A cara de pau de Juca Kfouri e da escória petista da mídia esportiva

52
546

juca

A hipocrisia dos petistas é tão grande, mas tão grande que sempre deixamos escapar alguns traços de mendacidade do discurso deles enquanto fazemos investigações de fraudes intelectuais. Como bem lembrado na caixa de comentários de meu post anterior, “Repórteres” totalitários do Linha de Passe na Copa mostram duplo padrão e hipocrisia para atacar aqueles que protestaram contra Dilma na abertura da Copa, eu havia esquecido de mencionar o fato de que enquanto Trajano reclamava de não haver nenhum negro na torcida no Itaquerão, também não havia nenhum negro na mesa da ESPN. Como eu disse, a hipocrisia deles é tamanha que eu me esqueci de citar mais esse fato constrangedor para os jornalistas do aparelho petista.

Juca Kfouri, como não poderia deixar de ser, também demonstra uma hipocrisia que beira a doença. Veja o texto O roto e a esfarrapada, escrito por ele para o UOL:

O senador Aécio Neves , pré-candidato do PSDB à Presidência, disse nesta sexta-feira que a presidenta Dilma Rousseff governa com “mau humor” e “arrogância” e que as vaias e xingamentos que ela recebeu no Itaquerão, na abertura da Copa, são resultado dessa postura.

“Acho que ela colhe um pouco aquilo que plantou ao longo dos últimos anos. Alguém que governa com mau humor permanente, com enorme arrogância, sem dialogar com a sociedade brasileira, de costas para a sociedade, achando que por ter a caneta na mão tudo pode”, disse o tucano em São João del Rei, nas Minas Gerais.

Pode ser, mas, em nome de um mínimo de civilidade, ele poderia ter criticado as ofensas, porque pimenta semelhante já doeu em seus olhos.

Afinal, ele também foi vítima de um coro cruel, em pleno Mineirão, quando Brasil e Argentina jogaram pelas eliminatórias da Copa do Mundo de 2010 e Diego Maradona era o técnico dos hermanos:

“Ei Maradona, vai se f…, o Aécio cheira mais do que você”.

Há um detalhe ironicamente cruel: nem Juca Kfouri e nem José Trajano saíram em defesa de Aécio Neves em 2010. E, com certeza, nenhum dos jornalistas petistas que hoje ficam encenando indignação diante dos protestos feitos contra Dilma no Itaquerão. E não adianta dizerem que não eram cronistas esportivos na época, pois essa não vai enganar ninguém.

Enfim, se Kfouri e Trajano silenciaram em 2010 diante das vaias a Aécio Neves, não tem mais nenhuma moral de reclamar do que foi feito contra Dilma.

A partir de agora, ou eles demonstram (com evidências claras e incontestáveis) que protestaram de forma indignada contra o que ocorreu com Aécio, ou então, em nome de um mínimo de civilidade, deveriam reconhecer em público que estão fazendo encenação política para enganar incautos.

Anúncios

52 COMMENTS

  1. José Trajano, da ESPN, segue na chapa branquisse, chamando pra guerra Demétrio Magnoli, Reinaldo Azevedo, Augusto Nunes, que nada tem a ver com as vaias. Ele só esquece que quem sempre semeou o ódio no Brasil foi o PT, que ele ardorosamente defende.

  2. Luciano, os black blocs de saias, também chamados de feministas, são tirados da toca para defender a Dilma. E aqui podemos levantar uma lebre em tom de piada: se feministas pregam sexo anal contra o capital e falam coisas como “XXXX machista, vai tomar polícia. Só não vai tomar no cu porque no cu é uma delícia”, “meu cu é laico” e outras, por que acharam tão ruim que pessoas que não são marxistas-humanistas-neoateístas mandem alguém tomar naquele lugar. Afinal, pela ótica das mesmas, seria uma delícia tomar nesse lugar, ajudaria a adiantar a revolução e geraria a sociedade dita laica (leia-se neoateia, que é condição fundamental para que a foice e o martelo se estabilizem).
    Na ala mais chique, eis que vemos Hildegard Angel novamente batendo na tecla de que foram pessoas brancas e ricas que mandaram a presidente tomar naquele lugar. Porém, quem vir os muitos vídeos no YouTube notará que há pessoas não-brancas e pobres também fazendo o mesmo.

