O esquerdismo como uma bênção para seus beneficiários: Franklin Martins negocia militância petista na rede por 12 milhões

7
75

fmartins

Fonte: Lauro Martins

Uma áspera discussão há duas semanas teve como protagonistas Franklin Martins e o tesoureiro do partido, João Vaccari – tudo sob as vistas de parte da cúpula petista.

Franklin apresentou o orçamento do seu projeto para financiar as legiões do PT nas redes sociais em 2014: 12 milhões de reais Vaccari achou caro demais. Mais: o tesoureiro exigiu que Franklin recebesse sua remuneração através de uma agência que trabalha para o PT, a Pepper. Franklin se recusou.

Meus comentários

Não sei como funciona o contrato em questão. São 12 milhões apenas para o Franklin Martins? Ou para o projeto de militância virtual, do qual ele seria basicamente um coordenador? Seja lá como for, nota-se cada vez mais como o socialismo é um baita de um negócio.

Anúncios

7 COMMENTS

  1. O mais grave,é que estão investindo pesado na disseminação de embriões(O embrião, nas plantas, é a parte da semente, e, nos animais, é o produto das primeiras modificações do óvulo fecundado, que vai dar origem a um novo indivíduo adulto.)do crypto-comunismo.

  2. Maldita lei da anistia! Não precisávamos em pleno século XXI estar bancando vida de nababos a ex=terroristas e bandidos disfarçados de reórteres!

  3. Luciano, segue uma pequena coleta do noticiário sobre os black blocs:

    1) Paulo Ghiraldelli soltando mais uma dele sobre o assunto. Diz ele que as pessoas estão reclamando mais dos black blocs do que do PCC e que faltaria conhecimento das pessoas sobre o pensamento anarquista no Brasil (e aqui perguntaremos o que tem a ver com anarquismo quando vemos uma pichação da sigla do Comando Vermelho feita por um black bloc em uma das últimas manifestações de encapuzados);

    2) Bruno Torturra, da Mídia Ninja, está cantando bola para o que vai acontecer em 2014. Aqui está parecendo o Gilberto Carvalho dizendo no ano passado que o bicho ia pegar em 2013. Fica parecendo uma senha que estão dando para coisa que pode até ser pior do que o que já vimos acontecer.

Deixe uma resposta