A dinâmica social do erro estratégico de quem pede “golpe militar contra o PT”

27
132

2009-12-07_8-conferencia-nacional-dos-direitos-da-crianca-e-do-adolescente_gg

Mais uma vez eu ouço pessoas da direita (e alguns da esquerda moderada – e por sorte são poucos os da direita que caíram nessa) pedindo um novo golpe militar que poderia colocar fim aos devaneios totalitários do PT. Já abordei o assunto no post Por que um chamado aos militares é o pior erro estratégico que a direita pode cometer neste momento?, mas agora preciso dar um tratamento mais orientado à dinâmica social do processo político.

Para isso, imagine-se em um ambiente corporativo, no qual você observa um Gerente X, que compete com um Gerente Y, que domina várias unidades da organização. Você tem pouco tempo de casa, e politicamente seu poder político é baixíssimo. Já o Gerente Y tem alto nível de poder político e muito tempo de casa.

Imagine também que o Gerente Y descobriu, por algum motivo, que vale a pena derrubar o Gerente X. Mais ainda: o Gerente Y tem como prioridade derrubar o Gerente X.

Qual seria a ação mais inteligente para o Gerente X neste momento? Simples. Pelo seu menor poder político, os pretextos que ele daria para ser derrubado teriam maior efeito, exatamente pelo maior poder político do Gerente Y. Por isso, seus passos devem ser mais cuidadosos.

Explica-se: quanto maior o nível de senioridade de alguém em uma organização, mais fácil essa pessoa é “ouvida” pelo alto escalão. Assim, o Gerente Y poderia pegar facilmente um erro do Gerente X para derrubá-lo. Isso já não seria tão fácil para o Gerente X caso este encontrasse um erro do Gerente Y. Enfim, pretextos dados a um adversário são luxos que o Gerente X não pode ter, enquanto o Gerente Y, ao menos em princípio, pode se safar caso dê algum pretexto a um adversário.

Em resumo: as ações do Gerente X devem ser cuidadosas, planejadas, estratégicas, e sempre focadas em não dar pretextos a um adversário que tem maior poder político que ele, e que está contra ele.

Há quem diga: “Luciano, tudo isso me parece muito óbvio depois de você me explicar!”. Claro que é, mas é exatamente isso que aqueles pedindo o golpe militar não estão entendendo.

Tudo que a esquerda marxista (que hoje praticamente detém a hegemonia do poder no Brasil) precisa é de pretextos para derrubar aqueles da direita. Embora a proposta de um golpe militar seja de orientação esquerdista moderada, alguns que são da direita acabam caindo nessa conversa…

Exemplo de pretexto: poder culpar a direita por apoiar uma ditadura formal. O direitista poderá retrucar: “Mas a esquerda também faz isso!”. Claro que faz, mas jamais usando termos como golpe, e sim “democracia direta” ou “democratização dos meios de comunicação”. Quem é especializado em política, sabe que a esquerda marxista quer dar um golpe ditatorial, mas pelo menos eles capricham na linguagem. Já os esquerdistas moderados e direitistas, ao pedirem um golpe militar, não dão a mínima para a linguagem.

Eu entendo que aqueles que pedem a ditadura militar no Brasil, para interromper o avanço do PT, dão todos pretextos do mundo para o partidão no poder demonizar o que resta da direita. A atitude é tão ingênua que chego a suspeitar tratar-se de uma ação de petralhas infiltrados…

Para piorar, sendo este um pretexto tão proveitoso ao PT, ainda por cima não há uma paga política que preste. Até por que um golpe militar não vai acontecer mesmo, e, se ocorresse, daria mais autoridade moral ainda ao PT. Aliás, devíamos nos importar em denunciar a possibilidade de um partido marxista fingir existir uma tentativa de golpe para obter maior autoridade moral em seu governo. Foi exatamente isso que ocorreu no Equador.

Quer dizer, golpes militares, hoje, só funcionam para ajudar as vítimas desses golpes na obtenção de autoridade moral. Com as alianças internacionais, é fácil chutar os fundilhos de qualquer golpista, principalmente em um país de tamanhas dimensões como o nosso. Na verdade, golpe militar é algo que jamais vai ocorrer, mas, se ocorrer, é algo que só beneficiará o partido no poder. E se o PT conquistar sua tão sonhada ditadura, não será pela via militar. Basta lerem Gramsci para compreenderem do que estou falando…

Se qualquer manifestação em prol de um golpe militar é a ação mais ingênua possível, por que algumas pessoas ainda caem neste erro imperdoável?

Como já disse anteriormente, a esquerda planeja sua linguagem estrategicamente, enquanto boa parte da direita nem pensa em planejar seu discurso.