    Por fim, que vejam o “tanto” de gente que foi ver o Lula em Teresina. De quem é a culpa? Obviamente que é da elite branca e rica do… Piauí. E aqui me dá um erro 404 dos bons, pois o Piauí é um estado cuja população é majoritariamente mestiça de branco e índio, sendo portanto enquadrável na categoria “pardo” do IBGE e sendo usada contra sua vontade para engrossar os imaginários “negros” que os MHNs inventam ao somar essa categoria com a categoria “preto”. E essa maioria piauiense de mestiços encontra-se espalhada por todos os degraus da pirâmide social.

  3. Fantástico, Luciano! Essa sua observação sobre a falta de jornalistas negros na ESPN é sensacional. Acho que os jornalistas negros dessa emissora devem ficar acorrentados lá no fundo do estúdio. Na frente das câmeras é que eles não estão.

  4. E acabou de sair uma refutação, por incrível que pareça, do âncora-chefe do CQC!

    “Ontem no Itaquerão eu estava sentado na arquibancada ao lado de um grupo de afro negões baianos que agora fazem parte da elite branca paulista” – Marcelo Tas

  5. De tudo isso a minha conclusão só pode ser uma, que tem muito idiota útil por aí defendendo essa petralhada mas tem muito, mas muito mais gente querendo mandar a petralhada tomar no C. isso é fato e as urnas vão mostrar que esse país cansou dessa palhaçada política que o PT implantou, minha preocupação recai no aparelhamento legal e jurídico que o PT implantou, o país vai demorar a se recuperar disso que será o legado do PT.

  6. Juca Kfouri???? Neoateuzinho histérico e baixo nível metido a ditador que se põe em autoridade de dizer onde jesus “deve estar”, ou que a demonstração de fé, deve ser realizada “somente em lugares apropriados”

    Nada como a história…

    http://www.youtube.com/watch?v=G0nwRUVQHW0

    http://www.youtube.com/watch?v=dBCeSXYjAp4

    Pelo visto Juca kfouri adora uma propaganda “fora de hora e de lugar”, tanto que faz apologia a seus machos alfas petistas asquerosos, em forma de opinião esportiva.

    Neoateus NUNCA são dignos de confiança. Esse aí não vale nem citação em panfleto de pizzaria.

    • O Juca é imbecil travestido de catedra. É um desses que tem a convicção de que ele tem a exata medidas de todas as coisas. O que ele pensa, acredita ele, é a essencial real das coisas. Ou seja, é um psicótico.

      Quando escrevo isso em suas colunas, chovem de militantes raivosos do Campus Party acreditando que eu estou ofendendo ele. Mal percebem que é um diagnóstico sério e confiável

  7. Agora é a vez de Carta Capital fazer sua parte na desumanização do brasileiro que não quer Dilma, como podemos ver aqui. Realmente o pessoal mandar a presidente tomar naquele lugar gerou um butthurt nos marxistas-humanistas-neoateístas de plantão, podendo aqui ser literalmente mesmo.
    Como desumanizam o que eles chamam de “brasileiro médio” (ora, se é o brasileiro médio, então é a maioria da população)? Falando que ele relincha. Já que falam que o brasileiro médio relincha, que ele também escoiceie a publicação e não mais dê grana à editora Confiança.

  8. Luciano, o “argumento” mais usado pelos petralhas para explicar esse protesto contra a Dilma na abertura da Copa é o de dizer que “no estádio estava apenas a elite brasileira que não representa a opinião do povo”. Inclusive, o Ricardo Boechat acabou de dizer isso no jornal da emissora petista.

