Marchistas são ridicularizados pela TV Folha com uma facilidade impressionante. Bem que eu avisei…

73
120

facepalm

Quando surgiram as primeiras notícias sobre a Marcha da Família, avisei logo de cara: “Isso vai dar merda!”. Não deu outra. Veja os dois textos que fiz sobre o assunto, caso não o tenha feito:

Em termos de argumentação base, creio que não há muito mais o que acrescentar. O detalhe é que eventos novos surgiram para reforçar a minha tese de que a esquerda iria transformar os marchistas em seus funcionais com um braço amarrado atrás das costas.

Mas antes que eu toque neste assunto, assista a um vídeo onde um sargento do exército explica claramente os motivos pelos quais pedir por “volta de militares” é uma causa perdida:

Ele está certíssimo. Para começar, identificou os motivos que demonstram por que é impossível que os militares sequer tenham a capacidade de fazer alguma coisa. Alias, depois que esquerdistas cuspiram em militares octogenários, implementaram uma comissão da “verdade” que só investigou militares (isentando os terroristas), tentaram barrar Jair Bolsonaro no DOI-CODI e mudaram o nome de um colégio de “Médici” para “Carlos Marighella” chega a ser surpreendente que alguém ainda acredite em levante dos militares. Tudo isso que o PT fez foi o típico teste de limite. (E eu não estou dizendo que os militares deveriam fazer uma intervenção, mas processar e ridicularizar os esquerdistas perante a opinião pública)

Em seguida, o sargento demonstra o aparelhamento no exército, nos dando fatos para chegarmos à mais uma constatação óbvia. Por fim, ele nos dá o caminho das pedras, que também já deveria ser óbvio para qualquer um que tenha estudado o marxismo cultural e queira revertê-lo: obter conhecimento e partir para a conscientização pública dentro da guerra cultural. Simples assim.

Esse vídeo lúcido, no entanto, foi esculachado por um dos marchistas. Veja abaixo:

Acredite se quiser, mas diante de constatações óbvias do sargento, o marchista em questão disse que ele era um “vendido” com uma única intenção: desmotivar a marcha.

O problema é que as dicas do sargento, caso sejam seguidas, serão realmente danosas ao governo petista. Alias, um cínico poderia ir além: os marchistas é que aparentam serem “vendidos” para o PT, pois nada é mais útil para o partido do que a Marcha para a Família. O marchista também diz que os militares fizeram um juramento de respeitar a constituição.

Essa parece ser uma visão distorcida da realidade. Primeiro, por achar que seguir a constituição é dar um golpe militar, o que não faz o menor sentido. Segundo, por entender que por ele achar como os militares deveriam agir resulta automaticamente em como eles vão agir. Não passa de wishful thinking.

Não me sinto bem ao avacalhar um direitista que a meu ver está apenas equivocado. Não vejo o marchista em questão como uma pessoa desonesta. Mas não podemos deixar de reconhecer que a análise que ele faz dos fatos é no mínimo ingênua.

O resultado deste tipo de ingenuidade pode ser visto no vídeo abaixo, do TV Folha, onde quatro marchistas são expostos ao ridículo:

A teoria da conspiração deu o tom do vídeo acima. Claramente a turma dos Frias se divertiu muito compilando os discursos dos quatro. O resultado é propaganda gratuita para a esquerda, conforme eu havia previsto.

Ao que parece, mesmo antes da Marcha da Família ocorrer, os organizadores já conseguiram um primeiro resultado: dar vida fácil para esquerdistas que queiram ridicularizá-los. O evento com certeza é o grande presente que a esquerda queria este ano. Agora eles poderão lançar sobre a direita o rótulo de golpistas e adeptos de teorias da conspiração.

Mas eu bem que avisei antes…

Anúncios

73 COMMENTS

  1. Essa marcha vai ser a reedição daquela malfadada marcha do fora foro, que serviu com o mesmo propósito para a esquerda. Acusar a direita de ser um bando de malucos neo nazistas/fascistas, adeptos de teorias conspiratórias.

  2. aí está a merda!
    olavo disse q apoia moralmente a marcha. ou seja, a intenção da marcha. mas não disse q apoia a forma como a marcha se segue.
    e quanto aos militares? bom, olavo, no último bate-papo com lobão, diz q se os militares estiverem esperando uma petição do estado (nação) para poderem intervir, então podem esperar sentados, pois esta petição não vai vir. o estado está sendo dominado pela esquerda em níveis q impossibilitam as mesmas condições de 64. porque os esquerdistas aprenderam a não deixar pontas soltas.

    e tenho dito. aqui fala john connor

  3. Mas vem cá: os caras usam estratpegias desonestas há 40 anos com excelentes resultados. Não tá na hora de usarmos as mesmas armas? Não vejo daída a não ser o antagonismo explícito.

  4. Ola luciano,

    Isso me faz lembrar da marcha pela familia na França “La manif pour tous”, mas com uma diferença: Na manif pour tous houve uma mobilização em massa de pessoas para explicar e fazer o trabalho cultural de base. Não sei quantas palestras, conferencias e afins que foram feitas e que continuam para explicar a teoria de genero, os desmandos do governo socialista, a gestão de aluguel (GPA em francês).

    O bem da verdade é que no começo das manifestações algumas pessoas (pegas aleatoriamente na passeata) respondiam à reporteres esquerdistas coisas absurdas e sem nexo. Mas com esse trabalho de intensificação e infiltração principalmente nas camadas baixas da sociedade, a maturidade dos argumentos aumentou. Isso chegou ao ponto que na terceira marcha o programa de televisão (equerdista) “Petit Journal” do grupo Canal+ tentou sem sucesso ridicularizar a opinião dos manifestantes, para não sair por baixo tentaram entrevistar um garoto de 8 anos e para espanto deles o menino sabia exatamente porque estava la. Não restando outra alternativa tentaram ridicularizar a marcha dizendo que todos presentes tinha decorado muito bem o discurso.

    Enfim, agora o que se precisa trabalhar é a:

    Formação e educação: Não adianta sair vomitando assunto sem o minimo de conhecimento. Existe uma quantidade inimaginavel de fontes, por isso creio que esse trabalho deveria ser dividido entre varias pessoas, para que possamos ganhar um pouco do tempo que foir perdido, fazendo que as informações sejam difundidas mais rapidamente.

    Oratoria: Durante a exposição das ideias (palestras, conferencias, debates, discussões no bar e outros) a objetividade e a busca na realidade do “low profile” as causas imediatas da mentalidade esquerdista e impactos futuros de tais é essencial para se passar a informação. Veja o exemplo: O senhor do video cita club de bilderberg, nwo, globalistas…… falou muito mas sem objetividade, é quase igual o combatemos a tudo que esta ai….. Poderia ter focalizado na questao da amizade do governo com ditaduras como cuba, angola…. citando os mais medicos, o porto de maribel, os emprestimos secretos a angola e cuba, o perdao da divida às ditaduras africanas……

    Além disso, estamos em uma gerra! Não podemos deixar na mão dos outros aquilo que podemos fazer! Se os militares tem o dever de guardar a democracia, todos NOS CIDADAOS DEVEMOS cuidar da saude da democracia, do direito, e outros , de nosso pais

  5. Não me sinto bem ao avacalhar um direitista que a meu ver está apenas equivocado

    Luciano, não pegue leve.

    Isso que vemos nos dois vídeos, o primeiro do marchista, e o segundo a respeito da marcha da família demonstra somente uma coisa:

    UMA BURRICE MONUMENTAL.

    No primeiro vídeo temos uma resposta emocional contra argumentos racionais — e argumentos que já haviam sido divulgados a tempos por outros estudiosos e observadores da situação. Se o cara é militar ou não, se é vendido ou não — é indiferente, posto que o que ele disse é facilmente verificável. Esse expediente de acusar o intelorcutor de vendido, é o mesmo que o esquerdista usa, só que aqui (claro) com sinal invertido.

    No segundo vídeo é perceptível que o vídeo tem o objetivo de ridicularizar, assim como como toda informação saída na midia que um dia falou da atual marcha da família.

    É PORTANTO, MUITA BURRICE, aceitar participar de um vídeo montado por uma mídia esquerdista e militante como a Folha tem demonstrado ser.

    É MAIS BURRICE AINDA, falar de assuntos tão complexos como globalismo, metacapitalismo, grupo bildeberg entre outros de maneira LEVIANA como esses IDIOTAS do vídeo fizeram. Mesmo que o que digam pudesse ser comprovado por meio de evidências, o vídeo por si já dá uma aura de ‘teoria da conspiração’.

    Parei de assistir o segundo vídeo, quando ouvi o termo “bildeberg” — tomei um ar, bebi água e me preparei para o massacre do restante do vídeo. A maioria da população brasileira acostumada com “Domingão do Faustão” à mais de 20 anos não sabe porra nenhuma do que se trata, citar isso em um contexto de ação política, tendo em mente assuntos de importância nacional, em uma mídia (principalmente televisiva) vendida para quem paga mais, é SUICÍDIO INTELECTUAL — PUTZZZZZZ o cara falar em “dono do mundo” — até eu ri da cara dele.

    Eu já disse aqui uma vez que gente como essa só atrapalha.
    Se a esquerda por sua vez tem o que se chama de idiotas úteis, A direta está repleta de IDIOTAS INÚTEIS. E nesse caso perde-se duas vezes.

    • E quando você fala isso pra um desses marchista, tentando alertar que é um tremendo tiro no pé, e que a guerra deve ser conduzida por outros meios, te chamam de traidor. Olha só o rapaz do segundo video, falando que o militar recebe dinheiro das FARCS. Puta que pariu são essas as pessoas que vão salvar o Brasil ?

      E tambem tem o caso da menina Isabella Trevisani, que ficou famosa no youtube desmacarando black blocks. Ela está envolvida na organização da marcha, e usou o Olavo como garoto propaganda sem consulta-lo, e quando o mesmo discordou da forma que a coisa estava sendo conduzidas bateu o pé como uma menina mimada que é.

      Eu fico me perguntando, se até esses mongolóides que se dizem de direita são capazes de unir e fazer marcha, etc. As pessoas com verdadeira capacidade deveriam fazer o mesmo, mas não com protestos nas ruas, e sim na guerra cultural, aplicando de forma organizada os ensinamentos do Luciano.

