Elite branca: Mujica diz que Fifa é formada por “filhos da p…”

11
84

mujica

Opa, opa! E não é que o tal “presidente humilde” do Uruguai virou elite branca? Veja no texto “Mujica dispara contra FIFA após eliminação do Uruguai: são filhos da p…”, do UOL:

O presidente do Uruguai, José Mujica, disparou fortes críticas contra a Fifa após a eliminação do Uruguai na Copa do Mundo. Mujica disse que a entidade é formada por “filhos da p…” em vídeo exibido no programa La Hora de los Deportes, do canal TNU. A gravação foi feita por um jornalista uruguaio durante a recepção da delegação do país, depois da derrota por 2 a 0 para a Colômbia no Maracanã.

“A Fifa é um bando de velhos filhos da p…”, disse o presidente uruguaio, ao criticar mais uma vez a suspensão dada ao atacante Luis Suárez, punido por dar uma mordida no italiano Chiellini durante partida da fase de grupos da Copa. “Poderiam ter punido, mas não aplicado sanções fascistas”, disse Mujica, sobre a suspensão por nove partidas pela seleção uruguaia e mais quatro meses de ausência em qualquer atividade relacionada ao futebol aplicada ao jogador.

No vídeo, Mujica aparece colocando a mão na boca logo após disparar o palavrão. O jornalista pergunta ao presidente se a cena poderia ser publicada. Mujica confirma. “Por mim, publica”, disse o mandatário.

Em seguida, o jornalista vira a câmera na direção da primeira-dama e senadora Lucía Topolansky e pergunta a ela o que pensa da situação. “Faço minhas as palavras do presidente”, disse a primeira-dama.

Mujica já havia mostrado indignação com a postura da Fifa no episódio com Suárez em outras ocasiões. Na última semana, em entrevista ao ex-jogador e ídolo argentino Diego Maradona, o presidente uruguaio falou sobre o sentimento no país contra a entidade.

“Estamos cheios de bronca. A Fifa não entende nada dos que vêm de baixo. Nós vimos todas as partidas e existe um peso diferente. Isso é o que mais dói e nos deixa indignado”, falou.

Depois, em pronunciamento no rádio, o presidente do Uruguai disse que o caso ficará na história como uma vergonha. “Esta será a pior memória da história do futebol. Será uma vergonha eterna na história dos Mundiais”.

O divertido é que o próprio Suárez já se disse arrependido e pediu desculpas a Chielini pela mordida. Ao que parece, faltou Mujica combinar o jogo com o atacante da seleção uruguaia.

Não podemos deixar de ressaltar o fato do repórter perguntar se poderia publicar a cena. Esperem aí: jornalista perguntando se pode publicar algo que foi filmado? Nota-se que a censura come solta em mais um país socialista…

Mas o melhor de tudo é usarmos a regra de Alinsky dizendo que devemos fazer nosso adversário sucumbir pelo seu próprio livro de regras. Quando Dilma ouviu um VTNC no estádio, os petralhas chamaram aqueles que a vaiaram de “elite branca”. Mas se for assim todo aquele que lança um palavrão contra alguém famoso também seria “elite branca”, logo…

Enfim, veja o vídeo:

Anúncios

11 COMMENTS

  1. Não consegue me passar pela cabeça como que um presidente tenha dito isso.
    Ainda mais um presidente que é tão elogiado pela mídia internacional por ser tão “progressista” aos moldes de Obama.

  2. Ha! Ha! Ha!

    Convenhamos Luciano, que a FIFA seja composta por FDPs, nós já sabemos faz tempo…

    O tal Mujica apenas disse que a porcaria fede. Ele apenas usou um pleonasmo e nada mais.

    Eu me alinho a essa opinião. Hehehe!
    ———-

  3. Caro Luciano.

    Você disse:
    “Não podemos deixar de ressaltar o fato do repórter perguntar se poderia publicar a cena. Esperem aí: jornalista perguntando se pode publicar algo que foi filmado? Nota-se que a censura come solta em mais um país socialista…”

    Caríssimo Luciano, meu senso crítico me obriga a perguntar-te:

    Não estarias tu, ó caro Luciano, sendo um “direitista ingênuo” ao referir-te a tais VIGARISTAS da mídia utilizando-te do honrado termo: “jornalistas”?

    Hehehe!
    ———-

  4. Luciano, você viu estas?

    1) O jornalista Alex Campos, da JB FM, detonando o decreto 8243:

    http://www.youtube.com/watch?v=nruZ9UAt3mo

    2) Também valeria a pena ver algo sobre a visita de Eric Schmidt, presidente do Google, a Cuba, na qual ele estaria promovendo “as virtudes de uma internet livre e aberta”, conforme palavras de Yoani Sánchez. Além de Eric, também foram à ilha Jared Cohen, Brett Perlmutter e Dan Keyserling e, além de autoridades locais, também houve encontros com estudantes de informática e ciberativistas da dissidência.
    E agora ficaremos achando muito estranho isso tudo, uma vez que Cuba, como sabemos, é ditadura e no máximo deu uma abridinha econômica ligeira, fora o porto de Mariel (construído com dinheiro do contribuinte brasileiro, que financiou a operação da Odebrecht no exterior) ser zona franca;

    3) Outra, desta vez sob o ponto de vista de um motorista que é achacado por índios que lhe pedem R$ 100 para que ele possa passar por uma estrada aparentemente sem pedágio formal:

    http://www.youtube.com/watch?v=3Uz8O9hPHL0

    Depois dessa, não reclamo mais do pedágio (caro) das rodovias paulistas concedidas nem do pedágio (barato) das federais que estão em igual regime.

    • Brincadeira…
      Este caso dos índios é um ótimo exemplo de como os esquerdistas promovem um problema. O responsável por isso aí é o mesmo que criou leis absurdas colocando os índios como crianças retardadas que não podem ser tocados enquanto enfiaram na cabeça deles que o homem branco tem que saciar todas as suas vontades. Agora já chegamos a tal ponto que só poderá ser resolvido por meio da violência.

  5. Tá ficando difícil viver aqui. Mas, como não posso ir embora deste treco que nem merece ser chamado de país atualmente, vou ficar e resistir.
    E espero que muitos outros façam o mesmo.

    • Sei que nascemos aqui e isso nos dá aquela sensação nacionalista e patriótica de querer o bem do país como um todo incluindo o território e seu povo, mas se a coisa continuar do jeito que está caminhando, o Brasil ficará brevemente inabitável para quem quer crescer e viver em uma democracia amiga da liberdade, tudo que esse câncer vermelho faz é somente parcialmente reversível, muita coisa é absorvida pela cultura das pessoas tornando-as doentes e embriagadas pelos pensamentos implantados nos seus cérebros, enquanto existir um único imbecil que ache que seu sustento não deve partir do seu próprio suor e sim do Estado esse país continuará sendo um membro da América “Latrina” Bolivariana. Amar seu País é bom mas chega um ponto que é melhor ter um fim de vida em um lugar mais civilizado sem ser assaltado, estuprado ou perseguido pelos contrários à sua opinião; a gente vai cansando de absurdos, ficando dia a dia mais irritado com a palhaçada imposta a todos.

Deixe uma resposta