Conheçam (e divulguem) a página do Tonho da Lua Revoltado

9
212

tonhodaluarevoltado

Há uma certa diversão quando encontrarmos esquerdistas com algum nível de inteligência. Estes usam os melhores truques, que fornecem uma forma de desafio aos que querem desmascarar estes truques. Todavia, a maioria dos esquerdistas de Internet tem uma inteligência abaixo da média.

Pior ainda são aqueles que beiram a infantilidade, como é o caso do alegado “publicitário” Pedro Felipe, que fez uma página de ataque à Rachel Sheherazade. Para quem ainda não leu sobre o assunto, recomendo os seguintes posts:

Não demorou para surgir uma sensacional página de ridicularização de Pedro Felipe, chamada Tonho da Lua Revoltado.

Eis um dos memes:

tonho01

No mínimo sensacional!

Veja outro:

tonho02

Senti falta da ridicularização do frame mais “tiro no pé” do ano, que é o seguinte, criado por Pedro Felipe: “Bandido bom não é bandido morto”.

Como publicitário, ele realmente é desqualificado por criar uma peça que pode ser usada contra ele com tanta facilidade.

Basta pegarem imagem de crimes bárbaros e colocarem a frase “Bandido bom. Aprovado por Ruth Sheherazade, ops, Pedro Felipe”. Exemplo do que pode ser usado em frames contra a figurinha:

Enfim, Pedro Felipe não é inteligente. Agora basta aproveitarem a deixa. O potencial de ridicularização que pode ser lançado em direção ao sujeito é infinito.

Não se esqueça de dar um “like” na página Tonho da Lua Revoltado, e divulgá-la para seus amigos, convidando-os para participar. Eu chamei dezenas de amigo para curtir a página. Exemplo:

invitefriends

Para o pessoal da página, uma dica: criem um blog, para lançar todos os memes, e usem meios alternativos, como Twitter e Tumblr. Se a página for derrubada, criem uma versão 2.0.

Anúncios

9 COMMENTS

  1. O que mata é que o “suspeito tinha várias passagens pela polícia”. Tava fazendo o quê na rua então, Ca¨%$lho!?!!
    Sorry, muito boas as sátiras, acho que estamos incomodando mais que imaginamos, e somos muitos mais numerosos do que aparece em pesquisas!

    • Dá até vontade repetir aquela cena do Tropa de Elite: “Tira essa camisa preta, tu é moleque!!!!” Putz, logo do Justiceiro que é o maior matador de vagabundos da ficção! Se Frank Castle existisse, daria umas belas porradas nesse sujeito. A canalhada pira!

  2. Luciano, duas coisas que podem render comentários:

    1) Você viu o recente ocorrido com o Lobão e o CQC? Aliás, no ramo artístico agora também temos o descontentamento de Zé Ramalho, que já rendeu xingamentos em uma página do Face chamada “Revolução Coxinha”, criada anteontem e que mais uma vez tenta popularizar a tentativa marxista-humanista-neoateísta de ressignificar o que em São Paulo se usa para chamar policial militar. Porém, como já dito antes, cada “coxinha” que eles soltam poderá render um “bostinha” flatuffiano;

    2) Não valeria a pena também falar da entrevista que o Bolsonaro deu ontem ao Ratinho?

    http://www.youtube.com/watch?v=33UVsMF1-sg

    Aliás, o Ratinho vem se mostrando ótimo entrevistador, chamando gente de todos os espectros políticos e não querendo aparecer mais que o entrevistado.

