Líder do PCdoB é um humorista do primeiro escalão: “O PT está se afastando da esquerda”

4
41

daniel-almeida

Fonte: Brasil247

Apesar de garantir que o PCdoB manterá aliança com o PT em 2014 e aceitará indicação do governador Jaques Wagner do candidato à sua sucessão, o líder comunista, deputado federal Daniel Almeida, critica as articulações para o pleito e alerta os aliados de que o PT está “se afastando da esquerda” com a adesão de “conservadores” ao grupo.

“O PT cada vez defende menos bandeiras com essa identidade [de esquerda], mas é um partido que ainda tem esse perfil, não se afastou completamente. Contudo, se você forma chapas com uma predominância de centro e centro-direita, isso vai se diluir. Não acho que esse seja o desejo do eleitorado, que propugna por mudanças mais profundas, que foi às ruas e quer ir adiante. Um projeto político para Bahia e para o Brasil precisa ir além, acentuar esse perfil de esquerda, que acho que o PT expressa cada vez mais com menor ênfase e precisaria de aliados com esse perfil”, disse o presidente do PCdoB em entrevista ao site Bahia Notícias.

Daniel Almeida garantiu que o partido “não vai opinar” sobre a escolha de Jaques Wagner do candidato petista, partido que acredita ter “legitimidade” para encabeçar o grupo, mas não “exclusividade”.

O líder comunista diz, porém, que o partido vai brigar por uma das outras duas vagas na chapa majoritária, a de vice-governador e a de senador. Daniel Almeida cogita até a possibilidade de disputar a vaga do Senado, que atualmente é prometida ao atual vice-governador Otto Alencar, do PSD.

Daniela Almeida será reeleito para mais dois anos (chapa única) à frente do PCdoB na conferência estadual do partido, que acontece no sábado (5) e domingo (6), com expectativa de participação de 12 mil filiados; do presidente nacional da sigla, Renato Rabelo; e do governador Jaques Wagner, no Hotel Fiesta, em Salvador.

“Vamos debater os 10 anos do governo Lula e Dilma e a participação do PCdoB, que tem 92 anos de história e, pela primeira vez, participa do governo principal do Brasil”, ressaltou Daniel Almeida. Em novembro, os comunistas realizam a convenção nacional.

Meus comentários

O mais impressionante de tudo é Daniel Almeida fazer essa encenação sem dar risada. Ele realmente merece uma medalha. Ou o troféu de maior cara de pau do mês.

Claro que ele nem esconde a contradição de reconhecer o PCdoB como partido de esquerda, dizer que o PT “se afasta da esquerda”, e ainda assim dizer que continua apoiando o PT. Ué, mas se o PT realmente estivesse se afastando de esquerda, qual o motivo para o apoio do PCdoB ao PT?

Como ele sabe que está tirando na cara de quem cai nessa conversa, deve se divertir às pampas com suas frases.

O PT é cada vez mais um partido de extrema-esquerda em todas as suas crenças e métodos, incluindo a aliança com caudilhos e grandes empresários, uso de movimentos sociais de forma terrorista, uma coleção de tentativas de implementar a censura de mídia e controles de Internet, e daí por diante. O PT faz a felicidade dos socialistas por conseguir implementar pela via “democrática” aquilo que na Rússia só conseguiram por revolução armada.

É exatamente por isso que a lealdade do PCdoB ao PT será cada vez maior. Elementar…

Anúncios

4 COMMENTS

  1. “Não acho que esse seja o desejo do eleitorado, que propugna por mudanças mais profundas, que foi às ruas e quer ir adiante. Um projeto político para Bahia e para o Brasil precisa ir além, acentuar esse perfil de esquerda…”Veja se não da vontade de APINCHAR(arremessar,jogar fora) esse sujeito num caldeirão de merda?PQP

    • Da vontade sim Small bird., Nao sem antes dar-lhe algumas licoes de brasilidade e cidadania. Nunca devemos levar a serio o que falam comunistas e outros esquerdistas porque todos sao traidores da patria e portanto devem ser sempre ignorados. A ansia deles e eliminar o maior numero possivel de pessoas para que seu curruculo seja visto e apreciado na New World Order.

  2. O que ocorre é que a sujeira do PT que está vindo à tona está manchando a imagem de TODA a esquerda. Todos os partidos de esquerda estão sendo associados ao PT, e portanto recebendo repúdio da maioria da sociedade (vide expulsões do PSOL, PCO e PSTU dos protestos de Junho).

    Eles estão percebendo isso, e estão tentando pular fora do barco.

Deixe uma resposta