mega-instituições de bem estar-social, tirando essa obrigação do estado. E, ao invés de fingirem defender “vítimas”, estariam, enfim, fazendo alguma coisa por elas.

Mas é claro que não é isso que eles querem. Querem jogar um jogo baseado em manipulação emocional de sentimentos legítimos do povo através da manipulação dos fatos e um tanto de encenação.

Dá para descer mais baixo que isso?

Anúncios

4 COMMENTS

  1. O título do livro de Ann Coulter, então, é perfeito. Essa é justamente a justificativa dos esquerdistas contra a religião: dizem que é uma cultura de culpa, como se eles não usassem a mesma arma pra conseguirem o que querem. É o famoso “duplipensar” esquerdista.

  2. Luciano, você bem que poderia fazer um post sobre o atual caso da feminista ou ex-feminista Sara Winter pois agora que arrumou um namorado parece ter largado essa vida de feminazi para trás pra ficar junto do namorado e o pior ou melhor é que com essa decisão ela parece ter dispertado uma fúria nas feministas. Creio que está situação vale um post.

Deixe uma resposta