    Bom, quanto será que custa o ingresso para comentar nos vídeos do youtube? A “elite brasileira” está em peso lá engrossando o coro contra a Dilma…

    http://www.youtube.com/watch?v=xAtPR1rCA6I

    Aliás, em todo lugar que a Dilma vai é recebida com vaias e protestos.

    Que país é esse? Suíça??

  9. Essa ESPN Brasil chega ser mais esquerdista que o Pragmatismo Politico.Falar que mandar a Dilma ir TNC é coisa de “elite branca” é muita cara dura.

  10. No vídeo da outra postagem disseram :”Era difícil encontrar um negro…”
    também era difícil encontrar um branco. A maioria eram pessoas mestiças que acostumamos a chamar de “brancos”, mas nem de longe se aproximam da tonalidade das pessoas da Finlândia. No Brasil, não existem apenas negros e brancos. Os mestiços estão sendo excluídos da conversa da mesma forma que a pequena burguesia costuma ser. Da mesma forma que os nazistas se interessavam pela pureza racial para poder promover sua luta de raças(Sem ficar clara a distinção entre arianos e não-arianos, a luta de raças não faria sentido), os marxistas se interessam pela pureza de classe, para promover sua luta de classe. Por isso, os penqueno-burgueses, vulgo classe média, incomodam tanto os marxistas.

    • O repúdio à mestiçagem é análogo a uma política ocorrida na África do Sul do apartheid. Logo, não interessa a eles que um mestiço se sinta bem como tal, concilie bem os grupos étnicos que compõem seu DNA e gere uma cultura legitimamente mestiça. Irão usar argumentos de que mestiçagem vem do estupro, que alguém que tenha ancestralidade caucasiana tenha de sentir vergonha de tal origem, que “mulato” é “filho de mula” e “pardo” é “filho de pardal” e outros termos e estratégias derrogatórios. E isso está consoante com o que vemos na obra de Marx e Engels, bem como no comportamento de Che Guevara e Pol Pot (que também expulsou quem não era cambojano de raiz).

  11. Reinaldo Azevedo deixa a “soberana” NUA.

    Em artigo especial na Folha SP deste sábado 14/ junho/2014.

    ———-
    http://www1.folha.uol.com.br/fsp/poder/171075-a-democracia-tambem-existe-para-aqueles-que-nao-fazem-quotmuquot.shtml
    ———-

    A democracia também existe para aqueles que não fazem “mu”!

    REINALDO AZEVEDO COLUNISTA DA FOLHA

    A presidente Dilma passa a mão na cabeça de “Black Blocs” e de “Red Blocs”, que não respeitam nem a propriedade privada nem a propriedade coletiva, e se abespinha porque os “Green and Yellow Blocs” resolvem expressar a sua indignação? Palavrão em estádio? É uma luta com palavras, como outra qualquer.

    Quanto tempo vai demorar para que governantes comecem a sonhar com governados à altura de sua elegância? Os Cavalcantes só se incomodam com os Cavalgados quando estes apelam ao palavrão. Já lhes ocorreu que também há regras de decoro, além da lei, para o aplauso?

    Quando plateias controladas saúdam a presidente em solenidades oficiais, defendendo a sua reeleição –ou quando ela carrega candidatos a tiracolo–, não se ouve nem muxoxo. Entre a ilegalidade de exaltação e a esculhambação dentro das regras do jogo, escolho a segunda. A primeira se inscreve nos crimes impunes do poder. A outra é catarse. É preferível mandar um poderoso tomar no monossílabo tônico em “u” a sair quebrando tudo.

    Dilma apelou a seu passado de torturada e disse já ter suportado coisas piores. É um mau pensamento. Tenta transformar os que a hostilizaram em cúmplices de seu sofrimento. Tudo errado! Trata-se apenas de pessoas que não gostam do seu governo. Feio e autoritário é apelar à Rede Nacional para fazer proselitismo com a Copa. O Itaquerão só provou, presidente, que a senhora governa os vivos, não os mortos. A democracia existe também para quem não faz “mu”.

