Movimento gay oficializa genocídio cultural contra cristãos no Brasil através da promoção do beijo gay em cultos evangélicos

150
690

1044933_521337084609754_2079381072_n

Em um site de Facebook intitulado Brasil contra Igreja Universal, o movimento gay deu o tom de sua campanha lançando a imagem acima. O site é baseado em fomentação de ódio contra religiosos, utilizando toda a gama discursiva neo-ateísta. Como sempre, neo-ateus e gayzistas aliam-se em todas as suas ações contra a religião.

Como publiquei ontem, a esquerda começou a enviar seus zumbis funcionais para cultos evangélicos, de forma a constrangê-los e conseguir fazê-los ficar na defensiva. Assim, os ambientes reservados a evangélicos serão aos poucos invadidos por gays funcionais que irão se beijar nestes ambientes.

Os líderes evangélicos ainda não perceberam o que está ocorrendo, mas o estudo da dinâmica social da guerra política pode nos ajudar a entender qual o objetivo disso tudo.

Simplesmente, a esquerda, utilizando seus grupos militantes (em especial, os gayzistas), resolveu praticar genocídio cultural contra os cristãos. Para entendermos melhor o que isso significa recomendo a leitura de Genocide in Rwanda: The Role of the Media in Confusing Public Opinion and Encouraging the Killings, de Virginia de La Guardia. Também recomendo a leitura dos verbetes sobre demonização e desumanização, da seção Propaganda, deste blog. Por fim, recomendo o livro Less Than Human, de David Livingstone Smith.

A fase atual do jogo da esquerda contra os cristãos já não é mais a demonização (que os neo-ateus tem feito com talento inacreditável desde 2004), mas a desumanização. A demonização implica no lançamento de culpa sobre os adversários de forma a fazer a população odiar este grupo. A desumanização implica em cravar no subconsciente da patuleia que seus adversários são “menos que humanos”, e, portanto, não há problema em exterminá-los. A nossa espécie é motivada a proteger a própria espécie, mas pode perder essa empatia se sentir que um grupo social é “menos humano” que o outro. Foi assim que toda uma população achou normalíssimo ver pessoas indo para campos de concentração na Alemanha Nazista, Rússia, China e Cambodja.

Genocídio cultural é o extermínio de todos os traços de uma cultura, fazendo com que o grupo alvo perca a sua identidade, através de vários tipos de violência, desde a violência psicológica até a violência física, sempre endossado por propaganda. Nota-se que se a demonização é útil para o genocídio cultural, a desumanização é essencial.

E como funciona o processo? É simples até demais. É preciso, com diversos atos, demonstrar que seu oponente é “menos humano”, portanto não deve receber os mesmos direitos dados aos demais humanos. Foi exatamente assim que muitos negaram aos judeus os direitos dados aos demais cidadãos na Alemanha Nazista.

Essa frase é chave para a demonização no contexto da prática de genocídio cultural: “menos que humano”. Qualquer campanha de genocídio cultural que não lute para implementar este conceito (mesmo que de forma implícita) na mente da patuleia não é uma prática de genocídio cultural puro-sangue.

Para implementar a ideia de que o grupo oponente é “menos humano”, então, é preciso gravar no subconsciente do público a noção de que os direitos básicos, válidos para todos os seus oponentes, não valem para o grupo alvo. E é exatamente isso que o movimento gay está fazendo.

Vejamos. Alguém pode ir na Passeata Gay dizer que homossexualismo é uma aberração? Não, não pode. Alguém pode obrigar os membros de um grupo de estudos intitulado “Fundação Richard Dawkins” a serem vítimas de baderna de teístas? Não, não pode. Por que essas pessoas devem ser respeitadas de acordo com a lei? Por que, obviamente, são seres humanos que merecem ter seus direitos respeitados. E, então por que os cristãos que estão em um culto não podem ser respeitados da mesma forma? Por que aqueles que são “menos humanos” não merecem o mesmo direito que os demais humanos. Esta é a ideia abominável por trás da maioria das ações recentes de gayzistas contra os religiosos.

Quando um site com mais de 160.000 usuários (que eu citei no início deste post) conclama as lésbicas para irem se beijar nos cultos de Marco Feliciano, estão oficialmente declarando que a lei que protege os praticantes de um culto de serem vítimas de escárnio durante suas cerimônias não precisa ser aplicada, pois aqueles declarados como “menos que humanos” não merecem os mesmos direitos que os demais humanos.

Quando um casal de gayzistas praticou ofensa, agressão e intimidação contra Marco Feliciano em um voo, estavam subcomunicando a seguinte mensagem: “Ele é religioso. Pior ainda, é um líder religioso. Portanto, as leis civis não devem protegê-lo.” Isto significa gravar no subconsciente da patuleia que seu oponente é “menos que humano”, e esta é uma parte essencial da campanha de desumanização, que tem sido usada como forma de genocídio cultural contra os cristãos.

Esses são os guidelines para os grupos que estão nessa linha de ação:

  • Quebrar a lei para atingir o inimigo político
  • Agir, com encenações diversas, de modo a fazer parecer que seu ato não é apenas normal, mas necessário
  • Encenar espanto quando qualquer pessoa tentar lhe interromper em suas ações de quebra de lei
  • Conseguir endosso público para suas ações de quebra da lei. (Quanto mais uma parte da patuleia gritar “E foi pouco, deviam ter feito mais!” pontos são conquistados neste jogo)
  • Tratar aqueles que quebraram a lei como “vítimas”
  • Tratar as vítimas da ação como “culpados” por todos os atos que sofreram (A idéia é marcar espaço na mente da patuleia como se a ação de ataque fosse “justa” ou “merecida”)

Essas regras tem sido seguidas a risca por boa parte do movimento gay recente e agora estão sendo arquitetadas, via redes sociais, para se tornar um padrão.

Enquanto isso, muitos estão indignados e citam, diante dos meliantes, o Art. 208, que diz: “Escarnecer de alguém publicamente, por motivo de crença ou função religiosa; impedir ou perturbar cerimônia ou prática de culto religioso; vilipendiar publicamente ato ou objeto de culto religioso”.

Mas isso significa apenas citar a lei para o seu ofensor, quando na verdade ele está exatamente quebrando a lei para gravar na mente da plateia que a lei não vale para você. Se ele não quebrar a lei, vai perder a parte mais importante da desumanização, que é demonstrar o inimigo como “não merecedor do mesmo direito que os demais humanos”.

A questão não está entre quebrar ou não a lei. Mas sim em quebrar a lei, não ser punido e ainda conseguir, via propaganda, demonstrar que esse ato é legítimo e respeitável, pois assim ele conseguirá fazer seu oponente ser percebido como “menos que humano”, e, portanto, definitivamente eliminado do jogo político.

Espero que os evangélicos usem essa última chance de perceberem a gravidade da situação. Os adversários deles, sejam neo-ateus, gayzistas e demais esquerdistas em geral, já estão em fase de jogar o jogo da desumanização, pois o objetivo é eliminar a participação dos religiosos da vida pública.

Ou os religiosos começam a reagir de forma assertiva (o que não significa agir com violência física, muito pelo contrário), ou então serão achincalhados quando reclamarem de serem vítimas de quebra da lei durante atos para atingi-los.

Hoje uma boa parte da população ainda consegue se indignar. Mas, a continuar por este caminho, em breve uma boa parte da população vai odiar as reclamações de religiosos quando estes reclamarem de que a lei seja quebrada contra eles. Nesta fase, o genocídio cultural terá sido concluído com sucesso.

A única forma de reverter o jogo implica em perder a ingenuidade política.

Anúncios

150 COMMENTS

      • Teria falado sim, porque este ato é inaceitavel, em qualquer lugar as famílias não tem que participar disso, e muito particular, e um abuso com os jovens que crescem, para o futuro. Cada coisa tem hora e lugar.

    • É bem parecido quando os evangélicos queriam ser reconhecidos no Brasil e faziam isso com os católicos, chutando imagens e demonizando os católicos e outras situações.Qualquer semelhança é mera coincidência?

      • Antonio, pense um pouco antes de falar e generalizar… “Evangélicos chutando imagens…” UM cara fez isso UMA vez e ele é um idiota. Não generalize…. Acorda pq se vc não tem memória eu tenho…

      • O mais absurdo é que o tal do Antonio não percebeu que meu texto não foca na ação das duas lésbicas em se beijarem no culto, mas na ação de ENDOSSO PÚBLICO ao crime contra os cristãos. rs.

        O sujeito tenta um “tu quoque” para validar a campanha de desumanização contra os cristãos. rs.