      Bem se a maioria dos meios de comunicações estão dominados, a internet ainda não está. Eu fico pensando no caso do facebook. Hoje sem duvida é a rede social com mais usuários, e ao contrário de um blog você não precisa esperar que os leitores venham até você, você pode ir até eles e de uma forma muito fácil.

      Eu tenho uma conta fake e adicionei um monte de pessoas que eu nem conheço, e o pior que uma grande maioria aceita, e toda vez que você posta alguma coisa aparece do perfil desta pessoa. Imagine o tanto de informação que poderia ser passado para estas pessoas de forma estratégica voltado para a guerra cultural usado contra esquerda.

  6. Ser de direita no Brasil é ter as mesmas frustrações de uma pessoa que ama uma prostituta.

    Enfim, vamos seguir em frente, desistir não é uma opção.

  7. Entendo perfeitamente todos os argumentos a favor da guerra cultural contra a esquerda. Usar a estratégia de Gramsci contra seus seguidores.

    O problema é fazer isso seguindo as regras democráticas, as leis e a Constituição, enquanto os vermelhos jogam sujo, usam o poderio da máquina pública (principalmente para comprar votos via assistencialismo), afundam a economia por meio do verdadeiro fascismo (capitalismo de estado) e colocam a culpa no livre mercado e no próprio capitalismo.

    A massa acredita nessa lenga lenga.

    É como uma prova de 100 metros rasos em que um dos atletas compete limpo e o outro está entupido de esteroides.

    Ou uma discussão, em que um dos debatedores usa linguagem polida “veja bem, vossa senhoria está equivocada”, enquanto o outro com a camisa do che guevara (em minúsculo mesmo) manda tomar no c* “vá a p*t@ que pariu” e etc.

    É uma tarefa hercúlea e que demanda muito tempo.

  8. quem disse que esses dois são os líderes e idealizadores da Marcha?
    E outra, esse vídeo ai de suposto integrante de forças armadas tá muito suspeito, o cara quase não tampa a cara.

  9. Luciano,

    Concordo com tudo das matérias anteriores pela impertinência da marcha da família, e gostaria de acrescentar um pequeno detalhe: esse pessoal trata os militares como figuras mitológicas e não tem a menor noção da realidade de como andam as forças armadas, os tais militares não existem, nem nunca existiram! É fato que existiu uma certa parte dos militares oriunda das academias que até pensava, mas coloque qualquer cabeça pensante em uma estrutura hierárquica piramidal, vulgo militar, e qualquer resquício de inteligência some e tudo que lhe resta são cabeças de bagre podres, agora, promova estes imbecis e tudo que terá é os milicos que hoje existem, a inteligência das forças armadas foi para a reserva, é dos clubes de “aposentados” que saem manifestos, mas na ativa só tem burro ou lambedor de botas, sejam elas de direita ou esquerda.

    E apesar de tudo que falou, vem como sempre o pretenso filósofo Vladimir Safatlee solta um dos textos mais ditatoriais, parciais, vigaristas e raivosos que já vi, o cara está espumando com a marcha da família! É tanta espuma rábica que molha até os leitores, com toda clareza ele mostra seu martelo ditatorial! Ao tentar condenar a ditadura ele usa do melhor estilo ditatorial, diz que:

    “”Há quase 50 anos, o Brasil assistiu a um golpe militar que impôs a pior ditadura de sua história, responsável por crimes contra a humanidade, terrorismo de Estado, censura e arbítrio.”
    Essa frase deveria ser atualmente a descrição de fatos históricos, aceitos como evidências. Fatos que, por si só, teriam a força de provocar a indignação coletiva e o rechaço dos restos dessa época que ainda permanecem entre nós.
    No entanto, para setores expressivos, tanto da população quanto daquilo que um dia foi chamado de “formadores de opinião”, a frase “não é bem assim”. Ela deve ser nuançada e colocada melhor em seu contexto. “

    É engraçado como foi esquecida a ditadura Vargas e a atual situação de Cuba, não seriam estas ditaduras muito piores? Uma na história, como a de 64, mas a outra acontecendo a céu aberto e… sendo negada: negacionismo! O cara é cômico se não fosse trágico, como um jabuti destes está na USP? Com a complacência dos outros jabutis! O feudinho dos inúteis incompetentes das sociais.
    Agora digam-me, este parágrafo abaixo não serve como uma luva para a Cuba de hoje?

    “Tais análises são dignas do puro e simples negacionismo. Pois será sempre negacionista toda historiografia que visa minimizar crimes contra a humanidade, servindo-se de leituras tortas para dirimir o ímpeto social por punição e justiça contra os que se serviram do Estado para impor um regime assentado na violência bruta e na eliminação de setores descontentes da população. “
    E termina cuspindo baba e negando a democracia:

    “Não é de se estranhar que, dos esgotos do conservadorismo nacional, apareça novamente esse cortejo de fetichistas de quarteis, apolíticos amantes de políticos de direita, defensores da família brasileira com sua produção em série de neuróticos e membros do Grupo Armado do Menino Jesus.
    Sim, para aqueles que diziam que a reconciliação já tinha sido alcançada milagrosamente no Brasil, a história apresenta a mais nova edição da “Marcha da Família com Deus pela Liberdade”.”

    É exemplar! Ele nega todo o princípio democrático e mostra que a única ditadura imperdoável é aquela que não é de esquerda, mas quer de forma ditatorial acabar com a voz de parte da população! Esses vigaristas apóiam marchas da maconha, de gays e lésbicas, de ajuda a bandidos, mas negam o direito a marcha da família! Logo estarão apoiando a marcha dos pedófilos, mas não a da família… O que ele não percebe é que em democracia, seja uma escória neonazi, sejam gays, sejam famílias, todos, absolutamente todos tem direito à voz! E assim, da forma mais clara e raivosa ele mostra o fedor pútrido da sua ideologia ditatorial!

    Desta maneira a marcha da família mostra seu papel ao desmascarar os ditadores!

  10. Não sei se foi aqui, ou em outro site em que li que: por vários fatores, estamos criando infantilóides, adultos que agem como crianças.
    Uma criança ainda está em processo de criação de sua racionalidade, enquanto isso ela orienta, e se expressa através das emoções. Com isso ela acaba cometendo erros.

    É exatamente isso que esse povo está fazendo.

  11. OFF-TOPIC: sua frase “não me sinto bem ao avacalhar um direitista que a meu ver está apenas equivocado”, da qual compartilho, me lembrou de uma página interessante do Facebook: a Libertroll. Eles mandam muitíssimo bem em 99% dos posts, mas de vez quando dão o que eu considero tiros no pé: já vi posts detonando o pensamento conservador, um sacaneando a carta do Constantino a Letícia Spiller (que, inclusive, também estava na página da Ruth Sheherazade) e até um que sacaneava o Olavo quando tiraram o Facebook do ar (momento em que todos deveriam se unir a favor da liberdade de expressão). Eu já passei da fase de me irritar com essas coisas, afinal eles têm todo o direito de fazer essas trollagens, mas tem muita gente que se irrita, e isso desagrega. Nem sei se é interessante falar no assunto, fica por sua conta verificar se vale um post sobre isso…

    • É por isso que digo que estamos sós. Liberais acham que ganham politicamente escrevendo posts engraçados, com tiradinhas inteligentes e citando livros de economistas austríacos….. e ponto, tudo ficará bem.

      No resto é um respeito, um amor, uma luva de pelíca — típico de quem não quer botar a mão na sujeira — no trato com esquerdistas.

      Mas nas críticas contra os conservadores, incrivelmente não se poupam.
      Engraçado é que atualmente o dicurso liberal é aquele que “nem lá, nem cá” que se coloca acima do bem e do mal, não raro benefifiando a esquerda — principalmente em campo de relativismo moral.

    • É por isso que em um comentário acima, eu escrevi em palavras GARRAFAIS que isso foi uma BURRICE TREMENDA.

      1 – Nenhum dos três elementos apresentados no vídeo da folha, são realmente os ORGANIZADORES da marcha. A organizadora da marcha é uma garota de 17 anos, e algumas pessoas achegadas à ela, com idade suficiente para a montagem da coisa toda. Ou será que nenhum dos três conhecendo o MODUS OPERANDI da esquerda imaginou que não seriam ridicularizados….
      Vai ser burro assim na casa do c….

      2 – Permitir que esses elementos falassem à folha, foi BURRICE. Ou será que ninguém pensou que a vida de pelo menos 1 deles não seria investigada de forma a achar qualquer sujeira??? Qualquer frase atravessada…qualquer imagem usada fora de contexto….ou qualquer desabafo inconsequente…ou mesmo qualquer malandragem?? (porque não?).

      3 – Agora a merda se espalha para todo o lado….será que não é suficiente ter que lidar com esquerdopatas, ainda temos que carregar esses pesos mortos — o cara me aparece no vídeo com orgulho da maneira descabida de como fala , agora chora:

      https://www.facebook.com/photo.php?fbid=10153940797425311&set=pb.512265310.-2207520000.1395196347.&type=3&theater

      Escolheu falar pra Folha não foi?? Achou que tava abafando falando dos bilderbeg e rotchilds não foi???? Agora, é matar no peito, abraçar a alcunha de loco e seguir em frente. Porém tem muito louco por aí com estratégias melhores.

      Desculpe aí pessoal minha falta de jeito, é que se há uma coisa que não suporto é quem supostamente está com você na batalha….e do nada….. joga a arma pro inimigo eliminar ele e você.

      Sem condições.

      O negócio estava todo em off, sem alarde (somente umas noticias aqui e ali, já pendendo pra ridicularização, mas sem ninguém pra usar como isca de pesca)….até que dias antes do evento, as ANTAS resolveram abri a boca.

      O fato de estar ocorrendo o assassinato de reputações, NÃO DESCULPA A FORMA INCONSEQUENTE com a qual os elementos se entregaram em imagem e texto para a Folha, sendo usados FALSAMENTE como representantes da marcha.

      Prevejo ação ridicularizadora ao EXTREMO do porta dos fundos.

  12. Luciano, você estava certo nos dois post relacionado a tal marcha e esse mostrou que entregaram o ouro para o bandido (a esquerda). Vi esse vídeo ontem e tive aquela sensação de vergonha alheia. O vídeo do sargento da Aeronáutica é mais sensato. Mostra que as FFAA não vão intervir por que não há clima dentro das FFAA para isso. O que se tem que fazer é lutar a guerra cultural mesmo. Desmascarar a farsa que é a esquerda e não é difícil isso. Basta demonstrar que o Brasil segue a passos rápidos o que acontece na Argentina, Venezuela e Bolívia.

