O que fazer diante de ataques psicopáticos (e aparentemente inevitáveis) dos esquerdistas?

22
76

American Nazi Party Holds Rally At Valley Forge

Por que a direita perde constantemente para a esquerda? Por alguns motivos, dentre eles o desconhecimento da guerra política. Mas um dos motivos mais evidentes (e que precisa ser corrigido) é a inabilidade para lidar com psicopatas.

Eu não digo (e jamais direi) que todo esquerdista é um psicopata, mas sim que os líderes e ideólogos esquerdistas são claramente psicopatas. A partir daí, seus seguidores mimetizam suas ideias, e, mesmo que não sejam psicopatas, reproduzem ações e discursos que foram criados por psicopatas. A estes podemos rotular de histéricos, mas tão perigosos quanto os psicopatas originais que criaram e moldaram suas ações.

No post em que tratei do ótimo vídeo de Silvio Medeiros falando do livro de Saul Alinsky, surgiu um importante questionamento de um leitor, Daniel.

Antes de falar deste questionamento, vejamos do que ele trata: no vídeo sobre Alinsky, Medeiros relembra um evento onde vários esquerdistas resolveram usar roupas da KKK e aparecer num comício de George G. W. Bush. Em um dado momento eles levantaram suas bandeiras de apoio à KKK. Como estavam todos de máscaras, o objetivo era serem filmados e fotografados, para que a mídia reproduzisse essa imagem. Por isso, mesmo eles sendo esquerdistas disfarçados de membros da KKK, a mídia de esquerda conseguiria “provar” que Bush era apoiado por racistas. O vídeo nos lembra que é com este nível de tática de esquerda que temos que nos defrontar, sempre com uma vileza sem limites.

Daniel me pergunta:

Ayan, num foco mais prático, qual seria a tática para neutralizar aquele ataque, citado no vídeo, feito contra o Bush pai? Você tem essa visão prática, eu não tive grandes ideias, a única coisa que pensei seria ter um assessor negro (provavelmente ele não tinha) e colocá-lo pra continuar a palestra. Quais seriam boas soluções pra neutralizar um ataque tão pesado?

Bem, para começar eu acho que de primeira, e naquela época, era difícil que a direita tivesse conhecimento da perfídia por trás do comportamento esquerdista. Hoje em dia, já temos uma direita mais ativa, mas ainda há um caminho a ser percorrido na conscientização da direita quanto à guerra política. Assim, naquela época, eu não vejo como eles teriam condições de reagir.

Entretanto, se o ataque fosse hoje, vejo de maneira diferente. Acho que já temos conhecimento suficiente para orientar os políticos de direita, centro (ou até esquerda moderada) quando estão em competição com a extrema-esquerda. Quando tivermos um candidato de direita é este que temos que orientar para evitar os ataques da esquerda. E, é claro, fazer as mesmas orientações a todos seus correligionários.

E temos que entender que, pelo conhecimento que já temos hoje, estamos lidando com psicopatas (ou mimetizadores de ideias/métodos psicopáticos). Portanto, temos que esperar o pior.

Enfim, o que poderia ser feito? Logo de início propor a proibição do uso de máscaras em manifestações públicas, eventos públicos e comícios, e medir, diante da opinião pública, quais grupos apoiam ou não esta ideia. Veremos que a maioria da direita apoiará a ideia, e a maioria da esquerda a rejeitará. Nisso, a direita poderá definir um dos motivos para a proibição do uso de máscaras: “a esquerda poderá infiltrar alguém deles em nossos grupos para  criar factoides”. Basta depois seguir pedindo a proibição de máscaras, sempre relacionando os motivos para proibi-las.  Isto é, estaríamos antecipando a ação esquerdista.

Mas e se mesmo assim, durante um comício, os esquerdistas aparecessem com as máscaras? Aí cabe à assessoria do candidato desafiá-los, em pleno palanque, a retirar as máscaras. Ao mesmo tempo deve ser dito, de forma incisiva, que “mascarados não são bem vindos em manifestações da direita”. Isso é o suficiente para criar uma atmosfera de intimidação a quem queira aparecer por lá.  Atos como chamar a polícia, se recusar a iniciar o comício (a não ser que as máscaras sejam retiradas, e que vários sejam estimulados a fotografar os mascarados) ou mesmo desafiar os mascarados a ir para o palanque podem estar entre as ações a serem tomadas.