        É cada um que aparece…

        Abs,

        LH

      • Antônio, os evangélicos entraram no Brasil como homens e mulheres de profundo respeito moral e ético. Dentre tantos, havia engenheiros que participaram da construção das estradas férreas de norte a sul (Curso Superior). Não precisaram humilhar ninguém pela sua formação escolar, como querem fazer hoje, supondo que as igrejas evangélicas são compostas de pessoas sem formação escolar. Em suma: cada um é responsável pelo que fizer com seu próprio corpo. Cada um terá que prestar contas diante de Deus. Ninguém pode afirmar que este fato não acontecerá. Além do que, se vc quiser discutir ciência, procure saber os efeitos colaterais de uma relação homossexual. Vc vai se surpreender sobre o que os médicos afirmam e comprovam sobre o que está acontecendo com pessoas que praticam a relação sexual com pessoas do mesmo sexo.

      • Nunca quisemos ser conhecidos ,sempre queremos que o evangelho seja conhecido,é tanto que nos cultos evangelicos sempre pedimos para as pessoas lerem a biblia,nela esta a verdade,smpre pregaremos a biblia .não se pode dizer que é catolico e não conhece nada da biblia, e nela que vemos como jesus viveu e com viveram os grandes homens do passado. os apostolos.

      • Antonio somos mais de 25 milhões de evangélicos no Brasil e você usa o termo “e faziam isso com os católicos, chutando imagens e demonizando os católicos e outras situações”, como se todos os evangélicos tivessem chutado imagens e incomodado os católicos. Espero que você aprenda a ponderar e escrever com inteligência os seus textos!!!

      • Falam que foram evangélicos pontuais que fizeram atrocidades contra católicos, mas quando um casal de lésbicas se beijam em um culto, vira conspiração.
        Depois são os gays que se fazem de vítimas – a diferença é que eles sentem na pele – são espancados e mortos, vítmas desse ódio pregado nas igrejas hoje.

      • Várias fraudes no seu discurso:

        1 – Meu texto não fala do beijo gay, mas sim do endosso ao crime de vilipêndio ao culto que SE SEGUIU ao beijo gay.
        2 – Não provou que a Igreja prega “ódio” contra gays.
        3 – Existe de fato uma discordancia intelectual em relação ao comportamento gay nas igrejas, mas você não provou que isso aumenta o grau de violência contra gays.

        Vc não tem vergonha de mentir tanto? Mesmo no site de um expert em mapeamento de fraudes de vocês? rs.

    • Não vou entrar no mérito da questão, se é certo ou errado o beijo gay nos cultos, também acho que assim como devemos deixar os gays na deles, eles também devem deixar os héteros no seu caminho, não devem querer empurrar na garganta de ninguém os seus conceitos e nem ficar forçando um martírio para chamar a atenção pública e da mídia para dizerem que são vítimas. A Igreja universal também não é nenhum exemplo de religiosidade, como já ficou notório seus escândalos quanto a tirar dinheiro dos fieis ignorantes. A cristiada tem a ver com a igreja católica, não com evangélicos. Contudo, os evangélicos também querem se impor e impor as suas ideias na sociedade, pare os gays de querer se impor e parem os evangélicos também de pregar e querer força a conversão das pessoas, deixem que cada um espontaneamente procure o seu caminho, se for ser gay que seja, se for ser evangélico, amém! (Habibi)

      • Não, caro amiguinho, não é lançando-os na cadeia, porque aqui não se trata de um filme épico da história da origem da igreja, mas a vida real. Não é censurando também, mas pedindo a eles que usem o bom senso, que ponham a mão na consciência e respeitem quem não pertence à sua religião, se vocês, como os gays, querem ter o direito de viver como tais, vivam somente pra vocês e nos deixem fazer nossas escolhas, porque vendo a vida de vocês como é, não me inspira nenhum pouco a ser evangélico, façam o seguinte: Pratiquem a religião de vocês e quem sabe se com o testemunho de suas obras nós viremos a querer também isso pra nossas vidas?

      • Você já parou pra pensar, jovem, que nem todos acreditam ou nasceram aprendendo que cristo tem o mesmo significado para ele ou para os seus pais, como tem pra você, nem todos são cristãos. Os judeus, os muçulmanos, os budistas, os hindus, os índios brasileiros e de outros países, e mtos outros povos nem sabem o que que é cristianismo; eles tem outros conceitos teológicos e éticos, não presuma que o mundo se limita apenas na sua forma de pensar, o mundo e muito maior em dimensão do que o mundo que você vive. Então, pregar cristão pra quem tem outras origens religiosas é MAL SENSO sim, falta de respeito, quando a pessoa não solicitou essa interferência na vida delas.

      • Meu caro Yehoram, pode pensar o que quiser, mas divulgar Cristo e pregar Sua palavra é OBRIGAÇÃO de todo cristão. Então, sinto muito lhe informar, mas continuará ouvindo falar de Jesus e Suas maravilhas, pois tenho certeza que até o último momento haverá cristãos pregando…

      • Eu sei que mtos de vcs evangélicos fazem isso pq acham q estão certos agindo assim, por isso saem pregando por aí, nada contra, apenas respeitem quem não tem interesse.

      • Você coloca no mesmo nível a imposição cultural governamental e midiática da sacralização gay e o fato de pessoas pregarem. Quanto senso das proporções hein.

        “Então, pregar cristão pra quem tem outras origens religiosas é MAL SENSO sim, falta de respeito, quando a pessoa não solicitou essa interferência na vida delas.”

        Ah, sim, budismo, hinduismo, islâmismo e outras crescem no ocidente por mágica, mas os cristãos monstros querem ficar pregando para converter as pessoas. Falta de respeito pregar? Sério isso? Não sei como uma pessoa que acha uma ofensa ser abordado na rua e ouvir “Jesus te ama” ainda vive em sociedade. Acreditamos numa sociedade livre onde todos podem professar sua fé e fazer prosélitos. Esses argumentos liberais hodiernos ridículos não fazem muito efeito com cristãos, a salvação eterna das almas das pessoas é considerado mais importante que agradar almas sensíveis.

      • Entenda a diferença entre professar a sua fé e impô-la compulsoriamente, caro Daniel, (vc tem o direito de professar sua fé livremente, mas de querer forçar a pessoa a aceitar) e quanto aos direitos, em se tratando da lei, eu compreendo que todos são iguais, independente da proporção, senão não seria justiça se ela fizesse diferença entre o religioso e o laico, na hora de aplicar a sua penalidade. AS religiões que vc citou como crescentes em número de fiéis, não são religiões necessariamente proselitistas, elas apenas acolhem quem as procura espontaneamente. E quanto esta questão de soterologia, cada religião tem a sua forma particular de acreditar, a maioria, com certeza não acredita que cristo seja o foco central da salvação da alma, apenas os cristãos evangélicos acreditam assim, no entanto vcs são minoria, pouco convincente.

      • “Entenda a diferença entre professar a sua fé e impô-la compulsoriamente, caro Daniel, (vc tem o direito de professar sua fé livremente, mas de querer forçar a pessoa a aceitar)”

        “Querer forçar a pessoa a aceitar” que tipo de afirmação é essa? Fazer proselitisimo não é “forçar” ninguém a aceitar, o exagero ai é imenso, sério que esse escandalo todo é porque viu algumas postagens aqui com apelo religioso? Ou algum vizinho evangélico seu é chato e você está incluindo ai toda a comunidade?

        “AS religiões que vc citou como crescentes em número de fiéis, não são religiões necessariamente proselitistas, elas apenas acolhem quem as procura espontaneamente.”

        Em parte, o budismo e o hinduísmo realmente nem tanto, mas tem seus templos e sim, fazem prosélitos em menor escala, além de sempre terem espaço consagrado na mídia (talvez não na brasileira) sem espaço para críticas. O islã é um caso a parte, faz prosélitos da forma tradicional onde isso parece se encaixar e várias vezes se posiciona politicamente na sua pregação.

        “E quanto esta questão de soterologia, cada religião tem a sua forma particular de acreditar, a maioria, com certeza não acredita que cristo seja o foco central da salvação da alma, apenas os cristãos evangélicos acreditam assim, no entanto vcs são minoria, pouco convincente.”

        Você não conhece bem o cristianismo, todas as ramificações do cristianismo consideram Cristo como o foco da salvação da alma, isso é inegável, existem algumas visões teológicas que consideram a salvação sem se chegar a ele de forma direta, mas em todo o mundo Cristão a salvação é através de Cristo. Se essa afirmação foi para insinuar que são os cristãos evangélicos, apenas, que fazem proselitismo eu devo parar por aqui, talvez o maior foco da Igreja Católica hoje sejam as missões missionárias.

        Sua análise é pouco geral, parece estar falando do que te atinge diretamente, algum caso particular.