  13. LUCIANO HENRIQUE é melancólica a sua matéria. Você tem por obrigação saber que uma ação corresponde a uma reação. Quem disse que a direita não estava esperando algum tipo de comentário infeliz assim como o seu. Esquerda caviar.

    • Esse debate merece ser levado ao Olavo hein, o cara juntou duas peças importantíssimas da política.

      Gostei, o Assange pareceu simpático ao conservadorismo.

  14. Agora eles poderão lançar sobre a direita o rótulo de golpistas e adeptos de teorias da conspiração.

    Não se os liberais que são contra a intervenção militar também começarem a sair às ruas mostrando esse outro lado da direita 😉

    Nossa, li de novo o que eu disse acima e fiquei preocupado!!!

    Tinha esquecido que a função dos atuais liberais é ficar no aconchego de suas casas ditando regras para os conservadores.

    É, realmente poderão lançar sobre a direita o rótulo de golpistas e adeptos de teorias da conspiração sim 🙁

    Aliás, nessa foto que você postou com esses três homens com as mãos no rosto ilustrando lamentação, eu colocaria a seguinte legenda: “De uma lado, o erro estratégico dos conservadores. Do outro, a omissão dos liberais. Oh my God!”.

    PS: Se o meu comentário saiu mais de uma vez, apague os outros. Estava dando erro aqui. Tive que mudar de e-mail.

    Caso você não aceite críticas aos liberais, pode apagar todos.

    Abraços

  15. O meu comentário está fora do tópico, mas quero passar a informação.

    Veja esse comentário no blog do Rodrigo Constantino, no artigo “Uruguai recorre a congelamento de preços: é este o queridinho da “The Economist” e também das esquerdas?” :

    “André – 18/03/2014 às 13:11

    PT E SOCIALISMO – Olha o projeto orçamentária do governo (PT) do Rio Grande do Sul para 2014 no site do mesmo: http://www.seplag.rs.gov.br/conteudo/3469/Proposta-Orcamentaria
    Na mensagem da PLOA desse web site – página 17 – “Uma indefinição permanece. O novo papel do Estado ou avançará no sentido de iniciar uma transição ao socialismo ou ficará restrito a uma reforma do capitalismo que fortaleça a autonomia de suas burguesias nacionais e promova sua ascensão à situação de competidoras no cenário mundial a partir da consolidação, com o apoio de seus governos, da condição de “campeões” empresariais regionais.””

    Eu conferi e é isso mesmo.

  16. Ayan, você é contra a reedição da marcha da família ou contra uma marcha da direita que envolva outros posicionamentos e que não peça a ação do exército?

  17. Essa marcha iria acontecer de qualquer forma, Ayan, afinal esta também é uma marcha de comemoração dos 50 anos passados desde então, e sua realização não deveriam ser nenhum problema, principalmente para estudantes de estrategias políticas, como vc.
    Um problema nunca é um problema, desde q vc se aproprie dele… lembra disso? Quando esquerdistas aloprados saiam as ruas clamando por uma sociedade socialista soviética, o q fez Alinsky? Ele ridicularizou, desestimulou, suprimiu tal movimento q “atirava no próprio pé”? Ou será q ele se apossou de toda aquela energia oportuna, reformulou suas “causas” e reconduziu toda aquela massa de uma forma mais eficiente e estratégica?

    Uma pena q vc não tenha aplicado o mesmo princípio num momento tão vital, e se colocado contra a “marcha da família” ao invés de apoiá-la e reorientá-la… logo vc, cujo parecer tem tanto peso quanto o de um Olavo de Carvalho ou de um Reinaldo Azevedo, muitas vezes até mais. É evidente q uma marcha pela família e pela liberdade deveria ser endossado por todo aquele q se diz conservador ou liberal. “Ah mas a ‘pauta’ da marcha era intervenção militar!”… não, não era, e mesmo se fosse, não deveria ser. Aliás, também não deveria haver problema algum em se defender um dever constitucional das FFAA, o problema mesmo é ver o povo precisar chegar a este ponto. Eu mesmo sou contra tal pedido de intervenção militar, conheço o estado em q se encontra nossas FFAA, o suficiente pra não depositar nem um mínimo de esperança nela, e digo ainda q, atualmente, pra mim, ela se assemelha mais a um cão velho, covarde e fraco, q vê os bandidos invadindo a casa q ele deveria guardar mas q nem sequer late, e q ainda observa seu dono ser abusado até a morte, mas não ataca os bandidos pq não ouviu o dono mandar… como no caso das FFAA, q está covardemente esperando o povo dar a “ordem”.

    Se os militares necessitam de um gigantesco apelo popular para cumprir a sua função de guardião da democracia, então eles são perfeitamente desnecessários, assim como a pauta da intervenção militar é ridícula e desnecessária, perto de outras reivindicações muito mais importantes e coerentes com um movimento dito “em favor da família e da liberdade”. Coisas como o direito a autodefesa da família (campanha pelo armamento), pelo fim da doutrinação escolar e liberdade de educação familiar (campanha contra agendas/ideologias políticas e de gênero nas escolas), pela legalização do homeschooling, pela democracia e transparência do processo eleitoral (pela total extinção política de candidatos condenados, corruptos, fichas-sujas, e pelo voto impresso, distrital), pela de isenção/redução de impostos sobre produtos e serviços de saúde, educação, etc. Enfim, há muitas coisas mais urgentes e abrangentes q poderiam ser sugeridas ao repertório da “Marcha”, o q é inadmissível é q a fé, a boa vontade das pessoas q comparecerão ao movimento seja desestimulada, ridicularizada e DESPERDIÇADA por um estrategista de movimentos sociais, ainda por cima do seu próprio time.

    Um problema em se estudar demais uma conhecida estratégia adversária é deixar-se guiar demasiadamente pelo livro de regras inimigo, e assim tornar seus próprios movimentos altamente previsíveis pra eles.

    Apesar disso, admiro e continuarei acompanhando seu excelente trabalho, por isso espero q vc aprenda algo com a perda desta grande oportunidade e q isso aperfeiçoe sua percepção um dia.

    Abraços

    • Todas essas causas sao legitimas, justamente por isso nao eh bom misturar elas com a reedicao da marcha que precedeu o contragolpe.agora a esquerda tem motivo pra falar que homeschooling,armas,etc, eh coisa da direita cruel, facista.
      Em outras palavras: sao vcs que estao atrapalhando.

    • Excelente comentário! Esse momento é de captação de forças e a Marcha deve ser canalizada para o melhor dessa onda conservadora que está surgindo no nosso país. Nessa guerra, não se pode desperdiçar as iniciativas dos aliados.

  18. Putz, Luciano, o melhor a acontecer agora seria esse pessoal da Marcha desistir, mesmo sob o risco de ser ridicularizado, se é que isso ainda é possível. Pedir a intervenção dos militares para apear a esquerda do poder é de uma falta de noção criminosa!! Era tudo o que eles queriam para gritar: “Tá vendo a EXTREMA-DIREITA FASCISTA botando as asinhas de fora para dar o GOLPE NA DILMA democraticamente eleita!!!”Dá a impressão de que esse pessoal caiu em alguma cilada armada pelos petralhas.

  19. Apesar da marcha provavelmente acontecer e isso envolver um risco grande para a direita política, talvez dê para fazer um pouco de limonada com os limões que esta “direita” e a esquerda que vai atacar a marcha vai dar.

    Primeiro, a perspectiva da direita ser golpista é ridícula baseada nesta marcha, dado que a maioria dos direitistas influentes não apoiam a marcha nem ajudaram a formá-la. Colocar pessoas que não tem competência ou experiência e nem sabem direito o que é ser de direita como representantes da direita deveria ser aproveitado por todo direitista que veja um esquerdista querendo criar uma “teoria da conspiração da direita” considerando que é óbviamente uma desonestida abjeta.

    Segundo, outro fato que pode ser explorado é a explícita falta de competência da esquerda ao escolher pessoas incompetentes para atacar, enquanto fazem um silêncio absurdo frente a grandes nomes da direita. É óbvio que o medo e autoconsciência da falta de habilidade da esquerda para lidar com verdadeiros representantes da direita no Brasil. Ridicularizações como essas somadas ao silêncio em relação a direitistas verdadeiramente competentes são o reconhecimento da esquerda a respeito da própria incompetência.

    Terceiro, o primeiro e segundo ponto fundamentam a visão de que jornalistas esquerdistas fazem seus leitores de idiotas, pois ao invés de colocar em pauta questões e ações da direita esclarecida, ou seja, a direita que tem alguma possibilidade real expressão política(a direita que existe em oposição aos opinadores de direita ), colocam um simulacro de movimento da direita, mantendo seus leitores em uma presunçosa ignorância(Não sabem o que é direita, mas se acham muito superiores a ela).

  20. Vencer pela guerra cultural no país do BBB, novela, carnaval e futebol parece tão utópico quanto o mundo perfeito idealizado pelos socialistas. Pois é, cada um no seu mundinho idealizado.

    • Tenho minhas dúvidas se realmente é possível vencer essa guerra somente porque “os esquerdistas venceram várias batalhas na guerra cultural”.

      A esquerda tem uma vantagem sobre a direita, uma vantagem natural do mundo. Enquanto a esquerda prolifera e vive da ignorância, da miséria, da pobreza, da burrice, do analfabetismo, a direita precisa exatamente do oposto disso, porém todos nascemos um completo vazio que se aproxima mais do que a esquerda precisa do que do que a direita precisa, tirar um homem do seu estado natural de vazio, é algo que exige anos de trabalho, dedicação, dinheiro e esforço.

      Não creio ser impossível, mas credito ser muito difícil, isso não é direitismo depressivo, é uma constatação da realidade, o que é melhor que um direitismo poliana. Cuba há anos sob o peso de bota ditatorial, não parece que irá se livrar disso por si só tão cedo.

      Enfrentar um governo de esquerda que tem o objetivo de idiotizar um povo que em boa parte já é ignorante por opção e ainda tem os recursos roubados de seus oponentes usado contra eles é tarefa pra Hercules mesmo.

      Desistir nunca, mas tomar como certo que só porque a esquerda conseguiu nós também o vamos me parece ilusão já que nem mesmo as mesmas armas estão disponíveis para nós.

