A moral petista no caso da médica cubana que pediu asilo no Brasil… e um novo desafio

15
51

images-cms-image-000355734

Ontem eu publiquei a notícia do primeiro caso de deserção de uma médica cubana do programa Mais Médicos. Agora, vamos comentar alguns desdobramentos vistos nas últimas notícias. Como sempre, gosto de citar o Brasil247, pois tenho um gostinho especial quando os vejo irritados:

A cubana Ramona Matos Rodriguez, contratada do programa Mais Médicos, anunciou na noite desta terça-feira (4) que vai pedir asilo político ao Brasil. Enquanto aguarda decisão do governo, ela está refugiada na liderança do DEM na Câmara dos Deputados.

Ela diz ter “fugido” no final de semana de Pacajá, no Pará, onde atuava em um posto de saúde, depois de descobrir que outros médicos estrangeiros contratados para trabalhar no Brasil ganhavam R$ 10 mil por mês, enquanto os cubanos recebem, segundo ela, US$ 400 (cerca de R$ 965).

Ramona contou que pediu ajuda ao deputado Ronaldo Caiado (DEM-GO) depois de ter sido informada que a Polícia Federal já tinha sido acionada para buscar informações sobre seu paradeiro.

Caiado afirmou que a bancada será a embaixada da liberdade para os médicos cubanos. “O DEM se coloca à disposição com estrutura física e jurídica. Pedimos ao presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves, segurança e vamos adaptar o gabinete para que ela possa ficar aqui, colocar colchão, providenciar local para banho”, disse.

O nível moral do PT realmente é muito pior que o nível do puteiro. Quando um partido chega a colocar a Polícia Federal no encalço da médica desertora, é sinal de que realmente estão fazendo de tudo para desmoralizar a polícia brasileira. Sem contar que há uns 3 dias, Romeu Tuma Jr. denunciou o estado policial em que vivemos no programa Roda Viva.

Ronaldo Caiado poderia até colocar uma placa com o escrito “Palmares” em seu gabinete, pois ele abriga uma verdadeira quilombola.  No que parece, a cubana já pediu asilo nos Estados Unidos.

Enquanto isso, os petistas continuam em fúria. Vejamos algumas mensagens de comentaristas do MAV na caixa de notícias do Brasil247 no texto “DEM entra com pedido de refúgio para médica cubana”.

Abaixo o primeiro deles:

No MAIS MÉDICOS o governo do PT APOIA A VINDA DE MÉDICOS PARA AJUDAR NOSSA POPULAÇÃO CARENTE, já os IDIOTAS INÚTEIS DO DEMo-PSDBasta apoiam uma DESERTORA DO PROGRAMA (ela quer é dar um jeito de fugir para os EUA, via Brasil, para LAVAR PRATOS LÁ).

Aqui é a tradicional falsa dicotomia de sempre. Só que há um problema: se lavar pratos nos Estados Unidos é mais atrativo que ser médica em Cuba (ou no Brasil, via contrato com Cuba), isso é um demérito dos esquerdistas, ao invés de um mérito. É divertido vê-los escrever motivados pelo fígado, sem perceber deslizes desse tipo. Em tempo: ela só quer fugir para os Estados Unidos por que o Brasil protege Cuba. Ponto para os Estados Unidos.

Este outro traz até teoria da conspiração:

Esta senhora descumpriu o contrato para o qual veio ao Brasil. É muito simples, ela deve ser repatriada para Cuba vez que, não cumpriu o contrato de trabalho. O resto é política partidaria. Posso até especular se esta senhora não é uma agente da CIA. Falta muita explicação neste caso. A direita é quem está comandando a questão. Vamos lá peça ao pessoal do Governo Cubano levantem a ficha desta senhora. O programa de saúde dos qual os médicos cubanos não pode correr riscos por conta de uma médica que está a venda para o que a de mais reacionário no Brasil. Acho que esta senhora já viveu em Miami.