      • Não estou levando nada para o lado pessoal, nem particular, falo de forma apartidária, eu sou contra qualquer forma de imposição de ideias, seja feita pelos evangélicos ou qualquer outra religião, ou movimentos como os gays. Óbvio que já me senti incomodado ao extremo com a tentativa de alguns grupos tentarem me convencer sobre a crença deles, e também me sinto ofendido quando um gay tenta me cantar na rua ou na academia. Acho que e cada um no seu quadrado; que o gay vá para o seu ambiente e o crente para a sua igreja.

      • Yehoram, essas são situações-limite, todo mundo passa por isso, ser incomodado por algum “crente chato”, “gay chato”, “vendedor chato” ou “pessoa qualquer chata que puxa assunto”, as pessoas tem direito de falar umas com as outras, para viver em sociedade é necessário aprender a lidar com isso, sem elevar isso mentalmente ao patamar de ofensa.

      • Caro Daniele, Os radicais, tem um problema muito sério, que é o fato de acharem que são os únicos portadores da verdade ou que o movimento deles é o único foco universal. Os gays acharam a abertura na sociedade, na lei, para atraírem a atenção sobre si e agora fazem suas passeatas figurinos e atitudes exacerbadas, esquecendo que o mundo não formado só de gays, que tem pessoas que nem por um momento atinam pra isso, tem suas vidas tradicionais. Os evangélicos e outras seitas proselitistas falam de suas descobertas como se fosse a maior novidade já recém descobertas, como se essa história de conversão, um futuro escatológico, td isso, fosse a revelação da hora. Nós já estamos cansados de saber disso td, e que td isso n passa de engodo dos lideres para angariar seguidores e tirar o dinheiro deles, então isso td cansa o cidadão, já n basta termos que lidar com a corrupção do país e lutar contra esse bandidos que estão no poder levando o país ao caos econômico? Eu já tenho a minha crença, minhas tradições e vivo mto bem com elas e por elas, graças a D´us. Você, Daniel, é evangélico? Bom! Seja feliz, e seja um ser humano melhor através da sua crença, caminhe cada um na sua tribo e um dia nos encontraremos lá, td os justos e puros de coração. Amén Sêla!

      • “Os radicais, tem um problema muito sério, que é o fato de acharem que são os únicos portadores da verdade ou que o movimento deles é o único foco universal.”

        Que terrível, as pessoas acreditam em verdades absolutas, quando nós todos sabemos que crenças opostas são verdade ao mesmo tempo e você deve escolher a sua por utilitarismo.

        “Os gays acharam a abertura na sociedade, na lei, para atraírem a atenção sobre si e agora fazem suas passeatas figurinos e atitudes exacerbadas, esquecendo que o mundo não formado só de gays, que tem pessoas que nem por um momento atinam pra isso, tem suas vidas tradicionais.”

        Comparar valores religiosos à hiper-valorização de impulsos sexuais, e sem atinar o quão assustador isso é, Huxley estava certo.

        O resto do texto é só uma encenação com truques copiados dos neo-ateus com foco específico. Entendo perfeitamente que você não goste dos evangélicos (esses evangélicos terríveis e cruéis que entram pela primeira vez aqui no site do Ayan e o elogiam sem qualquer frescura por ele ser ateu e ser assertivo contra qualquer tipo de crença), mas como eu já disse, a convivência é um peso da sociedade, da mesma forma que você acha tão terrível uma pregação quanto uma passeata gay, existem outros capazes de achar que a propaganda de uma empresa é uma ofensa terrível.

        Por fim, você, tão assertivo quanto ao fato das pessoas imporem suas crenças, termina com um: “caminhe cada um na sua tribo e um dia nos encontraremos lá, td os justos e puros de coração.”, essa é sua crença de salvação, que você tenta me empurrar como nenhum dos cristãos nessa sequencia de respostas a você fez, mas isso não me ofende nem me deixa em pânico.

        Na verdade seu comportamento já reflete um pouco o ideal revolucionário de deixar todos contra todos através da ampliação da sensibilidade dos grupos, criando todo tipo de “guerras de classes” (que no último meio século se transmutou para qualquer grupo), apenas mostra como o efeito está sendo alcançado, o incomodo em conviver com algum grupo é normal, mas essa ampliação dos sentimentos relacionados a esse incomodo era um objetivo a ser alcançado, como o vídeo do neo-ateu vociferando contra o senhor cristão numa rua nos EUA. Quem dera a guerra contra a esquerda fosse só econômica, as percas culturais e comportamentais tem sido imensas nessas últimas décadas.

      • Luciano, nem todo evangélico chuta imagens. Mas 99% dos evangélicos pentecostais e neo-pentecostais incomodam E MUITO não só os católicos mas também qualquer pessoa que não faça parte do grupinho deles, tentando empurrar a religião deles pela goela abaixo das pessoas.
        Se eles tentam converter a pessoa e a pessoa não se interessa, eles surtam!

  1. Isto também se aplica perfeitamente aos atos de ‘protesto’ das centrais sindicais que pararam algumas cidades, como Santos e São Vicente, no Estado de São Paulo, ilhadas porque pequenos grupos fecharam ruas, rodovias e ligações entre as cidades durante dois dias. Quebraram a lei que garante o direito de ir e vir (CF, art. 5º) e ninguém falou nada.

    • Teclando Direito,

      Neste caso, não seria a campanha de desumanização, pois não há um grupo específico. É uma tática de “vale-crime”, que é quebrar a lei em nome de algo que você proteste.

      No caso da desumanização, o foco da quebra de lei é um grupo social em específico. O adversário está “identificado” e polarizado.

      Abs,

      LH

    • ESTE VIDEO NAO QUER DIZER NADA, ELE AGIU CCORRETAMENTE, TEM QUE ACABAR COM ESSA PALAHÇADA… TEM QUE POR FIM NESSSA RAÇA QUE PEDE DIREITOS, INTERROMPENDO DIREITOS DE OUTROS! SAO DEPRAVADOS, CANALHAS! NAO TEM O QUE FAZER!!

      PASTOR MARCO FELICIANO TO CCONTIGO!
      AXOU RUIM? FAZ UM PRINT E APROVEITA FA ZUM PROTESTO CANALHAS!
      FALO (DOS ATIVISTAS gays) NAO DOS HOMOSSEXUAIS QUE QUEREM TER SUA OPÇÃO DE VIDA! CONHEÇO MUITOS QUE SAO EDUCADOS, NAO SAO COMO ESSAS DESGRAÇAS QUE QUEREM IMPOR! AUTORIDADE SOBRE O PAIS!

      • Exatamente! não troco nenhuma palavra! UM ABSURDO ISSO! Totalmente INTOLERANTES! ATIVISTAS GAYS ESTÃO QUERENDO APARECER! Bando de depravados!

    • o que é legal , e quando o diabo se esquece de uma profecia, e se deixa ser usado para tira uma pessoa do anonimato para fazer cumprir a promessa de Deus sobre a vida dessa pessoa, eu gostaria de agradecer a todos vocês que estão fazendo policita e propaganda de graça para promover o Feliciano, um nome que ate pouco tempo só era conhecido no meio evangélico agora o brasil todo conhece, por favor não parem, continue os protestos, quem sabe a propaganda de vocês ativistas velem o brasil o aclamarem como novo preside, por favor continue. pois so assim seremos visto por toda nação , o brasil precisar ver que ainda tem pessoas que lutam pela moral sem etnias e direito de todos sem apologia.

      obrigado a todos que estão protestando. rererer
      obrigado pr. continue firme, pois Deus não mente

      • Desculpe Roziel, mas você está equivocado(a).
        Não apoiamos candidatura de Ninguém, pois todos os partidos brasileiros (incluindo aí o partido SOCIALISTA cristão) são de esquerda moderada, ou esquerda radical.

        A pessoas que participam deste blog, seu autor e aqueles que se identificam minimamente com o paradigma apresentado aqui, SÃO CONTRA A RELIGIÃO POLÍTICA seja ela de qualquer natureza, ou mesmo endossa por qualquer representante.

        NÃO SOMOS MILITANTES DO PASTOR MARCO FELICIANO. NÃO SOMOS ATIVISTAS POLÍTICOS.
        Não temos o mínimo interesse nas opiniões pessoais ou políticas de Marco Feliciano. Nosso interesse é apontar as fraudes intelectuais usadas por pessoas que há muito perderam a razão, a lógica, a moral e deixaram de ser humanos para se tornar parte de uma ideologia que já ceifou milhões de vidas, o comunismo. Se Marco Feliciano possuir o mesmo objetivo estaremos juntos. Se por outro lado ele vier a se juntar com tais pessoas (como já o fez outrora) ele será alvo dos mesmos apontamentos que os esquerdistas sofrem, dessa vez feito por pessoas que não abdicaram da lógica, bom senso e moral, e as críticas serão realmente pesadas, diferente da choradeira e vitimização esquerdista.

        A única definição que pode ser comumente adequada à pessoas desse blog é de sermos anti-socialistas / anti-anti-esquerdistas/ anti-comunistas / anti-marxistas / anti-neo-ateus.
        Nós somos os anti:) Porque somos pró democracia e sociedade.

