Mais uma proposta petista digna de retardados: agora, o PT quer fechar escolas especiais

6
51

img_913

Fonte: FolhaWeb

Londrina – A proposta de mudança no texto da Meta 4 do Plano Nacional da Educação (PNE), feita pelo senador José Pimentel (PT-CE), que prevê o fechamento das instituições de educação especial em todo o País, causou revolta geral entre os educadores da área. As Associações de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apaes) fazem hoje manifestações nas principais cidades do país. Em Londrina, uma passeata sairá, às 14 horas, da frente do Teatro Ouro Verde, no Calçadão.

A presidente da Federação da Apaes do Estado do Paraná, Neuza Soares de Sá, pediu a presença das entidades de todos os municípios da região de Londrina para sensibilizar os legisladores e governantes sobre a importância das escolas para alunos excepcionais.

“Vamos fazer barulho para chamar atenção sobre os prejuízos causados se as escolas especiais fecharem. Não podemos aceitar a inclusão radical”, antecipou. Os organizadores estimam a participação de 700 pessoas na passeata.

No Paraná, são 327 Apaes que atendem a 41 mil alunos com deficiência intelectual e múltipla. Segundo os especialistas, as escolas regulares não estão preparadas para receber a demanda. “Somos a favor da inclusão, porém há casos que é impensável um aluno com deficiência elevada se adaptar às escolas tradicionais”, explicou Neuza.

O texto original da Meta 4, aprovado na Câmara de Deputados, prevê que as matrículas de alunos especiais devem ocorrer “preferencialmente no ensino regular”. A alteração, proposta no Senado, suprime o preferencialmente, o que cessaria as aulas nas escolas especiais.

No dia 14 de julho, representantes das 2.124 Apaes do Brasil prometem se reunir em frente ao Congresso Nacional para pressionar os senadores. A votação do PNE, que deveria ocorrer em 3 de julho foi adiada e ainda não tem data definida. “Estamos nos antecipando, pois chorar o leite derramado não adianta”, advertiu. Segundo ela, a medida traria danos irreparáveis para os alunos. “É um trabalho de décadas que seria jogado no lixo”, indignou-se. Na melhor das hipóteses, as escolas se tornariam centros de apoio.

Outra entidade que deve engrossar o coro no protesto de hoje é o Instituto Londrinense de Educação para Crianças Excepcionais (Ilece). A diretora da unidade do bairro Cafezal, Rosângela Rosa da Silva, defende a educação especial de qualidade e a inclusão escolar com responsabilidade. Ela explica que com a exclusão das entidades dos dados educacionais do governo federal, todos seriam prejudicados. “Sem os repasses de transporte escolar, fundos de educação, não teria como as entidades continuarem funcionando”, expôs.

Meus comentários

Mais uma idéia do PT que mostra o quanto eles são desumanos em sua sanha de jogar o jogo em que fingem lutar pelos falsos oprimidos contra falsos opressores.

Em nossa sociedade civilizada, crianças que tenha alguma forma de retardo ou deficiência mental são colocadas em escolas especiais, cujo currículo è adaptado às necessidades especiais delas. Ao contrário de mentes civilizadas prontas para viver em uma sociedade civil, o PT vai em direção contrária, propondo a “inclusão radical”.

Disse alguém no Facebook: “Projeto do PT prevê o fechamento de todas as APAEs do Brasil. Se esquecem que tratar os desiguais de forma igualitária também é discriminação. Enquanto o Brasil não estiver todo em ruínas, eles não vão descansar. ”

A idéia é óbvia: colocar pessoas com características especiais (e que as coloquem em uma forma de desvantagem) em uma situação onde elas possam enfim sentirem-se inferiorizadas. A partir daí, podemos ter pais de alunos deficientes mentais reclamando que seus filhos são vítimas de bullying, pois o currículo das escolas tradicionais não pode ser acompanhado por eles.

Com isso, terão pretexto para rebaixar a grade curricular das escolas tradicionais. Como se percebe, a proposta é tudo de ruim para a população. E tudo de bom para o PT.

De duas uma: ou quem apresentou essa proposta é um sujeito extremamente desumano e ao mesmo tempo um estrategista amoral, ou é um retardado mental.

P.S.: E nada contra os retardados mentais (muito pelo contrário), especialmente os que foram desfavorecidos pela natureza. Posso até estar sendo injusto com os deficientes mentais ao compará-los com petistas. Mas que fique claro: não estou dizendo que os deficientes mentais que estudam na APAE são amorais. Não creio que sejam. Já petistas são amorais. Sejam eles retardados ou espertos demais.

