Entendendo a esquerda que odeia Rachel Sheherazade e endossa Ricardo Boechat

50
150

boecha

Quando eventos recentes, ocorridos no curso de uma única semana, servem para tornar a vida de um investigador de fraudes intelectuais da esquerda uma moleza, a coisa chega a perder a graça.

Os leitores deste blog viram recentemente a palhaçada histérica feita pela esquerda contra Rachel Sheherazade que, com argumentação lógica, representou muito bem a posição do cidadão comum e humilde vítima de criminosos violentos. Em retribuição, os esquerdistas usaram diversas táticas de assassinato de reputações e patrulhamento ideológico, querendo transformar uma argumentação lógica (e sem nenhum conteúdo focado à incitação de crime, mas em entendimento da situação) proferida pela âncora do SBT em um crime moral. Esse tipo de sensibilidade artificial histérica é um jogo típico que a esquerda joga para censurar seus oponentes. Posts em que tratei a questão incluem:

Pois não é que entra em cena o evento mostrando que a extrema-esquerda, representada pelos Black Blocs, deliberadamente lançou um rojão sobre um cinegrafista da TV Bandeirantes. O repórter, Santiago Andrade, de 49 anos, está em estado grave. E o que isso tem a ver com a questão do bandidinho do poste? Praticamente tudo, pois temos um evento para testar comportamentos de pessoas diante do crime.

Antes precisamos de algumas classes de discurso para estudarmos esse tipo de comportamento. Por exemplo, diante de um crime cometido, podemos ter os seguintes discursos, dentre outros

  • agravação: o crime é mais grave do que os similares cometidos. Por exemplo, o estupro contra um bebê de 9 meses é ainda mais grave do que o estupro de um homem ou uma mulher adulta.
  • atenuação: o crime é considerado menos grave do que os similares cometidos. Por exemplo, a vítima de um crime já havia feito um crime contra seus ofensores. Por isso, se uma mulher estrangular um sujeito que a havia estuprado no passado, ela tem um atenuante.
  • inocentação: o criminoso é declarado como inocente do crime cometido, por diversos motivos.
  • transferência: o crime não foi feito pelo acusado, mas por outra pessoa.
  • justificação: o crime não é considerado um crime, por ter sido avaliado pelo discursante como correto.
  • incitação: o crime não só está correto, como deve ser cometido mais vezes.

Por exemplo, os crimes cometidos pelo bandidinho do poste são muito mais graves do que o crime cometido por aqueles que o amarraram nu ao poste. Entretanto, a esquerda lançou discursos de agravação em relação aos últimos, mostrando que seus valores morais são invertidos. Rachel Sheherazade lançou um discurso de atenuação (e bastante racional) em direção aos que amarraram o bandidinho ao poste. De maneira injustificada (e desonestíssima), a esquerda a acusou de incitação ao crime. 

Mas a coisa não pára por aí. Em relação ao crime cometido contra o cinegrafista, nenhum cidadão em sã consciência poderia lançar qualquer discurso que não o de agravação. Isso por que o cinegrafista não fazia mal a ninguém, e o motivo para lançar sobre ele um rojão é extremamente torpe. Só que temos gente como o jornalista Ricardo Boechat lançando um discurso de incitação às ações dos Black Blocs, que obviamente propagam a moral psicopática, a qual justifica toda e qualquer barbárie cometida pelo seu grupo. Veja abaixo:

O marginal Black Bloc entendeu a mensagem direitinho, especialmente em relação ao quebra-quebra, tanto que o crânio do cinegrafista Santiago foi perfurado. Se ele sobreviver, ficará com graves sequelas.

Abaixo, Boechat usa o discurso de atenuação:

Agora o tal rojão foi “lançado contra ninguém”. O problema é que não é este discurso o que ele usa quando fala da polícia. Para piorar, ele também usa o discurso de transferência, falando em “infiltrados”. Quais infiltrados? Por quem? O problema é que não havia infiltrado algum. Foi realmente um Black Bloc o responsável pela violência inaceitável contra o cinegrafista.

Essa é nossa situação atual: enquanto a jornalista Rachel Sheherazade é injustamente acusada de incitação ao crime (quando na verdade ela apenas fez um discurso muito racional mencionando o atenuante para um crime), jornalistas de esquerda seguem praticando esta incitação ao crime de maneira formal. Mas como defendem grupos com os quais se alinham ideologicamente (Black Blocs, e criminosos profissionais, como o bandidinho do poste), transferem sua mania de incitar crimes contra civis aos outros.

