Orgulho da vergonha: Presidente da Petrobras é executiva mais poderosa fora dos EUA, diz revista

8
112

graca-foster-petrobras-20120604-47-size-598

Fonte: UOL

A presidente da Petrobras, Maria das Graças Silva Foster, 60, foi indicada, pelo segundo ano seguido, como a executiva mais poderosa do ranking global da revista norte-americana de negócios “Fortune”. Esse ranking inclui executivas que atuam fora dos Estados Unidos.

Entre as 50 executivas, aparece também outra brasileira: Claudia Sender, 38, presidente da companhia aérea TAM, figura na 23ª posição.

As duas são pioneiras em seus cargos: Foster é a primeira mulher a comandar a Petrobras, posto que assumiu em fevereiro de 2012; Sender é a primeira mulher a assumir a presidência de uma companhia aérea no país, fato que aconteceu em maio de 2013.

Para elaboração do ranking global, a revista selecionou um grupo de 50 candidatas de diversos países. A classificação foi baseada em quatro critérios: a importância e o tamanho do negócio liderado pela executiva na economia global; o sucesso e a condução dos negócios; a trajetória de carreira da executiva; e sua influência social e cultural.

Meus comentários

Acredite se quiser: petistas estão eufóricos com essa notícia. Muitos deles chegam a molhar as calças de tanta emoção ao ver o ranking da “Fortune”. Pelo processo vicário, hoje com certeza muitos petralhas se sentirão vitoriosos. Paulo Henrique Amorim deve dizer algo do tipo: “Sorry, periferia”.

Só que não há motivo para comemorações, mas para vergonha.

Claudia Sender, que figura na 23ª posição, e é presidente da TAM, tem muito mais méritos, pois trabalha em uma empresa privada, que precisou contar com seus esforços para chegar aonde chegou.

Vejam a diferença. Claudia Sender trabalha por metas, Graça Foster não. A receita de TAM não depende de coerção dos outros, a receita da Petrobrás sim (pois, como toda empresa estatal, há coerção para obtenção de receitas). A TAM não depende de um monopólio, a Petrobrás sim. Se amanhã, por algum milagre, forem abolidos os impostos, a TAM não quebra, mas a Petrobrás desaparece. E como se isso não fosse suficiente, a TAM barateia o preço das passagens, enquanto a Petrobrás leva o preço do litro de gasolina à estratosfera.

Eis o grande motivo para qualquer brasileiro em sã consciência se constranger: a executiva mais poderosa do Brasil é de uma estatal, e não de uma empresa privada.

Sendo assim, de que os petistas se orgulham, então?

Anúncios

8 COMMENTS

      • Deixem o Estado de Israel em paz!
        Esssa mania de culpar o movimento sionista pelos males do mundo não passa de antisemitismo de baixo calão!
        Quer mesmo juntar uma coisa com a outra? Vá para Israel e tente defender a pedofilia por lá pra ver o que te acontece..

    • Guerreiro, novamente vou discordar de você. Anti-semitismo não é o mesmo que anti-sionismo, começando pelo fato de que nem todo judeu é sionista, e além disto, a oposição ao sionismo é bem anterior à Segunda Grande Guerra. Mas deixando de lado a controvérsia entre os sionistas e os anti-sionistas: a ligação entre o ativismo homossexual, a pedofilia organizada, os abortistas e o satanismo “barra-pesada” é algo que o próprio Padre Paulo Ricardo já analisou e confirmou em uma de suas inúmeras (e excelentes) palestras.

  1. Luciano, você errou em alguns pontos nesse post:
    1 – Talvez a Graça Ração do Ratinho trabalhe por metas (nem que sejam metas feitas pelo PT ou por acionistas).
    2 – A Petrobras tem monopólio no refino e transporte e importação de derivados de petróleo (+etanol). As outras áreas podem ter concorrência inclusive estrangeira.
    3 – Se a petrobras tem lucro atualmente (mesmo que falso como no último trimestre) e paga imposto em todas as atividades, como que ela desapareceria?

    A petrobras é uma empresa com gestão ruim, infestada de vagabundos indicados (pagando contribuição sobre o salario para o PT), cheia de sindicalistas comunistas, repleta de funcionários que não trabalham (sonho ao prestar concurso público) e com políticas de financiamento e patrocínio (criança esperança, festas, blogs petistas) bizarras.

    • Caro Nelson,
      1. Ninguém chega a presidente da PeTrobras nesse governo por acaso ou pelo conceito geral de mérito.
      2. Se existe um monopólio que nunca poderia ter existido é o do refino. Isto atou o país de mãos e pés as costas desse paquiderme estatal. Justamente esse monopólio vincula todo o funcionamento da economia ao funcionamento da empresa. Neste exato momento, a inflação óbvia está sendo segurada na marra por uma defasagem artificial dos preços dos combustíveis que coloca nossa economia numa situação mais do que duvidosa. Sem contar que isso anulou a nossa brasileiríssima Ipiranga e tolheu a livre iniciativa e o crescimento do capital privado nacional.
      3. O patrimônio físico e tecnológico construído ao longo dos anos é grande demais para desaparecer, mas no aspecto contábil a Petrobras depende do fluxo de caixa como qualquer empresa. Se ela quebra, imagine o que irá acontecer com o país. Pior, pense reerguer uma elefanta bunduda dessas.
      É por isso que eu quero mesmo que os petistas aproveitem seu momento e festejem ao máximo sua estatal. Quando a coisa estourar, quanto mais associados estiverem melhor para o processo de depetização do país.
      “ O peixe morre pela boca”.. deixe estar, petralhas, que a hora da verdade sempre chega.

  2. Permitam-me cooperar.
    Entenderão claramente neste video, a partir dos 20m, a quem interessa a ineficiência da petrobras.
    E verão também porque pagamos quase 50% da nossa receita de impostos no brasil para pagar juros.
    Sobrando muito pouco para educação, saúde e infraestrutura.

    Assistam por favor, principalmente as denúncias do ex-agenda da CIA.

    http://www.youtube.com/watch?v=mXX7Wu74JVk

    Se o link falhar, procurem por “zeitgeist adendum” no youtube.

Deixe uma resposta