      Uma estratégia real, aplicavel e união de todos os opositores é o mais necessário. Mas a direita ainda está brigando por picuinhas infantis enquanto a esquerda já faz licitação para os campos de concentração.

      Enquanto não houver partidos politicos realmente de direita no Brasil, tudo isso não passa de um monte de masturbação mental, mesmo avançando na guerra cultural, como tem ocorrido nos últimos tempos, ainda será preciso desmontar legalmente toda a estrutura esquerdista montada sob corrupção.

      Boa sorte a todos nós.

      • Eu acho que as vitórias dos esquerdistas POR CAUSA DA GUERRA CULTURAL são um ENDOSSO à técnica da guerra cultural. É isso que quis dizer.

        Para cada estratégia, temos que estudar sua funcionalidade, e suas aplicações de sucesso, no passado, inclusive. Os esquerdistas já fizeram o teste suficiente da guerra cultural e provaram que ela funciona.

        Eles abandonaram a revolução armada há muito mais tempo. Os resultados deles são uma forma de atrelarmos o sucesso da execução de uma estratégia certa com os resultados esperados.

  21. Eu já havia comentado em outro post que a combinação de coerção (Comissão da (meia) Verdade), chantagem (promessas de reaparelhamento das FAA) e aparelhamento (muitos oficiais generais lambendo as botas do pessoal do PT em troca de favores pessoais) é uma combinação perfeita para os os militares NÃO terem vontade de fazer nada.
    Outra coisa, Luciano: o termo “marchista” tem uma semelhança fonética com “marxista” e foi o que eu li, sem muita atenção; parecia que você iria falar de esquerdistas.

  22. “(E eu não estou dizendo que os militares deveriam fazer uma intervenção, mas processar e ridicularizar os esquerdistas perante a opinião pública)”

    Só esse trecho já resume e BASTA pra endossar o resto dos seus argumentos, Luciano.

    Não assisti a todo o vídeo do sargento, mas, até onde vi, parece fake (não entra em muitos pormenores internos das FFAA, só diz aquilo que a maioria “direitista” já sabe… Incluindo essa questão da formação militar sendo substituída pela civil )… Mas como disse o Pecador, se o cara é militar ou não, se é vendido ou não — é indiferente, posto que o que ele disse é facilmente verificável.

    E fora que um evento desses pra dar certo precisa necessariamente do apoio da Grande Mídia que, como sabemos, está mais do que vendida e aparelhada por esquerdistas de todas as matizes. O povo evangélico, por exemplo, já promove a tempos manifestos gigantes (em favor da vida, da liberdade, contra mordaça-gay…), encontros públicos religiosos com dinheiro próprio e organização impecável e nem por isso causam alguma mudança significativa na opinião pública (muito menos algum arranhão no governo e no pensamento de esquerda).

    O Luciano tá qui nem aquela “motinha” do desenho da Hanna-Barbera, lembram?! (quem tem mais de 30 lembra):
    :¬)

    http://www.youtube.com/watch?v=yWisQ9H05wU

    PS: achei interessante tb a opinião do colega Dan quando diz : “Um problema nunca é um problema, desde q vc se aproprie dele… lembra disso? Quando esquerdistas aloprados saiam as ruas clamando por uma sociedade socialista soviética, o q fez Alinsky? Ele ridicularizou, desestimulou, suprimiu tal movimento q “atirava no próprio pé”? Ou será q ele se apossou de toda aquela energia oportuna, reformulou suas “causas” e reconduziu toda aquela massa de uma forma mais eficiente e estratégica?”

    O problema é se há tempo pra refazer o trajeto e manobrar esse navio marchista.

    PS2: acredito que o PT e as outras facções de extrema-esquerda aliadas já devem estar estudando a possibilidade de forçar mesmo um golpe (REAÇÃO) militar no país (caso ganhe as eleições), com mais cortes orçamentários, mais provocações de parquinho, mais processos, mais assassinatos de reputações… Enquanto que essa raça de FDPs vão formando na surdina sua GUARDA PRETORIANA. E aí vai chegar a hora (e isso não vai demorar) que não haverá alternativa senão a conflagração de uma guerra civil nacional, com as FFAA sendo apenas mais uma grupo no meio do fogo-cruzado entre povo e Estado. Revolucionários- por mais que queiram evitar o confronto direto com medidas paliativas e dissimuladas na cultura- tem sede de sangue e vísceras humanas. Eles só querem é ver o circo-pegar-fogo.

  23. Luciano, lembra da página ‘Golpe Comunista 2014’? Mesmo que não seja verdade, será que é possível o PT instalar um golpe num país de 201 milhões de habitantes? Tenho muito medo que fiquemos como a Ucrânia no tempo de Stalin ou a a Venezuela agora. Se acontecer, será que nós brasileiros podemos fugir para algum outro país, como o Canadá, Bahamas e etc? Tenho medo. As pesquisas apontam 47% de votos para a Dilma… Aí ferrou mesmo. Tenho certeza de que ela é quem vai ganhar mesmo. É triste esse sentimento de desespero.

  24. Ao invés de ‘Cala a boca Galvão’ tinham que lançar , aproveitando o clima de copa, o ‘Cala a boca Dilma’ ou ‘Cala a boca petista’:

  25. Eu acho que o approach de um direitista que não concorda com a marcha não deve ser o esculacho puro e simples, principalmente diante de um esquerdista. Temos que dizer o seguinte: Não concordo com o ato porque ele pode criar uma ideia falsa da qual a esquerda tentará se aproveitar para fugir de se explicar em outros assuntos, como a corrupção (tem que falar assim, latu sensu) na Petrobrás. Entretanto, não será a esquerda a pautar as manifestações de quem quer que seja. Ainda que os marchistas estivessem errados, eles não são mensaleiros e aloprados. Pronto.

    Tem que bater de volta com o dobro da força, como fez o Ben Shapiro com aquele boboca do Piers Morgan, e mostrar que, a partir de agora, quem define o campo do debate público político somos nós.

  26. Eis ai os mais novos convertidos ao direitismo depressivo: Luciano Ayan e a turma de seu blog rsrs. Ora, meus caros, já estão dando a vitória a esquerda? Que bela propaganda para a esquerda, heim? Penso diferente. Se for mesmo verdade que são esquerdistas que estão promovendo a marcha da família, talvez sejam eles que estão prestes a dar um tiro nos próprios pés, coisa que, aliás, os esquerdistas têm feito com muita frequência. Explico: Nunca tivemos uma opinião pública tão favorável aos militares como atualmente. Recentemente, teve uma enquete no UOL onde mais de 80% das pessoas votaram na alternativa que dizia que o regime militar foi fundamental para livrar o Brasil de uma ditadura comunistas. Repito: NO UOL!!! Isso significa que o pessoal já está bem conscientizado sobre as más intenções da esquerda brasileira.

    O que tem que acontecer é que mesmo aqueles que não apoiam uma nova intervenção militar devem defender os militares, mesmo que deixem claro que não apoiam uma nova intervenção, pois talvez não seja necessário. Devem insistir na quantidade de vidas que os militares salvaram – tendo em vista que os regimes comunistas mataram MILHÕES de pessoas pelo mundo -, devem desmistificar a “ditadura” militar afirmando que foi um tempo de paz para o cidadão comum, onde você podia ter armas (qual ditadura no mundo permitiu isso?), onde o Brasil prosperou etc. Após isso, basta desmascarar as duas afirmações básicas dos esquerdistas: “golpe comunistas é teoria da conspiração” e “quem apoia intervenção militar é fascista”. Para desmascarar a primeira basta falar do Foro de São Paulo e mostrar vídeo do Lulla defendendo o socialismo – como o próprio Lenin afirmou que o socialismo é o caminho para o comunismo, fica provado que golpe comunista não é coisa de lunático. Para desmascarar a segunda basta afirmar que a própria Constituição brasileira prevê a intervenção militar em caso de perigo para o pais. Dizer que são fascistas aqueles que pedem a intervenção, porque pedem tal intervenção, significa dizer que a própria Constituição é fascista. Dai basta jogar a esquerda contra a Constituição e vice-versa. Assim, quando tiver a tal Marcha contra os fascistas, basta rotulá-la de marcha contra a Constituição e virulizar na rede, coisa que estamos fazendo muito bem.

    Acredito que fazendo um bom texto seguindo o escopo que apresentei seria um bom antídoto contra eventuais efeitos colaterais da Marcha da Família.

  27. Luciano, isso é pênalti sem goleiro…

    https://www.facebook.com/pages/Comit%C3%AA-antifascista-e-anti-golpista/600109263409305?fref=ts

    “Há tempos venho dizendo: a esquerda tem o monopólio dos canais de ação na sociedade civil. Nenhum grupo “direitista” pode competir com isso, muito menos na base do improviso emotivo. A capacidade de mobilização da esquerda é monstruosa. Foram quarenta anos de trabalho profundo em todos os setores da vida social, enquanto a “direita” dormia. A parte da sociedade que está revoltada contra o governo é uma massa difusa, desorganizada e acéfala.”
    (Olavo de Carvalho)

    Outro dia o Olavo resumiu numa frase matadora tb: “Brasileiro não vive, simula a sua existência.”

    Brasileiro de um modo geral não gosta de estudar, não gosta de saber, não sabe admirar quem sabe mais que ele, não tem maturidade e humildade pra perceber a sua própria imaturidade e ignorância, só quer desconversar e se divertir (com os piores assuntos [os mais frívolos e falsos] e com as piores distrações [as mais degradantes e aborrecidas]), tem aversão da realidade e não gosta de ser alertado (é uma ofensa, uma violência intolerável)… Fora que acho muito difícil- MESMO COM INTERNET- criar uma CULTURA oposicionista anti-esquerda e pró-conservadora-liberal nesse país num prazo de 10 anos (as variáveis do tabuleiro mundial tb não estão ajudando). Não é razoável concluir que isso só pode acabar mal mesmo? Quando chegamos nesse ponto de percepção só resta mesmo reaprender a rezar e a se agarrar naquela Cruz do calvário.

    Lamento, nosso destino será doloroso (já está sendo pra 70, 80, 100 mil famílias ao ano). Que Deus permita que ao menos seja rápido.

    Falo isso sem desmerecer o combate cultural (que fique claro). Mas temos pelo caminho uma trilha de sangue nesse país que só aumenta e aumenta a cada HORA. E isso não se combate com ridicularizações e estudos sobre revolução cultural e guerra política.