Quem não dá a mínima para a linguagem cai em uma situação que podemos chamar de infância política. Alguém que mesmo que tenha 30 ou 35 anos de idade biologicamente, em termos políticos não passa de 7 ou 8. São as crianças dessa idade que falam o que pensam. Por exemplo, um adulto não falaria, em uma reunião gerencial diante de uma gostosa: “Quero cair de boca nesses peitos!”. O fato dele pensar isso não significa que ele deva falar. A razão é óbvia: algumas palavras, ao serem proferidas, mais nos prejudicam que nos ajudam.

Provavelmente, estas pessoas estão indignadas com as tentativas de golpe do PT, e, então pensam: “temos que dar um golpe para evitar isso”. Mas o fato é que os golpes do PT estão disfarçados por trás de maquiagem linguísticas, e serão feitos por brechas da democracia, enquanto o golpe sugerido pelos indignados quanto ao PT não está disfarçado por qualquer tipo de maquiagem linguística, e é planejado para ser feito de forma pela ditadura à força.

Em suma, o esquerdista marxista ao menos planeja seu golpe usando a linguagem de forma estratégica, mas quem fantasia um golpe militar para derrubar o PT, não usa a linguagem de forma estratégica. Em suma, se torna uma criança que “fala o que sente”.

A partir daí basta que o PT use seus amiguinhos na mídia, para publicarem faixas de manifestantes dizendo “Queremos a volta dos militares no poder!”, e eles poderão capitalizar de uma maneira maravilhosa. Logo, aqueles que se opõem ao PT e pedem “golpe militar” são os melhores aliados que o PT pode ter.

Com uma direita dessas, quem precisa de esquerdistas?

Anúncios

27 COMMENTS

  1. De forma geral me parece que o erro dos de direita é são apressados e acabam por propor medidas que chocam o público geral, enquanto a esquerda age em pequenos incrementos.

    • Pois é. Eu diria que a direita ainda não conhece estratégia política, e a esquerda a domina. Parece até um jogo em que um dos times domina as regras e o outro nem percebeu que está ocorrendo um jogo. Para mudar essa falta de estratégia política da direita, vai levar um tempo…

      • Alguns até percebem sim. Fingem apenas que não percebem e vão afogando a dignidade e a honra na areia movediça dos lacaios limpinhos amigos da “democracia” (otimistas e sem preconceitos políticos ou ideológicos). É como se a esquerda entrasse num campo gramado com um time de futebol treinado, experimentado e altamente motivado e a direita entrasse pra jogar uma ‘pelada’ usando os craques da NBA.

        No Brasil a covardia acaba no sanatório.

  2. O Lula ganha R$200.000,00 por palestra, e eu me emociono com tudo que ele diz, quem critica ele tem inveja do sucesso dele, morram de inveja, filhotes da ditadura!

    • Ué… mais uma contradição dos petralhas. O Lula é símbolo da “luta pelas desigualdades”, mas aí a doidinha comemora o fato dele ganhar R$200.000,00 por palestra? Esses petralhas realmente não sabem nem encenar direito…

  3. O Luciano, acho que você esqueceu de citar golpe da Venezuela de 2002. Milicos “legalistas” esquerdistas reagiram e garantiram o poder de chavez. Teríamos tudo pra repetir a cena.
    Mas o artigo é excelente,
    Vidraça agora somos nós, é bom lembrar disso.

  4. Não concordo com ditadura militar, mas com intervenção militar, por tempo suficiente para que os atuais políticos sejam investigados, julgados e punidos. E motivos pra isso, existem. A venda do país para o banqueirismo internacional já é motivo suficiente.

  5. É um dilema. Aprender a estratégia gramsciana e jogar o jogo político igual os petralhas fazem requer muito tempo, aprimoramento e auto-controle. O controle de frame que o Luciano ensina aqui é essencial para qualquer discurso feito, e a disciplina tem que ser absurda. Jogar o jogo político como os petralhas jogam é como arte marcial. Ao invés disso, tem alguns de direita que optam pelo caminho fácil, o de pedir o golpe militar e se enterrarem de vez. Eu prefiro aprender política e jogar o jogo pela via democrática, rejeitando qualquer intervenção militar. Dediquem-se aos estudos que vale a pena, e mesmo que existam mais derrotas no início, as vitórias podem surgir no futuro, e nesse caminho começamos a aprender o que é a realidade do mundo ao estudar ciência politica a fundo. Fujam do caminho fácil e ilusório que só vai ajudar o PT, e copiem o que funcionou para eles, e esta é a estratégia gramsciana reversa. Golpe militar é a puta que pariu! Excelente post, Luciano.