        Abraço.

    • a minha opininhao e essa a palavra de DEUS ela e clara esse tipo de pesoas estao dano lugar pro inimigo da nossa vida que e satanas temos que orar muito por essas pessoas DEUS ama a todos mas as suas praticas ou maneira de agir erronia mente nao DEUS cobrara tudo isso vou orar por essas pessoas em nome de JESUS CRISTO

  2. Excelente post, Luciano. E de pensar que a concepção de dignidade humana, construída a partir de uma matriz cristã e hoje positivada na Constituição da República, é reiteradamente invocada, na defesa de seus objetivos, justamente pelos mesmos gayzistas que lançam mão das estratégias de demonização e desumanização denunciadas por você. Os cristãos – e eu sou um deles – precisam de uma vez por todas aprender a confrontar estas práticas, que nos diminuem a todos como seres humanos ao revelar o quanto podemos ser maquiavelicamente intolerantes.

  3. Caramba…o que está escrito na descrição da página do FB é: Bem vindo à ‘BCIU’, a maior página brasileira de combate à corrupção religiosa. Denunciamos crimes envolvendo Igrejas no Brasil e no mundo. A crítica é dirigida aos líderes, respeitamos todos os fiéis. BRASILCONTRAUNIVERSAL@YAHOO.COM.BR
    Falam que a página é de combate a corrupção religiosa…não vejo nada disso.

    • Claro que não combatem. Essa “finalidade bondosa” da página é parte do discurso revolucionário. Serve para o seguinte: caso comece uma campanha pra se denunciar a página, o que vão dizer é que os cristãos estão querendo defender seus líderes corruptos, tirando o mérito do combate ao desrespeito ao cristianismo praticado lá.

  4. 1) Esquerda tem medo do poder da igreja cristã.Sabem do poder de voto e vão tentar destruir o PASTOR FELICIANO, mas não vão conseguir pois vai aumentar o apoio dos outros cristãos da católica em solidariedade .
    2) Querem desviar a atenção sobre o mensalão.

  5. Isso é realmente uma falta de respeito, se eles querem se beijar ou namorar, procure outro lugar para tal prática. O pastor Marcos Feliciano, fez a coisa certa, e elas tem mais é que pagar pelo seu erro.

    • CÓDIGO PENAL BRASILEIRO
      Decreto Lei nº 2.848 de 07 de Dezembro de 1940
      Art. 208 – Escarnecer de alguém publicamente, por motivo de crença ou função religiosa; impedir ou perturbar cerimônia ou prática de culto religioso; vilipendiar publicamente ato ou objeto de culto religioso:
      Pena – detenção, de um mês a um ano, ou multa

  6. Eu acho que os cristão devem colocar alguns limites! por exemplo uma placa na entrada da Igreja dizendo: ” são proibidas manifestações homoafetivas de carícias e beijos no recinto. O infrator será retirado a força e processado por agravo ao decoro religioso” Trangrediu a regra, de propósito, é agressor então precisa usar a força sim Sr, se não o fizermos um dia eles irão fazer sexo no altar como já fazem nas ruas. Duvido que façam tal coisa em mesquitas, pois os muçulmanos os trucidariam !.

    • Sou evangélico e já participei de cultos em várias denominações e em vários estados também, e posso dizer uma coisa; beijo de língua, estilo namoro, em igreja nenhuma e nem entre casais hetero ocorre durante o culto. E não só em igrejas evangélicas, mas nas católicas também. Um local de culto, é um local de louvor a Deus, e não de namoro.

      • concordo com vc …isso e questao de respeito ..e nunca precisou de nenhuma placa proibindo isso…como sabemos educaçao vem de berço.

    • Eu acho que nao é certo fazer esse tipo de protesto ainda mais na presença do DEUS vivo DEUS nao se agrada dessa pratica a palavra diz que DEUS ABOMINA O PECADO MAS AMA O PECADOR

      • O que vcs não entenderam ainda é que nem todo mundo é obrigado a reconhecer como palavra de D´us aquilo que os pastores pregam, eu, particularmente, considero isso puro engodo.

      • O problema não é reconhecer ou não, se é ou não a palavra de Deus, a questão é a agressão gratuita que certos movimentos da sociedade vem promovendo a quem defende sua fé. O ato das meninas, as páginas nas redes sociais, não falam “você acredita, eu não. por isso me respeite.”. Falam “caia morto, fulano”, “se é pastor é ladrão.”, “se você é evangélico, é otário.” Poder criticar, é claro que pode. Mas “Caia morto Feliciano.” é um pouco mais que criticar, ou não?
        Quanto ao ato das duas jovens…bem, recentemente em Manaus um casal de homossexuais foi retirado de um shopping segundo eles porque “estavam se beijando e umas velhas preconceituosas, se ofenderam.” O shopping disponibilizou as imagens, e se aquilo é um simples beijo, quando fazem amor alguém cai morto. Ora, se você age de forma a propositadamente chocar e até mesmo (por que não, afinal evangélicos são mesmo uns trastes) ofender. Não pode reclamar muito quando há uma reação contrária. Afinal era isso que estava procurando.

      • Em parte nenhuma, apenas eu disse isso, pq embora eu tbm n concorde com que as meninas fizeram durante o culto, dou td o direito pros evangélicos aqui, acho que as meninas mereciam mesmo serem punidas, não pq ali se prega a palavra de D´us ou não, mas pq ali se reunem pessoas com um propósito religioso, seja ele qual for, merecem ser respeitados naquilo que acreditam.

    • Na verdade, qualquer pessoa sabe que numa igreja ou culto cristão, seja protestante, pentecostal, católico não tem nem héteros se beijando porque justamente não é um recinto pra isso.
      Não tem que colocar placas, o pessoal tem é que que ser punido se faz isso, porque a respeito da lei eles tem conhecimento.
      Não é por serem lésbicas. Se fossem neo ateistas heterossexuais achincalhando no culto, também seriam punidos, porque estão contra a lei. Simples assim.

      • Mto bom, caro Sandro, a linha de pensamento sóbrio é aquela que não visa partidariamente o foco da agressão, a agressão é agressão e pronto, n importa aonde tenha sido praticada.

    • Excelente menção, Hélio, conforme tinha dito, mencionei a quebra de lei e falei que o próximo passo era fazer a quebra de lei parecer legítima, mesmo que para isso eles precisem chamar os “pundits” da esquerda, o que é uma tática que todos nós conhecemos também. Não há como escaparem do fato abaixo:

      1. Evangélicos acham o comportamento gay pecaminoso
      2. Durante um culto, praticar um ato ostensivo relacionado ao comportamento gay é escarnecer dos religiosos lá
      3. Elas praticaram o ato 2, portanto incorreram em crime de vilipendio ao culto

      Agora, as fraudes da esquerda vão dizer que “elas no fundo queriam agredir o Feliciano, e não os religiosos”, como se os fiéis de lá não concordassem com as posições de Feliciano na questão do comportamento gay.

      A desonestidade deles é ilimitada e o jogo tomará novas facetas.

      Farei uma análise da jogada do O Globo ainda hoje, no fim do dia.

      Abs,

      LH

  7. Bom dia a todos.
    Eu também acho ridículo o que o movimento gayzista anda fazendo por aqui.
    Mas o que vocês pensam a respeito do que tem ocorrido na Rússia e em regiões relacionadas?
    http://oglobo.globo.com/mundo/cruzada-contra-gays-na-russia-inclui-safari-de-homossexuais-9965914

    De acordo com o post, tudo começou com uma lei que visa a proteção das crianças contra a propaganda gay (acho válido), mas parece que isso evoluiu para uma caçada aos gays, apenas por diversão. Vocês acham que algumas das vítimas do grupo Occupy Pedophilia estão mentindo ou estão sendo injustiçadas?
    Ou que o movimento LGBT está fazendo tempestade em copo d’água por lá?

  8. Olha gente não sou evangelico,sou cristão que frequenta a ICAR,mas nao me considero muito catolico e tbm leio a biblia…

    Mas o que essas duas fizeram e inaceitavel,os tentaculos do comunismo enfim começam a aparecer…essas idiotas uteis nao tem noção de quem estão apoiando ao subverter a sociedade de tal forma…
    Quando eles aparecerem nas igrejas gritem”vão esquerdar em outro lugar”,kkkk”brinks…mas e serio isso não e pra eles mais sim pra corja de comunas que eles nem sabem quem são…¬¬

  9. O Feliciano foi até muito brando isso sim, essa onda gay já passou dos limites. Somos obrigados engolir goela abaixo os gays e seus “direitos” e os direitos dos demais seres humanos que também habitam, esse país? parece que no Brasil só os gays tem direitos isso já passou dos limites.