    • Luciano, já que hoje é Dia Internacional da Mulher, veja novamente o Sakamoto dizer que meninos têm de brincar de boneca por um mundo melhor. Lembrou-se de algo? Pois bem, é o repeteco de um mesmo texto que você já desmontou em outra ocasião. E já que ele repetiu, sem querer deu espaço para que as pessoas o refutem mais e mais. Ele diz isto, com sequência praticamente igual à de coluna escrita há menos tempo por ele:

      O homem é programado, desde pequeno, para que seja agressivo. Raramente a ele é dado o direito que considere normal oferecer carinho e afeto para outro ser em público. Ou cuidar de bebês e da casa. Manifestar sentimentos é coisa de mina. Ou, pior, é coisa de “bicha”. De quem está fora do seu papel. Papel que é reafirmado diariamente: dos comerciais de produtos de limpeza em que só aparecem mulheres sorrindo diante do novo desentupidor de privadas até a escolha de determinados entrevistados por nós jornalistas, que também dividimos o mundo entre coisas de homem e de mulher. “Ah, mas o mundo é assim, japa.” Não, não é assim. Nós que não deixamos ele ser diferente.

      Se manifestar sentimentos é coisa de mina, o que dizer disto?

      http://www.youtube.com/watch?v=k2_9wjeoAqU

      http://www.youtube.com/watch?v=R3svTRpFjVc

      Bom, pela lógica do blogueiro, você viu quatro homens brigando. E já que manifestar sentimentos é coisa de bicha, eis que temos isto:

      http://www.youtube.com/watch?v=8zYapJ10ctg

      http://www.youtube.com/watch?v=U8YFzDQAl_o

      http://www.youtube.com/watch?v=UOuIiLxvhVg

      Obviamente que, pelo que ele diz, só tivemos heterossexuais, e portanto programados para serem agressivos. E o que dizer disto aqui abaixo?

      http://www.youtube.com/watch?v=TmiQKJObQu8

      http://www.youtube.com/watch?v=lnO_YC_5bCI

      http://www.youtube.com/watch?v=ha6C4Gt0pi4

      Claro que no último vídeo os caras que foram lá tirar o fulano que deu o abraço só podem mesmo ser programados para ser agressivos. E, claro, todos os homens que apareceram nesses vídeos na realidade são discriminados por fazer coisas de menininha e de bicha. E, pra variar um pouco, a melhor parte é sempre a dos comentários das referidas postagens. Vejamos o que aparece nessa postagem recauchutada:

      Fábio Renam 7 horas atrás

      Meu filho pode treinar boxe, capoeira ou muay thai, sem que, com isso, eu o esteja incentivando a ser violento. Isso é preconceito contra as artes marciais. Mas ele treinaria balé, se quisesse também. E minha filha jamais seria impedida de fazer qualquer dos esportes acima mencionados.

      Raíssa Kellermann 7 horas atrás

      fui mostrar o texto para o meu padrasto, ele nem leu e ja disse “o meu não”. ACABA MUNDO!

      Antonio MM 1 hora atrás

      Então comprova que não há necessidade de obrigar um garoto a brincar de bonecas para que não se torne um machista pois, a natureza humana é mais complicada do que prega uma ideologia furada.

      Alessandra Xavier 7 horas atrás

      Diga a ele que meu irmão NUNCA brincou de boneca, brincava de carrinho e é gay!

      Galo Candango 5 horas atrás

      Nao acho dificil resolver essa injustiça que o mundo comete contra as mulheres, nao. Basta instituir uma lei obrigando o homem a realizar metade de todo o trabalho domestico… e, em troca, destinar cotas obrigatorias para que mulheres operem caminhoes limpa-fossa, navios pesqueiros em alto-mar, com ondas de 10 metros, vento de 80 km/h e frio de -30o C, máquinas de cavucar mineiro 40 metros abaixo da terra… etc. Uma das coisa mais injustas com as mulheres que eu já nesses meus anos de vida foi aquele caso dos mineiros no Chile, que ficaram presos no fundo da terra, sem ar, sem comida, à beira da morte… nao havia uma só mulher lá. Injusto demais com elas isso, o destino é cruel com as mulheres, afinal, o fato virou filme de Hollywood e agora vai ser dificil colocar uma atriz no papel principal… quer dizer, a menos que as feministas façam passeatas mundiais para provar que, na verdade, colocar mineiros homens no papel principal é um tremendo machismo dessa sociedade patriarcal imunda, né? E, pode acreditar, vai ter gente concordando.

