A “poesia” de um idiota esquerdista

28
127


@
Uma parte dos meus experimentos sobre ceticismo político focava em entender como os neo-ateus conseguiram pontuar tanto, em termos politicos, contra os religiosos. Eu ficava com pena ao assistir o quanto os neo-ateus tinham ciência de estarem jogando (e dominavam as regras do jogo), enquanto os cristãos nem sequer tinham a noção de que estavam dentro de um jogo. Os anos entre 2007 e 2008 foram uma época de muito aprendizado político.

O que os neo-ateus faziam em direção aos religiosos era um ceticismo político assertivo (e, por vezes, desleal, por causa das fraudes lançadas), que, por via da dialética negativa, gerava muitos resultados. Mas, mesmo inconscientes em relação a participarem de um jogo político, muitos cristãos tentavam acertadamente refutar o neo-ateu comportando-se de forma oposta a que eram denunciados.

Por exemplo, o neo-ateu dizia que os cristãos “só liam um livro”, e então o cristão citava vários livros que tinha lido. Quando o neo-ateu dizia que os cristãos confiavam cegamente no pastor, os teístas diziam que todos deviam suspeitar dos pastores.

Independentemente de os ataques neo-ateus ou das defesas teístas serem válidos, podemos ao menos notar uma dinâmica: o alvo do ceticismo político, às vezes, tenta se comportar de maneira diferente daquela denunciada para tentar, com isso, refutar seu acusador.

Um padrão que percebi em Olavo de Carvalho é que ele iniciou aquilo que levei às últimas consequências neste blog: questionar de forma cética, assertiva, e sem medo de converter o comportamento dos oponentes fraudadores em truques. Na verdade, a conversão dos truques do fraudados em conteúdos de uma base de conhecimento é para mim a parte mais fundamental do trabalho.

Em relação a mim, eu ampliei esta noção com a aplicação do método de James Randi para desmascarar médiuns, só que para desmascarar esquerdistas. Se Randi usava como base seus conhecimentos em mágica para converter as ações dos oponentes em truques mapeados e reproduzíveis que podiam ser usados para esclarecer sua audiência, eu uso meus conhecimentos em investigação de fraudes corporativas para fazer algo similar. E, ao invés de investigar especialmente socialistas (como faz Olavo), meu foco é nos humanistas e esquerdistas como um todo.

Assim, temos um jogo político, que a meu ver não carrega nenhum embuste: denunciar as fraudes do oponente o máximo possível, de forma que seu público vá se tornando, dia após dia, “vacinado” contra essas fraudes.

Só que, para tornar o jogo mais divertido, eu esperava que ao menos os esquerdistas tentassem se comportar de uma forma que buscassem me refutar. Por exemplo, se eu digo que o esquerdista vai usar provocações de parquinho, para me refutar eles deviam abandoná-las, ao menos temporariamente (podiam substituir por um sarcasmo mais sutil, por exemplo). Pelo contrário: tudo aquilo que eu denuncio a respeito deles, dando até uma previsão do que vai acontecer (exemplo: aguardem esquerdistas entrando para fazer X, Y e Z, conforme previsto), eles continuam fazendo.

É o que ocorre no vídeo acima, onde um tal de Antonio Fernando mostra toda a sua indignação diante de Lobão e Olavo de Carvalho (por causa do bate-papo entre os dois, transmitido em 18/8, e que pode ser visto aqui). Mas seu comportamento no vídeo simplesmente dá endosso à todas as críticas feitas por Lobão e Olavo (especialmente as deste último) em relação aos esquerdistas. Ué, mas Antonio não deveria lutar para refutar ambos? Mas o comportamento autômato, idiotizado, é tão grande que o sujeito nem é capaz de perceber que seu comportamento serve  para provar o quanto estamos certos ao denunciar o esquerdismo como a pior de todas as doutrinas.