    ———-

    • Reinaldo Azevedo define o Trajano como um tolo cretino.

      Reinaldo afirma também ter havido CRIME de RACISMO na manifestação tresloucada de Trajano.

      ———-
      http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/jornalistas-da-empresa-americana-espn-incentivam-o-odio-racial-agridem-a-constituicao-e-transgridem-a-lei-7-716-contra-o-racismo-lei-preve-cassacao-da-licenca-com-a-palavra-o-ministerio-publico-f/
      ———-

      Título do artigo em seu blog:

      “Jornalistas da empresa americana ESPN incentivam o ódio racial, agridem a Constituição e transgridem a Lei 7.716, contra o racismo; lei prevê cassação da licença. Com a palavra, o Ministério Público Federal! Ou: A direção da ESPN também acha que a elite branca de SP não presta?”

      Trecho do artigo:

      “(…) Jornalista que chama Dilma de “presidenta” se define de saída e de joelhos. Como disse o jovem Antero de Quental sobre o decrépito Castilho (e não estou comparando para não ser injusto com Castilho…), esse Trajano precisaria ter 50 anos a menos de idade, hipótese em que sua tolice seria passável, ou 50 anos a mais de reflexão, hipótese em que talvez fosse menos tolo.

      Meus leitores — e certamente os dos demais — são donos do seu nariz. Eu até os convido a nunca mais sintonizar a ESPN, a deixar de lado esse lixo chapa-branca, mas isso é com eles. O que sabe esse cretino sobre o meu trabalho? Escrevi, sim, sobre a vaia a Dilma aqui — e volto ao assunto na edição da Folha deste sábado, em caráter excepcional — como todos sabem, minha coluna é publicada às sextas-feiras, mas o jornal me convidou a comentar o caso. Quem me leu ficou sabendo que não aprovo esse tipo de manifestação em si, mas que, obviamente, não acho que se tenha cometido um crime de lesa pátria no Itaquerão.

      Trajano e a sua patota estão obedecendo a uma palavra de ordem do PT, já vocalizada por Lula, diga-se: responsabilizar a imprensa — da qual eles fazem parte — pela manifestação de desagrado dos torcedores. Não toda ela, claro! Só aquela que os petistas sabem ser aquilo que esses caras nunca serão: independente!

      Eu dissemino o ódio? É sinal de que Trajano tem, então, uma leitura crítica do trabalho que faço. Topo um debate público — sem claque, com transmissão ao vivo. Se quiser, a gente grava e torno disponível no blog, sem cortes. Sem palavrões nem ofensas. Vamos ver o que Trajano julga saber sobre o meu pensamento. Vamos ver quais são as ruas referências e as minhas. Qual é a sua bibliografia e qual é a minha. Mas ele não topa! Alguém me disse que é dado a faniquitos até com parceiros de programa.

      Esse sujeito resolve puxar o saco do Palácio do Planalto — e deve saber por que o faz —, os espectadores do seu programa reagem, e ele decide culpar, por isso, quatro jornalistas? Como vocês sabem, há muito tempo não dou a menor pelota para o que diz a meu respeito certa canalha financiada por estatais e por anúncios do governo federal. Não respondo a trabalhadores a soldo disfarçados de jornalistas. Meu compromisso é com os leitores deste blog e da Folha e com os ouvintes da Jovem Pan. Esses paus-mandados que vão se criar em outro lugar.

      Mas a idade de Trajano me moveu. Deve ser triste chegar a esse ponto da trajetória secretando, ele sim, tanto rancor, tanto ódio, tanto ressentimento. E me volta Antero de Quental: “A futilidade num velho desgosta-me tanto como a gravidade numa criança”. Ou, então, me vem o grande Ulysses Guimarães numa resposta memorável a Fernando Collor, quando este o chamou de velho: “Velho, sim; velhaco, não!”. Então ficamos assim. Eu me inspiro em Antero de Quental e sugiro que Trajano se inspire em Ulysses.