Em suma: o uso de máscaras, junto com a moral psicopática dos esquerdistas, parece ter sido o diferencial a favor da esquerda na questão envolvendo o Bush pai. Se esta é a arma que eles tem, devemos atacá-los nesse ponto.

E novamente ressalto que preparar contra-medidas como essa envolvem uma conscientização fundamental: estamos lidando com psicopatas, que dependem da manipulação da percepção alheia e ao mesmo tempo não possuem limites morais. Temos que lutar, então, para eliminar os pontos fortes nos quais eles podem gerar resultados e usar a exposição pública de sua imoralidade como um ponto a nosso favor.

Anúncios

22 COMMENTS

  1. “Mas um dos motivos mais evidentes (e que precisa ser corrigido) é a inabilidade para lidar com psicopatas.[…] Portanto, temos que esperar o pior.”

    Bingo, Luciano!

    Por isso que eu digo que a principal arma nesse guerra política (assimétrica e mental) é o fortalecimento emocional, PSICOLÓGICO e moral, que me dará CORAGEM pra enfrentar monstros. A preparação intelectual e política pode até vir depois (ou paralelamente e sem tanta pressa, eu acho).

    Um detalhe para a questão moral: percebo que boa parte das pessoas que conheço e esbarro por aí (eu INCLUSO) e que NÃO QUER SABER DE ESQUERDISMO, DE PT, PSOL, PCduBê… (até nos blocos mais religiosos, conservadores, liberais) está FRACA nesse campo pois cedeu à usurpação moralista (na verdade pseudo-moralista de degradação, permissividade, relativismo dos valores éticos & morais verdadeiros) das esquerdas ao longo desses anos de hegemonia cultural socialista. Boa parte dessa massa heterogênea de gente (constituída de uma maioria de bem) acabou ficando tb acanalhada, cínica, negligente, covarde.

    Como reverter isso, sanear esse ambiente que fora moralmente corrompido (de forma brutal, impiedosa), sem fazer antes de tudo uma AUTO-CONFISSÃO (até pública, como fez o nosso Lobão) dando à alma confusa, vacilante, desesperançosa e amedrontada a FORÇA necessária para a conquista de uma HERÓICA e redentora tomada de POSIÇÃO PESSOAL que possa até inspirar outros (aumentando a frota da resistência)?

    Porque como o seu texto mesmo diz, estamos lidando com psicopatas; e o que eles NÃO podem ter a seu favor é A CULPA e o ARREPENDIMENTO SINCERO como forças propulsoras que catapultam as minhas ações com direção e foco.

    Por isso que eu digo que a fortaleza invencível dos escrúpulos morais está justamente nessa confissão e nesse arrependimento (que inclusive nos mantém IMUNES às táticas de ridicularização dos adversários, sejam políticos ou não).

    Abs pra ti, meu véio (*e, se puder, comente sobre aquele fato dos mandatários globalistas da NOM mandarem o PT pro DP pra assinar seu ‘game-over’ em 2014… Eu mesmo não sei se isso realmente procede: http://www.alertatotal.net/2013/12/oligarquia-financeira-transnacional-ja.html… Aos pessimistas anti-petistas de plantão, me parece que o elo fraco deles tá mais fraco do que se imaginava).

  2. “e, se puder, comente sobre aquele fato dos mandatários globalistas da NOM mandarem o PT pro DP pra assinar seu ‘game-over’ em 2014”

    Que fique claro, aqui DP significa departamento pessoal de empresa; mas, pensando bem, poderíamos matar dois coelhos com uma eleição só, enviando logo em seguida boa parte dos petralhas pro outro DP.
    |¬)

  3. Meu medo é no carnaval aqui do Rio. Com essa nova “tradição” no uso de máscaras, não é difícil imaginar arrastões de bandidos disfarçados de foliões. Já não gosto de carnaval, com a volta do carnaval de rua o Rio está insuportável, e temo que vá piorar.

  4. A direita pode usar os mesmos artifícios imorais políticos da esquerda?
    Em uma guerra podemos tudo, ou é melhor ter uma ética e moral superior.