Vejam um índice do que é possível isolar no vídeo, com menos de 4 minutos(!):

  1. Antonio chama o Olavo de “bundão”, sem perceber que, no Brasil, ser de direita significa ter coragem para desafiar o status quo. É uma moleza ser esquerdista.
  2. Ele diz que Olavo é “astrólogo metido a filósofo”, sendo que Olavo não tem interesse em astrologia ao menos há duas décadas. E, sim, ao analisar a ameaça coletivista contra a individualidade, além de estudar a perspectiva aristotélica, dentre vários outros méritos na área, Olavo é um baita de um filósofo.
  3. Diz que “o estômago não aguentou” ver a entrevista de Lobão com Olavo de Carvalho até o final, executando um truque teatral que Olavo denuncia em seu mais recente livro. É o ato de se fingir enojado para ver se com essa encenação convence o público de que o oponente de fato é abjeto.
  4. Ele não assistiu o vídeo até o final, mas diz que não aguentou “ver tanta merda junta”. Claro que ele não cita as “merdas”, mas tudo faz parte da encenação anterior.
  5. Diz “Lobão, e pensar que um dia eu admirei esse cara”, em puro jogo de chantagem emocional.
  6. Ele diz que a mente de Lobão “caminhou totalmente para a direita”, mas diz, em seguida que “na verdade, Lobão, nunca foi de esquerda”. Sendo assim, por que Antonio Fernando quer rotulá-lo como uma espécie de traidor?
  7. Ele ataca Lobão por ter se juntado ao pessoal da esquerda “por conveniência”. Ué, mas quando os petralhas se aliam por conveniência a pessoas que eram adversárias, ele admira. Mas não são os esquerdistas que adoram o pragmatismo político?
  8. Ele se indigna com Lobão pelo fato do músico ter recebido apoio de esquerdistas em uma fase ruim de sua vida. Quer dizer que o Antonio Fernando transforma o apoio ao esquerdismo em uma espécie de negócio?
  9. Daí ele diz que Lobão, por ter virado à direita, “cospe no prato que comeu”. Mas se ele próprio reconheceu que Lobão nunca tinha sido esquerdista de fato, como Lobão pode ser culpado desta acusação?
  10. Em outra encenação ele diz “o que dizer de um cara que chamou Che Guevara de assassino?”. Ué, claro que Che era assassino. A não ser que Antonio queira fazer o jogo de chamar Guevara de alguém que “fez poesia concreta”.
  11. Lobão, em seguida, é criticado por desprezar a “grande obra de Chico Buarque” e “atacar Caetano”. Ué, alguém não pode desprezar uma MPB chata e ideológica? Na mente do sujeito, as pessoas não tem liberdade nem para fazer uma crítica musical?
  12. Ele está indignado com Lobão pelo fato deste último ter dito que as manifestações no Brasil “parecem um desfile de escola de samba”. Na verdade, Lobão disse que a cobertura das manifestações pareciam cobertura de desfile de escola de samba. E as coberturas pareciam isso mesmo. Chegava a ser engraçado.
  13. Daí, ele diz que Lobão “idolatra um notório fascista chamado Olavo”. Primeiro, reconhecer os méritos de alguém não é idolatrá-lo. Tanto Lobão como eu discordamos de Olavo em várias crenças, portanto não há idolatria. Segundo, que o truque da esquerda fascista de chamar seus oponentes liberais de “fascistas” não funciona mais. (Aliás, se Antonio tivesse assistido o vídeo até o fim, perceberia que esse truque de dizer que os leitores de Olavo “o idolatram” já tinha sido mapeado pelo próprio Olavo)
  14. O “argumento” mais contundente de Antonio é “Lobão, você é um grande filho da puta”. Uma pândega.
  15. Ele diz que Lobão é “mais uma olavete navegando no esgoto da imbecilidade”, mesmo sem ter lido sequer o livro para perceber que este tipo de rotulação feita por ele é apenas um truque facilmente mapeável. É claro que o imbecil dessa história é o esquerdista.
  16. Ainda temos a seção de xingamentos: “indivíduo desprezível, embusteiro notório, charlatão atuando na web”. Mais do mesmo.
  17. Em sua crítica, diz que “Olavo escreve livros descartáveis”. Mas se são descartáveis, por que ele está tão indignado com o apoio de Lobão a Olavo?
  18. Olavo, para ele, é um ”mentiroso”, mas em seu vídeo, ele não apontou quais as mentiras ditas por Olavo, especialmente no bate-papo com Lobão.
  19. Em tom de ameaça, diz “Lobão, você decretou sua morte intelectual, desde que se aliou a Olavo”. Mas não percebe que Lobão adquiriu conhecimento sobre a esquerda, e já sabe os truques psicológicos que eles tentarão, como este. Em mais um truque de teatro, Antonio Fernando quer impedir alguém de concordar com Olavo, e chama isso de “se aliar”. É, ele não é capaz de perceber que a mente coletivista dele não entende pessoas que pensam individualmente.
  20. Pela terceira ou quarta vez, no final, ele diz que a postura de Lobão “é típica de um fascista”. Não, é o contrário. A postura de Lobão é a de um liberal irritado com o excesso de fascismo do esquerdismo nacional.
  21. Ele comenta, ao final: “triste Lobão, triste fim para um roqueiro brasileiro”. Estranho, pois Lobão tem feito shows lotados e se tornou um vendedor de Best Sellers. Fim?