    O que eu queria ver nesse país- ALÉM DE PESSOAS CAPACITADAS INTELECTUALMENTE PARA ESSE COMBATE CULTURAL (loco si, pero non tonto)- era uma tropa de homens (sejam civis ou militares) COM CORAGEM, DESTEMOR e SENSO DE SACRIFÍCIO, que consiga pelo menos ESTANCAR essa hemorragia de violência que tá afogando o país. Não dá mais pra enfrentar crimes cada vez mais truculentos, bárbaros, cruéis, covardes com discurso bonito e superior. Estamos reféns da criminalidade. Da pior criminalidade (que é aquela fomentada pela mente revolucionária). Os psicopatas no poder controlam nossos frames e os facínoras das ruas controlam nosso destino. Daqui a pouco só poderemos sair de casa armados de fuzil e vestidos com capacete e colete a prova-de-balas. Temo pela minha família, amigos e parentes (e que atire a primeira pedra quem não se sente assim).

    Vamos ridicularizar sim- E MUITO, SEM DÓ NEM PIEDADE- esses bostinhas covardes pseudo-intelectuais das esquerdas (seja caviar ou pitbull), mas não me peçam pra ter tolerância e misericórdia com os bandidos, traficantes e vagabundos que essa elite cultural tanto ama e defende, caso um desses cismem comigo e com a minha família ou tentem invadir o meu lar. Perdi o medo de morrer e perdi o medo de vagabundo sanguinário.

    Perdoem o meu desabafo (devo estar vendo muito Cidade Alerta).

  28. Luis, vou falar por mim, e o resto do pessoal que fale por si mesmo:

    Não é depressão apontar a REALIDADE dos fatos, a marcha tem boa intenção e todo direitista concordaria com ela, SE e somente SE a situação fosse igual a 64.
    Mas não é.

    1 – A esquerda está no poder político e CULTURAL.

    2 – A maior parte da população é direitista em princípio, mas simula o senso comum da esquerda. Dada a doutrinação escolar e a propaganda utilizada dese 64.

    3 – A esquerda promove atos de violência, dentro de um contexto de descredibilidade política (por parte da maioria dos brasileiros) — e os traveste (os atos violentos) na forma de luta de direitos — o que é “diferente” de pegar em armas para aplicar uma ditadura do proletariado.

    4 – A esquerda foi bem sucedida na demonização dos militares, assim como está sendo bem sucedida na demonização da polícia.

    Penso diferente. Se for mesmo verdade que são esquerdistas que estão promovendo a marcha da família, talvez sejam eles que estão prestes a dar um tiro nos próprios pés, coisa que, aliás, os esquerdistas têm feito com muita frequência

    Penso diferente. Penso que são direitistas que estão promovendo a marcha e percebo que eles ainda não conseguiram imaginar que isto pode ser uma grande tiro no pé.
    Mas que Deus os ajude para que a marcha seja um peça de propraganda para alertar o brasileiro, e isso dependerá da aderência à marcha.

    Nunca tivemos uma opinião pública tão favorável aos militares como atualmente. Recentemente, teve uma enquete no UOL onde mais de 80% das pessoas votaram na alternativa que dizia que o regime militar foi fundamental para livrar o Brasil de uma ditadura comunistas. Repito: NO UOL!!! Isso significa que o pessoal já está bem conscientizado sobre as más intenções da esquerda brasileira.

    O que percebemos a partir das gerações pós 64, é o completo INVERSO. O descrédito, a demonização, e o deprezo das forças armadas — como se as novas gerações respondessem pelos “crimes” das anteriores.

    Onde estava esse pessoal do UOL, quando foi estabelecida a “comissão da verdade”?
    Dentro do contexto atual, onde o brasileiro mediano é doutrinado pela esquerda e pensa que vive em uma democracia, o pedido por intervenção militar será extremamente capitalizado como um golpe contra a democracia. Note que eles já fazem isso no caso da Venezuela.

    O que tem que acontecer é que mesmo aqueles que não apoiam uma nova intervenção militar devem defender os militares
    Acontece que os militares não estão sob ataque. Em termos gerais já foram totalmente desacreditados e andam à sombra de uma ditadura — que a maioria dos brasileiros ignora o motivo de ter ocorrido. Mesmo os militares atuais fizeram muito pouco para reverter esta situação.
    A esquerda aprendeu a jogar o jogo político, e nós temos que jogá-lo MELHOR….pedir uma intervenção para tirar o adversário do jogo, é perder.

    Quando o adversário deixar de jogar o jogo — e isso ocorre quando ele começa a perder, e ter todas suas técnicas desvendadas — aí é o momento de retirá-lo do jogo.

    Todo o restante do seu texto é aplicação disto que acabei de escrever — Note que essa marcha ainda poderia gerar frutos, se um ponto em específico fosse bem delineado para a manifestação — o pedido de uma abertura de investigação e prestação de contas do FORO de São Paulo. Lutar contra o comunismo pura e simplesmente é ter que ficar se explicando para a população a fim de os fazerem “enxergar” o tal comunismo.

    Para desmascarar a segunda basta afirmar que a própria Constituição brasileira prevê a intervenção militar em caso de perigo para o pais
    Acontece que a maioria dos brasileiros estava ciente deste perigo em 64, e hoje? Grande parte pensa que o comunismo morreu, outra parte pensa que ele é bom porque aprendeu na escola, e outra parte sequer sabe o que é o comunismo.

    Dai basta jogar a esquerda contra a Constituição e vice-versa
    Esquerdistas não respeitam a constituição — diversos projetos deles tem como objetivo alterá-la ou inviabilizá-la parcialmente, quando não totalmente. O brasileiro comum não sabe nem o que diz o código do consumidor, quem dirá a constituição. O esquerdista irá relativizar sua afirmação e jogar para o “povão”, e você perderá, primeiro porque o povo é ignorante em questões “técnicas”, e segundo porque o esquerdista assumirá que se a constituição não dá para o povo o que o povo “merece” então não deve ser respeitada.

    Assim, quando tiver a tal Marcha contra os fascistas, basta rotulá-la de marcha contra a Constituição
    Me parece que não. Enquanto os esquerdistas jogam com uma propaganda já bem sucedida através do tempo (“o facismo é de extrema direita”), vocês vão jogar com a palavra constituição — uma generalidade técnica — e uma proposta de uma intervenção militar que já foi completamente demonizada como “o pior momento da história brasileira” — em um momento em que temos 13 milhões de pessoas sendo sustentadas por um governo dito “democrático”…….boa sorte!

    Os efeitos colaterais da Marcha ainda são imprevisíveis, e dependerão dos seguintes fatores —

    1 – Quantidade de pessoas presentes ( a aderência)

    2 – Divulgação do evento em tempo real.

    3 – sub-eventos que ocorrerão durante a marcha (por exemplo: um confronto entre políciais e os marchistas da marcha contra o “fascismo”, caso eles tentem uma infiltração DIRETA. Por outra perspectiva é possível que eles fiquem de longe, provocando ao microfone ou carro de som (pois eles tem apoio do partidos políticos) no intuito de fazer algum manifestante da marcha perder a cabeça.

    4 – O tipo de mensagem que será divulgada entre os manifestante da marcha da família — levando em consideração que outros movimentos como dos integralistas, tradicionalistas, Evolianos, Dunginianos entre outras bandeiras vão tentar cooptar a marcha por dentro, causando problemas entre os próprios marchistas.
    Se tiver, por exemplo cartaz, pra falar contra os bildebergs e os rotchilds, assim do nada, além de incompreensível para as pessoas, a coisa toda caíra no ridículo. A coisa deve focar no Brasil, com objetivos bem específicos que são as pautas que vão de encontro à agendas esquerdistas.

    5 – A divulgação posterior da marcha nos canais de comunicação.

    6 – por último o tipo de ação que a esquerda tomará dependerá dos fatores acima citados.

    Apesar de tudo isso que postei, acredito que a marcha despertará a curiosidade de diversas pessoas, se bem utilizada por pessoas de direita.

    Abs.

    • E eis que hoje ocorre….

      http://www.youtube.com/watch?v=8QSzgamAWv4

      Veja como a coisa toda já começa tendenciosa:

      “Como a presidente que foi presa e torturada está vendo essa marcha?”

      – A história já começa quebrada — esse é o frame esquedista pra demonizar a ditadura — lembra-se que a presidente foi presa e torturada, mas não se fala JAMAIS no motivo pelo qual ela foi presa ,não se fala nos atos terroristas provocados pela VAR Palmares.
      Isso corresponde ao que eu disse acima a respeito da propaganda de demonização e ostracismo aos militares.

      “Governo Dilma avalia que militares…estimulam a marcha porque estão contrariados com o trabalho…da comissão da verdade…que vem expondo abusos e crimes”

      É luis, parace que até idealizarem a marcha, os militares não estavam sob ataque, mas agora — os esquerdistas vão capitalizar através da marcha — para acabar de vez com a imagem dos militares.

      “Sobre a marcha a presidente não pode fazer nada….mas pediu ao ministro da defesa que PROIBISSE os militares da ativa de comemorar os 50 anos do golpe”.

      Essa é a ação típica de mídia, que diz algo, e depois na mesma frase apresenta o seu exato oposto. Se dilma não pode fazer nada, COMO PÔDE PROIBIR através de um pau mandado, que outras pessoas tenham a liberdade de participar da marcha????
      Nota-se que Dilma, não proíbe — apenas manda os outros proíbirem. O resultado da ação é o mesmo, porém ela passa como a tolerante.

      “Em PLENA democracia os organizadores da marcha pedem a volta dos militares”

      Não falei, que eles colocariam os organizadores da marcha como opositores da democracia???? Percebeu a enfâse que o jornalista deu na palavra “PLENA” !? 🙂

      (Sobre PT, PSDB e PMDB…)
      “Todos eles lembram que apesar dos graves problemas o país é melhor”
      Eis aí uma frase tremendamente questionável. Melhor em que critério?? Já logo nota-se o malabarismo — os políticos vão se apegar a um fator econômico — e então bolar uma fraude intelectual em cima deste fator…

      “Na época da ditadura havia uma inflação alta”
      E daí? O aspecto mais relevante da intervenção militar foi o seu contexto histórico e CULTURAL. Chega a ser hilário apresentar uma argumentação baseada em um único fator econômico, desconsiderando outros contextos. Um simples levantamento em taxa de crimes de homícidio já destruiria qualquer argumentação comparativa que dê ao governo atual a vitória sobre o governo na época da ditadura. Militares não sabiam administrar um país…mas sabiam que comunistas além de saber menos, tinham intenções funestas.