Anúncios

6 COMMENTS

  1. O que o odioso PT quer eh simplesmente universalizar uma prática que já anda incentivando: que os deficientes mentais frequentam as escolas comuns. Se acabarem as escolas especiais isso acontecerá com todos.
    Tenho alguma experiência com isso pois já dei aula. Fui professor em escolas comuns onde estudaram alguns deficientes. A orientação dada eh fazer eles aprenderem aquilo que conseguirem, sem que fosse dado qualquer recurso, treinamento ou tempo para os professores que deveriam ensinar a eles. Se não conseguirem aprender nada, que passem de ano mesmo assim. Na prática eh transformar a escola em creche, um mero local de convívio. Na verdade, a escola pública já eh isso para os alunos saudáveis.
    Quanto ao bullying, não vi ocorrer porque a maioria dos alunos se compadece da situação e os possíveis bullies ficam inseguros em agirem. mas mesmo assim, o objetivo principal de se ir a uma escola que seria o aprendizado (principalmente para quem precisa disso até para aprender a se comportar, como eh o caso da maioria dos deficientes mentais) não eh atingido.
    Nunca dei aula em escolas para pessoas com deficiência, mas conheço professores e alunos de lugares assim e sei que lá os alunos aprendem de verdade, com técnicas específicas. Conheci uma menina com síndrome de Down que em pouco tempo de escola evoluiu bastante na maneira de falar, de se comportar.
    Isso aí eh só mais uma faceta do mesmo movimento que fechou manicômios e jogou os loucos nas ruas.
    Na prática se quer cortar custos (que com certeza não serão reinvestidos em alguma coisa que preste) e ainda fazer pose de progressista, de pessoa que luta contra o preconceito.
    O PT eh uma desgraça, eh o oposto do rei Midas. Enquanto tudo que Midas tocava virava ouro, tudo que o PT toca vira merda.

  2. Em nome da igualdade e dessa estupidez chamada inclusão querem incluir alunos com deficiências nas escolas tradicionais, sendo que qualquer pessoa com mais de dois neurônios sabem que isso atrasaria ainda mais o nosso já atrasado ensino, pois os professores teriam que dedicar mais tempos aos alunos com alguma deficiência e menos a sala e com isso os alunos bons seriam prejudicados.

    Sem contar o risco do aluno sofrer buylling, se sentir inferiorizado e solitário, ainda mais por não estarem com pessoas preparadas para lhe dar com eles, igual há nas APAEs. A maioria dos professores das escolas públicas dificilmente tem preparo para lhe dar com pessoas assim.

    Há também Luciano, outros planos bizarros em curso, por parte do governo federal e estadual, que são a estatização do SESC, SENAC, SESI, etc.

    Acredito que a razão disso não é só pela utopia doentia da igualdade dos esquerdistas, mas uma inveja que eles tem no fundo, pelo fato das APAEs funcionarem muito bem e o SESC, SENAC e o SESI formarem muito mais pessoas e gastando muito menos do que as escolas públicas.

  3. Com certeza eles dirão que os responsáveis pelas Apaes só estão visando o interesse próprio, que na verdade não se preocupam nem um pouco com essas pessoas, visto que querem tirá-las do “convívio social”. Já devem ter uma justificativa parecida ou bem diferente na ponta da língua.

    Só quero ver a cobertura midiática que isso terá.

    • Acredito que os educadores em geral devam ser contrários as medidas de inclusão, e que estamos sem condições de absorver nas escolas, essas pessoas especiais, mas não há outro caminho, quem acredita em uma educação para a liberdade e avançada em relações a ranços de ideais conservadores, acredito que a solução deve ser executada e que as escolas passem a ser parte da vida das famílias que tem pessoas especiais, manter crianças e pessoas isoladas do resto da sociedade e cruel e desumano…

      • Cruel e desumano eh destruir em uma estrutura que dá certo (para os próprios assistidos) em nome de uma ideologia abstrata (o que diabos seria “uma educação para a liberdade e avançada em relações a ranços de ideais conservadores”?), completamente utópica e sem bases na realidade e natureza dos indivíduos (a limitação do deficiente não vai sumir só porque você acha que seria melhor assim).
        Coisa triste é ser incluído em uma escola pública falida e que não tem a menor capacidade de atender às suas necessidades.

  4. ARATACA FDP, VAI CUIDAR DA SECA NO CEARA. MUITO SIMPLES, QUEBRA A CERVICAL DELE E COLOCA ELE PRA ESTUDAR NUMA ESCOLA PUBLICA DE CRIANÇAS DITAS NORMAIS, SE POSSIVEL NO ESTADO DELE, HA TAMBÉM S POSSIVEL LEVAR A CORJA DELE, DILMA, LULA, MERCADANTE O LULINHA A CATREFA TODA.

Deixe uma resposta