Assim, nem tem graça.

Anúncios

28 COMMENTS

  1. Pergunta à Antônio Fernando:
    “””” Huuuuuuuummmmm…..TÁ NERVOSINHA MONA??????”””

    Vou confessar Luciano, adoro e acho engraçadíssimo ver esquerdistas dando chilique e esperneando.
    Em um debate seja ele qual for, esse é meu prêmio pessoal, ver o esquerdista sucumbir na espiral do desespero quando confrontado com a mera e simples REALIDADE.

    Após conhecer e debater com os neo ateus, humanistas e esquerdistas (e isso tudo antes de conhecer você Luciano)…sempre tive extrema facilidade em debater com eles…porque sempre percebi que seus argumentos, são argumentos BUNDA, e dali (do argumento bunda) não pode sair outra coisa. Mas me sinto contente desde que conheci este blog, em encontrar pessoas que possuem as mesmas características que eu.

    Um ponto diferencial entre este energúmeno se comparado à lobão e Olavo de Carvalho, é definitivamente O CARISMA. Quando uma pessoa normal assiste o Hangout de Lobão e Olavo, fica prestando atenção no CONTEÚDO, para depois procurar o material de referência, confirmar a informações, aprender mais….etc. O Hangout aumenta a disponibilidade da pessoa normal, em aprender mais sobre aquele assunto independente da intenção ser confirmar ou refutar a informação. O carisma torna o hangout (que foi um pouco comprido) mais relax de assistir.

    Mas o que dizer do vídeo deste terceiro???
    Conteúdo = 0
    Carisma = 0
    Produção intelectual do autor = desconhecida, talvez 0.

    Um pessoa normal assiste esse vídeo acima, e logo percebe que se trata de choradeira emocional. Mas tudo bem….um pouquinho de estudo logo revela que a contribuição intelectual da esquerda para o mundo, tem o valor de um peido — naturalmente algo relacionado aos seus argumentos bunda.

    Será ANTÔNIO FERNANDO, PAI DE PABLO CAPILÉ?????? — As semelhanças físicas estão lá, o nível de debilidade mental esperta, também.

  2. Outra viúva de Stálin (ou seria a mesma de antes? rs) propagando seu amor por Olavo de Carvalho, da série Melhores Comentários acerca do livro na página da Livraria Cultura:

    Roberto
    Péssimo
    Reparem nos comentários dos olavetes abaixo… qualquer opinião contrária a do chefe é classificada como de esquerdista babaca e desqualificada. É isso que se apreende dos ensinamentos de Olavo de Carvalho, ódio e desprezo pela liberdade de expressão, entre outras mazelas.

  3. Pô Luciano, até desanima ter que refutar um tipinho desse aí. |¬D

    Mas serve como alerta para a molecada mais nova: Aí, vcs querem acabar como esse cidadão aqui, então continuem seguindo a ‘cenoura-de-burro’ que a esquerda lhes oferece gratuitamente (quer dizer, “gratuitamente” com os trilhões dos impostos tirados de vossos próprios bolsos e de seus papais e mamães, vovôs e vovós).
    Esquerdismo é uma doença moral que descamba pro espiritual e acaba deixando todo mundo com cara de professor de História do MEC (que nem o espécime do vídeo), aluno de ‘vandalismo classe-média’, e o pior, o almofadinha vegano hedonista auto-sustentável (que sabe o que é melhor pra mim e pro mundo porque vê Fantástico e GloboNews e acha que o planeta sucumbirá com a sua morte prematura).

    PS: é coincidência ou devemos levar em conta o “fator beiçudo” para identificar comunistas? O sujeito parece o bisavô do Capilé.