  5. Você pode proibir as máscaras DEPOIS que já sabe que eles são capazes disso, mas e antes? Sabendo que esse povo é capaz de tudo a sua desconfiança tem que chegar no limite da paranóia pra se prevenir de tudo que eles vão fazer.e mesmo quando a paranóia é legítima, eles podem falar que é coisa de maluco, que é implicância gratuita

  6. Esse foi um caso real: uma vez discutindo com um imbecil na internet, falei que do jeito que a esquerda é, o negócio dos médicos terem que trabalhar mais dois anos de graça depois que se formarem era perigosíssimo, porque abria um precendente.Aí o animal veio falar que essa era a falácia do desvio escorregadio. O problema é, A GENTE sabe que não é, A GENTE sabe que a esquerda é o tipo de gente mais baixa que existe e que sempre vai superar as piores previsões, mas como explicar isso pra um idiota útil comum? Ele vai achar que é paranóia ou implicância gratuita e, sinceramente, até eu acharia se não soubesse o que sei hoje

  7. A própria ciência cala a boca dos ateus.

    http://www.youtube.com/watch?v=NtoPqfLhZC8

    m = m0 / [ (1 – v ^ 2 / c ^ 2) ^ 1 / 2 ] e lim m (v –> c) = infinito

    m = massa relativística
    m0 = massa de repouso
    v = velocidade relativa ao sistema referencial do observador
    c = velocidade da luz (uma constante da natureza)

    E vemos que, no limite para “v” tendendo a “c”, encontramos a massa relativística infinita.

    O que há fora (no exterior) do espaço tempo quadrimensional einsteiniano?

    Mesmo ao utilizarmos o tensor métrico de Gödel na equação tensorial do campo gravitacional na relatividade geral, como propôs certa vez o próprio Einstein (o que implicaria a existência de um eixo universal central em torno do qual todo o Universo gira, de acordo com o modelo de Gödel e validado por Einstein), ainda assim ficaria a questão crucial: O que há fora do espaço tempo quadridimensional?

    Que região extra-espaço-temporal misteriosa é essa aonde se estabelecem as conexões quânticas da propriedade física quântica denominada “entrelaçamento quântico” ou “não localidade quântica”?

    Seria essa região misteriosa, e desconhecida da física atual, uma região pertinente a uma realidade transcendente, que é tão irracional e desesperadamente negada pelos ateus?

    Acho muito imprudente usar considerações científicas para justificar o ateísmo, pois, quanto mais a ciência avança, mais evidente fica a nossa imensa ignorância.

    Seguindo o pensamento de Aristóteles eu digo: Sei o que sei, e sei que muito tenho a aprender.

    • Complemento.

      m = m0 / [ (1 – v ^ 2 / c ^ 2) ^ 1 / 2 ]

      então: lim m (v –> c) = lim m0 / [ (1 – v ^ 2 / c ^ 2) ^ 1 / 2 ] (v –> c) = infinito

      E vemos que, no limite para “v” tendendo a “c”, obtemos a massa relativística infinita.

      m = massa relativística
      m0 = massa de repouso
      v = velocidade relativa ao sistema referencial do observador
      c = velocidade da luz (constante da natureza)

      Então: F = ma F = m (dv / dt)

      ( a = dv / dt = d2s / dt2 ) (aceleração é a derivada primeira da velocidade em relação ao tempo, e também é a derivada segunda do espaço em relação ao tempo)

      O símbolo ” ” significa equivalência lógica de proposições.

      E a matemática elementar (cálculo elementar) nos diz que não existe energia no universo suficiente para acelerar um corpo à velocidade da luz (c), e muito menos para além dela.

      Nem mesmo se pudéssemos definir uma ponte Einstein-Rosen (vulgarmente conhecida como buraco de minhoca) conseguiríamos sair do Universo ou Espaço Tempo Quadridimensional.

      Então retorno à pergunta que não quer calar (e note-se que ainda não foi respondida pela física moderna):

      Que região extra-espaço-temporal misteriosa é essa onde se estabelecem as conexões quânticas da propriedade física quântica denominada “entrelaçamento quântico” ou “não localidade quântica”?

      Seria essa região misteriosa, e desconhecida da física atual, uma região pertinente a uma realidade transcendente ou transcendental?

      Por favor, notem que minha questão principal não é de natureza matemática ou física, mas sim, filosófica e existencial, em relação à possível existência e consequências da tal realidade transcendente ou transcendental.