  10. Nossa, excelente texto, rico e esclarecedor!!! Compartilhei na minha página Pizzaria Brasil no facebook com os devidos créditos. O seu trabalho é muito importante, Luciano, e precisa ser massivamente divulgado! Parabéns pela lucidez e por despender parte do seu tempo em tentar acordar as pessoas de um mal latente!!!

  11. Minha preocupação com tudo isso é a possível reação dos cristãos que se sentem oprimidos. Toda pessoa pacífica, podendo se tornar passiva, se torna um perigo, primeiro para si mesma e depois para o seu opressor. O percentual de evangélicos é muito maior do que o de gays. Segundo uma estatística seremos em 2020 cerca de 50% da população brasileira. Um grupo menor se arrisca quando tenta se impor violentamente contra um grupo maior. Todo cristão continua sendo um ser humano, com suas capacidades de reação. Que os governos e a sociedade procure tomar postura coerente em relação ao que os ativistas gays estão fazendo. A ofensa volta com juros. Que isso não aconteça, mas é só verificar a história. Dizem que ela é cíclica.

  12. Esqueceu LUCIANO do artigo 5º, no inciso 6 da Constituição que diz:

    “É INVIOLÁVEL A LIBERDADE DE CONSCIÊNCIA E DE CRENÇA, SENDO ASSEGURADO O LIVRE EXERCÍCIO DOS CULTOS RELIGIOSOS E GARANTIDA, NA FORMA DA LEI, A PROTEÇÃO AOS LOCAIS DE CULTO E SUAS LITURGIAS”.

    Note que fala em Local do Culto, muitos gayzistas estão tentando justificar o Ato dizendo que era um local publico, mas as duas leis dizem claramente LOCAL DO CULTO não restringindo a local privado, ao templo.

  13. Bom gostaria de parabenizar ao autor do texto, pois o assunto é muito pertinente a cada um dos seguidores de Cristo e do evangelho no nosso país. Gostaria apenas de fazer uma ressalva quando o Luciano coloca a esquerda do país, acho que a colocação foi equivocada porque no nosso país hoje existem apenas dois partidos declarados de direita que é o PSDB e o DEM e os demais são de centro ou de esquerda, o partido do Marco Feliciano é de esquerda, então a questão não está na esquerda do país, mas de subgrupos que encontram-se alojados nas esquerdas e direitas e centro dos partidos brasileiros que estão se organizando por uma única causa, tanto é que está havendo uma junção dos apoiadores da causa GLTB com ateístas para essa desumanização. Sou de esquerda, comunista convicto e sou seguidor de Cristo e sei do seu grande sacrifício por mim na cruz, creio no comunismo genuíno como ele é descrito na bíblia, fomos os criadores do capitalismo com boas intensões e ele se tornou contra a gente, então atribuir a uma linha política como a esquerda os desmandes desse pessoal é perigoso, pois em proporção menor mais existente apoiadores da causa GLTB existem também nos dois partidos de direita e de centro direita também, acho que deveria haver apenas uma ratificação no texto quanto a isso, no mais eu concordo e luto contra esse pensamento e temos que nos alertar e nos municiar de entendimento para lutar contra tudo isso que vem acontecendo.

    • Obrigado pelas palavras, mas…

      1. PSDB e DEM não são de direita
      2. O partido de Feliciano é de esquerda mas a posição que ele tem tomado não é, e provavelmente ele trocará de partido
      3. Hoje em dia as organizações de militÂncia gay estão associadas a partidos de esquerda
      4. O comunismo “genuíno” descrito na Bíblia não tem a ver com isso? http://lucianoayan.com/2013/04/30/glossario-neo-esquerdismo/

      Eu não consigo ver um “comunismo” na religião cristã.

      Abs,

      LH

      • A Bíblia é totalmente anticomunista assim como anti capitalismo selvagem. O velho testamento é uma das origens jurídicas da propriedade privada, tanto que mesmo os reis deviam respeitar as herdades de seus súditos e toda terra só seria vendida por um tempo, voltando aos antigos proprietarios no ano sabático ou no ano do jubileu, não lembro bem.

        Talvez o Passos tenha se referido aos primeiros anos da Igreja em que os novos cristãos vendiam seus bens e doavam para a comunidade.

        Mas mesmo essa experiência foi mal sucedida, por que logo depois Paulo cita uma grnade fome entre os cristãos da judéia, e estes já não tinham seus meios de produção para produzir ou comprar alimentos.

        Aparentemente, essa experiência dos anos imediatamente pós ascensão de Jesus era motivada por adventismo, ou seja, a certeza de que os eventos do fim dos tempos ocorreriam ainda durante o tempo de vida dos membros daquela comunidade. Nesse cenário de fé no apocalipse, pra que propriedade? Mas nunca houve uma ordem bíblica para que isso fosse feito, e como citado, a experiencia se provou desastrosa.

      • Oque era feito por eles era voluntário, “tinham tudo em comum” fala de voluntariamente compartilharem o que tinham com os necessitados de seu meio, o que está sendo destacado nesse trecho é a caridade e a unidade da cristandade.

  14. Ótimo post, esclarecedor, pedagógico, caro Luciano! Imprescindível para o momento que estamos a viver nesse país (e em boa parte do mundo dito civilizado… Se ainda fosse espírita diria que parece uma que estamos diante de uma nova “reencarnação” da barabárie).

    E não seria tb útil nessa hora apelar para as garantias jurídicas provindas da propriedade privada? O que ocorre é pura invasão de propriedade privada, com flagrante delito. Fora a PREMEDITAÇÃO do ato criminoso- facilmente comprovada- que AGRAVA o delito.

    Quando os cristãos desse país começarem a agir DE VERDADE, será como um leão que acordou de um longo sono e faminto no meio de uma relva de gazelas que, por estarem juntas, em bando, e só ouvirem suas próprias vozes, se sentem totalmente seguras.

    Será um massacre.

    ACORDA GIGANTE!!

    abs

  15. Luciano, também li várias afirmações que o beijo não foi provocação visto que ali era um lugar público, e que antes de se reunir ali, os crentes (sic) deveriam ter fazer celebrações nos templos. Assim, como vi pessoas comentando que é comum fazerem proselitismo na Parada Gay, mas sinceramente, jamais vi notícia confirmando isso.

  16. beijar na boca do jeito q elas fizeram seja hétero,homo é feio é crime num culto religioso tem q haver decência ou elas acham q um padre,bispo, pastor seja lá quem for vai permitir dentro da sua igreja um ato desses. Agora em locais como praças, ruas ai é outra historia,tem restaurantes q proibi mais daí vai de cada um.Eu sou contra até se visse um casal hétero fazendo isso dentro de um culto religioso chamaria as autoridades do mesmo jeito elas querem respeito respeitem eu tenho familiares gay e amigos gay tbm q frequentam igrejas e ñ fazem o q elas fizeram.

  17. “A noção de abuso está intimamente ligada ao conceito de direitos, pois abusar significa exercer de maneira desproporcional e contrária aos critérios de igualdade determinada conduta reconhecida, em princípio, como lícita.

    Vale aqui, então, a velha lição de que nossos direitos acabam exatamente na medida em que começam a prejudicar os direitos dos demais indivíduos integrantes do corpo social, ou seja, uma conduta que era lícita na origem, torna-se contraria ao Direito, merecendo restrição advinda da lei.” (Claudio Bonatto – Questões Controvertidas no Código de Defesa do Consumidor, pg. 47).

  18. “Art. 208. Escarnecer de alguem publicamente, por motivo de crença ou funçao religiosa; impedir ou perturbar cerimônia ou prática de culto religioso.
    pena – detecção, de um mes a um ano, ou multa.”

  19. Palhaçada e falta de respeito! Heteros ñ beijam nas igrejas ou cultos religiosos. Os homos querem demonstrar o que com isso?
    Se é pra desrespeitar pessoas com opiniões diferentes, quero ver ter coragem e andar nu em algum templo islâmico!

  20. sabe o que temos que fazer aplaudir e deixar que eles mesmos se sintam sem graça com a atitude se querem aparecem deixem !!!! se não dermos corda isso vai parar eles querem midia !!!!!!

  21. “— É discutível porque tudo indica que a intenção delas não era atingir a religião dele, mas o deputado federal. O artigo visa a proteção do sentimento religioso. A intenção não era atingir o culto religioso, mas a pessoa. Elas não estavam escarnecendo a crença, mas a conduta dele como deputado federal — disse Kauffmann.”

    Como não era atingir a religião dele se as opiniões que ele emitiu sobre a homossexualidade foi condicionada pelos valores religiosos que ele defende?

    O que mais me espanta nesses casos são opiniões dos ditos “especialistas”, os caras estão cagando pro bom senso, o que importa é ficar bem na fita e defender o que esta na moda.