  4. Nem todo mundo que crítica o olavo de carvalho ou o o lobão nessa nova fase é comunista ou ‘coletivista’, aliás , o que é ser coletivista? E´ser gregário, ou coisa do tipo? Eu quero ter as minhas coisas, não depender de ninguém mas nem por isso devo ter uma obediência cega ao ‘livre mercado’, tão utópico quanto os castelos de areia dos esquerdistas.
    A direita brasileira é uma droga, é sionista, liberalóide, odeiam o próprio país. Eu tenho um amigo de direita, que contava a grana pra ir na cantina da facul e vinha com o papo de , ‘ ah, empresário no brasil é um marginal’. Eles até tem embasamento teórico e tal, mas não tem senso de realidade nenhum, eles explicam o capitalismo de dóis séculos atrás,não o atual.Quando eu vi que tava caindo nessa direita,pulei fora na hora.O empresário não quer saber de livre mercado, ele quer ser ajudado pelo governo, isso é fato, pelo menos aqui no Brasil.Curiosamente, o próprio Olavo diz que não é liberal,mas as ditas olavetes são liberais fanáticas, daqueles que sacralizam o mercado e demonizam(eu ja vi uma olavete usando a bíblia pra justificar a não intervenção do estado, não lembro o nome do cara, era um que saiu do brasil, por causa da perseguição dos ‘gayzistas’).
    Emfim, tem muita gente boa na direita, inclusive esse amigo que eu falei, que é muito inteligente.O olavo que é intransigente com quem pensa diferente, inclusive com pessoas da própria direita.E sim, o cara do vídeo é grotescamente feio e nem sei daonde veio,hehe.

    • David,
      Desculpe aí, mas está suspeito. Você fala em “obediência cega ao ‘livre mercado’”, quando na verdade isso é postura da esquerda, de obediência cega ao estado. A direita não tem um correlato assim.
      Outra coisa: “Nem todo mundo que crítica o olavo de carvalho ou o o lobão nessa nova fase é comunista ou ‘coletivista’”. Então me apresente exemplo dos “críticos” do Lobão nessa nova fase. E é verdade que nem todos que criticam o Olavo são esquerdistas, mas eu não disse isso em meu texto.
      Essa parte aqui é estranho: “A direita brasileira é uma droga, é sionista, liberalóide, odeiam o próprio país”. Estranho, pois eu sou da direita brasileira e não me encaixo no perfil descrito por você, portanto parece que você cria um espantalho.
      “Quando eu vi que tava caindo nessa direita,pulei fora na hora.O empresário não quer saber de livre mercado, ele quer ser ajudado pelo governo, isso é fato, pelo menos aqui no Brasil.” O que o empresariado no Brasil quer é uma coisa, não podemos nos nortear por isso. A questão é que se você “pulou fora na hora”, ainda não deixou claro os paradigmas quer você defende. A meu ver, segue suspeito, desculpe.
      “mas as ditas olavetes são liberais fanáticas, daqueles que sacralizam o mercado e demonizam”. Só que para te refutar existem admiradores do Olavo que discordam entre eles, novamente parece um espantalho.
      “O olavo que é intransigente com quem pensa diferente, inclusive com pessoas da própria direita.” E daí? Os argumentos dele são refutados por causa disso?
      Foi mal, mas aqui você está diante de um investigador de fraudes intelectuais, e, embora eu ainda não fiz tal escrutínio em teu discurso, encontrei várias generalizações e espantalhos em seu discurso, que nada significou em termos de provar “os males da direita brasileira”.
      Mas posso estar errado. Aguardo seus posicionamentos mais detalhados.

      • “Desculpe aí, mas está suspeito. Você fala em “obediência cega ao ‘livre mercado’”, quando na verdade isso é postura da esquerda, de obediência cega ao estado. A direita não tem um correlato assim.”

        Um social democrata não prega obediencia total ao estado. Um anarquista anticapitalista não prega a obediencia ao estado.Esquerda não é só comunismo e fascismo(se é que fascismo é de esquerda mesmo, como prega essa direita da internet).Um dos objetivos dos comunistas é acabar com o Estado, inclusive.

        “O que o empresariado no Brasil quer é uma coisa, não podemos nos nortear por isso. A questão é que se você “pulou fora na hora”, ainda não deixou claro os paradigmas quer você defende. A meu ver, segue suspeito, desculpe.”

        O que eu quero dizer é que o capitalismo é auto destrutivo, que o livre mercado não interessa aos grandes empresários porque, obviamente, eles querem dominar o mercado.Porque eu vou defender um sistema que se auto destrói?Eu penso que dogmas prejudicam a economia.

