Suposto estuprador é queimado vivo na zona sul de SP… esquerdistas, expliquem-se!

1
37

homemqueimadoedusilvafut

Fonte: Terra

Um homem foi encontrado com o corpo seminu, queimado e com sinais de espancamento na noite desta quarta-feira na rua José Maria Pinto Zilli, na Vila Andrade,  zona sul de São Paulo. Segundo informações da rádio CBN, o homem foi identificado pelos agressores como um estuprador e agredido. Não há informações sobre a participação da vítima em nenhum crime.

Equipes do Resgate foram acionadas e conseguiram socorrer o homem, que foi encaminhado para um pronto-socorro da região. A Polícia Civil vai investigar o caso.

Meus comentários

Ei, esperem… a ala feminista da esquerda, especialmente as organizadoras da milhares de Marcha das Vadias ao redor do Brasil, dizem que nós, os “machistas”, criamos uma cultura de estupro.

Mas daí vemos a sociedade se revoltar contra estupradores (mesmo que na notícia acima falamos de um suposto estuprador, por enquanto). Os esquerdistas devem se decidir: nossa cultura idolatra ou condena o estupro? Como vemos, o cidadão comum tende a achar o estupro um crime repulsivo, não justificável.

Claro que é possível alguém dizer que uma mulher “facilitou” por se insinuar para homens suspeitos em uma rua escura, mas é o mesmo que dizer para alguém: “não caminhe com seu notebook por aquelas quebradas, pois há muito risco de assalto por lá”. Em nenhum dos casos, criamos uma “cultura de estupro” ou “cultura de assalto”.

Enfim, o que as feministas dizem deve entrar por um ouvido e sair pelo outro.

Anúncios

1 COMMENT

  1. Caro Luciano, gostaria de fazer uma pequena correção quanto a sua última frase. O que as feministas dizem, não deve entrar por um ouvido e sair pelo outro, mas sim entrar por um lado do cano e sair pelo ouro lado do mesmo, pois elas só falam merda.

    Parabéns pelo blog.

Deixe uma resposta