O ódio fascista da esquerdalha contra Marco Feliciano e a “maravilhosa” dialética humanista

16
80

hitler_stalin

Conforme postei neste blog, o pastor Marco Feliciano foi vítima de graves ofensas e até agressões por dois gayzistas (e não gays) em um vôo. Felizmente, ele resolveu fazer uma denúncia à PF pelo crime de que foi vítima. Justamente, Feliciano disse:

Para minha surpresa, os mesmos agressores, de forma acintosa, e certos da impunidade, postaram vídeo, gravado por eles mesmo na internet, vangloriando-se da agressão e citando a não ação da própria Policia Federal, como se vivêssemos num País sem lei, e que todos os passageiros do voo, seus tripulantes e o comandante fossem também obrigados a passar por esses riscos sem nenhuma reação das autoridades.

O que mais me importa aqui não é comentar o caso em si, que já fiz suficientemente no post que citei no começo deste, mas sim falar de uma avaliação que fiz a respeito de como os esquerdistas estão defendendo os que atacaram Feliciano, realizando malabarismos inacreditáveis para defender o indefensável. Mais ainda, pude descobrir um fenômeno: esquerdistas estão criando rotinas desonestíssimas não mais apenas para defender questões públicas, mas para comentar meras notícias. Somente para defender os agressores, vi duas rotinas novas.

Uma rotina é aquela na qual eles escrevem uma frase, geralmente irônica, dizendo algo como: “Você está falando sério ao dizer que passar a mão no cabelo de Feliciano é uma terrível agressão?”. O truque é bem simples, e se baseia em omitir vários fatos, dar ênfase a um fato percebido por alguns como de menor relevância, e fazer toda uma encenação para o público dizendo que a queixa do oponente é somente quanto a esse fato isolado. O problema é que Marco Feliciano e seu colega foram vítimas de:

  1. Intimidação por gritaria
  2. Coação psicológica, incluindo o uso da frase “Ei, Feliciano, a sua hora vai chegar”
  3. Assédio sexual, pelo ato de esfregarem a genitália em seu colega
  4. Ofensas graves, pois o uso de uma música de conotação homossexual, além de xingamentos, tinha por objetivo chamá-lo de homossexual
  5. Agressões físicas (leves, diga-se)

O fato é que qualquer um que tente usar o truque de dizer que “Religiosos fazem mimimi só porque tocaram no cabelo de Feliciano” sabe que é um fraudador intelectual querendo omitir crimes cometidos por pessoas que ele defende.

Mas o que leva pessoas a defenderem crimes em público? É aqui que entra uma outra rotina, na qual o esquerdista diz: “Foi pouco o que fizeram, pois Feliciano tem feito algo muito pior, pregando homofobia e ódio aos gays”.

Na verdade, Feliciano apenas defende a família tradicional, e jamais fez uma declaração de ódio aos gays. Claro que ele defende o veto ao casamento homossexual, o que alguns gays podem considerar como uma “violação de direitos”, mas ainda assim a proposição de leis feita por Feliciano é feita pela via argumentativa. Não faz o menor sentido dizer um argumento deve ser retribuído com crime.

Vamos a um exemplo. Richard Dawkins, ao escrever sobre religiosos, faz as críticas de Feliciano aos gays parecerem elogios. Segundo Dawkins, religiosos são responsáveis por guerras, criadores de “divisão” entre pessoas, incapazes de pensamento racional e tudo o mais. Religiosos tem motivos para se sentirem ofendidos com as críticas de Dawkins. Eu, como ateu, não concordo com 90% das críticas de Dawkins (embora reconheça que a luta dele pela secularização e pelo darwinismo é legítima), mas jamais indicaria aos religiosos que fossem, por exemplo, jogar sacos de mijo no biólogo inglês. Ao contrário, digo que eles devem ridicularizar os argumentos de Dawkins, dando especial ênfase às fraudes intelectuais dele.

Tanto a postura de Dawkins como a minha aceitam as regras de uma sociedade civil, onde temos que aprender a conviver com a opinião contrária, mesmo que não gostemos dela. Querer impedir o outro de exprimir sua opinião, através do uso de intimidações, ameaças e agressões, por outro lado, é fugir das regras de uma sociedade civilizada. O comportamento dos dois marmanjos (que alegam não serem gays, mesmo esfregando seus corpos em outros homens, o que é muito suspeito) não é digno de uma sociedade civil, não importa o quão sejam condenáveis os argumentos de Feliciano.

Faça o teste e explique a diferença para qualquer um destes esquerdistas o quão é logicamente imoral retrucar um argumento, falacioso ou não, com um crime. Basicamente, eles vão dizer “Tocar em cabelo não é crime” ou “Feliciano fez muito pior”, o que não é argumentação que se preze, mas um empilhamento de mentiras para esconder os crimes morais defendidos pelos gayzistas.

