Isso não tem preço! Folha mostra que o governo do PT espionou os EUA antes dos EUA espionar o Brasil. Enquanto isso, o Brasil247 sobe nas tamancas.

14
67

SpyVSpyacceskit

Fonte: Brasil247

Se era esse o objetivo, a Folha de S. Paulo conseguiu. Uma reportagem publicada nesta segunda-feira pelo maior jornal do País conseguiu avacalhar o esforço brasileiro para liderar uma iniciativa nas Nações Unidas, em conjunto com a Alemanha, para conter a espionagem em larga escala praticada pelos Estados Unidos, que monitora as comunicações de cidadãos, autoridades e até chefes de governo.

Partindo de relatórios antigos da Agência Brasileira de Inteligência, de 2003, primeiro ano do governo Lula, a Folha noticiou como manchete, nesta segunda-feira, que o Brasil também espionou diplomatas estrangeiros. Segundo nota do Palácio do Planalto, eram ações de contra-inteligência, que visavam resguardar o interesse nacional (leia mais aqui).

Não importa. No Congresso Nacional, o circo já está armado. E não é mais o Brasil, invadido pela espionagem americana, quem está na posição de cobrar explicações dos Estados Unidos. Agora, é o Brasil quem deve se explicar ao resto do mundo.

É o que dizem senadores da oposição e até da base governista. “Eu acho gravíssima essa espionagem, mas temos que ver o contexto em que ela ocorreu, se teve autorização legal ou da Justiça. Se não, parece dois pesos e duas medidas: faça o que eu mando, mas não faça o que eu faço. O que nos permite sair dessa contradição é investigar”, disse o senador Ricardo Ferraço, presidente da Comissão de Relações Exteriores, que defende a convocação do ministro José Eduardo Cardozo e do diretor-geral da Abin, Wilson Trezza.

“Qual a credibilidade que o governo brasileiro tem para alavancar um movimento mundial contra os Estados Unidos? O governo perdeu a oportunidade de ter feito um acordo com os americanos e uma discussão de alto nível, ao invés desse “piti” de que estava sendo monitorado”, afirmou o líder do DEM, Ronaldo Caiado. Já o tucano Álvaro Dias repetiu um argumento que vem sendo usado nos Estados Unidos. “Se há espionagem dos Estados Unidos para cá, há também daqui para lá. O aparato é diferente, mas o objetivo é o mesmo”, disse ele.

Na reportagem desta segunda, a própria Folha afirma que a ação da Abin não pode ser comparada à vigilância sobre as comunicações feitas pelos Estados Unidos. Mas isso estava bem escondido na reportagem. O objetivo – o de constranger o governo brasileiro no momento em que se levanta para questionar a conduta de um império – foi alcançado. Big Brother Obama agradece.

Mais cedo, Fernando Rodrigues, um dos principais colunistas da Folha, apontou a suposta contradição do governo brasileiro. Leia abaixo:

Abin ameaça punir seus agentes por vazamento

O GSI (Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República) divulgounota duríssima nesta segunda-feira (4.nov.2013) ameaçando punir os funcionários do governo brasileiro que possam ter facilitado o acesso a documentos secretos sobre atividades de espionagem.

Mesmo dizendo respeitar “os preceitos constitucionais de liberdade de imprensa”, o Planalto informa, ameaçando, “que o vazamento de relatórios classificados como secretos constitui crime e que os responsáveis serão processados na forma da lei”. Foi uma resposta à reportagem de Lucas Ferraz sobre a Abin ter espionado funcionários de governos estrangeiros no Brasil nos anos de 2003 e 2004.

O GSI declara que a Abin faz “operações de contrainteligência”. Reafirma que “a determinação do governo sobre as atividades de inteligência é de absoluto cumprimento à legislação”. Não explica, entretanto, como isso seria possível se as atividades de espionagem são feitas tendo como alvo funcionários de governos estrangeiros que têm permissão legal para estar no Brasil.

Uma pergunta: todos os funcionários de governos estrangeiros podem se sentir alvos eventuais de “operações de contrainteligência”, inclusive incluindo serem seguidos e espionados de maneira furtiva?

Na nota, o GSI afirma que os vazamentos e “eventuais infrações são passíveis de sanções administrativas, abertura de processo de investigação e punições na forma da lei”.

Eis a íntegra da nota da Abin, divulgada às 6h36 desta segunda-feira (4.nov.2013):

Segunda-feira, 4 de novembro de 2013 às 6:36

Nota à Imprensa

“Em relação à matéria veiculada pelo Jornal Folha de S. Paulo em 04 de novembro de 2013, o Gabinete de Segurança Institucional informa o seguinte:”

“1. As questões enviadas pela Folha de S. Paulo na noite do dia 1º se referem a operações de contrainteligência desenvolvidas pela ABIN, no período de 2003 e 2004, portanto, entre nove e dez anos atrás”.

“2. As operações citadas no questionário da Folha obedeceram à legislação brasileira de proteção dos interesses nacionais. Como a Folha preferiu não enviar cópias dos documentos obtidos, o GSI não pode validar a sua autenticidade”.