Sendo assim, todo o discurso lançado pela esquerda constitui um gravíssimo crime moral, uma verdadeira aberração ética, na qual temos apologistas do crime lançando sobre os outros as culpas que eles possuem. São os “intelectuais” da esquerda os responsáveis por criar a situação de insegurança extrema no Brasil. E, enquanto fazem isso, lutam contra qualquer um que queira falar algo em prol das vítimas de criminosos violentos.

Pessoas como o cinegrafista Santiago, as vítimas do bandidinho do poste, ou mesmo todos aqueles cidadãos honestos que todos os dias são vítimas de violência urbana (a partir de criminosos profissionais) não tem quem olhe por eles. Os “intelectuais” da esquerda, no entanto, só se preocupam com a segurança dos terroristas marginais e com a integridade física de criminosos violentos, como assaltantes à mão armada, sequestradores e estupradores.

É hora de apoiarmos não apenas Rachel Sheherazade, como todos aqueles que se insurgirem com essa gravíssima inversão de valores, priorizando a defesa de bárbaros. O que precisamos, no fundo, é lutar contra psicopatas que tentam monopolizar a opinião pública, pois aqueles que priorizam o apoio a criminosos violentos e terroristas Black Blocs são pessoas verdadeiramente más, que se deliciam com o sofrimento dos inocentes. Este é o tipo de caráter daqueles que querem destruir Rachel Sheherazade. Em suma, lutamos contra pessoas extremamente crueis.

Advertisements
Anúncios

50 COMMENTS

      • Decepção porquê? Esse aí sempre foi um bostalhão. Enquanto indivíduos normais envelhecem e ganham sabedoria para combarter falsas premissas ideológicas esquerdistas, esse senhor se orgulha de fazer o caminho inverso.

        É como assistir o retorno de um homem, ao seu estágio evolutivo de ASNO.

      • Não me decepcionei, pq o Boechat há muito tempo que vem falando baboseiras e adotando posições de rebelde sem causa. Ele defendeu o vandalismo desde o principio.

  1. Sempre tive a impressão de que o boechat não era assim, talvez eles esteja em um mês ruim. As vezes que eu vi e li as opiniões dele sempre foram na direção contraria a média da esquerda. Sei lá estou um pouco decepcionado, vou torcer para que ele melhore. :o)

    • Depois de ler o histórico dele aí em cima, acho difícil ter boa impressão do Boechat.

      Até compreendo um jovem que fale e pense com o Boechat. Afinal os jovens não têm experiência de vida e ainda têm o lado idealista moldado pelo romantismo de “Os Miseráveis”. Que envelheçam rápido, junto-me a Nelson Rodrigues para desejar-lhes.

      Agora um homem velho, como Boechat, que vive no meio jornalístico acompanhando o dia a dia do país e vendo e sabendo de tudo que nós, povo comun nem sequer desconfiamos, defender uma prática terrorista, como eledefendeu no primeiro vídeo, só pode ter dois motivos: ou è um meliante que espera algum benefício futuro de sua militância ou é um perfeito idiota que não consegue juntar 2 + 2 e entender porque é igual a 4 e não a 5.

  2. Desde que irromperam as manifestações, em junho de 2012, Ricardo Boechat, um dos muitos esquerdistas empedernidos que povoam nossa imprensa, vem defendendo, em sua participação matutina na Rádio BandNews, as maiores barbaridades cometidas pelos Black Blocs e agora, no Jornal da Band, tenta minimizar o crime cometido por um deles contra Santiago Ilídio dos Santos, da própria TV Bandeirantes, dizendo, cinicamente, que rojão não tem destino (ou seja, quem mandou o pobre do cinegrafista não sair da frente, não é?). Trata-se de um dos comentários mais vergonhosos que já vi e ouvi na televisão, exatamente porque a questão não é a de se saber se rojão tem ou não destino, mas se se deve acender artefatos explosivos em espaços públicos, especialmente quando há um grande afluxo de pessoas. Depois do que ele disse, quase fazendo apologia do meliante, tenho convicção de que Rachel Sheherazade, embora possa ter pecado na forma, acertou em cheio no conteúdo ao dizer, na essência de sua fala, que o cidadão de bem, diante da marginalidade e da ausência do Estado, não tem mais a quem recorrer a não ser a si mesmo. E que esta atitude é, sim, compreensível!