        “mas as ditas olavetes são liberais fanáticas, daqueles que sacralizam o mercado e demonizam”. Só que para te refutar existem admiradores do Olavo que discordam entre eles, novamente parece um espantalho.”

        Me parece muito cinismo negar que existe um padrão na direita brasileira, pelo fato de não poder se provar isso.

        ““O olavo que é intransigente com quem pensa diferente, inclusive com pessoas da própria direita.” E daí? Os argumentos dele são refutados por causa disso?”

        Refutações sempre tiveram, mas se você acha que elas não são convincentes, tudo bem.

      • David
        Um social democrata não prega obediencia total ao estado. Um anarquista anticapitalista não prega a obediencia ao estado.Esquerda não é só comunismo e fascismo(se é que fascismo é de esquerda mesmo, como prega essa direita da internet).Um dos objetivos dos comunistas é acabar com o Estado, inclusive.
        Na verdade, ambos pregam obediência total ao estado, pois o social democrata delega até as funções morais ao estado. O anarquista anticapitalista, sempre que necessário, se associará aos socialistas. É o jogo da cenourinha, que mapearei até amanhã. (Bem lembrado)
        O que eu quero dizer é que o capitalismo é auto destrutivo, que o livre mercado não interessa aos grandes empresários porque, obviamente, eles querem dominar o mercado.Porque eu vou defender um sistema que se auto destrói?Eu penso que dogmas prejudicam a economia.
        O capitalismo não somente é auto-destrutivo como é muito útil até aos socialistas. Não existe fuga do capitalismo.
        Me parece muito cinismo negar que existe um padrão na direita brasileira, pelo fato de não poder se provar isso.
        Não existe padrão na direita brasileira. Vemos exemplos de leitores do Rodrigo Constantino, do Luiz Felipe Pondé e de Olavo de Carvalho. Todos discordam nos principais cânones. E ainda temos a turma do Daniel Fraga. E temos os leitores deste blog, que não se encaixam nos 4 grupos citados anteriormente…
        Refutações sempre tiveram, mas se você acha que elas não são convincentes, tudo bem.
        Deixe-me ver. A ideia de que há um Foro de São Paulo organizando a política na América Latina não foi refutada. O padrão da mentalidade revolucionária não foi refutado. A noção de que no socialismo é preciso de um poder acima dos outros para se sustentar também não foi refutado.
        Não é questão de “achar” que não foi refutado, mas sim de PROVAR.
        Se você quiser refutar, pode tentar.

    • Hey Leo….não ofenda os artistas digiais, por favor!

      A sanha esquerdista em executar seus adversários é absurda. Mas note-se aí como a esquerda vê Olavo de carvalho:Um jedi do mais alto nível, que representa ser um perigo e ser eliminado.

      Enquanto isso o idiota coloca o senador Palpatine (um Sith, malévolo, imperialista, escravagista e tirano) como representante do povo…..

      Que velho burro….sua biologia favoreceu o crescimento de beiço e barba, ao invés de cérebro.

      http://www.youtube.com/watch?v=aZ1AzYCp-Ps

      Esquerdistas se entregam a todo momento mesmo.

      Enquanto isso, para Olavo, imagino que esquerdistas são como meras moscas. Se pra mim o são….imagino que para OC sejam até mesmo menos que isso.

      • Foi irônico. Eu jamais ofenderia os artistas digitais, eu mesmo sou um. 😀
        Já passou pela minha cabeça que os Sith tenham mentalidade revolucionária: o Vader pratica uma brutal inversão de sujeito e objeto ao acusar os jedi de “golpistas”.
        Também acho curioso que um senhor com a idade desse Antônio externalize pelo YouTube uma fantasia tão infantil de onipotência.
        É para dar risada…

  5. Luciano, seu blog já está no TOP 6 mil brasileiro há várias semanas e é muito lido por “olavetes”. Peça para o Olavo compartilhá-lo no Facebook! 😉

  6. “Na verdade, ambos pregam obediência total ao estado, pois o social democrata delega até as funções morais ao estado. O anarquista anticapitalista, sempre que necessário, se associará aos socialistas. É o jogo da cenourinha, que mapearei até amanhã. (Bem lembrado)”

    Um social democrata acha que o estado deve intervir na economia e dar conta de alugmas demandas, daí a dizer que isso é obediência cega ao estado, vai um pulo muito grande. Esquerdistas brigam entre si, vejo o caso dos stalinistas e dos trotskistas.A esquerda tem um monte de cisões e conflitos internos.E no caso dos anarquistas, me parece um caso de culpa por associação a sua colocação.