      Isso sem contar, que o plano real não foi um plano do governo atual — de fato os representantes do atual governo ERAM CONTRA O PLANO REAL

      http://veja.abril.com.br/blog/rodrigo-constantino/economia/20-anos-de-plano-real-o-avanco-social-que-o-pt-tentou-barrar/

      “Hoje a gente tem programas sociais elogiados e uma nova classe média”

      Elogiar programa social é o ápice da demência nacional.
      http://ultimosegundo.ig.com.br/bolsa-familia/2013-10-17/bolsa-familia-em-numeros-confira-resultados-de-dez-anos-do-programa.html

      Percebe-se no link acima que o número de beneficiários entre 2004 e 2014 DOBROU. O governo é claro faz propaganda disso, informando que atualmente existem por volta de 13 milhões de pessoas beneficiadas pelo bolsa família….

      SÓ TEM UM PROBLEMINHA:

      http://www.youtube.com/watch?v=J2VklFgYl7g

      A presidente disse que acabaria com a probreza, mas o número daqueles que DEPENDEM dop bolsa família, e portanto SÃO POBRES….DOBROU. A conclusão lógica é que invez de acabar com a probreza, o governo a aumentou. Não existe a criação de uma nova classe média, foi a média do brasileiro comum que empobreceu, junto com o fato de que o imposto aumentou vertiginosamente.

      “Na época da ditadura os escândalos eram varridos para debaixo do tapete”
      Coitado do brasileiro….esta fodido mesmo….alguém aqui acredita que atualmente os escândalos NÃO são varridos pra debaixo do tapete???

      “Hoje temos uma imprensa e um ministério público independentes e vigilantes.”
      A existência de Romeu Tuma e os eventos que ele relata, bem como o programa governamental denominado como “mais médicos” (que ainda hoje se utiliza de trabalho escravo) são a prova de que a imprensa é vendida, e o ministério público aparelhado. Isso só pra citar 2 eventos.

      “E hoje há liberdade até para uma marcha contra a democracia…Na época da ditadura…toda uma geração foi perseguida, presa, torturada e morta por se opor ao regime “

      Rachel Sheherazade tem muito o que aprender com o seu colega Kennedy Alencar, O trabalho de propaganda pró governo socialista dele foi exemplar:

      Ele reaproveita o gancho dado pelo âncora, e repete que a marcha é contra a democracia, faz isso simplesmente porque a “repetição é a mãe da retenção”. É interessante notar que mesmo que ditaduras sejam reprováveis e abjetas, o sujeito usa o termo “toda uma geração” e não o faz descuidadamente, mas com o único propósito de teatralizar os eventos pós 64, e através dessa retórica criar na mente do ouvinte a imagem de “milhares, ou milhões de pessoas” perseguidas,torturadas ou mortas.
      Ele usa o termo “geração” para tentar transformar a ditadura em um “holocausto brasileiro” — uma clara ampliação indevida, pois o maior número de mortos na ditura militar era de GUERRILHEIROS — um grupo que nem chega perto da sugestão de “geração”.

      http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/os-mortos-ditadura-mito-realidade/

      A ironia, é que sobre os mortos da Venezuela (que são civis), nada se fala.

  29. E mais um fato que poderá ser usado por marxistas-humanistas-neoateístas de hoje contra o pessoal que faz a Marcha de amanhã: a descoberta de uma casa da morte da ditadura em que cortavam os dedos de torturados mortos e abriam-lhes as barrigas para que não formassem gases que os fizessem flutuar ao serem jogados no rio. Tudo isso é contado por um coronel que afirma ter sumido com Rubens Paiva.
    Do lado dos que combatem o marxismo-humanismo-neoateísmo, é bom que se faça condenação veemente à tortura, mas se lembre que o governo brasileiro está sendo conivente com tortura (vide Venezuela, bem como o arcabouço do passado MHN e seu contínuo uso de desumanizações, torturas e fuzilamentos em massa).

  30. E já que a tal Marcha já foi ridicularizada antes mesmo de acontecer, ela o é acontecendo e já foi sakamoteada. Por ora, comentários contra ele são poucos, o que também mostra que os contrários ao marxismo-humanismo-neoateísmo também notaram que a tal Marcha tem altos riscos de dar com os burros n’água e na prática prejudicar o combate a essa ideologia (isso se não for ataque de falsa bandeira como já se disse em outras ocasiões):

    billy bones 2 horas atrás

    Sakamoto, o chapa branca…todos tem direito à opinião…e se for igual à dele, melhor ainda!

    billy bones 2 horas atrás

    um último comentário; leiam o depoimento do capitão Darcy, do exército, companheiro de dilma na guerrilha. saiu hoje no uol. participou de ações armadas, com a morte de um taxista, que ele cita pelo nome, um vigilante de banco, entre outros. esse “herói” ganha bolsa-ditadura, e recebeu indenização pelos anos que passou afastado do exercito, com salario corrigido e tudo. o taxista que ele matou, e os outros coitados, mortos “sem grife”, esses deixaram a família desamparada e com uma pensão merreca….esquerda no poder é isso, verdade pela metade.

    maisvalia 38 minutos atrás

    Se o assunto é: Maioridade Penal Seus argumentos devem ser: “Qualquer regulamentação para diminuir a maioridade é ruim, o menor deve ser reeducado” ” isto é coisa de reaça” ” tudo é culpa do capitalismo” Domingo, 9 de março. A dois dias de completar 18 anos, um jovem deu um tiro à queima-roupa no olho de Yorraly, a ex-namorada, de 14, no Distrito Federal. Filmou a execução com o celular e, certo da impunidade, vangloriou-se compartilhando a cena com amigos na internet. Colegas meus, “cabeeeças”, consideram de um reacionarismo atroz alguém levantar a hipótese de que o autor de um crime como esse precisa ser levado a julgamento e punido. “Que atitude de direita, meu irmão?”, fulminam. Afinal, isso só existe em países política e socialmente atrasados, como Canadá, Reino Unido, Dinamarca, Suécia… Aberrações de primeiro mundo como essas não frutificam por aqui, terra do inigualável ECA, o Estatuto da Criança e do Adolescente.

    Só para manter o costume, segue também o que foi dito no Face, no qual verão que MHNs já lotaram de memes comparando a Marcha com a Ku Klux Klan (OK, não esperemos que saibam que Marx e Engels eram racistas e elitistas) e Flintstones (OK, não esperemos que saibam que as pesquisas em regimes comunistas dependiam do aval estatal para irem adiante), bem como especular que Deus não irá a tal Marcha (OK, não esperemos que MHNs entendam o que é a onipresença de Deus e o livre-arbítrio que Ele deu às pessoas), uma hipotética Marcha de Deus e o Diabo na Terra do Sol (OK, como também são neoateístas, obviamente que ficarão falando do coisa-ruim em contexto de provocação, sem notar que Marx era satanista e participante de cultos de tal tipo), comparação ao Fudêncio (no sentido de que seria mimimi), reprodução de capa do Diário de Pernambuco com o título “Marcha à ré”, que também foi transformada em um desenho de esquema de marchas de carro em que substituem a ré por “Marcha da Família com Deus”, bem como um meme extraído de uma imagem daquele vídeo da TV Folha.
    Enquanto isso, mais uma vez vemos o organizador da tal Marcha dando entrevista para a Folha achando que o referido jornal irá tratá-lo da mesmíssima forma que trataria um marxista-humanista-neoateísta que desse um depoimento. O interessante dessa matéria é que dá para saber o trajeto das passeatas de hoje. E quem olhar o mapa notará que há um enorme risco de a Marcha da Família localizada no Centro colidir-se com a chamada Marcha Antifascista (novamente suspeito que poderemos ter uma transmutação de black blocs para “antifas” e eles na prática gerarem os danos que geram skinheads em outros países do mundo, mas podendo ser ainda pior se pensarmos que na mente dessa gente “fascista” significa qualquer coisa que seja obstáculo para o avanço do MHN). A mesma Folha elenca dez razões para não se ter saudade do regime militar (que dá para concordar com o escrito, mas que também abre margem para que perguntemos sobre se os tempos atuais com MHNs no poder não estão tendo coisas que na prática poderão gerar os mesmos resultados deletérios usando as vias da democracia, uma vez que o uso dos instrumentos democráticos contra a própria democracia é uma constante no gramscismo). Finalizando (e poderia valer algum comentário), temos o depoimento do capitão Darcy mencionado em um dos comentários na postagem do Sakamoto

    • Só para continuar, o Sakamoto foi acompanhar a Marcha da Família. Alguns o reconheceram, como se pode ver aqui:

      De tempos em tempos, um grupo deles me reconhecia. Começa a gritar, chegava perto, apontava o dedo, gravava em vídeo, xingava, vociferava, me chamando de “comunista”. Será que eles não sabem que tenho um MacBook e gosto de caviar? Um manifestante passou por mim várias vezes, dando leves ombradas, no melhor estilo de provocações escolares, sempre que chegava perto. Logo no braço que a LER/Dort mais ataca. Podia ser no outro, não?

      Observe-se que agora ele assume o MacBook Pro meio que como símbolo de luta contra o capitalismo, bem como está naquela base de “sou esquerda caviar sim”. Em relação às ombradas, acho que está mais para cavada de falta dele, pois marchas tendem a fazer as pessoas andarem em grupos mais compactos, podendo significar que alguém esbarrava por acidente no braço mais problemático do referido blogueiro (mas do jeito que ele fala da ombrada, fica parecendo aquelas ombradas fortes de brincadeira que se dá em rodinha de show de punk rock). Observe-se que ele quer insinuar que a tal marcha só tinha skinheads (aqui estou usando o raciocínio marxista-humanista-neoateísta de que alguém que não é do espectro deles só pode ser nazifascista e dá coturnada):

      Agradeço aos colegas da imprensa que me tiraram de perto nas vezes em que a chapa esquentou (valeu, galera!).

      Será que a chapa esquentou mesmo ou de repente ele pode ter cavado mais faltas na jogada toda? Prosseguindo, é óbvio que um MHN iria se aproveitar da burrice de quem vive em uma bolha e confunde metaleiro com black bloc:

      Não é mérito nenhum meu, é claro. Sobrou para todo mundo. Incluindo um grupo de jovens, vestidos de preto, que estava indo provavelmente para o show do Metallica e foram xingados por manifestantes perto do metrô Anhangabaú.