      E antes que alguém fique com peninha: eu estava quieto, no meu canto, sem nunca ter visto a cara desagradável desse sujeito. Foi ele que atravessou a rua para me ofender. (…)”

      ———-

      http://www.youtube.com/watch?v=avkZkjVEqNA

      ———-

    • O artigo a seguir da veja possui um vídeo imperdível sobre a máfia FIFA.

      O comediante inglês John Oliver desmoraliza a anexação do País do Futebol ao reino corrupto do imperador Joseph Blatter.

      ———-
      http://veja.abril.com.br/blog/augusto-nunes/historia-em-imagens/o-comediante-ingles-john-oliver-desmoraliza-a-anexacao-do-pais-do-futebol-ao-reino-corrupto-do-imperador-joseph-blatter/
      ———-

      FIFA, Lula e Dilma, vão tomar no monossílabo tônico em “u”!

      Like The Great Reinaldo Azevedo said.

  12. *** provocações de parquinho editadas ***

    leia o texto do Juca Kfouri em que ele faz a mesma crítica às vaias a Aécio em 2010.

    Em segundo lugar, desafio você mostrar um negro na área VIP (o setor que estava vaiando Dilma). Em terceiro: será que não percebe que não haver um negro na mesa da ESPN é muito diferente de sua presença no estádio? Por acaso exista “elite negra”?

    • Airton, como todo discurso da extrema-esquerda, tudo que você diz não faz o menor sentido…

      leia o texto do Juca Kfouri em que ele faz a mesma crítica às vaias a Aécio em 2010.

      Mostra aí o texto de Juca Kfouri ESCRITO EM 2010 em que ele faz a tal “mesma crítica às vaias”. 🙂

      Estou te desafiando agora…

      *bocejos*

      Em segundo lugar, desafio você mostrar um negro na área VIP (o setor que estava vaiando Dilma). Em terceiro: será que não percebe que não haver um negro na mesa da ESPN é muito diferente de sua presença no estádio? Por acaso exista “elite negra”?

      Não explicou o motivo da diferença.

      Por enquanto, é só chilique irracional e sem sentido.

    • Como você, Airton, conseguiu a façanha de identificar que a vaia partiu única e exclusivamente da área VIP? Eu vi pelo menos três videos diferentes de setores diferentes do Estadio e todos vaiando ela….Sua desonestidade intelectual é gritante meu caro e você não vai se criar aqui

  13. Juca, comente futebol, e deixe outros assuntos para quem entende deles. 30 anos de carreira como repórter esportivo não o qualificam como expert em política ou qualquer outro assunto, apenas futebol.

  14. O problema do brasileiro (e do mundo também, não sejamos hipócritas) é que os espertos são REALMENTE espertos e os idiotas (úteis e inúteis) são REALMENTE idiotas. Não existe meio termo. É 8 ou 80.

    E isso só muda se o criador em pessoa descer aqui nessa latrina entupida e limpar a merda toda. E fazer uma latrina nova, toda de mármore, com descarga tipo hidra e com encanamentos da marca Tigre.

  15. Luciano, o comentário do Juca Kfouri atribuindo os xingamentos a “elite branca paulistana” é Crime Racial como o Reinaldo Azevedo apontou muito bem…os Paulistas brancos deveriam entrar com várias ações contra a emissora ESPN…E veja que engraçado Luciano o Comunista confesso Juca Kfouri mora nos Jardins e trabalha em uma emissora Americana

  16. Luciano, mais duas para o baú:

    1) Esta é para suspeitarmos que as reações de jornalistas marxistas-humanistas-neoateístas que não sejam inocentes úteis foram algo mais ou menos orquestrado, pois agora vemos Jean Wyllys praticamente nos dizer que o PSOL não é nem nunca foi oposição ao PT, como podemos ver abaixo:

