Espiral do delirio: Evo Morales culpa frango de granja por homossexualidade e calvície

14
64

Bolivia_reuters_carlos_garcia_rawlins_cortada

Fonte: Estadão

O presidente da Bolívia, Evo Morales, surpreendeu sua audiência ao assegurar que os frangos de produções industriais são responsáveis pelos “desvios” dos homens para a homossexualidade e para a calvície na Europa.

Na abertura de uma cúpula social que realiza em seu país para discutir a mudança climática, o líder boliviano atacou a criação intensiva de aves com essas afirmações e outras, sobre os supostos prejuízos à saúde da Coca-Cola e das batatas holandesas.

Segundo o mandatário, os frangos são engordados com hormônios femininos. “O frango que comemos está carregado de hormônios femininos. Por isso, os homens que comem esses frangos têm desvios em seu ser como homens”, disse Morales a milhares de pessoas na abertura da Conferência Mundial dos Povos sobre a Mudança Climática e os Direitos da Mãe Terra.

Ele também acrescentou, às consequências desse tipo de alimento, a calvície, e profetizou: “Em cinquenta anos, todo mundo será calvo”.

Segundo o presidente, esses dados demonstram que o “ocidente cada vez mais traz mais e mais veneno”. A ideia de que hormônios são adicionados às aves em criações comerciais é considerada um mito sem fundamento por especialistas.

Meus comentários

Minha tese da espiral do delírio é bem simples.

Devemos entender que o animal humano é uma máquina biológica feita para escolher crenças que a beneficiem, quando tem condições para isso – especialmente quando está na posição de dominar os outros psicologicamente ao invés de ser dominado. A ideia do ceticismo tradicional, do “questionamento a si próprio” é uma ilusão. É ótimo que ele deve acontecer, mas não devemos esperar que isso ocorra em questões políticas. As pessoas tendem a não questionar a si próprias quando as crenças falsas que possuem trazem benefícios a elas.

O melhor tipo de ceticismo, para qualquer alegação política, é o ceticismo político, na perspectiva do duelo cético, onde um oponente de um alegador questiona as ideias dele. Eis o racional: você, que é o prejudicado por uma crença falsa de um oponente, tem interesse em questioná-lo. O seu oponente, que é beneficiado pela crença falsa propagada por ele, não tem nenhum interesse em se auto-questionar sobre essa crença. (Pode até ser que ele se auto-questione em mente, mas não em público, o que no fim não faz diferença)

Entretanto, a tese da espiral do silêncio nos fala que se um grupo obtém hegemonia, seu oponente tende a se calar. Mas se o único grupo que poderia questionar as afirmações absurdas do oponente se calou (pois está na espiral do silêncio), então o grupo hegemônico entra automaticamente na espiral do delírio, que é uma situação na qual ele pode falar qualquer bobagem que quiser, pois seus oponentes (que iriam questioná-lo) estão calados.

Evo Morales simplesmente está na espiral do delírio, lembrando momentos magníficos como os de Lula abaixo:


@

Anúncios

14 COMMENTS

    • Os integrados, (na verdade não deixam de ser empregados da BRF Foods ), principalmente as mulheres, apresentam problemas sérios no sistema reprodutor, (útero e ovários), além de outros problemas relacionados ao aparelho respiratório, ( Uma das causas é a aspiração dos resíduos das penas de aves quando são tratadas), e até mesmo alguma coisa relacionada à hepatite e câncer de intestino. Como a “industria” de carnes de suínos e aves é mais forte que a “contaminação” biológica, tudo continua assim…. Em 2008, a antiga Perdigão, (já tinha controle indireto da Rhodia), teve 8 container’s de frango congelado, devolvidos sumariamente pelo Canadá. Motivo: Alta contaminação causada por hormônios femininos e principalmente por haver na composição da alimentação das aves, a adição de grandes quantidades de “penas”. Isso acontece ou acontecia, porque, as industrias de frangos “aproveitavam” ou aproveitam as penas das aves abatidas, para reintegrar novamente à ração que as aves ingeriam…. Quando sentir um forte cheiro de penas de galinhas em sua porção de frango, lembre-se disso e reclame ao frigorífico de origem, isso é um direito do consumidor inalienável!!!

      • Também é flagrante algumas alterações no corpo humano, (material pesquisado e não divulgado a não ser em meios da saúde que não podem ser divulgados), tais como, diminuição dos pelos no tórax dos homens, aumento significativo dos mamilos, e nas mulheres alguns problemas de ordem endócrina.

  1. Não tenho empatia pelo Evo Morales, muito menos pela sua condução política, porém, ele não está de todo errado sobre a questão do hormônio feminino na produção de frangos. Fato também interessante é notar que na produção de um determinado tipo de suíno, (cuja exportação dos testículos é prioridade…), a questão de ingestão de alimentos e “tratamentos…” dos suínos também é digna de nota, para isso, basta consultar qualquer produtor que aloje, (para crescimento e engorda de suínos), para “tomar conhecimento” dos resultados ….. A BRF Foods em SC é campeã na história….

    • Achou que há um erro endócrino na afirmação. Nos vertebrados, o dimorfismo sexual tornou os machos maiores que as fêmeas. Procurando um aumento no peso do animal vendido, o hormônio a ser administrado é a testosterona, tornando as fêmeas tão grandes quanto os machos. Como a testosterona é um hormônio masculino, ele causa calvície apenas nos homens, daí a inexistência de mulheres calvas! Seguindo o raciocínio do Evo, o efeito seria de masculinizacao de mulheres bolivianas!

  2. Luciano, falando em delírio, você acompanhou o caso do assassinato de Ya Mukumby, a mãe de santo que foi morta pelo vizinho de 30 anos de idade, e que é dependente químico desde os 13, e que está sendo acusado por movimentos negros de ter cometido o crime não por estar em uma crise de abstinência, como os familiares afirmam, mas por ser evangélico? (Detalhe: antes de matar a mãe de santo, ele matou a própria mãe que também era evangélica da Igreja Batista dentro de sua própria casa).

    Não sei porque mas me lembrei de “O Estrangeiro”, de Albert Camus, onde o assassino parecia que estava sendo condenado à pena capital mais pelo fato de ser ateu e de não ter chorado no velório da mãe do que pelo fato de ter matado o árabe.

    http://www.blogs.correionago.com.br/niltonluz/2013/08/05/a-pressa-em-desracializar-a-morte-de-ya-mukumby-2/

    http://www.gazetadopovo.com.br/vidaecidadania/conteudo.phtml?id=1396614

  3. Ao que parece, Evo Morales comeu muito frango de granja, pois toda a América (do Norte, Central e do Sul) sabe que o mandatário boliviano é gay. A esse propósito, alguém sabe quem seria a primeira dama da Bolívia?

Deixe uma resposta