      Porém, que se observe que o próprio blogueiro, MHN que é, acaba sem querer deixando a barra mais leve para os manifestantes, pois se houve só xingamento, então a incapacidade de diferenciar fãs do Metallica de black blocs só ficou mesmo no zurro, e não no coice, pensando aqui em atos típicos de burro. Se um burro só zurra, não está pondo a integridade física de ninguém em risco.
      Para que as pessoas não pensem que ele defende uma ideologia que obrigatoriamente necessita de totalitarismo para que seja posta em prática, temos estes dizeres que também soam como uma tentativa de dizer que ele não é beneficiário, sendo que já investiu muito nisso e está naquela posição de que, mesmo que se desiluda com isso, vai ter de continuar defendendo tal coisa para evitar o ostracismo, caso seja attention whore:

      Enfim, apesar de tudo isso, achei a manifestação pedagógica.

      Porque todas as visões de mundo têm direito a se manifestar.

      Observe-se que ao achar uma manifestação pedagógica, ele cai naquela história de que o povo como um todo tem de aprender algo, sendo que povo só existe porque há pessoas e esse mesmo povo vai se renovando com o passar do tempo pelo normal balanço entre natalidade e mortalidade. Aqui caímos na mesma história de “o povo brasileiro tem de aprender a votar”, que é uma das besteiras que usam para tentar justificar a obrigatoriedade do voto. E vamos adiante, agora pensando no quão gatos pingados eram os manifestantes em questão:

      Porque o número de pessoas que bradam por uma intervenção militar é menor ainda do que eu esperava.

      Porque muitos dos curiosos que paravam para ver e que tive a oportunidade de conversar, de vendedores ambulantes a engravatados, quando informados do conteúdo das reivindicações, franziam a testa e perguntavam: mas a gente não brigou tanto para não ter exército no poder?

      E porque conversas e atitudes de muitos manifestantes mostravam que um desconhecimento grande da história do Brasil justificava uma visão de mundo totalitária. Ou seja, há esperança de que, com educação de qualidade e muito debate político, a gente chega lá. Ô se chega!

      É claro que ele não vai falar sobre o bombardeio que a manifestação já recebeu anteriormente, seja de MHNs, seja também dos anti-MHNs, vide Heitor de Paola e o dono deste blog. Logo, a coisa chegou esvaziada e chegaria esvaziada de qualquer maneira, uma vez que estão tentando transplantar para os tempos atuais algo que estava em outro contexto. O blogueiro também não fala que apenas mil pessoas na Praça da Sé são também uma derrota para o MHN, pois se falavam de “Marcha Antifascista”, qualquer um imaginava uma coluna de bom tamanho de black blocs e outros citados antifas. Parece que a atitude da PM de “envelopar” as manifestações está dando certo e agora os encapuzados ficam com medo e ficam bradando coisas como “vamos proibir a Caldeira de Hamburgo”, que era aquela jogada de ir fechando o perímetro com duas colunas de policiais e não deixar os fãs de Guy Falkes saírem do perímetro.
      E já que ele fala que “conversas e atitudes de muitos manifestantes mostravam que um desconhecimento grande da história do Brasil justificava uma visão de mundo totalitária”, será que ele pode garantir que o lado MHN da coisa sabe tudo aquilo que Marx e Engels disseram, incluindo as colocações eivadas de racismo, homofobia, imperialismo e elitismo? Será que eles sabem quem foram Gramsci, Alinsky, Marcuse, Foucault e outros e as influências que eles deixaram? Será também que eles sabem o que Prestes e outros queriam para o país? Se assim o for, também poderemos dizer que “conversas e atitudes de muitos manifestantes mostravam que um desconhecimento grande da história do Brasil justificava uma visão de mundo totalitária”, mas aqui referindo-se aos da Marcha Antifascista. E o que ele entende por “educação de qualidade”? É uma educação que permite que saibamos tanto do marxismo-humanismo-neoateísmo quanto do que não é isso? Ou seria “educação para dar um salto qualitativo”, no sentido do termo usado por Mao? Se for o segundo, mais debates políticos em que não se debate, mas se usa de falácias, aí a “gente” a quem ele se refere (que não é “povo brasileiro”, mas sim MHNs beneficiários) chega lá e ô se chega.

      E como sempre, que leiamos os comentários, já que ele disse que encontrou os comentaristas do blog dele (aqui se referindo obviamente àqueles que sempre desmontam seus postulados, mas os espantalhizando, pois sabemos que a maioria absoluta dos anti-MHNs não foi à tal marcha). Observe-se que por vezes os sakamotetes fazem provocações de parquinho, bem como gente respondendo a alguns sakamotetes:

      Kristofer Willy 2 horas atrás

      Sakamoto correu mais risco do que jornalistas em zona de guerra.

      ABCAntonio 2 horas atrás

      É, bem diferente do cinegrafista Santiago Andrade que estava seguro ….

      detesto o pt 2 horas atrás

      Como sempre, o Sakamoto distorcendo a realidade dos fatos. O PT é um partido que foi criado por comunistas, que apoia ditaduras, e inclusive “perdoou” dívidas de ditaduras comunistas na África usando o dinheiro dos pobres contribuintes brasileiros, e usou esse mesmo dinheiro dos impostos para importar médicos cubanos que trabalham em regime análogo a escravidão, desrespeitando as leis trabalhistas deste país. E falta você dar os nomes dos cristãos que espancaram e mataram gays baseados na leitura da bíblia, pois nem a polícia tem provas para fazer tamanha acusação. E os militares cometeram abusos sim na ditadura, só que eles combateram militantes armados, que cometiam crimes. E você Sakamoto, deveria fazer seu papel de jornalista de forma IMPARCIAL, com base em FATOS, sem ideologia. E pra finalizar, todo comunista é capitalista. Acontece que ele grita da boca pra fora contra o capitalismo. Todos os comunistas viveram, e vivem dos produtos capitalistas, as custas da miséria do povo.

      andrea braz 2 horas atrás

      Sakamoto nao sou sua leitora, li hj pela curiosidade de ver como os blogueiros sao. Hoje em dia ha especialistas para tudo…. As pessoas se acham melhores do q os outros. Sua modestia em achar q vc eh o grande mentor da verdade eh algo nada surpreendente em um pais feito o Brasil. Democracia eh respeitar a opiniao alheia, o q nao ocorre com vc, q tenta menosprezar quem nao concorda com vc. Hj em dia as pessoas esquecem o q eh respeito ao proximo e etica. Cada um tem o direito de ser de esquerda, de direita, do meio, do lado que quiser e respeitar as regras de convivio social e respeitar opinioes diferentes… Os pseudo-intelectuais querem doutrinar os jovens… quem ja fez parte de centros academicos, unes e ubes, etc , sabem q os jovens sao facilmente manipulaveis.. sei la nem sei pq estou escrevendo para vc… afinal vc despreza todo mundo que nao pensa como vc…. seja feliz…. mas ri muito depois de ler seu blog, seus comentarios tendenciosos sao fantasticos… vc deveria ser escritor de ficcao…. seria melhor

      Henrique Oliveira 2 horas atrás

      ” li hj pela curiosidade de ver como os blogueiros sao” rsss ok. olha, me desculpa o comentário, mas sua curiosidade tá uns 20 anos atrasada.

      Implicante e Revoltado 2 horas atrás

      O número de pessoas que desprezam a corrente chapa branca deste blog, e tudo que de ruim que ele representa, é infinitamente maior do que aqueles poucos que participaram hoje desta marcha, CONTRA o populismo de esquerda. Não esqueça que até pouco tempo atrás, a democracia aqui se retraia calada, enquanto o país estava sendo destroçado pelo bolivarianismo tupiniquim. Veja isso como uma mudança de paradigma, a maioria pensante, que despreza esse estado de coisas, está só começando a se manifestar….

      Reiki Cardoso 2 horas atrás

      Encontrou seus comentaristas ? Òtimo! Ainda bem que o regime democrático nos resguarda de pessoas iguais a eles e iguais a você. Precisamos é de mais democracia e de mais cidadãos conscientes de seus direitos e deveres. Só assim é possível resguardar nossa jovem democracia dessas minorias histriônicas e demagógicas que se escondem atrás de discursos moralistas e pseudo-humanistas de ocasião!

      OREL 2 horas atrás

      O que eu gostaria de saber é: qual é a recomendação do autor do blog para acabar com a mãe das nossas mazelas – a corrupção? Acredito que criticar uma iniciativa como esta marcha não acrescenta em nada, quem sabe se pedindo que o mentor do mensalão fosse devidamente julgado, não seria um bom começo, para puxar o cordão que traz outros casos do passado recente?

      Lulanuncamais 1 hora atrás

      É verdade, ele mesmo confessa que foi lá por curiosidade e não para tentar ajudar a encontrar uma solução. Pra quem estudou tanto pra chegar a um doutor, bem pequena sua atitude. Lamentável, pra dizer o mínimo.

      _L.C_ 2 horas atrás

      Acredito que essas análises maniqueístas faziam mais sucesso nos anos 80…….. Hoje em dia o povo em geral esta mais escaldado e sabe que essa estória de políticos bonzinhos de esquerda que ” lutam pelo povo” é muito romantizada e falsa e se perdeu depois de todos esses escândalos de corrupção do PT nesses 12 anos de governo……. Esse agora de Pasadena então nem se fala…….. Ninguém é tão bobinho como eles pensam……..

      andressat 2 horas atrás

      Eu não fui e nem iria… e sou contra a esquerda e o populismo, porque traz mais problemas do que resolve, mas não quer dizer que eu seja a favor da volta do regime militar, embora eu ache ele menos sanguinário do que seria se fosse uma ditadura de esquerda.

      Igor Cardoso Abreu 2 horas atrás

      Engraçado esse povo da marcha, pedindo a ditadura com o apoio do instrumento de segurança do Estado (polícia militar) que querem destituir ! Outra: usam de um instrumento democrático de direto pra acabar com a democracia? kkkkkk Parabéns Sakamoto! Eles tão loucos pq a Dilma vai ganhar mais uma vez de lavada! E usarão de todos os meios pra desvalidar a vontade soberana da nação! Avalio essa direita de hoje como o PT de doze anos atrás, que bradava e agredia por que queria o poder a qualquer custo. Coxinhas de Facebook, mudem de tática, como o pt mudou mostrando propostas e mais crescimento do que ofensas. Quem sabe o jogo muda! Se na eleição presidencial, já foi aquele terror, esperando a baixaria eleitoral esse ano!Certamente a corrupção e falta de educação são os grandes males atuais e precisamos acabar com isso, mais culpar um partido só é isentar-se da culpa! Assim quando gritamos em cima de uma criança não revela que somos superiores e sim perdemos o controle da situação! Força Sakamoto. Gosto demais dos seus textos.