      Vejam que pelos conhecimentos atuais, da física e de toda a ciência, torna-se impossível para alguém afirmar ser verdadeira a proposição que afirma a não existência do Criador, assim como também é impossível afirmar ser verdadeira a contra proposição ou existência do Criador.

      E conclusivamente todo aquele que afirma ser ateu, o faz por mera vontade de crer (crença) no ateísmo, por mera preferência pessoal (subjetiva), ou talvez, por mero modismo politicamente correto, visto ser impossível, com os presentes conhecimentos científicos, provar ou deduzir logicamente a sua proposição tese, qual seja: Não existe O Criador.

      Sei o pouquinho que sei, mas tenho muito a prender, e portanto nada posso garantir ou dizer.

      Talvez a grande verdade da vida seja mesmo a filosofia do grande Sir. William Ladiesfucker:

      “Busquemos viver o melhor possível, e em harmonia, o diminuto intervalo diferencial de tempo que temos, para desfrutar, nesse maravilhoso e misterioso Universo, enquanto estivermos aqui, como inquilinos, nesse nosso lindo e espetacular planeta Terra, nessa nossa espaçonave natural em viagem contínua pela Galáxia e pelo Universo. Pois ao final constataremos que o maior valor da vida é a JORNADA em SI MESMA, jamais os objetivos imaginários com supostos valores duvidosos.”

      Abraços & Tell It All Brothers and Sisters.

      • Cap. Sparrow, OFF TOPIC:

        O assunto não tem nada a ver com o post aqui, beleza; mas eu me amarro nessas “viagens” da Física se entrelaçando com o imponderável.
        |¬)

        Desconfio que vais gostar de participar desse espaço http://www.saindodamatrix.com.br/, principalmente na área de comentários (*procure, pra começar, pelo post ‘DEUS EXISTE?’- há muitos outros que seguem nessa “vibe” mais misteriosa, científica, transcendental- e depois vá para os comentários e procure- entre tantos outros participantes- os nicks ‘Solius'[ou ‘neutrinos’, CRISTÃO CATÓLICO gente finíssima e fera nesses assuntos], ‘Fellini'[ou ‘mestre-paco’ ou ‘Leone’, o CÉTICO-ANTI-ICAR-HEDONISTA-AUTOSUSTENTÁEL-FALACIOSO, figura, defensor ferrenho do NADA-MÃE JOCAXIANO, manja bastante sobre física quântica, química, gosta de equações como vc, mas É TEIMOSO COMO UMA MULA quando o assunto é o INFINITO e a ETERNIDADE], ‘Acid’ [o dono do Blog, rosa-cruz, meio-espírita, meio-cristão, meio-budista, totalmente junguiano, pró-OVNIs e NERD como eu], ‘Coringa'[ateu neutro mas nem tanto, as vezes traz boas fontes], ‘Pers'[espírita kardecista e simpatizante do budismo, bom sujeito], ‘o.que.nada.sabe’ [budista e BUSCADOR CAUTELOSO E MUITO REALISTA, outro fera] e ‘dom guako'[MESTRE DE CHIKUNG, TAOÍSTA, PORRA-LÔCA, COBAIA DE SI MESMO e VERBORRÁGICO pra cacete, outra figuraça, a que se ter um pouco de paciência aqui, desconfio que é um gênio incompreendido).

        Mostre esses seus argumentos lá que me parece mui interessante. A turma ali é bem heterogênea mas muito boa e simpática, eu agarântium.

        ;¬)… Ah! Lá eu sou apenas (desde meados de 2010) um insignificante Anderson Silva (vez em quando dou uns pitacos nos assuntos mais, digamos, “politizados” e “religiosos” (quando não estou disfarçado de ‘Ike’ ou ‘Padawanderson’ ou ‘Mártir McFly’ tb).

        Abs

      • Ao Anderson Silva.

        Grato pela dica Anderson, vou dar uma xeretada por lá.

        Eu sei que este meu post está fora de contexto, mas não havia outros pertinentes nos quais eu pudesse encaixar minhas questões.

        Mas de qualquer modo já obtive um retorno positivo com seu comentário.

        Grato novamente e Abraços.

  8. Excelente Luciano, obrigado, mandar que tirassem as máscaras seria letal se fossem militantes democratas conhecidos, o jogo teria virado totalmente. rs

Deixe uma resposta