Já não basta zoar, tem que escrachar e avacalhar de vez: Pelé pede que brasileiros protestem só depois da Copa e ‘não estraguem a festa’

7
120

pele

Pelé definitivamente é uma figura sem noção. Veja o que ele diz a respeito das manifestações contra a Copa do Mundo:

Pelé, 73, voltou a mostrar preocupação com os protestos nas cidades brasileiras durante o Mundial de 2014.

“Espero que a gente tenha essa consciência: deixar passar a Copa do Mundo. Aí vamos reivindicar o que os políticos estão roubando ou desviando. Isso é outra coisa. O futebol só traz divisas e só traz benefício para o Brasil”, disse, em entrevista à ESPN Brasil.

Nomeado pela presidente Dilma Rousseff como embaixador honorário da Copa em 2011, o ex-jogador pediu uma espécie de trégua aos manifestantes para que o país receba os turistas e aproveite a oportunidade de realizar uma competição sem problemas.

“Vamos deixar passar essas festas e vamos exigir. Futebol não tem nada com isso”, afirmou. “Acho que o futebol não tem nada a ver com a corrupção dos políticos. O futebol sempre enalteceu o Brasil. Os jogadores sempre trouxeram promoção muito grande para o Brasil”.

Ele incluiu os Jogos Olímpicos de 2016, no Rio, como outra oportunidade que não pode ser prejudicada por protestos.

“Agora temos três eventos maravilhosos: a Copa das Confederações, a Copa do Mundo e as Olimpíadas. O país pode encher de turista e receber todo o benefício desse turista. E o próprio brasileiro fica estragando uma festa dessas. Quando falei isso ano passado, muita gente não entendeu,” disse Pelé.

Ele admitiu que ficou preocupado durante a Copa das Confederações, em junho de 2013, mas, na sua opinião, a conquista da seleção brasileira amenizou as manifestações. “A sorte é que Deus é brasileiro, e o Brasil foi campeão. Aí sossegou um pouco”.

A falta de qualquer tipo de respeito ao público dá a tônica das declarações de Pelé, como sempre um chapa branca de marca maior.

É claro que o futebol “não tem a ver” com a corrupção dos políticos, mas a construção de estádios a um preço exorbitante sim. Como toda a Copa será jogada em estádios superfaturados, é claro que o evento é uma afronta à população.

A lógica de Pelé é tão desaforada como se fosse a de um estuprador pedindo que sua vítima pare de gritar. Segundo ele: “Melhor você protestar depois, por enquanto, eu preciso ter tempo para gozar, me vestir e ir embora. Vamos combinar assim?”.

Que ele vá lamber sabão.

Em tempo: nada contra protestos, mas sim contra protestos violentos. Mas protestos pacíficos em relação à Copa são mais que justificados.

Anúncios

7 COMMENTS

  1. Tenho uma sugestão: vamos fazer um twitaço pro Pelé pedindo pra ele usar hospitais, transportes e outros serviços públicos durante estes dias que antecipam a copa pra ele ver como é que é.

  2. A unica coisa inteligente que pelë ja disse foi quando falou que o brasileiro nao sabe votar. Verdade inquestionavel.
    Na epoca cairam de pau nele.

  3. Eu gosto pra caramba de copa do mundo e não acho que o brasil seria “melhor” sem a mesma. Seria a mesma merda, só que ao invés de copa, gastariam dinheiro com outra coisa.

Deixe uma resposta