Milagre: Eduardo Cunha, do PMDB, reconhece o óbvio a respeito da proposta petista pelo financiamento público de campanha

15
39

eduardo-cunha-size-598

Na coluna de Vera Magalhâes, na Folha de São Paulo, ela menciona que o deputado Eduardo Cunha, do PMDB-RJ, descobriu o óbvio a respeito das intenções do PT lutando pelo financiamento público de campanha:

Imagina na eleição A arrecadação de R$ 1 milhão em menos de dez dias por Delúbio Soares para pagar a multa imposta pela Justiça no processo do mensalão chamou a atenção dos partidos. O líder do PMDB na Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (RJ), usa o caso como argumento para dinamitar a proposta em discussão no STF que permite apenas doações de pessoas físicas em campanhas. “Só o PT vai ter dinheiro. Se da cadeia ele arruma isso, imagine o PT na Esplanada”, dispara o aliado.

Vantagem Além disso, pondera o deputado, só o PT tem militantes em número suficiente para arrecadar grandes quantias. “Por isso o PT apoia o financiamento público, para dominar as futuras eleições sozinho.”

Está aí. Eduardo Cunha descobriu a América. O engraçado é que nós, céticos quanto à esquerda, já sabíamos dessa intenção petista há muito mais tempo.

O PT simplesmente criou uma seita de fanáticos, como uma religião política legítima que é – exatamente nos mesmos moldes dos obamistas nos Estados Unidos. Sabendo disso, obviamente fizeram uma proposta para atender ao cenário que mais os beneficia.

Esta é a “parceria” do PT com o PMDB. Dia após dia, o PT pensa em formas de jogar o PMDB na lata do lixo.

Chegamos a esse ponto: temos que torcer para que o PMDB não ceda às propostas totalitárias que o PT tem feito para não precisar mais do apoio deles.

Anúncios

15 COMMENTS

  1. Luciano, o comentário eh OFF TOPIC.
    Uma curiosidade minha sobre você é o que você pensa sobre a trilogia Jogos Vorazes , da autora Suzanne Collins. Sei que aqui você não comenta especificamente sobre livros/filmes que não sejam “semi-autodeclarados” esquerdistas, como falou sobre ‘Elysium’ e ‘O Ataque’ aqui:

    http://lucianoayan.com/2013/12/15/as-mentiras-que-a-extrema-esquerda-hollywoodiana-conta-elysium-e-o-ataque/

    Mas, eu adoraria ver uma review sua sobre esta saga, que tem um teor político muito bom. Se você ao menos conhece ou já tem uma idéia sobre Jogos Vorazes, uma notinha de rodapé pra mim já estaria bom. Só pra saber teu ponto de vista ;P

  2. Luciano, segue um calhamacinho:

    1) Pode ser que os militantes gays tenham conseguido o cadáver que tanto queriam, como se pode ver por aqui, após o assassinato de um rapaz na rua Herculano de Freitas, na região central de São Paulo. Porém, os assassinos, como notará, não são nem um pouco do arquétipo que os tais militantes queriam (vamos entender aqui cabelo raspado, compleição física forte, camisa branca, calça social com suspensórios e coturnos), mas sim um bando de skatistas. Logo, é capaz de os militantes silenciarem, pois foi caso de gangue que assaltava na região da Frei Caneca e, em que pese assaltarem homossexuais, pode ser que não assaltassem só homossexuais. E agora eles acumulam a morte de um homossexual. E a pergunta que fica é sobre se um heterossexual que estivesse naquela mesma ocasião e se desgarrado de um grupo maior no qual se encontrava estaria exposto ao mesmíssimo risco do rapaz de 18 anos que teve sua vida desgraçadamente tirada à base de chutes, pontapés e golpes de skate na cabeça. Segue também o comentário da Jovem Pan;

    2) A França proíbe reprodução assistida para lésbicas e pode haver mão de Hollande na jogada, pois o mesmo já era contra barriga de aluguel;

    3) Vale a pena ler esta entrevista com Dom Orani Tempesta, agora cardeal arcebispo;

    4) Um artigo sobre as vaquinhas ultrarrápidas para pagar as multas dos mensaleiros que está com toda cara daquilo que você chamou de “crítica de amigo” (aliás, seria bom expor essa rotina bem, pois muitos caem nisso);

    5) Você sabe de quanto era o patrimônio do Mandela? O equivalente a US$ 4,1 milhões, como foi revelado no testamento. E aqui perguntaremos como ele conseguiu isso e se é mesmo verdade aquela tese de que ele era testa de ferro de empresas que conseguiam diamantes de sangue.

  3. Luciano, mudando um pouco de assunto: você já tratou daquele estratagema esquerdista, no qual o cara diz algo no tipo “os religiosos fizeram guerras em nome de sua religião, mas os ateus fizeram guerra pelo poder”?

    • Cassidy,

      Ainda não tratei desta rotina, mas ela é bem esdrúxula. O fato é que tanto religiosos como ateus fazem guerra pelo poder, mas religiosos tendem a ADORNAR suas ações usando palavras virtuosas que se relacionem à sua religião. A técnica neo-ateísta é tão imbecil como se alguém fosse acusar “bem comum” e “igualdade” por causa de coisas que políticos fazem. Errado. O ser humano segue com seus interesses muito além dos rótulos de propaganda…

      Acho que farei um post sobre isso.

      Abs,

      LH

  4. Porra porque que o PMDB e o PT não se juntam e criam um partido só de uma vez… uma piada. E tem estados onde a galera ainda vota no PMDB para não votar no PT, ha,ha,ha… rir para não chorar!

    • Os blogs semiestatais (Conversa Afiada, Brasil 247, etc.) sempre que possível criticam o Eduardo Cunha. Paulo Henrique Amorim já o chamou de “Líder do Governo e da Oposição”. Parece que ele manda mais no PMDB do que o Michel Temer.
      Vamos torcer para que mais um sonâmbulo acorde. Aguardemos.

  5. Esse povo, que é cheio de assessores, não tem desculpa para não saber o que Reinaldo Azevedo, você e outros ja dizem há tanto tempo.
    Dãããããã!

Deixe uma resposta