Faça-me rir. Só isso a dizer sobre o bloquinho acima.

Note a caridade petista na mensagem deste outro:

Quanto a essa médica pseudo “enganada” sabe-se que há uma organização reacionária em Miami, a serviço de certas agências, que estimula e financia a fuga de médicos cubanos mundo a fora. Além disto essa senhora veio ao Brasil como voluntária, ninguém a obrigou, e como funcionária pública de Cuba não é uma profissional liberal, sabia quanto iria ganhar e onde iria trabalhar, quem foi contratado e lhe paga é o governo cubano, não foi contratada como pessoa física pelo governo brasileiro. E foi parar logo no gabinete do DEM, de Caiado…. Não cabe ao governo brasileiro conceder asilo a quem não está sendo perseguido e ainda por cima abandonou suas obrigações junto ao programa Mais Médicos deixando a população sem seus serviços. Ela que atravesse a fronteira e vá pedir asilo no Paraguai, na Colômbia ou então vá a Miami que na realidade é para onde deseja ir. Não passa de massa de manobra do reacionário DEM, se é que por trás não existe a mão invisível do império, eu apostaria nisso, serve aos dois interesses.

O problema é que o sujeito omitiu os fatos. A médica cubana sabia dos termos do contrato, mas não sabia que o custo de vida no Brasil seria tão alto, o que facilitou com que ela percebesse o embuste em que se meteu. Aliás, ela assinou o contrato por não ter opção.

O engraçado é que o sujeito reconhece que ela deve ser punida por que “deixou a população sem seus serviços”. Realmente, eles são tão escravagistas que não percebem atos falhos deste tipo. Contratos podem ser rescindidos a qualquer momento, e ninguém é obrigado a prestar serviço para ninguém.

Abaixo temos outro apegado em uma teoria da conspiração (note que eles são viciados nisso):

A médica cubana do Caiado mentiu ontem descaradamente aos brasileiros. Não disse que tinha ido, assim que chegou a Brasília, pedir asilo nos Estados Unidos. (Os Estados Unidos, ao contrário do Brasil, não pagam a Cuba por ter educado uma multidão de médicos de povão, o que falta na terra do Tio Sam. Eles estimulam a fuga de médicos cubanos, concedendo visto de imigração preferencial e usando uma organização chamada Solidariedad sin fronteras, que paga uma bolsa de sete mil dólares para os que abandonarem o país e fizeram um cursinho para a revalidação do diploma. Mais barato que formar médico, não é?)

O que ele acabou de dizer aqui é que os Estados Unidos são um país mais atraente para os médicos cubanos do que… Cuba. É por isso que eu digo que devíamos nos aproveitar dos frames da extrema-esquerda. Eles se entregam sempre.

O que dizer deste que fala a seguir, então? Leia:

Como falta inteligência na oposição , eles compram qualquer coisa….Essa doutora a primeira coisa que ela fez quando entrou no Brasil, foi bater na porta da embaixada americana….triste a atitude dessa Dra.

Deixe-me entender: uma pessoa exercer seu direito de viajar definitivamente para um país mais livre que Cuba é… triste? Note que ele não apenas é contra a liberdade de ir e vir, como também lamenta o exercício dessa liberdade.

Este outro está doido para que Ramona seja deportada para Cuba, mostrando a típica falta de humanidade petista:

Devolvam a Cuba, veio por contrato, tem serviço a prestar, se não quer será substituída. O Brasil tem contrato com Cuba. Ela é funcionária do governo cubano. É só voltar para lá. Não quer ajudar os pobres do Brasil, sem problema, devolvam a mulher imediatamente.

Ué, por que ela tem que IR PARA CUBA e não para os Estados Unidos? A forma como os petistas entendem que estados devem ser donos de pessoas é realmente uma afronta à civilização.