  3. O último truquezinho barato:

    https://fbcdn-sphotos-e-a.akamaihd.net/hphotos-ak-prn1/t1/1604783_622675801131421_1150335281_n.jpg

    Tentar comparar a história do mendigo bonito com a do trombadinha apanhando. Primeiro que nunca foi dito que o mendigo cometia pequenos delitos, só isso já o torna melhor que o bandidinho no post. Segundo que mesmo que ele o fizesse, nunca foi pego no flagra roubando. E pra piorar usam a rotina de tentar transformar isso em preconceito, quando se trata apenas de uma questão moral.

  4. ESSE ÂNCORA É MAIS UM IDIOTA ÚTIL DA ESQUERDÁLIA ,QUE FALA M… SEM PENSAR, NOS SEUS COMENTÁRIOS, E, AÍ, DEPOIS ELE TEM QUE FALAR MAIS M… PARA JUSTIFICAR A M… QUE FALOU ANTERIORMENTE, SEM PENSAR! SÓ QUE NADA DO QUE ESSES FASCICOMUNISTAS PREGAM, TEM ALGUM BOM SENSO E LÓGICA, PORTANTO ELES SE PERDEM QUANDO TENTAM ARGUMENTAR ALGUMA COISA!

    • Esta é a sina eterna das esquerdas. Falam m@#$% para justificar e enganar seus leitores/ouvintes e depois quando a m@#$% aparece, têm que falar mais M@#$% para convencer a patuleia que não disseram o que disseram. 🙂

  5. Eu ouvia o programa desse cara todos os dias no rádio, depois comecei a ir percebendo seu caráter esquerdista e comecei a tomar raiva dele. Ontem eu vi esse comentário dele ao vivo e foi a primeira coisa que pensei…como muda o discurso. Parabéns mais uma vez Luciano por não deixar passar esse evento batido

  6. Imagine essa situação… um major da PM chega na TV e fala: é o soldado disparou um tiro, não pra acertar ninguém, simplesmente para atirar, e esse tiros as vezes acabam acertando alguém. Boechat seu fanfarrão, se fosse você, sua filha/filho ou sua mulher que tivesse sido acertado pelos Black Blocs com um foguete você faria esse mesmo discurso. #esquerdistahipócritadetected

  7. Oi, Luciano, conforme sua divisão de tarefas, Boechá é beneficiário e jamais mudará de opinião, pois senão perde o ganha-pão, a exemplo de Carlos Chagas e Neumane Pinto.
    Sim, há os psicopatas cruéis por natureza. E já que a maioria do povo brasileiro é cristão, devemos compreender plenamente o significado da afirmação “se te batem numa face, ofereça a outra”. Estamos tão acostumados a oferecer a outra face que perdemos a noção do ridículo.
    Talvez devêssemos fundar uma nova irmandade – tipo Alcoólicos Anômicos. Que tal Masoquistas Anônimos, cujo lema seria “EVITE O PRIMEIRO TAPA”?

      • Mas lá nos USA, segundo o próprio Olavo (palavras dele, não minhas) as instituições ainda estão fortes a capazes de propiciar uma salvação para o cidadão americano.

        É um quadro (ou frame como você prefere falar) totalmente distinto do Brasil.

        O Olavo mantém seus vídeos pelo True out speak, devidamente arquivados no canal Youtube do midia sem máscara, e portanto a disposição para todos consultarem.

        De tal modo que a opinião do Slaine é correta, procedente e pertinente.

        Abraço.

      • Sim, eu sei, mas lá as pessoas de DIREITA agem. Se forem brasileiros com esse pensamento, de, a partir de conquistas da esquerda, dizer “é melhor ir embora do país”, é melhor não ir para os Estados Unidos, para não prejudicar da DIREITA DE LÁ. 😉

      • E não é exatamente essa a vantagem de ter opções? Não é justamente por isso que o livre mercado é superior ao governo? Escolhas voluntárias.Escolher onde morar e de qual governo vc vai ser ‘cliente’ é um privilégio que só os ricos tem e que todo mundo devia ter.

  8. Não estariam os esquerdistas atacando a Rachel com o intuito de desviar a atenção do público para esse caso do “di menor”, numa tentativa de colocar “panos quentes” no caso da escrava cubana que denunciou o programa Mais Médicos?
    Sim, eu sei que esquerdistas amam bandidos e atacam todos que queiram punição aos criminosos. Também sei que faz parte da agenda deles calar qualquer voz discordante que possa denunciá-los. Mas, nesse caso, eles podem estar juntando o útil ao agradável (para eles, óbvio): lutar em prol de seus bandidinhos queridos e, ao mesmo tempo, tentar amenizar o caso da escrava que se rebelou.