Em um texto interessante, na Folha, Marcelo Coelho escreveu o seguinte, descrevendo o fascismo da dupla gayzista:

Em primeiro lugar, a nostalgia da horda primitiva. O fascista está feliz em grupo; só age quando sente que a maioria está a seu favor. Ou melhor, age quando se sente protegido pela aprovação da maioria. Fosse apenas isso, qualquer multidão seria fascista, o que não é verdade. Nem mesmo o uso da violência pode ser identificado ao fascismo. Revoltas podem ser violentas sem ser fascistas, o que não significa que eu aprove a violência.

Imagine-se, por exemplo, duas torcidas de futebol enlouquecidas. Entram em confronto. Dos dois lados, há selvageria, fanatismo, estupidez. O fascismo, a meu ver, aparece em outra ocasião. Suponha a torcida de um time que acabou de ganhar o campeonato. Encontra, no meio da festa, uns quatro ou cinco adeptos do time derrotado. Não contente com a vitória, a torcida vencedora resolve hostilizar os perdedores. Hostiliza, xinga, cai de pancada em cima dos coitados –para lhes “dar uma lição”. Isso, para mim, é puro fascismo, e não depende de nenhuma orientação ideológica. Trata-se de oprimir, em grupo, o derrotado, o minoritário, o sem defesa.

Os dois marmanjos do avião escarneceram de Feliciano porque se julgavam, com razão, em maioria naquele ambiente mais ou menos civilizado, onde haverá poucos homofóbicos militantes. Há 30 ou 40 anos, é possível que fizessem o mesmo se algum transexual estivesse a bordo. Qual o propósito de hostilizar Feliciano? Puni-lo por ser quem ele é? Em nome de que minorias você se levanta da cadeira do avião e puxa um coro para avacalhar quem quer que seja?

Gostei de ver as faixas contra Feliciano nas manifestações de junho. Gostei das manifestações, também. Mas o fascismo, por vezes, esteve por perto. Não porque –como dizem– muitos manifestantes “negavam os partidos políticos”. Uma tradição pacífica do anarquismo sempre desconfiou dos partidos, e não tem a ver com fascismo. Foi fascista, entretanto, quem se juntou para quase linchar o PM Wanderlei Paulo Vignoli, na manifestação de 11 de junho. Por sorte, não eram tantos assim. Também por sorte, Vignoli não era nenhum Robocop.

Está bem claro qual é o grande problema aqui: a incapacidade de conviver em uma sociedade civil e aceitar o debate racional. Este é um fator que mostra a deficiência de caráter dos esquerdistas em relação ao restante da população.

As duas rotinas de apologia ao crime, citadas aqui, não foram praticadas por um ou dois esquerdistas, mas por centenas deles em posts nas redes sociais. Eles simplesmente se orgulham de se comportarem como fascistas. São exatamente iguais aqueles torcedores que se juntam para agredir em bando um sujeito sozinho, e depois, se vangloriam do que fazem. A reação deles ante um argumento é o lançamento de frases desconexas e manipuladoras, sem o menor traço de lógica ou bom senso. Em português claro: fraudes intelectuais para defender um crime.

Independente de concordância ou não com os argumentos de Feliciano, o evento do avião serviu para nos demonstrar o comportamento do esquerdista nas redes sociais. Eles simplesmente se orgulham de defender idéias fascistas, enquanto seus oponentes rejeitam essas idéias.

O comportamento de quase todo esquerdista (especialmente os gayzistas) serve para provar a tese de que para ser fascista, é preciso ser esquerdista. E quanto mais exacerbado for o esquerdismo de alguém, maior será o grau de seu fascismo.

Existem várias falhas de caráter incômodas no comportamento do esquerdista. Elas incluem a apologia ao crime, a fuga de todo e qualquer raciocínio lógico, o uso de chantagens emocionais, assim como o falso vitimismo, dentre muitas outras falhas morais. Mas a pior dessas falhas morais é o fascismo.

Anúncios

16 COMMENTS

  1. Fascistas de Facebook com nome e declarações:

    Mauro Acib Acib Siqueira Reis “se fosse eu , naõ dancaria o avião, colocaria de vez UMA BOMBA, para esta pesta morrer de uma vez por todas”

    Ramirez Ramon “Agressão ? Eu não vi agressão alguma. Agressão é o que esse filho da puta faz com o dinheiro do povo.”

    Vinícius Sobrenome “isso nao é errado errado foi o fato do cara ter posto a mao no cabelo do feliciano, antes disso tava tudo certo, e os caras nao eram gys entao nao tem como falar ‘contra os gays'”

    Vinícius Sobrenome “ah, e eles ja fazem isso oque voce acha pior, ser chamado de anormal e querer proibir voce de casar, ou passar a mao no seu cabelo e dançar do seu lado?”