Diante de tudo isso, uma ideia é sugerir uma lei na qual todos os médicos escravos cubanos tivessem o direito à alforria para que fiquem no Brasil. Os petistas estão chorando pitangas dizendo que a deserção de cubanos pode “prejudicar o Mais Médicos”. Basta então, propor pagar os R$ 10 mil diretamente a todos os médicos cubanos, não pagar mais nada para Cuba, e então permitir que os cubanos continuem trabalhando pelo mesmo período de contrato que tinham com o governo cubano.

Se Ramona vai para os Estados Unidos, o DEM poderia propor um programa para atrair os médicos cubanos para ficarem definitivamente por aqui, assim como é interessante para eles irem para os Estados Unidos. (Sim, eu sei que os petistas adorariam mandar os cubanos desertores de volta, assim como fizeram com dois pugilistas em 2007. Mas o importante é a pressão dialética lançada pela criação de uma lei para fazê-los ficar interessados em permanecer por aqui, e garantir que tenham esse direito).

Uma proposta assim com certeza deixaria os petistas muito, mas muito irritados. Além de tudo, tiraria todos os últimos frames que ainda restam a eles nesta questão.

Anúncios

15 COMMENTS

  1. Sério, o PT é a instituição mais nojenta e abjeta que já houve neste país. Depois da entrevista do Tuma e do ocorrido com essa médica NENHUM petista merece respeito ou consideração. Devem ser tratados como baratas sub-humanas e dementes que são.

    • Prezado Júlio, você está coberto de razão.

      O PT é um partido de moleques, marginais, narco-traficantes, mas, como ontem falou um jornalista que trabalha na Assessoria de Imprensa do presidente da empresa (estatal) em que também trabalho: “A eleição da Dilma está garantida”. E isso quer dizer que, se esse cara estiver certo, estamos “TOP! TOP!” como dizia o fradinho comunista do comunista Henriquinho (Henfil).

      Talvez o tal jornalista esteja apenas usando de estratégia de guerra. Mas me preocupa porque a grande massa de eleitores não me parece ter essa mesma percepção que nós temos e a “oposição” nunca age para evidenciar as falhas do PT; talvez porque a “oposição” (e estou pensando no PSDB, única, graças ao ódio assassino dos petistas, com visibilidade), seja tão esquerdista quanto o PT, o que lhe dificulta a critica honesta.

  2. Luciano.

    Veja isso!

    Por favor, agracie-nos com sua avaliação da mensagem abaixo.


    http://www.militar.com.br/blog27408-%C3%89-bom-se-preparar-%E2%80%93-o-tranco-vai-ser-Forte–Gen-Paulo-Chagas#.UvCgyPldUmH

    É bom se preparar – o tranco vai ser Forte!