    Sim, eu senti vergonha por conta da vaia e do insulto à presidenta Dilma no jogo de abertura da Copa do Mundo. Sim, a vergonha foi maior porque a gente que puxou a vaia se considera “fina, culta e educada” e vive chamando de “mal-educados, grosseiros e sem-modos” aqueles que não têm a sua cor, a sua renda nem seus privilégios (inclusive o de poder adquirir o caríssimo ingresso para estar naquela arquibancada). Sim, mal-educada, grosseira e sem-modo é mesmo aquela gente, que, pouco acostumada com a civilidade, não tem senso de oportunidade nem sabe fazer oposição política sem resvalar para a baixaria. Sim, os manifestantes que questionam, com razão, os custos da Copa e que têm motivos reais para perderem a cabeça em relação às políticas da presidenta (políticas que beneficiaram justamente os que estavam na arquibancada e na área VIP da arena) não caíram na baixaria do insulto pessoal à Dilma, emboras sejam comumente chamados de “vândalos” e “baderneiros” pelos que insultaram a presidenta enquanto tomavam sua cerveja gelada. Sim, eu faço oposição (à esquerda!) à presidenta Dilma, mas fazer oposição a ela não significa insultá-la de maneira covarde. Sim, eu faço oposição (à esquerda) à presidenta, mas fazer oposição não é cair em ataques pessoais, mas, sim, fazer crítica às políticas por ela implementadas. Sim, há um tanto de misoginia e machismo odiosos no insulto proferido pela platéia branca e rica contra Dilma. Sim, eu não gostaria que Luciana Genro ou Manuela D’Ávila ou Erika Kokay ou Mara Gabrilli fossem insultadas daquela forma por uma turba de machos corajosos só quando estão em turba. Sim, sendo eu, todos os dias, vítima de insultos semelhantes motivados por homofobia, posso inferir a dor que a presidenta sentiu ao ouvir o insulto em coro. Sim, a dignidade de Dilma (e sua dignidade existe apesar de suas atitudes políticas equivocadas e erros de gestão!) é a melhor resposta à indignidade daquela gente que a insultou. Sim, presidenta Dilma, você tem a minha solidariedade. Sim, coragem grande é poder dizer “sim”!

    Sim, a mesma historinha de que aquilo tudo teria vindo de brancos de classe média e dizendo que o ocorrido no estádio seria culpa de todo brasileiro que seja branco e de classe média. Porém, o Jean agora acrescenta a variável “homem heterossexual” ao caldo e também quer tirar sua casquinha vitimista na história. Logo, fica a impressão de que a oposição do PSOL ao PT é só mesmo pelo primeiro partido não estar no poder, ao contrário do segundo partido, pois de resto estão iguaizinhos inclusive em seu ódio aos brasileiros que elegeram como causa de todos os males do país;

    2) Lula reclamou de que não havia um moreninho sequer em 68 mil espectadores do jogo inaugural da Copa, mas Rodrigo Constantino lembra que havia sim um, de nome Desi Bouterse e cuja ditadura nos anos 1980 foi das mais sangrentas da América do Sul, Desi Bouterse esse que retornou agora eleito pelo povo e tem ordem de prisão por tráfico de drogas emitida pela Interpol. Um pouco antes, o economista carioca virou o ex-presidente de pernas para o ar;

    3) Diz Reinaldo que José Trajano poderia ser processado por racismo, ainda que aqui eu ache que seja difícil inclusive tipificar. O Brasil 247 não iria deixar essa bola pingando sozinha na área e já quis tirar casquinha;