“3. Respeitando os preceitos constitucionais de liberdade de imprensa, o GSI ressalta que o vazamento de relatórios classificados como secretos constitui crime e que os responsáveis serão processados na forma da lei”.

“4. A determinação do governo sobre as atividades de inteligência é de absoluto cumprimento à legislação. Eventuais infrações são passíveis de sanções administrativas, abertura de processo de investigação e punições na forma da lei. O Sistema Brasileiro de Inteligência (SISBIN) atua, exclusivamente, dentro de suas competências das Leis 9.883, de 07 de dezembro de 1999, e 10.683, de 28 de maio de 2003. A ABIN desenvolve atividades de inteligência voltadas para a defesa do Estado Democrático de Direito, da sociedade e da soberania nacional, em restrita observância aos preceitos constitucionais e aos direitos e as garantias individuais”.

“Assessoria de Comunicação Social do GSI”

MEUS COMENTÁRIOS

Eu confesso. Uma vez por dia visito o Brasil247. Com certeza é o melhor site para estudarmos as reações da BLOSTA (Blogosfera Estatal).

Às vezes eles baixam tanto o nível que fica até parecendo um site cômico, como se fosse feito por pessoas da direita querendo ridicularizar o PT. Mas basta olharmos os anúncios da Caixa Econômica Federal, do Banco do Brasil e da Prefeitura de São Paulo para sabermos que o site é sério. Sim, os blogueiros do Brasil247 se levam a sério!

Aí tudo fica melhor, pois aplicamos a eles a mesma regra que aplicamos a filmes trash dos anos 80, como Cannibal Ferox, Zombie Apocalype e outras desgraceiras. Estes filmes se tornam divertidos por que seus diretores os levaram a sério e não entenderam suas limitações. Este é o motivo pelo qual o cinema trash é engraçado: por seu humor involuntário. O Brasil247 é um site de esquerdismo trash!

Pois bem. Segundo eles, a Folha de São Paulo “avacalhou” toda a encenação feita pelo PT para constranger o governo dos Estados Unidos chamando-os de “espiões”. Eles mesmo reconhecem: “Não importa. No Congresso Nacional, o circo já está armado. E não é mais o Brasil, invadido pela espionagem americana, quem está na posição de cobrar explicações dos Estados Unidos. Agora, é o Brasil quem deve se explicar ao resto do mundo.”

O surpreendente é o tom crítico da notícia. Não em relação ao governo brasileiro, mas em relação à Folha, que divulgou uma notícia do interesse de todos os brasileiros. Quer dizer, sem querer, o Brasil247 advoga pela censura de notícias que manchem a imagem do governo brasileiro! E tudo isso sem entrarem no mérito da notícia ser verdadeira ou não. Aliás, a notícia é verdadeira.

É mais ou menos assim: “Existe uma capitalização feita pelo governo brasileiro? Então, se você divulgar notícias prejudicando esta capitalização, direi que você está ‘avacalhando tudo'”. Mas na verdade é a mídia petista que avacalha com qualquer noção de liberdade de imprensa.

O Brasil247 se torna um fenômeno do ato falho em sua postura de pedir, em público, que notícias sejam escondidas para beneficiar o governo que os financia. Ou seja, além de vermos o governo ser vergonhosamente exposto por uma denúncia de espionagem contra membros do governo norte-americano (10 anos antes do governo estadunidense ser acusado de espionar o governo brasileiro), agora vemos a mídia do partido governista reclamar por causa da divulgação da notícia.

Assim fica fácil demais demonstrar que o PT é um partido totalitário, assim como é a mídia governista. Da mesma forma fica ainda mais claro por que eles tem tanto interesse em controlar a mídia.

Anúncios

14 COMMENTS

  1. Engraçado que quando se trata do Snowden este pessoal acha que este está fazendo um belíssimo trabalho para a democracia divulgando dados sigilosos dos EUA, mas quando se trata de um agente da ABIN, aí não pode, aí é crime.

    • Obrigado pelas URLs, Marco Antonio. Sobre o terrorista ter sido promovido a palestrante, disto eu já sabia há alguns dias, porém essa canalhice dos FDPs da Unicamp eu ainda não conhecia. De qualquer modo, essa tendência de “ateizar” o meio acadêmico é infelizmente um fenômeno já antigo, que recebeu grande impulso já na segunda metade do século 19. Está na cara que a Teoria da Evolução é ZERO-por-cento científica, ela não passa de uma metafísica do Acaso 😛 , e serve tão-somente como instrumento de disseminação do ateísmo materialista.

  2. Então, mas quandoo Brazil espionou os estrangeiros, eu não acho que os CIDADÃOS não-políticos tenham sido espionados, mas no caso, com a noticia dos EUA espionando, eu cinto que minhas contas da internet estão abertas e expostas.

  3. UM peso, duas medidas. Acuse-os do que você faz. É assim que esses caras trabalham. Eu fico imaginando as boas gargalhadas que altos funcionários dos Estados Unidos devem ter dado diante do ridículo “piti” da “presidenta”. Agora então, devem estar rolando pelo chão de tanto rir. NUnca o Brasil foi governado por gente tão patética!

Deixe uma resposta