    Líderes Invisíveis – General Paulo Chagas

    Quem não está na linha de frente, não tem o direito de abrir a boca para cobrar resultados, principalmente se for estrangeiro. Quem não faz parte do processo deve controlar seus ímpetos e ser prudente ao emitir opiniões emocionais. Não é preciso lembrar nem cobrar das nossas FFAA que tenham a coragem, a dignidade, a honra e o patriotismo de salvar nosso país. Não se deve confundir a eventual “omissão” de três comandantes militares burocratas das Três Forças com os LÍDERES MILITARES DA ATIVA, totalmente invisíveis à mídia e à população. A Sociedade não os conhece. São anônimos. Vivem confinados em suas Bases Militares, comandando suas tropas, treinando seus efetivos, administrando seus poucos recursos e sofrendo tanto ou mais do que cada um de nós, que ama o Brasil. Os Militares vivem conosco este momento de incerteza nacional e sofrem tanto ou mais do que nós. Para os que não se lembram, Militar tem esposa civil. Tem filhos civis. Têm parentes e amigos civis. Os nossos Militares ganham pouco. Conhecem a realidade nacional com muito mais precisão do que nós, graças ao Serviço de Inteligência do Exército Brasileiro, que infiltra seus tentáculos em todo e qualquer movimento social. Temos uma das (poucas) melhores Forças Armadas do Planeta. Somos internacionalmente reconhecidos. Todos os anos, 4 cadetes da Academia West Point – N. Y., USA fazem estágio nas Agulhas Negras, e, 4 cadetes da AMAN, fazem estágio na West Point. Nossos generais combatentes (O General Enzo é engenheiro e não combatente) são reconhecidos como sendo detentores de notória formação militar pelas FFAA dos USA e Rússia, por exemplos. Nossas Academias (Escola Naval, AFA e AMAN são consideradas ilhas de excelência em ensino militar no Mundo. Além disso, as FFAA, enquanto instituições, são perenes e transcendem às eventuais ideias contrárias de seus membros não alinhados com o Dever Constitucional. Portanto, não é necessário ofender, gritar, espernear, xingar, tampouco ficar lembrando aos LÍDERES MILITARES (INVISÍVEIS AO OLHO COMUM), suas atribuições, deveres e obrigações. Em primeiro lugar, militar não suporta ouvir choro. Em segundo lugar, não há mais o que se preparar. A Força sempre está preparada! Tudo é uma questão de tempo e melhor oportunidade. Entretanto, a questão é por demais complexa. Não estamos falando de se “fechar a boca de fumo da esquina”, estamos falando de uma situação de extrema gravidade que demanda responsabilidade. Uma Guerra Civil pode demorar décadas para ser definida (se o for) e pode destruir uma Nação. Isto não é brincadeira de vídeo-game. Há dezenas de milhões de vidas humanas em risco. Mesmo assim, o dever constitucional jamais deixará de ser cumprido. Jamais! O “timing” dos civis” não é igual ao “timing” dos nossos LÍDERES MILITARES INVISÍVEIS DA ATIVA. É bom se prepararem, Amigos, pois o tranco vai ser forte! Quem não acreditar, que comece a orar! Ninguém perderá coisa alguma por esperar…
    – General de brigada Paulo Chagas

    “O ser humano não inventa, não cria e nem inova, ele apenas aperfeiçoa.”
    – Cláudio Eugênio

    Quem venham! Por aqui não passarão!

    BRAÇO FORTE!
    ARMAS ENSARILHADAS ENFERRUJAM E EMPERRAM A LIBERDADE!

    É GRAÇAS AOS SOLDADOS E NÃO AOS POLÍTICOS QUE A DEMOCRACIA SE ETERNIZA!

    S E L V A !

    VISITE MEU BLOG

    http://www.militar.com.br/blog-de-Castelo_Branco-6523

    R E P A S S E M !

    Forte abraço.

  3. Caramba, o grau de vigarice e impostura dessa corja nunca deixa de me surpreender. Realmente, são os GRANDES AMIGOS DA LIBERDADE e lutam sempre por um “mundo melhor”.
    Claro, mandando quem quer liberdade de verdade direto de volta para o inferno, com passagem só de ida.

  4. Será que depois de todos os escândalos anunciados do PT e mais os que ainda podem aparecer, será que ainda assim o PT ganha as próximas eleições presidenciais?

  5. Acredito que, agora que estamos em um bom número na rede, deveríamos começar a falar abertamente em IMPEACHMENT, usando contra o PT a mesma tática que eles utilizavam quando na oposição. Deveríamos fazer pressão nas redes sociais e nos blogs que fazem oposição ao PT. Duvido que esse impeachment ocorreria, mas pelo menos poderia criar um movimento que poderia dar algum fruto na Copa. Por exemplo: muitas pessoas poderiam vaiar a Dilma na abertura e gritar pedindo impeachment, isso daria uma repercussão desgraçada contra o PT. Poderíamos tentar, afinal não temos nada a perder, só a ganhar. Bastaria que apenas alguns blogueiros (você, Luciano, ou o Constatino, Felipe Moura, o implicante… qualquer um ou, melhor, todos) começassem a falar em impeachment, listando alguns motivos, porque eles não faltam (irregularidades na Copa, escravidão cubana, casos de corrupção, denuncias do Tuma Jr. etc). Precisamos começar esse movimento, porque é legítimo, porque acredito que somos cúmplices do PT ao não exigirmos a saída desses criminosos. Tenho certeza que esse movimento daria bons frutos, principalmente agora que estamos em grande número.