    4) Finalizando tudo, temos uma sakamotice que vem querer insinuar que quem mandou Dilma tomar naquele lugar era gente treinada por um terceiro qualquer, aqui no caso querendo jogar culpa nos jornalistas que não sejam marxistas-humanistas-neoateístas, acusando-os de incitar a massa à violência. Logo, ele está dizendo que pessoas não são capazes de decidir por si próprias o que é melhor para si mesmas e estariam agindo como animais treinados que fazem o que lhes foi adestrado por saberem que há uma recompensa.
    Aqui, para mim, o último parágrafo é o mais revelador de que o marxismo-humanismo-neoateísmo brasileiro está sentindo muito os efeitos da oposição que deixou de ter medo de assim se assumir:

    Não tenho esperança que conseguiremos em 2014 fomentar um debate crítico sobre a nossa sociedade. Aliás, estou torcendo para que o ano passe logo. Pois o Brasil virou arquibancada em momento de briga de torcida organizada, alimentada por gente que não se importa se o futebol é bonito ou feio. Quer mesmo é ver o circo pegar fogo.

    Não foi “debate crítico” o que foi fomentado pelo “nós” que está oculto entre “que” e “conseguiremos”? Não é consequência do “debate crítico” o surgimento de black blocs e protestos com toda cara de orquestrados para gerar o clima adequado para que o “salvador da pátria” tentasse se levantar? Está muito na cara que o blogueiro em questão está “torcendo para que o ano passe logo” também porque está tomando uma lapada atrás da outra na área de comentários que ele diz não ler (que já soma mais de 400 intervenções na hora em que escrevo estas linhas, mas que com certeza tem uma maioria de pessoas brasileiras, devidamente transformadas em “elite branca” mesmo que sejam das categorias demográficas do IBGE que não “branco” e de classe C para baixo).

    • Gente do PSOL não serve de base pra nada que presta.

      Apóiam, explícita ou tacitamente, bandidos, terrorismo gayzista, vândalos e black bostas que quebram e matam, mas ficam ofendidinhos e indignados com uma vaia ou uns xingamentos contra a presidenta querida.

      Como também se ofendem e se apavoram com uma fala de Malafaia, Bolsonaro ou Feliciano, e acham que a opinião que não lhes agrada é um “crime” terrível, mais grave do que qualquer outro.

      Agora, xingar e até caluniar, chamando os outros de “racista”, “machista”, “homofóbico”, “misógino”, etc, pode. É o que o ex-BBB e seu partideco mais fazem.

      – –

      Certo:

      “…fica a impressão de que a oposição do PSOL ao PT é só mesmo pelo primeiro partido não estar no poder, ao contrário do segundo partido, pois de resto estão iguaizinhos inclusive em seu ódio aos brasileiros que elegeram como causa de todos os males do país”

      O PSOL sempre foi isto. O partido dos ex-petistas Chico Alencar, Luciana Genro & bando já nasceu assim, parido do útero do PT, proposto a manter a “pureza petista”, com todos os seus vícios ideológicos e toda lenga-lenga marxista mentirosa, com um upgrade gayzista mais histérico (“o PSOL é o PT pintado de rosa”, como diz Bolsonaro).

      A “divergência” do PSOL com o PT é ele (PSOL) tentar ser mais PT do que o PT, ser um PT “mais puro” do que o próprio PT. E, “na oposição”, exigir que o PT seja o PT que tem que ser.

      Daí o PSOL fazer esse teatrinho de “oposição” quando, na verdade, é apenas um grupo de apoio e de “crítica construtiva” ao bando que ocupa o poder.

    • Jean ex-bbb é um hipócrita.Critica o pessoal que mandou a Dilma tomar no c*, mas já afirmou que o Silas Malafaia é líder da Ku Klux Klan brasileira (algo que é patético para qualquer pessoa que saiba o mínimo da história da KKK)

      “Não é por acaso que o pastor Silas Malafaia, um dos líderes do Ku Klux Klan antigay brasileiro, parabenizou os senadores e, em especial, o senador Lindberg Farias, um dos líderes da causa homofóbica no governista Partido dos Trabalhadores. ”

      https://pt-br.facebook.com/jean.wyllys/posts/633558190025525

      Não fiquem surpresos se ele tentar se futuramente ele tentar se candidatar pelo PT.Para uma pessoa que já defendeu até o Genoíno.

      http://www.folhapolitica.org/2013/11/jean-wyllys-critica-joaquim-barbosa.html

  17. Frescurada politicamente correta.

    Agora querem patrulhar até grito de torcida, com indignaçãozinha seletiva.