  22. A intolerância ao homossexualismo (e não aos homossexuais) não é uma “posição de Feliciano” e sim, uma direção explícita em vários textos da Bíblia que, para os cristãos, representa a Palavra de Deus. Portanto, obviamente os fiéis partilham da mesma crença do pastor. A guerra, na verdade, é contra o Deus dos cristãos e não, contra Feliciano. A luta por respeito é legítima e necessária, já a insistência para que haja concordância cristã com o homossexualismo é inútil. Os cristãos nunca concordarão com esta prática ainda que um dia sejam sujeitos à pena de prisão e até de morte.

  23. O tiro vai sair pela culatra, pois Deus é especialista em transformar maldição em bençãooo…Talvez muitos filhos de Deus não estão entendendo, mas Deus está permitindo tudo isto, para que nofinal, a Igreja sai vencedora…Teremos uma bancada evangélica fortissima,e em nome de Jesus um Presidente Cristão. Ai então teremos a oportunidade de mudar os rumos da nossa nação, através dos ensinos da palavra de Deus…Amar o pecador sim, compactuar com o pecado, jamais……

    Wilson Nascimento.

  24. Caro Luciano.
    Quais as estratégias de contra-ataque para esse tipo de ofensiva?
    Você tem textos prontos em seu sítio, ou nos mostrará essas estratégias em sua análise sobre a jogada d’O Globo?
    Precisamos dessas informações, para estabelecermos estratégias de neutralização desses ataques, e evitar um mal maior.
    Grato.
    Marcos Braga

  25. Sou cristão ortodoxa, da igreja evangélica congregacional conservadora. Porém, não defendo Marco Feliciano, nem suas atitudes de preconceito. Porém, eu acho que esse beijo dessas meninas foi extremamente desrespeitoso, mesmo se fosse um casal hetero.

    • Não se trata de um preconceito e sim de combater um ato pecaminoso dentro de um lugar onde devemos entregar a Deus um culto que suba como um perfume agradável a Ele. Pecado vai sempre existir enquanto estivermos aqui, porém a diferença é não nos conformarmos com tudo isso.

    • LIlian, já parou um pouquinho para pensar que nem tudo na vida é preconceito? Esse termo tem sido usado e abusado para denotar algo muito negativo ( o que não é sempre verdadeiro) e desqualificar “a priori” o ponto de vista de um oponente, ainda que esse ponto de vista esteja apoiado em argumentos, raciocínios, ponderações, i.e, um conceito. Ou ainda ampare-se em PRINCÍPIOS, tais como os princípios de uma igreja cristã.

      Dito isto, discordo totalmente de que o ponto de vista do pastor a respeito do “casamento” homossexual seja um preconceito.

    • Poxa, finalmente alguém com um pensamento sóbrio!! Ufaaaaa sem ser partidária, senão voltada para o uso do bom senso. É isso, Lillian, eu embora não seja simpatizante de evangélicos, também achei a atituide dessa meninas desrespeitosa, e como vc disse: Mesmo se fosse um casal hétero.

  26. Meu total repudio!! Estou chocada!!Será que isto acontece em outros templos de outra fé? Pastor Marco Feliciano Deus é contigo!!

    • Publicarei, Aristides, e será o quarto (e último) artigo da série sobre o caso do movimento gay mandando duas lésbicas irem se beijar no culto de Feliciano.

      O primneiro foi no dia 17, o segundo no dia 18, o terceiro entrará daqui meia hora, no início do dia 19, e a quarta parte, onde darei as dicas da guerra política para o revide, no dia 20.

      Abs,

      LH

  27. Luciano, se tem algo que passou a chamar a minha atenção em todas estas situações de “comoção” com as minorias organizadas, é o fato de como elas têm poder. Eu comecei a ensaiar algumas coisas neste caminho no meu blog, mas acabei, por falta de oportunidade, suspendendo a reflexão. Talvez você já até tenha falado algo assim aqui na sua página e eu não li, então peço desculpas caso esteja apenas repetindo argumentos.
    O caso dos evangélicos é, para mim, um dos mais interessantes, porque um pastor, como o Malafaia, por exemplo, pode colocar sei lá quantas milhares de pessoas nas ruas; a IURD e outras podem ter seus programas de TV e rádio e etc, mas eles não tem poder quase nenhum. Diferente de meia dúzia de Black Bloc ou um punhado de pessoas da Marcha das Vadias, que são uma minoria (bem organizada, claro), em número diminuto se comparado aos evangélicos, mas ou eles têm poder ou, o mais comum, têm acesso a recursos e podem mobilizá-los. Seja a OAB ou jornais como Globo e a Folha, este pessoal “progressista” consegue usufruir deste poder. Ou então podem recorrer à “ciência”, pois sociólogos, antropólogos e todo o restante das humanidades (posso falar isto, porque faço parte desta gente) estarão sempre dispostos a “provar” o machismo, o preconceito, a intolerância; assim como sempre irão ou se calar ou fazer malabarismos teórico-metodológicos para mostrar como as ações intolerantes e autoritárias dos progressistas são democráticas e corretas.
    Veja esta coisa toda com o Amarildo. Deve ter ONG e partido político (PSOL?) tomando parte ativa em uma situação que, infelizmente, não é nada incomum. Ou o caso do Museu do Índio. Só mesmo com PSOL e apoio de pessoas de universidades (que nós sabemos muito bem que não se tratam de uns quaisquer, mas pessoas da famigerada classe média que tem “capital social”) para ter sido como foi.
    Aposto que os progressistas ficariam ofendidinhos caso alguém falasse que eles têm poder e recursos para impor suas vontades, mas não dá para fingir que não é assim.
    Nós – se me permite falar em “nós” – nós é que temos muito pouco ou nenhum poder. Um tanto pessimista, eu sei, mas 10 anos de ciências humanas entre graduação e doutorado, se não transforma a pessoa em uma besta completa, deixa ela assim.
    Continue com os ótimos textos. E aproveito para agradecer pelos vídeos do Brainwash, foram simplesmente fantásticos. Meu sonho é passá-lo para uma turma de ciências sociais de universidade pública.

    • Ana Lúcia não odiamos homossexuais. Temos amigos, família e pessoas muito queridas, próximas, que o são. Vocês não perderão direitos, porque antes de tudo vocês são HUMANOS, e invariavelmente são biologicamente homem ou melhore e protegidos por lei.

      O que está em jogo aqui é manipulação realizada por ideólogos socialistas, isso que vc está vendo acontecer á uma armação socialista, como em muitas outras ocasiões.

      Um abraço.

      • correção: “Vocês não perderão direitos, porque antes de tudo vocês são HUMANOS, e invariavelmente são biologicamente homem ou MULHER e protegidos por lei.”

    • Ana achei seu comentário importante, pois mostra que essa gente não representa toda uma classe, precisamos de mais pessoas como você que digam explicitamente que não concordam com isso.

      Você e qualquer pessoa merecem respeito, mas respeito é uma via de duas mãos, é necessário agir com respeito para se ter respeito.

      Seria muito bom se ouvesse um grupo de homosexuais não envolvidos com essa corja, mostrando que eles não concordam com isso e se sentem mal com esse tipo de atitude desses individuos.

    • Cara Ana, concordando com a resposta do “Pecador”, reforço que os cristãos – VIA DE REGRA – não odeiam homossexuais, como faz parecer a propaganda ideológico do movimento (esquerdista) LGBT.

      É preciso fazer a distinção entre:

      a) não aprovar determinadas práticas ou reivindicações; e

      b) manifestar ódio a uma pessoa em função de sua homossexualidade.

      As pessoas que se inserem na letra (b) embutem a letra (a), mas na recíproca não é sempre verdadeira e a bem da verdade quase nunca é.

      Segundo ponto: como bem frisou o caríssimo “Pecador” (como todos nós), não existe possibilidade de perda de direitos, considerando que a Constituição já os garante a todos, independente de orientação sexual. A propósito, é interessante salientar que quase tudo o que a militância LGBT reivindica importa, isto sim, em concessão de privilégios – não direitos – a um grupo, que passará a uma condição diferenciada em relação aos demais, um claro acinte à própria disposição constitucional.

    • Que bom ver que tem gente que tem uma mente sã Ana Lúcia, parabéns! Pode ter certeza que você não vai perder direito nenhum como já bem disse o “pecador” aqui..kkk
      Nenhum cristão (verdadeiro) odeia homossexuais e mesmo quem não é cristão tem direito de também não concordar certo? Liberdade de opinião nesse país, acho que o que deve ser reprimido é qualquer tipo de agressão verbal e física, aí sim, isso é absurdo, agora cada um deve ter direito de pensar, concordar e discordar com o que quiser, respeitando o outro. Ficar se beijando em público em um culto é coisa que nem cristão heterossexuais fazem pois é falta de respeito, ali é um momento onde as pessoas vão ouvir sobr e prestar culto à Deus. Não acredita em Deus? Não gosta de cristãos? Direito de cada um tbm, mas isso aí foi intolerância que tanto falam contra. Se fosse ao contrário, cristão invadindo a parada gay ia ser uma guerra da mídia em cima da igreja. É muita parcialidade, não sei como as pessoas não enxergam isto.

