Civilizações modernas não negociam com terroristas, mas o governo Dilma vai abrir diálogo com Black Blocs

9
58

black-bloc

Fonte: Estadão

BRASÍLIA –  O ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência, Gilberto Carvalho, disse que o governo está buscando interlocutores com o movimento Black Bloc porque é preciso estabelecer um “diálogo” com eles e “compreender este fenômeno social”. Depois de ressaltar que o governo está “preocupadíssimo” com esta violência, o ministro entende que “a repressão é necessária”, mas ressalvou que “só reprimir não resolve a profundidade do problema”. O ministro reconheceu que a população acabou se tornando refém da violência dos black blocs e justificou que “o próprio esvaziamento das manifestações demonstrou isso”.

Para Gilberto Carvalho, “o Estado não pode permitir a violência” e o governo quer impedi-la. Mas, ao mesmo tempo, quer ir à raiz do problema para entender essa questão e tomar medidas que resolvam. Segundo ele, o governo está “preocupadíssimo” com a questão e procura entender “até que ponto a cultura de violência vivida na periferia já emigrou para esse tipo de ação”. Salientou ainda que é preciso ir a fundo na questão e não basta criminalizar os jovens, é preciso entender o que está acontecendo.

Após lembrar que esta é “uma questão complexa”, Carvalho explicou que, “para podermos ter uma atuação eficaz, nós temos de ter um diagnóstico mais preciso”, que ainda não existe. “Estamos acelerando isso, estamos em diálogo com a polícia, com as autoridades dos Estados, estamos buscando e também com a sociedade, com movimentos juvenis porque a simples criminalização imediata não vai resolver”, declarou o ministro, acrescentando que “a polícia faz o combate à destruição e tem de fazer”. “Mas para resolver o problema na profundidade, nós temos de conhecer um pouco mais, entender de onde vem esse processo.”

Ao defender a necessidade de se conseguir interlocutores com os black blocs, Carvalho citou que o governo está em busca de integrantes do grupo que queiram dialogar. “Um dos problemas é essa dificuldade de ter interlocutores que possam e que queiram inclusive dialogar. Que a linguagem aparente – e insisto, aparente – é muito da destruição, da negação. Agora, nós precisamos de alguma forma ter uma ponte, nós estamos buscando com muita força esse diálogo, para que a gente possa achar uma saída eficaz porque só reprimir não resolve”, afirmou.

O ministro comentou ainda que tem havido dificuldade no contato porque “é um grupo que não se apresenta para o diálogo, não se identifica”.  “A nós causa um grande espanto”

Meus comentários

A contradição é a regra em todas as declarações de Carvalho. Ele diz que quer abrir diálogo com os black blocs, mas em seguida diz que o grupo “não se apresenta para o diálogo, não se identifica”. Em seguida, ele reconhece que a linguagem dos black blocs é “muito da destruição”, mas diz que é preciso ter uma ponte com os manifestantes da linhagem “uga buga”.

Mas o que será que o PT quer conversar com os black blocs? Pode ser um alinhamento mais forte ainda de discurso, pois em todas as manifestações dos black blocs não se viu uma cobrança sequer endereçada ao governo petista. Além do mais, depois do advento dos black blocs, a população mais pacífica, geralmente de direita, desapareceu dos protestos de rua. Provavelmente Carvalho vai agradecer à turma do quebra-quebra.

Países mais sérios, no entanto, nem sequer dariam atenção a grupos terroristas. Pena que o Brasil na era petralha deixou de ser uma civilização moderna.

Anúncios

9 COMMENTS

    • Ebrael,

      Deve ser pra implantar a nova pedagogia ‘perdeu, playboy!’, que vem fazendo um enorme sucesso na América Latina, vcs não sabiam?!

      Paulo Freire e Marilena Chauí é coisa do passado.

      O ‘Império do Crime’ vai ganhando contornos de coisa chique, reputada, fina, politizada, com licenciatura e doutorado- ó só!- pra ninguém botar defeito (até porque, se botar, leva tiro e querosene na cara, tá ligado?!).

  1. Olá, Luciano.

    Você já deve ter assistido aos dois vídeos abaixo, mas quero recomendá-los, assim mesmo.

    Neles, a explicação, de uma forma didática e objetiva, da situação atual do mundo e do Brasil, nas palavras do dissidente soviético Yuri Bezmenov, em palestra proferida no ano de 1983 na Summit University de Los Angeles, Califórnia, EEUU, e em entrevista concedida em 1984 ao jornalista G. Edward Griffin.

    Claro que ninguém acreditou. O resultado desse ceticismo é visível, principalmente no Brasil, terreno fértil para a germinação do lixo ideológico comunista.

    http://www.youtube.com/watch?v=xgJD4YJ2TOc

    http://www.youtube.com/watch?v=kJqVB0fcRyA

    Grato por sua atenção.
    Marcos Braga

  2. Governo Dilma cedendo para bandidos cuja única felicidade é ver o circo pegar fogo. Querem um “diálogo” com um bando de criminosos arruaceiros, achando, em sua vã estupidez, que isso vai acalmá-los.

    No RJ os black blocs – e os “professores black blocs” – estão destruindo a cidade para, entre outras coisas, pedir a saída do Cabral, o governador. Cabral é aliado de Dilma Rouseff. Claro, eles ainda podem tentar botar o Lindbergh Farias lá mas enfim, o PT está, na realidade, “apanhando por tabela” nisso tudo. ÓBVIO que não estou defendendo eles, tampouco ligo para quebra pau entre esquerdalhas. Um partido que encabeçou as quebradeiras e é um ardiloso defensor dos terroristas encapuzados é o PSOL, que por sua vez tem como maior objetivo tomar o lugar do PT.

    Tampo PSOLixos como PTralhas estão pouco se lixando para a população de bem, que simplesmente ODEIA essa quebradeira toda. Se não me engano aqui na capital de SP, 93% da população É CONTRA os black blocs, acho que no RJ deva ser semelhante. Em outras palavras, as autoridades da política e da segurança poderiam MUITO BEM aprovar medidas que criminalizassem a prática de black bloc, que aliás já é criminosa em si mesma. Mas para isso eles não ligam. Dobram os joelhos para uma minoria de retardados, ignoram 93% da população.

    Incompetência é a palavra chave que define o PT.

  3. Então a dona Dilma e o PT financiam o BB e mandam eles para a rua… agora para cumprir a ‘democracia’ ela vai atender às exigências do BB, exigências que o PT escolheu. Portanto, PT manda no BB, Black Bloc quebra tudo, PT para mostrar que respeita ‘manifestações’ populares cede às exigências do BB, sendo que essas exigências do BB são as vontades do PT…. é demais para o meu gosto!

  4. O Black Bloc é um dos braços armados dos PTralhas e esquerda brasileira, juntamente com o MST … enfim, é tudo orquestrado justamente para acabar com as manifestações do povo de bem, visto que quando o movimento Passe Livre estava sozinho no começo das manifestações, o mesmo também estava a mando dos PTralhas, e os mesmos não esperavam que a população sairia às ruas naquela proporção. Manipulando o povo, o Maldade conseguiu o aumento no IPTU, ao invés de combater a corrupção, até porque com esse aumento tem mais dinheiro pros políticos roubarem. Os médicos cubanos também entram nessa jogada, afinal, já estavam sendo preparados a muito tempo … O Foro de São Paulo é de onde vem todo o problema, deveríamos exigir uma auditoria lá, onde se o Brasil fosse um País sério, todos seriam presos, a começar com a PresidANTA e com o Molusco de 9 dedos.

Deixe uma resposta