    Vamos lá pessoal, abrace essa ideia, fale abertamente sobre IMPEACHMENT, com todas essa letras.

  6. Luciano, segue sobre esse assunto:

    1) É possível que outros cubanos se assustem ao descobrir o quanto outros médicos estão ganhando aqui, pois não sabem o que receberão;

    2) O Ministério da Saúde já providencia o desligamento de Ramona do Mais Médicos. Por ora, consideremos como procedimento de praxe;

    3) A médica que conseguiu fugir da vigilância cubana avisa que entrará com processo na Justiça do Trabalho para receber o mesmo salário que outros médicos estão recebendo. E o Ministério Público diz que ela tem razão em sua queixa, algo que também rendeu lenha reinaldiana;

    4) Ramona já conseguiu emprego na Associação Médica Brasileira, que se posiciona contra o Mais Médicos. Quem ler a notícia verá que uma senhora que deu guarida a ela logo suspendeu o ato por ser a favor do Mais Médicos;

    5) Um blogueiro que conhecemos deu uma sakamoteada de dupla utilidade para os marxistas-humanistas-neoateístas, pois fala tanto do rapaz que foi preso ao poste quanto da médica que tenta o asilo. No último caso, ele insiste naquela história de que trazer cubanos em pacote fechado e pagando-lhes menos do que outros estrangeiros recebem não configuraria escravidão. Essa história surgiu como uma tentativa de comparar o cara que foi preso ao poste a uma situação de que a escravidão não teria de fato sido abolida em 1988 e que pelo fato de a maioria das pessoas atuais vítimas de trabalho análogo ao escravo serem o que MHNs chamam de “negros” (novamente, lembro que aqui é distorção, pois “negro” para MHN significa a soma das categorias “preto” e “pardo” do IBGE. “Pardo” para o IBGE significa “mestiço” e, portanto, aplica-se a todas as pessoas que têm ancestralidade mista, incluindo aí um grande número de pessoas sem ancestralidade africana, como grande parte da população da Amazônia, que é mestiça de branco e índio, mas é usada pelos MHNs para dizer que o Brasil supostamente seria a maior nação negra do mundo). Segue o trecho em questão:

    E já que toquei no tema, aproveitando o embalo: como expliquei para um amigo jornalista, a contratação de cubanos pelo programa Mais Médicos não configura trabalho análogo ao de escravo. Testei todas as possibilidades, analisei casos semelhantes e, até agora, não se enquadrou em nenhum dos elementos definidores desse crime.

    Se considerarmos que a condição dos médicos cubanos que estão sendo trazidos ao Brasil é de trabalho escravo contemporâneo, como querem fazer crer alguns críticos, também teremos que incluir nessa conta milhões de trabalhadores do agronegócio, da construção civil, dos serviços que recebem salários abaixo do piso ou do mercado. Se quiserem, podemos batalhar para ampliar o conceito e caber isso. Mas depois não reclamem…

    Quer envolver o governo brasileiro na brincadeira? Não precisa forçar a mão com os cubanos. Houve libertações de pessoas na produção de coletes para recenseadores do IBGE, em obras do Minha Casa, Minha Vida, do Programa de Aceleração do Crescimento, do Luz para Todos… Casos em que o governo não foi o contratador, mas bem que poderia ser acionado na Justiça por não tomar conta das ações que fomenta.

    Ganhar pouco ou mesmo estar em condições precárias de trabalho são coisas diferentes de trabalho escravo. Estampar algo como “trabalho escravo” pode ser útil para dar notoriedade a um argumento, uma vez que é um tema grave e que gera repulsa por parte da sociedade. Mas, por isso mesmo, deve-se tomar muito cuidado ao divulgá-lo, que é o que os jornalistas que cobrem o tema tentam fazer o tempo todo. Saibam que muita coisa fica de fora porque não se sustenta.

