Dono da Virgin deixa Reino Unido para não pagar impostos. Faz muito bem!

12
98

Richard Brandson, Catherine Blackbee

Fonte: UOL

Londres, 13 out (EFE).- O dono do grupo Virgin, o britânico Richard Branson, um dos empresários com mais sucesso do Reino Unido, decidiu fixar residência em sua ilha caribenha de Necker para não pagar tantos impostos em seu país.

Segundo revelou neste domingo o dominical “The Sunday Times” em sua página digital, Branson vendeu sua mansão no condado de Oxfordshire, ao sul da Inglaterra, onde viveu durante mais de vinte anos, aos seus dois filhos por 1,3 milhões de libras (cerca de R$ 4,5 milhões).

A mudança de domicílio permitirá a Branson economizar milhões de libras em impostos sobre a receita oriunda do exterior do grupo Virgin, formado por uma companhia aérea e outros negócios.

A decisão foi tomada depois que o governo do primeiro-ministro David Cameron modificou a legislação tributária e endureceu as regras sobre os impostos que devem ser pagos sobre o lucro obtido fora do Reino Unido.

A mudança afetou pessoas com investimentos fora do país e que antes não eram obrigadas a declarar sua renda, algo que agora devem fazer.

A decisão de Branson foi recebida com grande surpresa pelos comentaristas, já que o milionário empresário sempre foi defensor do mundo dos negócios britânicos e contribuidor de instituições beneficentes.

De acordo com o registro da propriedade, os filhos de Branson, Sam e Holly, compraram a casa de Oxfordshire em agosto do ano passado por um valor muito mais baixo que seu preço real.

“Após trabalhar 40 anos no Reino Unido, Richard, agora em seus sessenta, escolheu viver em sua ilha Necker”, limitou-se a afirmar um porta-voz do empresário.

Meus comentários

Basta existir alguém de sucesso que o esquerdista vai colocar o olho em sua fortuna. Mas o legal é ver a cara de desânimo deles quando alguém foge de um país que quer tirar vantagem dele por excessiva taxa de impostos.

Sociedades sadias deveriam taxar seus cidadãos de forma igualitária, pois isso valorizaria os resultados daqueles que mais conquistam, incentivando-os a permanecer no país. Toda sociedade precisa daqueles que correm mais riscos.

Ao invés disso a Europa parece tratar aqueles que obtém sucesso como párias, que devem ser punidos por suas realizações.

Faz muito bem o Branson em sair de lá: um país que culpa as pessoas de sucesso não os merece.

Agora, a contradição que torna tudo uma diversão: a esquerda vai começar a xingar Branson. Ué, mas se antes ele, por ser rico, era culpado pela pobreza dos outros, por que querem que ele fique por lá?

Ou será que se interessam apenas pelo dinheiro de dele? É, nada é mais baixo que esquerdismo…

Anúncios

12 COMMENTS

  1. “A decisão de Branson foi recebida com grande surpresa pelos comentaristas, já que o milionário empresário sempre foi defensor do mundo dos negócios britânicos e contribuidor de instituições beneficentes.”

    Esquerdistas não sabem a diferença entre doar dinheiro voluntariamente e pagar impostos.

  2. “A decisão de Branson foi recebida com grande surpresa pelos comentaristas, já que o milionário empresário sempre foi defensor do mundo dos negócios britânicos e contribuidor de instituições beneficentes.”

    Qual a surpresa senhores comentaristas? Ele gosta de ajudar quem precisa, não sustentar burocratas. Burocratas estes que só servem para impor regras a ele e dizer aos necessitados que eles tem DIREITO a uma parte do dinheiro dele, criando uma cultura de ressentimento e acabando com a gratidão das pessoas que recebem ajuda.

  3. Penso que atitudes como essa vão acontecer cada vez mais. O erro dos esquerdistas é pensar que os “outros” são bobos. O mundo tem uns 190 países (cotando aí com países minúsculos como ilhas,condados,mas,estes são soberanos) logo tem muito lugar para ir. Olha ! Se fosse possível mudar para outros planetas,soube certas condições acredito que tem gente que mudaria.
    Agora ! Se o sujeito tem um bom pocado de dinheiro e o Governo explora o cidadão com impostos abusivos. Uma elite esquerdista arranca dinheiro do cidadão para usar em sua politica. Porque ? O cidadão vai ser bobo de deixar ser explorado. Se pode mudar essa situação só residindo umas centenas ou alguns milhares de quilômetros de distância. No Brasil o Governo populista arranca dinheiro dos “ricos trouxas” para fazer coisas como bolsa- família. Depois este mesmo Governo colhe elevada popularidade.

  4. Algo semelhante aconteceu na França, os esquerdistas viviam falando mal dos ricos e falaram mais mal ainda quando eles decidiram ir embora por causa dos impostos. Ora, os esquerdistas ficaram brabos por que, por que o problema foi embora, ou por que não vão arrecadas como antes, por acaso eles querem obrigar alguém a ficar preso a um país? Socialismo é bom enquanto dura o dinheiro dos outros…

  5. Mesmo que eu ganhasse milhões, eu nunca pagaria nenhum centavo de imposto ao governo (e nunca iria declarar imposto de renda)! Pra que o governo quer saber quanto eu ganho? Será que isso não é invasão de privacidade?

    Faço das palavras do Daniel as minhas: deve-se ajudar a quem precisa, e não sustentar burocratas. No que depender de mim, governo nenhum jamais vai ver a cor do meu dinheiro. E se eu tiver que sonegar imposto, eu sonego sem nenhum medo. Afinal, é justo eu ter que trabalhar duro 30 dias no mês para conseguir o que eu quero, e o governo, de mão beijada (e sem fazer nenhum esforço), roubar (isto mesmo, roubar) os meus ganhos sob a desculpa esfarrapada de ajudar os pobres?

    O socialista, na verdade, é um frustrado e um invejoso por natureza: não suporta ver o sucesso dos outros (e não admite o próprio fracasso). Quem quiser ter suas coisas, que trabalhe duro para adquirir. O próprio Deus disse ao homem: “Comerás o teu pão com o suor do teu rosto” (Gênesis 3:19). Eu digo sem medo: só é pobre quem tem preguiça de trabalhar!

    Eu vim de família pobre, e venci pelos meus próprios esforços. Nunca precisei de nenhum favorecimento (e nem de ajuda de nenhum político). Não sou milionário, mas também não passo necessidade. Se me perguntarem quanto eu ganho, a minha resposta é esta: “Quanto é que eu ganho? Só digo quanto eu ganho naquele papel (a Declaração do Imposto de Renda). E, ainda assim, minto!”

  6. os comunistas não vêem os empresários como pessoas que trazem emprego e renda, mas sim como os capitalistas selvagens que se enriquecem a custas do trabalho humano…..

  7. Eu pessoalmente gostaria que um dia toda a classe média e os empresários entrassem em greve, parassem geral, quero ver de quem o governo vai roubar ai pra fazer sua cortesia com o chapéu dos outros!

    Para o governo e os esquerdistas, todos são escravos que tem obrigação de trabalhar para gerar riqueza que possa ser redistribuida por eles! Prefiro meter uma bala na minha própria cabeça do que virar escravo dessa corja! Morro e deixo os parasitas morrerem de fome sem ter a quem parasitar.

    • David Cameron não, mas a Inglaterra sim, é um país condenado por impostos. E até alguns semi-conservadores, como Cameron, entram na regra do jogo da esquerda. Então, ponto contra a Inglaterra esquerdizando cada vez mais 😉

Deixe uma resposta