    “O capitalismo não somente é auto-destrutivo como é muito útil até aos socialistas. Não existe fuga do capitalismo.”

    Só porque você assim decretou?

    Esse ‘comunismo’ pintado pelo Olavo , onde as grandes empresas apoiam o socialismo e sabotam o livre mercado não é comunismo, é o capitalismo e suas consequências apenas.Me diga um teórico de esquerda que defende isso, grandes corporações dominando o mundo ?.

    • David
      Um social democrata acha que o estado deve intervir na economia e dar conta de alugmas demandas, daí a dizer que isso é obediência cega ao estado, vai um pulo muito grande.
      Não, não é um pulo grande. Ao dar “conta de algumas demandas”, incha-se o estado, e é dado o poder que os esquerdistas costumam dar ao estado. Dourar a pílula não muda a dinâmica da coisa.
      Esquerdistas brigam entre si, vejo o caso dos stalinistas e dos trotskistas.A esquerda tem um monte de cisões e conflitos internos.E no caso dos anarquistas, me parece um caso de culpa por associação a sua colocação.
      Todas essas brigas dos esquerdistas não mudam o objetivo central, do culto ao estado. As divergências entre a direita, no entanto, são muito mais amplas,pois todas elas foram na liberdade do indivíduo.
      Só porque você assim decretou?
      Não, é a dinâmica da coisa. O esquerdismo não passa do inchaço estatal, com pretextos para se chegar lá. Quando o pessoal descobriu que é melhor jogar com os capitalistas, este modelo superou as teorias esquerdistas tradicionais. É a práxis…
      Esse ‘comunismo’ pintado pelo Olavo , onde as grandes empresas apoiam o socialismo e sabotam o livre mercado não é comunismo, é o capitalismo e suas consequências apenas.Me diga um teórico de esquerda que defende isso, grandes corporações dominando o mundo ?.
      Não importa o que os teóricos de esquerda defendem, assim como não importa que um criminoso se declare inocente. Temos que olhar a dinâmica daquilo que os esquerdistas conquistaram através da implementação do discurso que eles defendem. E é isso que os esquerdistas conquistaram: inchaço estatal para dar poder a burocratas, que se aliam a outros capitalistas, usando a técnica da cenourinha.
      Esquerdismo é só isso e nada mais. Goste você ou não, você foi feito de trouxa. 😉

      • Vou te falar a real luciano…não sei como vc não cansa desse povinho.

        “Esse ‘comunismo’ pintado pelo Olavo , onde as grandes empresas apoiam o socialismo e sabotam o livre mercado não é comunismo, é o capitalismo e suas consequências apenas.
        Nota-se aí que vc pretende criticar Olavo de carvalho sem nem ao menos ter entendido, que grandes empresas apoiarem o socialismo, é resultado direto da ação globalista. Globalistas se julgam acima dos dois sistemas, usando portanto o capitalismo como detendor dos meios de produção e controle das massas pela economia, e comunismo como sendo a ferramenta de geração de crises sociais. É muita ingenuidade (se é que é ingenuidade mesmo) sua olhar o mundo somente por dois prismas ideológicos.
        O capitalismo não é auto-destrutivo, ele é autofágico. Significa que ele incorpora em si o seu contrário e prossegue, e esse é um dos motivos principais do socialismo inchar o estado.
        Mas qual são as consequências do socialismo em todos os lugares onde é aplicado ?– o fracasso igualitário e morte de seus seguidores.
        “A direita brasileira é uma droga, é sionista, liberalóide, odeiam o próprio país”
        A esquerda brasileira é uma bosta, criminosa, preconceituosa (anti-semita), contra a liberdade de expressão (politicamente correto), divisora de seu próprio povo (racismo reverso, e luta de classes), cobra um dos maiores impostos do mundo, e ainda FINGE que ama o país.
        “Esquerda não é só comunismo e fascismo(se é que fascismo é de esquerda mesmo, como prega essa direita da internet).Um dos objetivos dos comunistas é acabar com o Estado, inclusive.”
        O OBJETIVO FINAL da esquerda é o COMUNISMO. Fascismo é apenas um meio para se alcançar esse objetivo. Uma das caracteristicas do facismo é a centralização do poder no estado, que controla cada aspecto da vida do individuo. Há de se notar aí que em países comunistas como China e Cuba, o estado ainda é o todo poderoso, ou seja o comunismo é uma utopia de trouxas, porque uma vez no poder, aqueles que representam o estado NÃO O ABANDONAM para aplicar o sonho comunista….a realidade comunista é aplicada tendo o estado e seus burocratas como a autoridade máxima ad infinitum.
        O fato de você lançar uma dúvida acerca do facismo ter suas origens na esquerda não o torna mais esperto, ou mais cético….pelo contrário…..demonstra que você ainda não foi atrás da informação — semelhante ao assunto sobre globalismo que citei acima.