      Ricardão2000 1 hora atrás

      O seu comentario esta bom ate a pate na qual diz que o P T apresentou popostas… Esse partido nunca apresentou nenhma proposta exceto a proposta de permanecer 20 ans no poder a qualquer cuto.

      ToLima Duarte 1 hora atrás

      Igor seu confuso. A Dilma só ganha por causa do BOLSA FAMÍLIA e pelo fato de que nem os beneficiários sabem o que acontece na política. Deem a opção para o povo escolher entre RECEBER o benefício OU VOTAR pra vc ver a GRANDE SURPRESA DEMOCRÁTICA QUE ESSE PAÍS PRESENCIARIA.

      Lucca Brazzi 1 hora atrás

      Minha discordância com os que participaram da Marcha da Família está no principal ponto: intervenção militar. De resto, concordo com todas as revindicações. Temos que excretar essa corja de bandidos que está no poder, mas isso deve ser conseguido pelas vias democráticas. Teria sido melhor uma Marcha Anti-PT e Anti-Corrupção, haveria muito mais gente e o arsenal de argumentos é enorme. Quanto aos “antifascistas” de araque da outra Marcha, aqueles que queimaram uma bandeira brasileira, esses são piores ainda.

      Adriana Sol 1 hora atrás

      Quando você diz que os participantes venceram o medo, admite sem querer que há uma hegemonia de esquerda que coage quem pensa diferente. Assim é. E não acredito que você seja tão ingênuo em pensar que a ameaça comunista no Brasil se resume ao PT (que, diga-se de passagem, tem dentro de si várias vertentes de esquerda, mais ou menos radicais).

      Adriana Sol 1 hora atrás

      Outra coisa que não consigo entender é a tentativa de ridicularizar a marcha. Se a democracia permite diversos tipos de manifestação, por que algumas devem ser elogiadas e outras ridicularizadas pelos pretensos democratas? E, se consideram ridícula, por que se incomodam tanto com ela?

      Brasil Patriota 1 hora atrás

      Engraçado como se analisam as informações, não é Sakamoto? A Marcha Antifacista e Antigolpista idolatram Che e Fidel, não seria incoerência? Maior incoerência ainda é o Bolsonaro dizer “intervenção militar” faz perder o foco. Ou seja, nem a direita e nem a esquerda querem os militares de volta ao poder, nem temporariamente. Por quê será? A Dilma contrária a investigação na Petrobrás e vem quem apoiar o PT? o senhor FHC… Outra coisa, por quê não fazem uma pesquisa, IBOPE ou FOLHA, com pessoas com mais de 65 anos de idade para opinarem como foi o regime militar? Por quê pessoas mais novas, com eu ou você Sakamoto, somos papagaios de gaiola, repetimos o que ouvimos e acreditamos. Aí sim, teríamos uma real imagem desse período. A propósito, pelo menos a que eu fiz, só conheci um senhor que foi contrário, o resto era tudo a favor. E mais, quando os opostos se atraem, PT e PSDB, contra algo, eu suspeito até o último fio de cabelo. Boa noite.

      Marcos A. 1 hora atrás

      Acredito exatamente o contrário. A parte barulhenta do blog é que apoia a democracia. Não concordo com nenhum tipo de ditadura, seja de esquerda ou de direita. Mas o PT sim, está implantando uma ditadura a conta gotas. E estranho o blogueiro que curte uma democracia, mas nada fala contra a do apoio do governo a ditaduras de esquerda.

      Brasil Patriota 1 hora atrás

      Como já disse: quando o povo começa a ir às ruas para pedir a volta um regime que foi combatido por 30 anos, massacrado pela imprensa e pelos políticos de direita e esquerda, e ainda assim, uma parcela deseja a sua volta, é que a coisa está fora de controle. O problema do país se resume em um só: CORRUPÇÂO. Fosse o governo do PT ou do PSDB honesto, não teríamos movimentos contrários, cansados desse descaso com o dinheiro dos nossos impostos. Para mim, tanto faz o regime em vigor, só não quero mais é ser roubado e ver os bandidos rindo e debochando em rede nacional e no comando país.

      Rogerio22 1 hora atrás

      Muito boa a materia. Sugiro àqueles com saudades da ditadura, que imigrem para a Coreia do Norte, onde todo mundo é feliz, porque se não for eles matam.

      Augusto Junior 1 hora atrás

      Sakamoto, vc é um cara que detesta críticas ( característica de ditadores ) Das vezes que li seu blog, várias foram as que vc escreveu detratando seus leitores que lhe tecem criticas. Por que isso? Por que essa ARROGÂNCIA de achar que o seu ponto de vista é o certo? Qual é o problema de algumas pessoas manifestarem a sua simpatia pela ditadura de direita? Basicamente é o mesmo que o das manifestações da esquerda gritando um “Fora FHC”. Ou seja: NENHUM! Me admiro vc dar tanta importância a uma marcha de pessoas que nda mais querem do que expressar sua opinião ( e sem quebra-quebra ). Me admiro vc zombar dessa manifestação ” de direita “. Vc detesta que te rotulem como um jornalista “de esquerda”. Só que vc age como um. Tá na hora de uma autocrítica. Só pra esclarecer: detesto ditadura e acho que o papel dos militares está bem explicado na constituição brasileira.

      godotgodot 1 hora atrás

      Definição de “fascista” do Dr. Sakamoto: quem discorda do Dr. Sakamoto. Ai ai ai

      Lukeeagle 1 hora atrás

      Sakamoto… Existe democracia no comunismo ???

      Também vamos ao Facebook dele. Lá está mais com sakamotetes, mas não pude deixar de ter minha atenção chamada pelo seguinte comentário:

      Marcelo Silva Souza

      Mas e o assassino do homossexual suicida? Encontraram?

      há 8 minutos

      Sim, até agora estamos esperando por aquilo que o blogueiro em questão disse e que daria uma reviravolta no caso Kaique, pois por ora só sabemos que quem matou o adolescente de 17 anos tem a capacidade de acelerar a 9,8 m/s² e, no trajeto realizado de cima para baixo, houve o encontro com uma grade, tudo isso reforçado pelas imagens das câmeras de vigilância urbana que mostravam o rapaz andando de maneira normal e ninguém o perseguindo. Além disso, tendo ficado o cadáver dele por três dias no necrotério e tendo sido identificado que ele era suicida, sequer haveria como se saber que o menino era homossexual, ainda mais que chegou ao IML indocumentado, o que não impede que se faça autópsia para saber a causa mortis. Porém, como ele disse naquela ocasião que não estava levando a sério a discussão, passamos a confiar mais na história de que ele está em autoespiral do silêncio em relação ao caso em questão.

  31. Só para constar, por ora não está acontecendo nada de mais e tanto a Marcha da Família quanto a Antifascista revelaram-se verdadeiros fracassos, com a primeira levando algumas centenas de almas e a segunda, apenas mil (uma delas o Suplicy). Segue também álbum de fotos. Já a marcha que saía do Ibirapuera e ia até o Comando Militar do Sudeste foi ainda mais patética, reunindo apenas sete pessoas.
    Houve um problema em São Paulo, com uma mulher que ia marchar pela família, mas errou de endereço e foi parar na Antifascista, sendo hostilizada pelos que lá se encontravam. Porém, não é algo capitalizável, pois poderão argumentar que houve coisa parecida na Marcha da Família, em que um aposentado usando roupa vermelha foi expulso e fãs do Metallica que se concentravam para ir ao show da banda, confundidos com black blocs e agredidos, o que só prova o quão desinformados e distantes da vida real estão os tais que quiseram reeditar a Marcha original, pois qualquer pessoa normal sabe que há uma enorme diferença entre vestir roupa preta em contexto metaleiro e em contexto black bloc (fora não ser crime algum o ato de fãs do Metallica combinarem de se encontrar em um determinado ponto no centro paulistano para irem juntos até o lugar onde será realizada a apresentação).

    Aliás, fica a lição importantíssima para quem combate o marxismo-humanismo-neoateísmo: não se isolem do mundo nem se tornem insensíveis às muitas nuances que ele apresenta. É preciso que se esteja não só por dentro do que ocorre na política como também em relação à dinâmica normal da sociedade que está aí. Se ficarem agindo na base de tentar diferenciar gato de tijolo na base de jogar ambos na parede e ver quem mia, estarão dando atestado ao mundo de que são uns… bolhas (só para usar um termo meio anacrônico recentemente ressuscitado por um comercial de TV a cabo e que se encaixa perfeitamente nessa história toda). E só se fica por dentro da dinâmica do mundo que nos cerca se vivermos o mundo que nos cerca. Senão você vai ser aquele que critica certos movimentos contrários ao MHN e com cunho altamente religioso que de fato são mesmo bem apartados da dinâmica do mundo, mas não vai notar que você mesmo está tão ou mais apartado do mundo que esses movimentos, que ao menos vão lá se manifestar e põem o pé na rua (por vezes tomando porrada de marxista-humanista-neoateísta e chamados por eles de “fascistas”, sem conseguirem entender que o uso de tal termo por parte de MHNs é uma daquelas palavras-gatilho para gerar reação de selvageria automática contra os que estão sendo chamados de “fascistas”).
    Saindo de São Paulo e indo ao Rio,
    com um tumulto entre os da Família e os antifas, que foi dispersado pela PM com bala de borracha. Por ali, o placar deu empate, com 200 da Marcha da Família contra 200 antifas. Não dá para saber como se deu a coisa toda para que chegasse a tal ponto.

    De brinde, uma treta em rolezinho no Shopping Bourbon.

      • Cara…eu tô é rindo aqui, olha só o que eles vão falar, que coisa patética: bando de direitistas malucos fazendo a marcha pela família com Deus pela liberdade, pedem a volta dos milicos, aí encontram uns metaleiros de preto indo pro show do metallica e gritam ‘É O BLACK BLOCK’ e o pau come solto
        É rir pra não chorar

Deixe uma resposta