Hitler contra a direita que se opõe ao Foro de São Paulo

4
45


@
Esses dias me perguntaram por que eu ainda não fiz um texto sobre o Foro de São Paulo? Na verdade, fiz sim, ao comentar a estrondosa vitória argumentativa de Olavo de Carvalho pra cima de Breno Altman, que já foi dirigente do PT e hoje atua como diretor do site chapa branca Opera Mundi.

O fato é que não há mais muito o que dizer sobre o Foro de São Paulo, senão denunciá-lo, em larga escala, assim com denunciar também todas as tentativas da esquerda em esconderem sua existência.

O vídeo acima, usando a já tradicional cena de Hitler no filme “A Queda”, é um ótimo exemplo do que devemos fazer.

Anúncios

4 COMMENTS

  1. OFF:

    Luciano, veja esta entrevista que o Diplomatique fez com David Harvey:

    http://www.diplomatique.org.br/artigo.php?id=1411

    Em um trecho ele fala o seguinte sobre o movimento “Ocupar Wall Street”:

    “Em primeiro lugar, é muito importante ressaltar que o Tea Party recebeu financiamento alto de bancos, grandes corporações etc. Já o Ocupar não teve nenhum apoio parecido.”

    Sabe dizer se isso procede mesmo? Eles realmente não foram financiados por ninguém?

  2. Luciano, algumas notícias:

    1) Segue provável falta cavada: ativistas gays vão a culto celebrado por Marco Feliciano em Santarém. Feliciano pede que a polícia intervenha, os ativistas acusam a PM de agressão, reclamam de três terem sido presos e agora o Ministério Público Federal irá investigar tudo;

    2) Notícias do Ocupa Alckmin, em que temos pessoas acampadas em frente ao Palácio dos Bandeirantes e já houve quem pichasse a sede do governo paulista com símbolo da anarquia, algo que já rendeu uma prisão. Como sempre falo para que se olhe os comentários, eis que vi este de alguém que se intitula Noel Samways:

    A foto registra pelo menos uma barraca de “mil e uma utilidades”. Já foi usada para outras “manifestações” e teve que ser ela mesma pichada pelo próprio “manifestante”(sic).

    Em relação a essa foto, observe-se que a pichação por cima está escrito “Antifa: destrua o racismo!”. Como já disse anteriormente, sigo com temor de que os tais antifas tornem-se na prática o que são neonazistas na Europa, agredindo a toda e qualquer pessoa, apenas trocando-se as motivações étnicas para as motivações difusas do marxismo-humanismo-neoateísmo.
    Dentro da (forte) suspeita de termos manifestantes profissionais na jogada, observe-se que todas as barracas são ou do mesmo modelo ou de modelos parecidos, o que pode significar algo fornecido por terceiros que acabou adquirindo produto mais ou menos padronizado;

    3) Este vídeo aqui pode ser daqueles que podem resvalar um pouco naquelas histórias de nova ordem mundial, mas o principal da coisa toda é que caso alguém te chame de “coxinha” (o famoso xingamento marxista-humanista-neoateísta para qualquer um que não concorde com eles), dá para se mostrar para a pessoa com quem que ela está lidando quando subscreve essas causas e está sendo inocente útil:

    http://www.youtube.com/watch?v=W7FbGZG1oWE

    Tentei ver quem está por trás do Pragmatismo Político, mas não encontrei os dados tão transparentes assim. Em relação ao Mídia Ninja, já sabemos que o Fora do Eixo está por trás disso e que o presidente do tal coletivo, Pablo Capilé, tem alta ligação com petistas. Fica faltando apenas que se ponha no YouTube a entrevista que eles deram no Roda Viva;

    4) Também achei esta postagem de blog sobre os black blocs que achei interessante.

Deixe uma resposta