    Isso não significa que os médicos da ilha que se sintam prejudicados não possam inclusive processar o governo brasileiro diante de eventuais problemas trabalhistas ou tratamento diferenciado de trabalho. Podem e devem.

    Agora, é irônico o deputado federal Ronaldo Caiado (DEM-GO) defender que a situação de uma das médicas do programa era de trabalho escravo e, ao mesmo tempo, afirmar que o sistema nacional de combate à prática comete excessos. Irônico porque, em 22 de maio de 2012, ele foi um dos 29 deputados federais que votaram contra a PEC do Trabalho Escravo, proposta de emenda constitucional que prevê o confisco de propriedades urbanas e rurais em que esse crime for encontrado e é a principal medida legislativa em trâmite para erradicar esse crime. Ela foi aprovada por 360 votos e seguiu para ser discutida no Senado, onde hoje se encontra.

    Pegou tão mal esse trecho que até mesmo sakamotetes estão contestando seu “mestre”;

    6) Diz o Colegiado de Secretários Municipais de Saúde paraense que se surpreendeu com a deserção da cubana. Eu não me surpreenderia com isso, pois deve ter sido um choque daqueles sair de Cuba para receber um salário acima da média local, mas abaixo do salário de todos os outros não-cubanos do Mais Médicos, e só saber disso ao chegar;

    7) Diz o Conare que o pedido de asilo pode demorar seis meses para ser analisado. Dizem que esse é um período normal e me parece de fato algo verossímil. Porém, é claro que ficaremos com medo de protelarem de propósito essa análise.

    • Mais Médicos não configura trabalho análogo ao de escravo. Testei todas as possibilidades, analisei casos semelhantes e, até agora, não se enquadrou em nenhum dos elementos definidores desse crime.

      KKKKKKKKKKKK, então temos que acreditar nas análises e testes dos sakamoto, né? Afinal ele testou TODAS as possibilidades.
      Os leitores de sakamoto agora devem ter certeza de que não é análogo ao de escravo, só porque ELE disse que não é……Mas que merda 🙂

      Ganhar pouco ou mesmo estar em condições precárias de trabalho são coisas diferentes de trabalho escravo.

      Se eu não tivesse lido isso com meus próprios olhos no blog do sakamoto, poderia afirmar categoricamente que quem escreveu essa frase foi um ANARCO CAPITALISTA — estilo Daniel Fraga.
      Isso é sinal claro de que a coisa não anda nada bem para os esquerdistas.
      SÓ QUE, aí mesmo já se nota que ele está apenas usando uma distinção de emergência, ao mesmo tempo que se esquiva de explicar o que é o trabalho escravo, onde ambas as situações são requisitos necessários da configuração que prefigura o crime.

      Sakamoto só está cumprindo tabela na militância, a situação do “Mais escravos” é que nem esquema de dominó, caiu um, agora é só esperar pra ver a coisa toda desabar. Não será bonito, muito menos para os cubanos que ainda possuem familiares em cuba.

      Enquanto a população se omite (como sempre) o cerco vai começar a fechar pro lado dos cubanos que ficaram no programa, com vigilância constante de todos os lugares.

  7. “Vamos lá pessoal, abrace essa ideia, fale abertamente sobre IMPEACHMENT, com todas essa letras.
    “Isto não é suficiente , é necessário um promotor corajoso afim de abrir um inquérito para investigar o Foro de SP ? Quem financia a entidade? o documento parará as atividades do Foro de dos partidos Foristas, como PSB e PDT , . Não adianta Dilma sair se o PT continuará no Estado , como diz Napoleão Bonaparte precisa -se atingir o inimigo no seu ponto mais fraco.

Deixe uma resposta