Mentir, conspirar, trair: Reinaldo Azevedo acerta na mosca

8
98

20091109230425!Trotsky_militant

Fonte: Folha de S. Paulo

O PT nem inventou a corrupção nem a inaugurou no Brasil. Mas só o partido ousou, entre nós, transformá-la numa categoria de pensamento e numa teoria do poder. E isso faz a diferença. O partido é caudatário do relativismo moral da esquerda. Na democracia, sua divisa pode ser assim sintetizada: “Aos amigos tudo, menos a lei; aos inimigos, nada, nem a lei”. Para ter futuro, é preciso ter memória.

Eliana Tranchesi foi presa em 2005 e em 2009. Em 2008, foi a vez de Celso Pitta, surpreendido em casa, de pijama. Daniel Dantas, no mesmo ano, foi exibido de algemas. Nos três casos, e houve uma penca, equipes de TV acompanhavam os agentes federais. A parceria violava direitos dos acusados. Quem se importava? Lula batia no peito: “Nunca antes na história deste país se prendeu tanto”. Era a PF em ritmo de “Os Ricos Também Choram”.

Ainda que condenados em última instância, e não eram, o espetáculo teria sido ilegal. Ai de quem ousasse apontar, como fez este escriba (os arquivos existem), o circo fascistoide! Tornava-se alvo da fúria dos “espadachins da reputação alheia”, era acusado de defensor de endinheirados. Procurem um só intelectual petista –como se isso existisse…– que tenha escrito uma linha contra os exageros do “Estado repressor”. Ao contrário! Fez-se, por exemplo, um quiproquó dos diabos contra a correta 11ª Súmula Vinculante do STF, que disciplinou o uso de algemas. “A direita quer algemar só os pobres!”, urravam.

Até que chegou a hora de a trinca de criminosos do PT pagar a pena na Papuda. Aí tudo mudou. O gozo persecutório cedeu à retórica humanista e condoreira. Acusam a truculência de Joaquim Barbosa e a espetacularização das prisões, mas não citam, porque não há, uma só lei que tenha sido violada. Cadê o código, o artigo, o parágrafo, o inciso, a alínea? Não vem nada.

Essa mentalidade tem história. Num texto intitulado “A moral deles e a nossa”, Trotsky explica por que os bolcheviques podem, e devem!, cometer crimes, inaceitáveis apenas para seus inimigos. Ele imagina um “moralista” a lhe indagar se, na luta contra os capitalistas, todos os meios são admissíveis, inclusive “a mentira, a conspiração, a traição e o assassinato”.

E responde: “Admissíveis e obrigatórios são todos os meios, e só eles, que unam o proletariado revolucionário, que encham seu coração com uma inegociável hostilidade à opressão, que lhe ensinem a desprezar a moral oficial e seus democráticos arautos, que lhe deem consciência de sua missão e aumentem sua coragem e sua abnegação. Donde se conclui que nem todos os meios são admissíveis”.

O texto é de 1938. Dois anos depois, um agente de Stalin infiltrado em seu séquito meteu-lhe uma picaretada no crânio. Sinistra e ironicamente, a exemplo de Robespierre, ele havia escrito a justificativa (a)moral da própria morte. Vejam ali. Conspirar, mentir, trair, matar… Vale tudo para “combater a opressão”. Só não é aceitável a infidelidade à causa. Pois é…

José Dirceu quer trabalhar. O “consultor de empresas privadas” não precisa de dinheiro. Precisa é de um hotel. Poderia fazer uma camiseta: “Não é pelos R$ 20 mil!”. Paulo de Abreu, que lhe ofereceu o, vá lá, emprego, ganhou, nesta semana, o direito de transferir de Francisco Morato para a avenida Paulista antena da sua Top TV, informou Júlia Borba nesta Folha. O governo tomou a decisão contra parecer técnico da Anatel, com quem Abreu tem um contencioso razoável. Dizer o quê? Lembrando adágio famoso, os petistas não aprenderam nada nem esqueceram nada.

Aos amigos, tudo, menos a lei. Aos inimigos, José Eduardo Cardozo e Cade. É a moral deles.

Meus comentários

Qual o principal motivo para lutarmos contra os esquerdistas, especialmente aqueles da extrema-esquerda? Existem vários, mas aquilo que torna os esquerdistas mais perigosos é a justificativa a priori para quaisquer atrocidades que eles queiram cometer.

A relação entre a postura dos líderes petralhas diante de seus mensaleiros (defendendo criminosos e atacando o ministro que os sentenciou à cadeia) e de todos aqueles que glorificam os genocídios de Mao e Stalin é mais estreita do que parece.

Em ambos os casos, temos o fenômeno da justificação a priori de todo e qualquer ato cometido em nome do grupo.

Se existem trechos da Bíblia (como partes do Deuteronômio) que são usadas pelos neo-ateus para atacar a religião, discursos de gente como Lenin, Robespierre e, principalmente, Trostky, são munição fortíssima para atacarmos os esquerdistas.

E com um diferencial: os neo-ateus citam o Deuteronômio fora de contexto. Já ao citarmos esses autores esquerdistas, estamos mencionando o “core” de suas ideias.

Em suma, o esquerdista mente por que mentir faz parte de seu sistema (a)moral. E isso foi inserido nele a partir de seus principais ideólogos.