  6. ** Camarada Stalin em resumo

    1. A direita é ressentida, mesmo que nós da esquerda façamos o jogo do ressentimento a vida toda (sempre lutamos contra opressores que nos oprimem)
    2. Nós vivemos chorando fingindo-nos vítimas ou que lutamos por vítimas, mas direi que é a direita que chora mágoas
    3. Quem é de direita elogia quem é de direita
    4. Só quem pode elogiar os iguais são os de esquerda, pois nós somos a marcha da história
    5. Quem é de direita não come ninguém
    6. Quem é de direita é bobo e feio
    7. Só quem come mulher bonita são os machos-alfa que nós de esquerda colocamos no poder
    8. Cada vez que o Michel Temer mete na esposinha delícia dele eu gozo espiritualmente, pois ajudei ele a ter poder
    9. Tenham inveja da mulher do Michel Temer
    10. Como sou coletivista, a mulher dele é minha também, só ela que não sabe disso

    • A essência de seus comentários continua sendo uma demonstração do por que esquerdistas perderam seu último resquício de dignidade. Criaturas que se submetem ao quarto poder (donos de estado inchado), não sabem o que é honra e dignidade há muito tempo. Você não tem mais como sentir nem um pingo de orgulho.

      Aqui, és apenas um espécime sob observação empírica.

      • ** Camarada Stalin em resumo

        1. O Luciano fez “violência” com meus posts ao tirar deles algumas propagandas
        2. Eu fico satisfeito do Luciano me honrar com o tratamento especial tirar as propagandas de meus posts
        3. Saudações socialistas
        4. Viva Che!
        5. Aqui é só auto-ajuda.
        6. Quando a Dilma for reeleita, vou me masturbar muito.
        7. Você vai ficar com raiva.
        8. Vou para a rua comemorar.
        9. Alguém que o Luciano gosta disse que “ia acabar com a raça” do Lula em 2006, e ele venceu.
        10. Vencerei de novo.
        11. Lula enriquecerá, Dilma muito mais, e eu, subserviente, os defenderei até a morte.

      • 1. Não chore… É a “democratização dos meios de comunicação”
        2. Tratamento especial? O coitado realmente é um esquerdista nato que não percebe o mundo: http://lucianoayan.com/2013/07/10/como-tratar-um-esquerdista-em-seu-blog-twitter-ou-pagina-de-facebook/. Todo esquerdista fanático é tratado igual você por aqui.
        3. Bem que me falaram que esquerdista apela para a comemoração encenada para fingir que está argumentando.
        4. Idem acima.
        5. Não, este blog é focado em mapeamento de TÉCNICAS E TRUQUES dos esquerdistas.
        6. Sim, é típico do esquerdista que se rebaixa.
        7. Sim, realmente eu não gosto de governos de esquerda, mas ao menos tenho orgulho e dignidade. Você jamais experimentou isso, então sempre ficará em um nível pior. Eu só te respeitaria se você levasse parte do bolão, e ainda assim não respeitaria moralmente, mas só pela esperteza. Mas você é funcional. É um nível abaixo do ser humano…
        8. E eles é que vão meter a mão na grana.
        9. Nem sei de quem é que o doidinho está falando, mas se for do PSDB, eu sempre os chamei de cúmplices do PT.
        10. Não, eles é que vencerão. Você sempre perde.
        11. É para isso que esquerdista serve.

        Obrigado mesmo, você foi um dos espécimes mais dedicados a participar de nossos experimentos. Você foi esforçado, reconheço, mas ficou muito repetitivo.

    • Não é questão de sadismo. Mas se o animal tivesse prestado atenção na descrição deste site veria que está escrito: “Ceticismo e dinâmica social na investigação da religião política”.

      Isto é, eu investigo os truques, o discurso, as rotinas e artimanhas da esquerda.

      Eu não estou aqui disputando carguinhos e nem apoiando candidatos, mas sim apoiando o questionamento RACIONAL à religião política, que se visualiza como esquerdismo.

      Quem está desesperado lutando para dar poder aos machos-alfa é o Camarada Stalin. Ele é o membro de um rebanho. Ele já perdeu toda dignidade.

      Neste debate, o que consegui é fazê-lo ir dormir questionando a crença cega que ele tem no PT. Quem sabe ele depois de alguns meses não me agradeça por isso… 😉

      • Não podemos nos esquecer quem em ‘certas espécies’ o grau de submissão dos betas é tão alto, que eles se submetem sexualmente aos alphas…talvez seja o caso do Camarada Stalin.
        Veja como ele relaciona os assuntos à sua própria sexualidade…acho que em seus sonhos mais molhados ele sonha com um menáge entre Stalin, Lula e Hitler.