      Herbáceo 5 horas atrás

      e tudo com provas no mesmo nível das masculinas, porque ser bombeira fazendo flexão com o joelho no chão até um menino de 15 anos faz.

      Herbáceo 5 horas atrás

      Mais engenharia social disfarçada de sociologia, PROVE o que você afirma!

      Inferno 2.0 4 horas atrás

      Como o feminismo distorce e diminuiu o que há de melhor nos homens. Como transforma conceitos muitas vezes puramente biológicos em construções sociais. Como as feministas se fazem de “vítimas” para conseguir o que querem. Como você pode morrer apenas por ser homem, Há muitas ocasiões em que uma mulher se sente mais indefesa que um homem. Por exemplo: ela teme a gravidez, o envelhecimento, o estupro, o desrespeito, a cantada grossa. Costuma sentir uma urgência maior de casar e com isso, às vezes é obrigada a interromper sua carreira por causa dos filhos. Felizmente, os países civilizados perceberam esses problemas femininos. Mas, infelizmente, perceberam apenas os problemas femininos e concluíram que, enquanto as mulheres têm esses problemas, os homens são a causa deles. A contribuição do feminismo para a liberação da mulher deve ser aplaudida. Mas, quando as feministas dizem que as mulheres são umas eternas oprimidas e escondem o fato de que elas também são opressoras não dá para apoiá-las. Enquanto reconhecemos as barreiras que impediram a mulher de ascender ao topo, esquecemos as correntes que prenderam o homem ao chão. Uma pesquisa feita nos EUA revela que, entre os 25 piores empregos do mundo, todos são, “por acaso”, destinados aos homens. Hoje, elas vivem sete anos a mais. Quando lemos que os negros vivem 8 anos a menos que os brancos, interpretamos como prova da falta de poder do negro na sociedade. Mas, quando ficamos sabendo que os homens morrem sete anos mais cedo que as mulheres, isso raramente é interpretado como falta de poder dos homens nessa mesma sociedade. Uma espiada num shopping de qualquer grande cidade em qualquer lugar do mundo mostra outra diferença de poder. Um shopping normal dedica sete vezes mais espaço a artigos pessoais da mulher que a artigos pessoais do homem. E ambos os sexos compram mais para as mulheres. A chave da riqueza não está em quanto ganhamos, mas em quanto gastamos em nós mesmos.

      Lucca Brazzi 3 horas atrás

      Não me espanta este texto do blogueiro. Apenas mais um amontoado de teorias feitas sob medida para destruir os paradigmas da sociedade com mentiras travestidas de verdades. Mais de 3 mil anos de construção da sociedade por sábios e filósofos de nada valem para essa gente, o que interessa é implantar uma Nova Ordem sob os escombros da antiga. Para quem acha isso bonitinho, a má notícia: você também será vítima dela, porque desde o início ela foi concebida para poucos. Enquanto isso, vá dormir depois de ler que você é um opressor só porque acha que seu filho tem que usar roupa “de menino”, chutar bola e brincar de carrinho. Quanta violência com a pobre criança!

      Segue também o que ele disse e o que estão dizendo no Face dele.

  3. Eu já fiz a minha parte e curti a pagina, e também já falei dela pra alguns conhecidos meus rs!!! Temos que divulgar cada vez mais essa pagina, e também fazer com que ela produza ainda mais postagens, pois a pagina por enquanto tem poucas, mais com certeza, com o aumento de seguidores, é claro que eles vão bolando um jeito de sempre mantê-la atualizada!!! Do mais, é um jeito divertido de dar o troco nesse bando de CRETINOS!!!!

  4. Luciano, já que hoje é o Dia Internacional das Mulheres, data essa com fortes raízes stalinistas, eis que vi um curta-metragem que tem uma grande quantidade de falácias por minuto que poderia render uma análise:

Deixe uma resposta