    Ora, é saudável a galera poder se expressar livremente e gritar “vá se f*der, vá tomar no c*”, seja pro árbitro, pro time adversário, pra Dilma ou pro Aécio.

    (Político, então, manda a gente tomar no c* e se f*der, todo dia, só que com outras palavras, ações/omissões e canetadas)

    Juca Kfouri, Trajano, ESPN também, hipócritas patrulheiros de dupla moral, também merecem essa respeitosa deferência:

    Vão se f*der.

  18. Tem que partir para ridicularização:

    > Criar o MME – Ministerio da Manifestação em Estadios

    > Empossar o nobre e democratico “intelequitual” Juca Ki-fuck

    > Obrigar os torcedores, “só os do contra”, a enviarem a declaração de imposto de renda pessoa fisica do ano anterior para a sua analise e classificação (é das zelites, ou não).

  19. Kfouri é um mala que se aproveita do esporte pra pregar neo-ateísmo e esquerdismo, cheio de pose de entendedor de tudo, é sempre um personagem.

  20. Eu perdiopouco de respeit que eu tinha pelo Juca quando ele postou uma foto que a Joana Havelange tinha postado em seu Instagram.A foto dizia,entre outra coisas,que “oque tinha que ser roubado ja foi”
    O problema é que Joana apenas compartilhou a foto.A foto,na verdade é de um jornalista.O Juca deveria ter enfatizado que a foto foi apenas compartilhada,com qualquer pessoa intelectualmente honesta faria.
    Mas esperar tal coisa do Tio Juca é demais.
    Outra coiss que me deixou puto foi quando ele patrulhou o cantor Fágner por ter tirado uma foto ao lado do ex-presidente da CBF Ricardo
    Teixeira( quero deixar claro que não sou fã de Fagner nem de RT.Apenas acho que cada tem o direito de estar com quem quiser,desde não esteja cometendo algo imoral)

  21. Esse pessoal esquece que na internet, o conteudo é livre, é a memoria é infinita (junto com a zuera).

    Além de não entender nada de politica, não entende nada nem da sua propria área de atuação.

    Vejam o Juca esbanjando a sua sabedoria … “ki jênio”

    Programa do Jo com Juca – “Cristiano Ronaldo não é um jogador.” (sic.)
    https://www.youtube.com/watch?v=Q876Hn1ycKY#t=20

    “Jornalista sabe tão pouco de tantas coisas, que um dia chegarão a perfeição de não saber nada de tudo.”

    Muitos, “só estão na arvore porque alguém os colocou”.

  22. Realmente essa escoria petista na midia esportiva fede.
    E’ impressionante um canal de esportes dedicar tanto tempo de seus analistas com politica.

    Os esquerdopatas mais assanhados da ESPN,que eu me lembre,sao o Trajano,o Juca e aquele energumeno do Joao Carlos Albuquerque.

    Acho que PVC ,Calazans e outros sao mais contidos,alias nem lembro de colocacoes politicas deles..

    A maneira como colocam as analises politicas deles,como se fossem os donos da verdade.
    Como o ministro da propaganda de HItler,Goebbels,disse:
    “Uma mentira repitada mil vezes torna-se verdade.”

    E’ o que esse pessoal pretende.

    Alguem sabe onde encontro as estatisticas de audiencia de canais pagos?
    Queria saber ,durante a copa,qual desses canais esportivos ,e quais programas especificos,tem mais audiencia.

Deixe uma resposta