    Vejam isso:

    Médicos cubanos afirmam estar passando por maus bocados no Brasil http://www.estadao.com.br/noticias/cidades,medicos-cubanos-moram-em-republica-vivem-de-cesta-basica-e-pagam-onibus,1128239,0.htm

    • Há bons anos atras esse jornalista incitou a população a agredir os profissionais de saúde de um PS que recebeu uma menina morta por bala perdida na cabeça. Como se eles fossem capazes de a ressuscitar. Questionei vários itens ao jornalista por email ao que ele me respondeu que tinha acesso aos melhores cuidados de saúde privados para ele e sua família e que pouco se importava com pobre e que queria mais que eles sofressem. Na época fiquei muito desconcertado por não entender a postura de Boechat. Graça aos textos do Luciano tenho conseguido perceber a realidade que o interesse dele e demais esquerdopatas são tão imensamente vis. Muito obrigado Luciano.

  9. Excelentes exemplos que demonstram ser o INDIVÍDUO o LEGÍTIMO PORTADOR da VIDA e da CRIATIVIDADE. O maravilhoso coletivo somente existe enquanto formado por GRANDES INDIVÍDUOS Como melhor exemplo: uma ORQUESTRA SINFÔNICA.

    A ARTE IMITA A VIDA, OU É A VIDA QUE IMITA A ARTE ???

    Another great other ones.

    Kenny Rogers — Tell it All Brother (before we fall)

    —- DIGA TUDO IRMÃO, ANTES DE NOSSA QUEDA.

    Embora o contexto dessa música seja outro, ainda assim ele é impressionantemente pertinente à nossa realidade brasileira atual.

    https://www.youtube.com/watch?v=RpPcoVrmDHY

    Rick Wakeman — Journey To The Center Of The Earth

    https://www.youtube.com/watch?v=8wFag3o10wg

    Emerson, Lake & Palmer — Lucky Man

    https://www.youtube.com/watch?v=L23tsYZDYfE

  10. DEsde que vi este vídeo, há um bom tempo (como ele é mais velho sem a maquiagem e a luz, não?) , tomei nojo do Boechat. Tá fueda de ver qualquer telejornal no Brasil. O menos ruim ainda é o do SBT, mas a maioria vejo só pra me indignar. Só mesmo para saber o que se passa, pois a mensagem subliminar é sempre de esquerda e socialista.

  11. Acho apenas que o Boechat foi infeliz com essa notícia. Tenho visto outras opiniões dele contrárias ao banditismo praticado nas ruas e no Congresso. Acho o papel dele morno ainda, mas “acompanhável”.

  12. Boechat é um imbecil, pertencente à “Esquerda Caviar”, que acha corretíssimo partilhar os bens dos outros, ou seja, adora “fazer cortesia com o chapéu alheio”.
    Também, como todo esquerdista, é árduo defensor de qualquer espécie de criminoso. Isso, até o dia em que um Black Boc cometer uma atrocidade contra ele ou alguém de sua família.

  13. PERCEBO que uma parte da população esta TOTALMENTE FORA do EQUILÍBRIO e se esforça tenazmente para arrastar os demais para o mesmo comportamento, sustentados por POLÍTICOS que querem DESTROÇAR a NAÇÃO BRASILEIRA…..DESTROÇAR a possibilidade de um VIVER e CONVIVER com PAZ, HARMONIA, EQUILÍBRIO, VITALIDADE/SAÚDE, ALEGRIAS, COOPERAÇÃO e REALIZAÇÕES SAUDÁVEIS……mas TEMOS PESSOAS com PLENA LUCIDEZ, DISCERNIMENTO, COERÊNCIA, OBJETIVIDADE que se esforçam continuamente para informar e esclarecer sobre o desafiante momento atual. NÃO vou citá-los pois estão continuamente em várias frentes desempenhando grandiosamente o seu fazer…..

  14. Ao discutir o caso com algumas pessoas, eu percebi que frisaram muito a questão da “humilhação” proposta ao ladrão, quando deixaram ele nu. Pois bem, eu rebatia sempre com uma pergunta: “ser roubado não é ser humilhado também?”. Quem já foi assaltado sabe que o que mais dói é a sensação de medo e de impunidade, enquanto o sujeito leva o seu celular, da qual você pagou apenas duas prestações. Isto é ser humilhado, como se a pessoa que está sendo assaltada estivesse sendo despida da sua própria honra. Imaginem um homem ou mulher de 40 anos, já tendo certa maturidade e tendo alguma experiência de vida. Esta pessoa é abordada por um moleque de 15 anos de idade, com uma faca na mão e tem de obedecer o que ele manda, caso contrário poderá perder a vida. Se isto não é ser humilhado, eu não entendo o que a palavra significa.