Anúncios

8 COMMENTS

  1. Cambada de sem vergonhas, p/ o socialismo, p/ eles o capitalismo, a luxuria com todas as benesses que o dinheiro nosso pode comprar!! só que não estou vendo luz no fim do tunel, vejo eles maquinando o tempo todo com todo o tipo de falcatruas p/ permanecer no governo, isso sim!!

  2. O socialismo é inviável por causa da impossibilidade do cálculo econômico.

    “Sem a propriedade privada dos meios de produção, não existem mercados. Sem mercados não há formação de preços genuínos, sem preços não é possível realizar cálculo econômico, ou seja, não se pode estimar a importância e a escassez dos bens de produção, sem o que uma alocação racional de recursos é impossível.”

  3. Eu só passei a combater o esquerdismo de forma eficiente depois que eu compreendi que toda forma de esquerdismo se resume na crença religiosa de seitas marxistas. Antes eu achava que eles apenas estvam enganados em suas visões políticas. Mas a coisa vai um pouco além disso. Eles tem fé no esquerdismo.

  4. José Dirceu quer trabalhar
    Controlado por amigo de Dirceu, Hotel Saint Peter já pertenceu a Sérgio Naya

    o Saint Peter, pertence a um amigo do petista e dono de várias emissoras de rádio de televisão. O empresário Paulo Abreu é proprietário da Mundial de Comunicação e é irmão do ex-deputado federal José de Abreu, presidente do PTN, um dos partidos que compõe a base do governo Dilma Rouseff (PT).
    Dirceu já teve sua carteira assinada e, de acordo com o contrato, receberá um salário de R$ 20 mil para o cargo de gerente administrativo. O vencimento é dez vezes maior que o registrado para a gerente geral do hotel, cujo salário registrado em carteira é de R$ 1,8 mil

    .http://ultimosegundo.ig.com.br/politica/2013-11-27/controlado-por-amigo-de-dirceu-hotel-saint-peter-ja-pertenceu-a-sergio-naya.html

  5. Aquilo que torna os esquerdistas mais perigosos que a maioria humana (e por isso a urgência de serem combatidos e tirados das discussões sociais e do poder público):

    -São uma elite de psicopatas (a sistematização da vingança, a institucionalização do ódio grupal);

    -Possuem uma militância histérica (espalham a confusão social e mental por onde passam);

    -São perigosos entre si e pra si mesmos. Tendem com o tempo a se devorarem uns aos outros (e se vc acha que não tem nada com isso mas se estiver perto disso ou influenciado por isso será TAMBÉM devorado junto). Colocam o tempo todo o próprio país em risco e não medem as consequências de seus atos no mundo real, mas no mundo ideal. Isso NUNCA pode acabar bem pra ninguém, inclusive para os próprios esquerdistas.

    Eu sei que é duro dizer isso pra pessoas civilizadas, saudáveis, normais (que possuem empatia, respeito, amabilidade), enfim, mas com esquerdistas- principalmente com os radicais- NÃO tem meio-termo (o Reinaldo me parece que acha que tem): ou é prisão perpétua ou pena de morte.

    Já disse por aqui (citando sempre o Olavo, e nunca vou cansar disso): se o marxismo não for combatido com a mesma virulência, com a mesma intransigência, com o mesmo vigor com que se fez com os seus filhotes nazismo e fascismo, o esquerdismo vai destruir o Brasil ANTES de destruir o resto da humanidade inteira.

    Trinta anos dessa hegemonia revolucionária só não acabou- AINDA- com o meu país por causa das dimensões geográficas (o Brasil é enorme com população idem) e por causa das circunstâncias internacionais.

    Pra mim o MELHOR argumento contra essa brincadeira (macabra) chamada esquerdismo foi a que vc criou aqui, Luciano, que é a da ‘incapacidade para o convívio social saudável’. Tem que mirar tudo aí, gastar todo “pente do fuzil” nisso. O resto se restaura por si só com o tempo.

  6. “Procurem um só intelectual petista – como se isso existisse…” (altas gargalhadas).

    Engraçado, estou a procurar nos meio dos “ynteléquituays petralhas” alguém com a capacidade do R. Azevedo. Ele saiu na Forbes dias atrás… quem foi o petralha que conseguiu essa façanha? Então…

  7. Por isso da grita generalizada dos esquerdistas.

    Graças a deus que vejo o início de um movimento, ainda que descentralizado e desorganizado, sem liderança mesmo, que começa a enfrentar essa vigarice e a horda de vagabundos que tomou o país de assalto.

    Desmascare um esquerdista e você escuta a grita dele, como um bebê chorão.

    O que ainda me anima, pois tava começando a fraquejar, já que me sentia igual Sísifo, em uma luta inglória, é que combato esse mal há mais de 10 anos, e me sentia só, quase excluído do convívio social, por demonstrar as contradições e mentiras do PT, tendo por expoente um vagabundo que tá aposentado há mais de 30 anos, e que se pretendia apresentar como defensor do trabalhador, como se este fosse incapaz de escolher seu destino.

    Vejo um crescente movimento de refutação e de enfrentamento a essa patota.

    Por outro lado, também observo um recrudescimento do modo em que eles tem agido, exatamente pela surpresa de se verem diante de gente que questiona e desmascara suas mentiras. Daí a virulência com quem reagem.

    Disso tudo, só resta uma coisa: enfrentá-los com os meios e modos necessários.

Deixe uma resposta