        Luciano deixou passar….mas você tem as seguintes caracteristicas…
        – Critica a direita.
        – Fala mal de Olavao de carvalho…
        – Citou o termo “sionista”, duvidou da relação do fascismo com a esquerda, e ainda fez uma crítica à falta de nacionalismo do brasileiro.

        Hummm….deixa me ver, será você um EVOLIANO (seguidores de Julius Évola, um dos maiores contribuidores do fascismo de mussolini)????? pra ser um, só está faltando falar mal da religião e comentar o desejo contido de voltar ao paganismo.
        Esses aí ainda conseguem ser piores que os esquerdistas. São os primos.

  7. “Esquerdismo é só isso e nada mais. Goste você ou não, você foi feito de trouxa. ;)”

    o seu “ceticismo político” é bem seletivo, né?

  8. Eu não aceito esse dedo-na-cara em cima do Lobão…

    PÔ, o Lobão nesse primeiro bate-papo (de muitos que ainda virão assim espero) travado com o prof. Olavo (que eu chamo de ‘A fábula do lobo e da águia’ para os incautos de plantão Rssss), simplesmente numa certa altura da conversa ele foi GENIAL quando fez uma analogia das manifestações das ruas com a dinâmica de um desfile carnavalesco; da coisa ser ao mesmo tempo tão numerosa, performática e tão previsível. Foi no âmago do vulcão. Demais. Fiquei até imaginando:

    -As alas se movimentam… Vemos agora entrando a comissão-de-frente que leva o manifesto até a porta da Alerj… Impressionante a pirotecnia usada, muita pompa, com gritos que ecoam pelas ruas num ritmo alucinante mas sempre no compasso… Agora vem entrando os pacifistas- muito numerosos como sempre- emulando bandeiras reivindicatórias usando material reciclável mas com cores muito fortes, belas e muito, muito… coloridas… Ali vemos o carro- me parece o nosso carro da Globo… GLUP! Lindo, lindo- sendo incendiado e projetando um efeito muito bonito no céu estrelado (RISO DE NERVOSO :¬])…Podemos agora ver tb entrando na passarela a ala New Kids on The Black-Blocks vindo logo atrás o carro-alegórico gigantesco da comitiva petista, trazendo a parte mais polêmica e subsidiada em cubo-cards do desfile… Realmente um show de democracia podemos perceber aqui (voz do Willian Bonner, comentários de Fátima Bernardes)… [*Tenho tb na versão Chico Pinheiro com Leilane Neubarth].

    Crítica (ou refutação) vinda da esquerda não passa de pura INVEJA, de puro RECALQUE GRUPAL que só a mediocridade coletivista e a mendacidade revolucionária poderiam produzir contra sujeitos isolados porém LIVRES; sem voz porém com OPINIÃO FORMADA; marginalizados porém ATUANTES e transbordando carisma, inteligência e GRATIDÃO.
    Não ser de esquerda já ti faz melhor como ser humano só pelo fato de vc se libertar do pensamento em bloco (por isso esquerdista não consegue IMAGINAR o outro lado à direita (reacionário) com tantas nuances e discordâncias as vezes insolúveis)… Fica mais fácil pra mente de esquerda suportar o repuxo da consciência colocando Pondés, Mainardis, Constantinos, Felicianos, Cristaldos, milicos, Bolsonaros, Olavos e Ayans num mesmo saco .

  9. A religião não precisa de um discurso de neo-ateu para se passar por idiotice, basta ler a bíblia com atenção e imparcialidade que verá que é algo idiota e pronto!

Deixe uma resposta