    Eu acho que a justiça de “turbas” é perigosíssima… Confesso que fiquei enjoado assistindo aquele famoso video onde uma horda de gente em alguma cidade do nordeste destroça um homem que estava sendo acusado de abuso sexual de uma criança. Eu não quero MESMO viver em um país que responde ao crime desta maneira porque, além de termos chegado a um marco civilizatório onde até a escória tem o direito ao julgamento justo, amanhã um inocente pode acabar vítima de uma massa descontrolada e sedenta. Porém, o ato de deixá-lo nu (que, como disse, foi um dos agravantes centrais para a esquerda) se deu como uma representação literal da humilhação que ele causa às pessoas que rouba. Eu não concordo com a via da justiça com as próprias mãos mas quem há de arguir com estes “justiceiros” quando o rapaz e seus comparsas roubavam nas redondezas e, nas raras vezes que foram pegos, acabaram saindo logo em seguida para retornar ao crime? O que fazer? eles não o mataram, tentaram dar um susto para que ele parasse. O julgamento é livre e cada um tem direito a olhar o caso da maneira que quiser mas é PURA desonestidade desconsiderar na equação a violência física e psicológica que praticaram contra suas vítimas. E de desonestidade, os progressistas entendem como ninguém.

      • Pois é André, eu lembro deste caso dos passageiros, me faltou na hora que escrevi o post mas, além da nudez “simbólica” e tão humilhante quanto, as vezes eles decidem ser literais! Me assusta o extremismo que os fascistóides de gabinete (que praticam o crime com as palavras) vêm empregando no discurso. Todo texto de esquerda que eu leio sobre esse caso está infestado de sarcasmo e ironia quando falam do “cidadão de bem”. Realmente, eles já partiram para a fase de ataque massivo em cima das pessoas que só querem viver suas vidas sem prejudicar ninguém. Essas reações são maravilhosas para eles porque são a legitimação do discurso, um exemplo que pode ser usado de forma prática para demonizar as vítimas e justificar a “justiça social” dos bandidos, assassinos, torturadores e estupradores. O plano vai correndo a passos largos…

  15. Luiz

    Graças a Deus hoje em dia temos a Internet para mostrar para esses formadores de opiniões fajutas como esse BOECHAT, que não somos burros para se deixar levar pelos seus comentários. BURRO É VOCÊ BOECHAT.

  16. As manifestações em SP tiveram inicio após a passagem para o transporte público sofrer uma alteração : eram vinte centavos a mais.
    Vinte centavos não é nada para os “contra a esquerda” então resolveram entrar no meio da pequena parcela que estava nas ruas e reclamar de saúde,de educação,disso e aquilo outro.. tudo por que vinte centavos não era o suficiente para manifestar.
    Começaram a cantar “sou brasileiro com muito orgulho e muito amor” enrolar a bandeira no corpo.. e ai virou tudo uma grande confusão ! Eu estava presente e me senti envergonhada ao invés de orgulhosa.. e você ainda vem dizer que os Black blocks são a extrema esquerda?
    Ah por favor.. quem era de esquerda caiu fora dessa massa confusa que pedia mudança sem querer tirar o governador Geraldo.
    Quem era de esquerda caiu fora dessa massa que arrancava qualquer coisa partidária da mão dos outros , que de dizia “apartidaria” como uma pessoa pode querer uma mudança politica sendo apartidaria ???
    A direita que acha que estamos vivendo numa ditadura e acha que se importar com o ser humano em sua evolução histórico-social é querer que o Brasil vire Cuba ( aaa por favor..) foi a mesma que reclamou reclamou e reclamou da Copa e foi até os estádios ficar gritando o nome do Neymar ! A mesma que quando ve algum jornalista de ideais contrários aos seus vem xingar na internet,que não respeita – quer ver somente o que agrada.
    Parabéns ao autor do blog e a todos os que veem demonstrar e disseminar a falta de respeito e educação .
    Apoiar ou não a Sherazade não faz de ninguém mais inteligente.
    Concordar ou não com o Boechat não faz ninguém mais esperto.
    Cada um fala o que acredita ser o correto.
    E ao invés de ficar incitando odiozinho entre “direita” e “esquerda” faça a sua contribuição a sociedade : seja mais humano e menos mesquinho.

Deixe uma resposta