    • Ana Lucia, boa tarde. Não se deixe levar por essa onda de informação falsa e pessoas hipócritas.
      Eu sou cristão, evangélico, não odeio homossexual algum. O que odeio, e com muita força, é essa palhaçada que está acontecendo hj. Temos uma tonelada de garotos e garotas se transformando em homossexuais sem pensar nas consequências que isso pode trazer pras vidas deles somente por que virou modinha, está na televisão e temos uma porcaria de um deputado que só quer tocar o terror e fazer o que lhe dá na telha.. Vejo garotos completamente “afetados”, como se diz, e isso sim, me irrita profundamente, pois tenho certeza que ele nem sabe o que está fazendo…
      Entendeu a grande diferença Ana? Diferença essa que ninguém deixa aparecer, por que não convém, e por que muito infelizmente alguns cristãos não agem dessa forma.

  28. Sou contra a atitude das meninas assim como sou contra algumas atitudes do Pastor, pois como líder de uma câmara de Direitos Humanos, ele falar que ‘negros foram amaldiçoados por Noé” ou que “AIDS é o câncer gay”, é esperado que haja reações. Sou a favor do pensamento do pastor, desde que elas fiquem fora do Estado “laico” Brasileiro, pois num país laico, não deveria proibir uma lei com base em um livro religioso como a bíblia, alcorão, pentateuco ou qualquer outro, caso contrário viraremos uma país teocrático como Afeganistão ou vários países no Oriente. Infelizmente nossos legisladores não tem menor idéia da sua função, que é a de legislar para “TODOS”, desde que seu Direito não interfira no de outro, pura ignorância, Pena que no Brasil nunca houve uma revolução cultural como “iluminismo” ou “renascimento”, aprenderíamos a respeitar opiniões dos outros e viver em harmonia.

    • Alan,

      Me desculpe, mas iluminismo não tem nada a ver com respeitar opiniões dos outros. Podemos desrespeitar opiniões dos outros à vontade depois do iluminismo, o que não podemos é RESTRINGIR A LIBERDADE DOS OUTROS neste processo.

      Aliás, o Feliciano não disse que os “negros foram amaldiçoados por Noé”.

      A frase “AIDS é o câncer gay” é apenas a constatação dos fatos.

      Abs,

      LH

  29. Queridas não precisamos nos preocupar com isso , Deus ainda está no controle de todas as coisas ! Vamos somente anunciar a palavra do Senhor e nos Render a Ele , que ele tudo fará ! Eu fico muito triste com pessoas que querem desrespeitar a Deus e a igreja mas a Bíblia fala que tudo aquilo que homem Plantar ele colherá e que de Deus não se zomba, Fiquem tranquilos amados continuem se Relacionando com o Deus vivendo os sonhos que ele tem para cada um de vocês ! ” As portas do Inferno não vão prevalecer contra a igreja ! “

  30. acho que ha outra tática nisso ai os esquerdopatas vem sistematicamente quebrando a espinha dorsal de todas as leis da constituição ,anos a fio,corrompendo por dentro tornando a mesma ineficaz, incapaz de gerir a vida publica para logo depois exigir como nos protestos meses atras uma nova constituinte a imagem e semelhança do partido , isso não seria o caso de promover a corrupção generalizada e logo em seguida denunciar a mesma? acho que o olavo de carvalho falou disso ou escreveu não me lembro agora.

    parte fundamental do tal estado laico esta no artigo quinto e base fundamental do constituição a inviolabilidade de consciência,poder criminalizar alguém por uma consciência da diferente do esquerda e um sonho para eles. Alem dos cristãos o alvo do movimento gayzista e o artigo quinto pois o artigo 208 e ao que me parece e “sustentado” pelo mesmo. perdoem os erros de português rsrssrrrsr

  31. Gente não vou falar de religião para evitar discussões, porém palavra de Deus descrita na bíblia diz que os que evangelizam, que levam sua palavra adiante para outras pessoas que transformam corações, essas pessoas que fazem o IDI que é falar da verdade de Deus, que estes serão perseguidos, caçados e também mortos, porém os que morrem em Cristo terão vida eterna.

  32. Depois de passar por vários movimentos sociais aqui no Brasil, vejo que esse é o fim de uma nação que ainda tem identidade. Não sou contra ninguém e quero deixar isso bem claro, mas para que as pessoas precisam entender que a igreja instituição tem suas regras e sua profissão de fé, e, se os cristão que são maioria, já que ser cristão é ser seguidor de Cristo e que no verbo em Latim “religare” estão todos os que professam a fé cristã tanto os protestantes como católicos romanos precisamos nos unir e parar com isso agora! Devemos acabar com isso por cima, ou seja, tirar o poder das mãos de quem fomenta tudo isso, ele tem nome e sobrenome, Jean Willys, tirando ele do poder o resto se cala… somente isso vai resolver!

  33. Sinto-me muito a vontade para emitir opinião. Sou gay e estou num momento agnóstico e adoro os posts políticos do Luciano.
    Esqueçam ideologia política. Acho um exagero esse assunto chato. Isso tem a ver com falta de respeito ao próximo.
    Ser contra os dogmas religiosos é aceitável numa democracia, mas esse tipo de coisa é um AB-SUR-DO. Extrapolaram o bom senso e a punição deveria ser muito mais rígida. Já pensou se vira moda?
    A juventude está contaminada pela falta de respeito. Não respeitam os professores, a polícia, o líder religioso e o diferente. Se algo não for feito, a tendência é piorar.
    Quando um líder religioso diz que é contra as práticas homossexuais, ele está seguindo seus dogmas que não podem ser alterados pq um bando de gay loucos querem que a religião do outro mude.
    Combater a interferência de convicções religiosas nas regras comuns é legítimo. Só que nos espaços próprios para isso. Qualquer coisa diferente disso é terrorismo, afronta, crime.

    • Parabéns por expor esse pensamento sensato e racional, num momento em que todos se deixam levar por modinha e mídia e não pensam.
      E como cristão agradeço seu respeito pela nossa crença.
      Eu gostaria muito que todos fossem assim e que muitos evangélicos tbm agissem de forma diferente.

  34. Sou ateu e ‘curtia’ essa página ‘contra a igreja universal’. Depois dessa matéria dei um ‘descurtir’. Não gostei dessa idiotice proposta. Um tal de Eduardo disse-me ‘já vai tarde’.

  35. Ações de invasão, intimidação, ofensa, ódio, confronto, são totalmente contrários ao que tais mesmos dizem defender. Esta postura partidarista, sectarista, revela que os direitos que defendem é focado em um único grupo e não em toda a sociedade.
    Precisamos nos posicionar contra todo tipo de facção, ódio e imposição. E que Deus nos ajude nisto que já está tendo formato de guerra, pois o termo genocídio nunca foi de pessoas inteligentes, mas de tolos autocráticos, de filosofias vãs, controladores dos que não conseguem pensar por si mesmo, cujo único desejo foi o poder e a consequência: a derrota.

  36. Prefiro não pronunciar minha opinião e deixar um questionamento…. Existem algumas páginas no Google, vindas da Europa,uma delas chamada “Anti-Racist is a code word for Anti-White” (Anti-racista é uma palavra chave para anti-branco). É pregada uma supervalorização do gene europeu… pelo mesmo medo de um genocídio, o qual já tem também um nome — genocídio branco. Estamos em uma era em que as palavras escondem a má intenção em pregar preconceito e intolerância. Digo que um determinado grupo não está sendo tolerante para justificar minha tolerância. É certo invadir um espaço cristão para afrontar um preconceito partindo destes ? Até que ponto ? Ao mesmo tempo… o que está sendo questionado é o posicionamento radical. Radical X radical. E a tolerância dos dois lados ? Empatia ?

  37. Todo mundo só quer direitos, e se esquecem que também tem deveres e principlamente tem obrigações de respeitar as pessoas, afinal todos são iguais perante a lei. Mais to vendo que daqui a pouco o movimento gay estará acima da lei.

