Um fedegoso que se irrita quando os outros tomam banho: Evo Morales enlouquece de raiva por causa da Aliança do Pacífico

3
88

evo-morales1

Fonte: Opera Mundi (com edição)

No Brasil para participar do Foro de São Paulo, o presidente da Bolívia, Evo Morales, criticou neste domingo (04/08) a criação da Aliança do Pacífico e classificou o novo bloco como uma “tentativa dos Estados Unidos de usarem um ou dois presidentes para dividir a América do Sul”.

“A Aliança do Pacífico quer estabelecer o livre comércio e privatizar serviços essenciais. Esses governos estão condenados a enfrentar os povos em seus países”, afirmou Morales em referência a Peru, Chile, México e Colômbia.

Posteriormente, em coletiva de imprensa, o presidente boliviano também argumentou que “os serviços básicos, como luz e água, não deveriam ser tratados como um negócio”.
Evo Morales também deu detalhes de seu encontro de sábado (03/08) com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Na ocasião, o boliviano sugeriu a criação de um “conselho permanente para defender e cuidar dos presidentes anti-imperialistas da América Latina”.

“Temos que nos organizar para defender os processos de libertação. Não podemos nos mobilizar apenas quando há problemas. Propus a Lula a criação de comissões técnicas e jurídicas para prevenir problemas que se apresentam a governos esquerdistas e garantir o processo de mudanças na América Latina”, argumentou. Morales veio à capital paulista pois a Bolívia é a próxima anfitriã do Foro de São Paulo, em 2014.

No final do Foro de São Paulo, houve forte crítica à criação da Aliança do Pacífico, vista como uma “tentativa de sabotar a integração regional”.

Meus comentários

O que há de delicioso nessa notícia? Simples. Basicamente, vemos vários países fugindo do jogo socialista e adentrando outras formas de esquerdismo mais moderado. E o que não tem preço? Ver Evo Morales se irritando com isso. Nada é mais indigno e patético.

Mas aonde está a indignidade de Morales?

Para entender o quanto ele é ridículo, imaginemos a situação do sujeito que defenda a teoria de que não se deve tomar banho. Para ele, isso seria uma volta às nossas origens, e, então, entraríamos em “conexão com a Mãe Natureza”.

O problema é que essas pessoas começam a ter suas vidas prejudicadas por não tomarem banho, já que elas serão comparadas às que tomam banho. Isso começa a gerar problemas para os neo-fedidos na hora da comparação.

Mas um dos fedidos resolve se revoltar contra a situação, e começa a dizer que todos aqueles que tomam banho estão “sabotando a integração com a Mãe Natureza”. Não, não estão sabotando essa “integração com a Mãe Natureza”, pois ela é uma farsa baseada em uma crença doentia.

O socialismo é exatamente a mesma coisa.

Como Morales sabe que o socialismo, para o país, é sempre uma desgraça, então fica irritado por que outros países fogem do socialismo. Motivo: medo da comparação, onde os outros países se sairão melhor que o país dele. O socialismo só é bom para os donos de estados inchados. É claro que Morales está advogando em causa própria.

O problema é que se o socialismo fosse tão bom, Morales não deveria ter medo da comparação. Assim como se o culto ao fedor fosse tão bom, a turma anti-banho não deveria ter medo da comparação com os que tomam banho. Bastaria cada grupo (ou país) viver suas vidas, esperarem a comparação e depois afirmar: “Está vendo? No final, nossa tática para a vida é a melhor!”

Claro que se ele tivesse segurança quanto ao que está vendendo, poderia dizer: “Vários países estão focando em livre-mercado e criando a Aliança do Pacífico? Ótimo! Como é boa a diversidade! Daqui dez anos vamos comparar nossos resultados com os deles”. E fim de conversa.

Mas como ele sabe que na comparação, os países socialistas sempre vão se dar mal, faz o mimimi mais indigno que a mente humana pode idealizar.

Anúncios

3 COMMENTS

  1. Caro Luciano Ayan, agradeço-lhe muito mesmo pelo seu trabalho neste blog. Suas informações além de instruir, me desintoxicam e preenchem meu vazio existencial após a purga curativa. Grata mesmo!

    Quanto ao tema do post, eu destaco:

    O Evo viu o ovo?

    “[o] boliviano sugeriu a criação de um “conselho permanente para defender e cuidar dos presidentes anti-imperialistas da América Latina”.

    Tadinhos, né?

  2. Como tem gente boa nesse Foro de São Paulo… Eles são muito criativos e muito criadores… cada hora cria uma idéia nova “totalmente excelente”! Agora ele quer criar um conselho permanente…

    Atenção: Tudo o que tem PERMANENTE no nome é um grande indício de ATRASO em algum momento. Num mundo em constante mudança, nada deve ser criado de forma permanente. A única coisa permanente é a vontade desses caras de criar o próprio império.

    E o que tem de imbecil apoiando…

Deixe uma resposta