    Alisson Cristiano “A sim, … passou a mão de leve na cabeleira lotada de creme e gel do INfeliciano… aushuashasuhasuh E é agressão! Faz favor velho ..”

    Alisson Cristiano “A sim, e o que os Cristões fazem com os outros que não seguem a ideologia deles? é o que? Catequese?”

    Vinícius Sobrenome “alisson, nao é nem agressao é que vc perde a razao a tocar no cara, nao tem necessidade sabe?”

    Rogers Bastos Ribeiro de Wyvern “Bacana isso, hein, daqui a pouco vocês estão pedindo o extermínio de todos os gays porque Feliciano não aguenta uma brincadeira no avião, rs.”

    Rogers Bastos Ribeiro de Wyvern “Feliciano foi coagido? ahahahahah…”

    Alisson Cristiano “Cara, sério mesmo que tu tá falando que “passar a mão na cabeça do pastorsinho” é bem pior que ” incitar o ódio contra o diferente” ?”

    Vinícius Sobrenome “bom oque eles fizeram com o feliciano foi: dançar cantar e tocar nele
    oque os evangelicos fazem com os gays: ofendem chamando de anormal, falam que merecem tortura eterna e querem proibi-los de se casar”

    Alisson Cristiano “Preconceitos, agressões, pessoas sendo humilhadas por aqueles que se dizem cristões, olha o que fazem com os Gay’s no mundo “cristão”, são hostilizados, e quando começam a revidar é cristãofobia. Contra os Ateus, hostilizando também, e quando a gente hostiliza de volta, somos neo ateus, que somos desrespeitadores….”

    Rogers Bastos Ribeiro de Wyvern “Desfizeram o penteado dele, tem agressão maior que essa? rsrs”

    Alisson Cristiano “Agora não pode zoar um Político homofóbico. Que excelente..”

    Vinícius Sobrenome “O FATO É OS CARAS SO ERRARAM NA PARTE DE TOCAR NO FELICIANO, E OS EVANGELICOS FAZEM MUITO PIOR DOQUE ESSES CARAS ENTAO POR FAVOR PAREM DE MIMIMI”

    Alisson Cristiano “Que agressão? Me mostre a agressão? Cantar Robocop Gay para um pastor? Passar a mão no cabelo dele cheio de gel?”

    Alisson Cristiano “O cara me fala um monte de merda em TT e você vem me dizer que passar a mão no cabelo cheio de gel dele é falta de moral?”

    Alisson Cristiano “Ora, se alguem não é moral, não lhe dá o direito de exigir moralidade com ela. Toda ação tem uma reação, cabe a ele aguentar, quando ele joga merda no ventilador, para não voar nele, e infelizmente, ele jogou muita merda e dificilmente vai sair limpo disso.”

    Helio Alcantara “Passar a mão no cabelo é agressão?”

    Foi ali que você fez o “experimento”, Luciano? rs.

    • Meu Deus, quanta insanidade! Esse pais esta repleto de fascistas. Nojo dessa gente tao imbecil que nem sabe argumentar e inverte o acontecido. Tambem eles mesmos sabem que nao existe argumento para uma farsa. Estao acostumados a tomar e querem que todos facam o mesmo. Bando de inuteis da sociedade.

      • Cristões? Você não sabe nem escrever direito e ainda quer questionar a “Catequese” dos “Cristões”? kkkk Se não sabe escrever, também não sabe interpretar os fatos!

    • Que politico homofobico, se ele so quer a preservacao da familia e evitar o exterminio de bebes atraves dos abortos. Ele nao prega odio contra o diferente, prega contra os atos sensuais contrarios a lei de Deus. Por que gays querem casar? Se nao podem ter filhos…O cabelo dele estava com gel? Pelo menos ele penteia e limpa nao e como esses ai que vivem sujos e nem penteiam o cabelo. Essa figura que disse que soltaria uma bomba nele entao e o mesmo que anda depredando o patrimonio publico e particular?

  2. A gayzistada tá muito nervosa hahaha As pessoas estão acordando! Os gayzistas estão desesperados, vão ter que devolver aquela dinheirada pública que eles afanaram pra fazer cartilha gay, parada gay e sei lá mais o quê. Tão f…

  3. Se eu estivesse no avião a coisa nã ia ficar só por isso mesmo. Não gosto do Feliciano, não aprovo o que ele faz, pedidndo o cartão E A SENHA de um fiel. Mas intimidação do jeito que rolou no vôo, ah, amigo, a massa muscular ia entrar em ação. Primeiro verbal, e depois coercitiva, que é pra aprender que avião não é micareta, até por motivos de segurança. Se os caras não se sentassem, a porrada ia comer.

Deixe uma resposta