  38. Sabe o que mais me incomoda?? É que TUDO está a favor de gays hoje em dia TUDO, eles podem fazer a porra toda, fazer do mundo um circo e SEMPRE PAGARÃO DE VÍTIMAS. Aposto que se fossem cristãos indo até a parada gay e levantando placas contra o homossexualismo iam falar que é intolerância. Mas o que elas fizeram não né? Brincadeira…tem mais é que fazer isso mesmo, se marcarem para os cristãos quer evangélicos, quer católicos, quer sem religião definida irem até a parada gay, tenho muita peninha do movimento GLBT porque não vai ter pra ninguém!! Tem muito mais cristão do que os gays que aparecem nesse circo ridículo “Parada gay”, aí eu queria ver. Poderiam usar os mesmos argumentos “estamos apenas protestando, não agredimos ninguém”

  39. PERDA DE TEMPO DESSE ATIVISMO GAY. DURA COISA E RECALCITRAR CONTRA OS AGUILHÕES.

    ·ATOS (cap. 26)·

    14 E, caindo nós todos por terra, ouvi uma voz que me dizia em língua hebráica: Saulo, Saulo, por que me persegues? Dura coisa te é recalcitrar contra os aguilhões.

  40. Tudo bem então…quebrar a lei “impedir culto”, causar impacto e constrangimento em nossas igrejas (crianças, idosos) onde temos em sua maioria pessoas de bem, isto pode? Fazemos parte de uma democracia, onde a maioria, por direito (vide as eleições onde o candidato com maior numero de votos ganha) tem seus ideais realizados, ou bem tentam.
    Sou pastor, e amo todas as pessoas independentes de sua raça, cor, escolha sexual, e se isto acontecer em minha igreja vou reagir conforme faço com casais héteros: “poderiam por gentileza respeitar este local de adoração a DEUS? Se quiserem participar do culto tenham respeito!!!!!

  41. Conheço gay que se respeitam e respeita qualquer ambiente raças e pessoas, e sei também que existe pessoas que na sua infância foram abusadas pelo pai. Vi pessoas chorando e perguntando porque elas são assim e porque elas foram escolhidas pra serem abusadas. O que vocês fariam se nesta História você fosse o personagem ou a mãe de um deles? Contudo não estou querendo que vocês engulam gestos inescrupulosos, falta de respeito, ou irreverências na casa de Deus, o que mais me impressiona é que: se observarmos estas pessoas desabafando, ai entenderíamos o quanto elas sofrem por terem passado por mãos de pessoas tão irresponsáveis ” seu pai” Eles abusam, fazem da criança um viciado, tiram o corpo fora… e ainda tem gente que não enxerga esse fato. Se você tivesse um filho gay, mas que ti ama e ti respeita e respeita o seu próximo, qual seria a tua posição?

  42. Ridículo!!!! Não tenho nda contra as lésbicas, contrario, sou até simpatizante! Mas daí afrontar a igreja?! Pra que isso?! Não sou evangélica, mas respeito é pra todos. Nem um beijo hetero cabe na igreja. Igreja é lugar de oração e não de namorar. Quer beijar sua namorada? A beije na praça, no bar, na praia, na boate…Qual a necessidade de ser justamente na igreja. Vamos ter bom senso e respeito. Não é afrontando, desrespeitando e passando por cima da sociedade que a homossexualidade vai ter respeito e espaço!

    • Cara Ligia, Também n sou contra lésbicas, nem contra nenhum tipo de gays, sou hétero, e não sou evangélico, particularmente, tenho minhas teorias contra eles, mas acho também que isso que essas meninas fizeram foi um insulto a toda a sociedade, não importa o credo ou a religião, gostei muito do seu comentário, foi sóbrio, apartidário, muito equilibrado e de muito bom senso, se todos os gays fossem como você, o grupo já teria avançado muito na aceitação da sociedade.

  43. O Brasil está num estágio bem adiantado de degeneração da ética, da moral e dos bons costumes.
    Veja que hoje em dia, passa a ser quase que normal adolescentes praticarem sexo simplesmente por curiosidade, sem se importar com as consequências.
    As escolas estão perdendo o controle sobre determinados alunos e alunas que teimam em praticar mal comportamentos.
    Os pais destes não sabem mais como controlar seus rebeldes que bebem bebidas alcoólicas, usam drogas, faltam com o devido respeito aos idosos.
    Muitos casamentos acontecem sem a honra da pureza. Muitos noivos e noivas jã casam conhecendo um ao outro sexualmente antes de tudo.
    Empresários, políticos, funcionários públicos, servidores das várias camadas do serviço público, forças armadas, forças auxiliares, etc., estão vendo o crescimento da corrupção no nosso país.
    As leis do país já não servem para manter a integridade de suas instituições. Falta rigor e punição.
    Qualquer grupo organizado promove movimentos para se autoafirmarem e conseguirem modificar as leis do país ao seu favor.
    Fazem manifestações nas ruas e fazem baderna também. Exigem seus direitos mas agridem os direitos dos outros praticando vandalismos, impedindo a passagem, destruindo o patrimônio. Não sabem fazer um movimento autêntico, sério,objetivo e respeitador.
    Querem impor uma coisa pela força, pelo medo,pela coação. O direito de um tem que respeitar o direito do outro.
    Um não pode obrigar o outro a aceitar, gostar ou a concordar com a sua vontade. A minha vontade é soberana. Se eu quero, eu quero.
    Se eu não quero,, eu não quero e pronto. Se eu não aceito, se eu não concordo, eu não posso ser denunciado como delinquente, não posso ser tachado como criminoso pelo fato de não ser do mesmo entendimento deles, do grupo que aceita, gosta, concorda com eles.
    A Igreja Evangélica, Católica, Os movimentos religiosos de todos os segmentos, as Instituições Sociais e Filantrópicas, Educandários, Escolas, Hospitais, Universidades, Clubes,Cinemas, Shoppings, Os partidos políticos, empresas privadas, praças públicas, estádios, enfim todos os locais ditos públicos deveriam ser evitados de praticarem cenas românticas, tanto de heterosexuais quanto de homosexuais.
    O bom senso é útil e agradável em qualquer lugar. Qualquer pessoa pode demonstrar carinho uma pela outra sem ter que provocar o problema e muito menos num local impróprio.

  44. Se essas moças tivessem alguma ocupação útil elas não se prestariam ao ridículo de obrigar as pessoas a entendê-las. Aliás, o Brasil é o país “circo”. Homofobia ou não eu não sou obrigado a ver isso. Ridículas!!

  45. Quem quer respeito deve dar respeito.
    Respeito a opção sexual de qualquer um, mas não sou obrigada a conviver e ver homens e mulheres se beijando em pleno publico , ja acho estranho ver um casal hetero se beijando em publico , pois fico constransgida , acho que certas demonstraçoes de carinho devem ficar reservada apenas ao casal , acho um beijo tao intimo quanto ao ato sexual ( tirado o selinho , claro!) imagina me deparar dentro de um onibus com um casal homo, putz!!Peço para descer na hora …rrsrs! .

  46. ATIVISTAS GAYS SÃO UM BANDO DE DEPRAVADOS!FILHOS DO DIABO QUE EXIGEM DIREITO DESTRUINDO OS DOS OUTROS.UM BANDO DE IDIOTAS QUERENDO APARECER !BANDO DE MARICAS QUE NÃO TEM O QUE FAZER A NÃO SER A DE TIRAR A PAZ DOS OUTROS!

    • Se os gays são filhos do diabo, os evangélicos também o são, porque ambos compartilham da mesma doença Freudiana, que é a histeria coletiva neurótica, movida pelos seus complexos e traumas sofridos na infância. Existe aí uma carência muito grande de alguma coisa nos dois grupos que os leva a clamar ao mundo e a culpar ao mundo pelos seus próprios conflitos latentes. Eu acredito que a cura de seus males seja a aceitação deles mesmos, cada qual dentro do seu próprio conceito que fazem da sua liberdade sexual, e da suas formas de aceitarem uma reconciliação consigo mesmos.

  47. Sabe, porém, isto: que nos últimos dias sobrevirão tempos trabalhosos.
    Porque haverá homens amantes de si mesmos, avarentos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a pais e mães, ingratos, profanos,
    Sem afeto natural, irreconciliáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, sem amor para com os bons,
    Traidores, obstinados, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de Deus,
    Tendo aparência de piedade, mas negando a eficácia dela. Destes afasta-te.”

    2 Timóteo 3:1-5

  48. se esse movimento fosse bom não estariam insultando ninguem,principalmente os evangelicos.então vocês gays não são dignos de nada,vocês não merece o meu respeito, se vocês criticam os outros eu tambem tenho o DIREITO de CRITICAR vocês.direitos iguais.>:(

  49. “Vocês ouviram o que foi dito: ‘Ame o seu próximo e odeie o seu inimigo’. Mas eu digo: Amem os seus inimigos e orem por aqueles que os perseguem,
    Mateus 5:43-44

    Olhem mais para a vida de vocês e menos para a vida dos outros, e atire a primeira pedra quem não tiver pecado.

  50. Poxa, Luciano, tá muito fácil pra você! Aparecem pessoas confirmando as suas teses justamente no post em que você fala sobre o assunto. E o pior é que tentam desqualificar o seu discurso te ajudando.

Deixe uma resposta