        Mas aqui, tadinho….foi….DISSECADO 🙂

  7. “Alguém que o Luciano gosta disse que “ia acabar com a raça” do Lula em 2006, e ele venceu.”

    “Nem sei de quem é que o doidinho está falando, mas se for do PSDB, eu sempre os chamei de cúmplices do PT.”

    Eu imagino que ele se refere ao então senador Jorge Bornhausen (na época PFL-SC) que o Brasil precisa “se ver livre dessa raça” referindo-se ao Jorge Bornhausen. Ele foi acusado de racista pelo Emir Sader, mas Bornhausen o processou. Não sei o desfecho da história. Eis uns links sobre o caso do blog do Reinaldo Azevedo:

    http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/sader-acusa-bornhausen-racista-condenado-prisao-em-regime-aberto-perda-funcao-publica/

    http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/intelectuais-relembrem-texto-sader-esquecam-sua-ortografia/

    http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/estao-tentando-fazer-conta-que-sader-nao-escreveu-que-escreveu/

    http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/nos-emirados-saderes-lula-se-solidariza-com-sader-que-agora-quer-titulo-em-clube-burguesia-carioca/

    http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/sader-quando-injuriada-propria-justica/

    http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/nos-emirados-saderes-lula-se-solidariza-com-sader-que-agora-quer-titulo-em-clube-burguesia-carioca/

    http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/novos-delirios-nos-emirados-saderes-seis-maos-num-texto-sem-pe-nem-cabeca/

    http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/o-petista-emir-sader-o-racismo-e-a-estupidez-oufuturo-presidente-da-fundacao-casa-de-rui-barbosa-chama-sua-chefe-de-autista-e-diz-seguir-orientacao-de-dilma/

    • Ah… nem lembrava disso.

      O engraçado é que o retardado do Camarada Stalin pega o discurso de alguém que se opôs ao Lula, e acha que está me refutando, quando na verdade eu ataco tanto PSDB quanto PFL.

      Ele ainda não entendeu que eu sou como um neo-ateu na política. O neo-ateu ataca todas as religiões, o neo-iluminista ataca todas as religiões políticas.

      Abs,

      LH

  8. A estratégia para a direita ganhar espaço é ser o mais moderada possível. Assim como o Lula só venceu quando virou Lulinha paz e amor.

    • O “choque de realidade” pode botar tudo a perder mesmo. Vejo isso quando TENTO conversar com familiares, amigos e vizinhos mais próximos sobre essas coisas. ‘Palmadas’ só na militância e nos ‘beneficiários’ (mas antes, pra encarar a vigarice psicopática desses comunas, tem que contar até 100- ou 1000- , respirar fundo e manter- se possível- o pensamento na Joana Machado…. Se bem que eu prefiro a Aryane. Essa canalha revolucionária tira a gente do sério).
      |¬)

      • Uma coisa que sempre noto, como você sabe bem, é linguagem corporal. Note o olhar dos neoateus. É incrível como você olha para vários deles e parece estar na prática olhando para a mesma pessoa. É sempre aquele olhar vitrificado, em que sequer se nota movimento das pupilas e as pálpebras praticamente ficam sempre em uma mesma altura, independendo de a pessoa ter olhos mais fundos ou esbugalhados. Para tirarmos totalmente a religião de campo e evitarmos acusações de neoateus, daria inclusive para comparar o olhar dos neoateus com o de “velhos ateus”, só para que as pessoas vejam a diferença que há entre olhos vívidos e olhos travados.
        Aliás, se há algo que as pessoas que combatem o marxismo-humanismo-neoateísmo dificilmente notam e que poderiam usar são essas sutilezas de linguagem corporal (ainda que isso seja extensível para a humanidade em geral).

  9. Luciano, uma das raras vezes em que vemos o Sakamoto ater-se exclusivamente a um conteúdo informativo, com o teor de um comunicado oficial. Porém, as notícias não são boas e mostram que o pessoal do Passe Livre é de uma inocência tão útil que na reunião do Conselho da Cidade o Haddad conseguiu que se fechasse o apoio ao aumento de impostos para o transporte privado individual para que se subsidie o coletivo. Logo, aquela garotada criada a leite com pera que levantava cartazes contra o Haddad (ainda que saibamos das obscuras histórias envolvendo lei Rouanet) na prática o ajudou muito, pois ele ganha moral para tungar mais do bolso de todos (ainda mais que a Cide é imposto sobre combustível).
    Talvez possamos conceder esta honraria a muitas pessoas. Espero que aquelas que gritaram “sem partido” agora fechem pauta em relação a diminuir a carga de impostos no PIB e aumentar o grau de retorno dos impostos em serviços ao povo.

Deixe uma resposta