Frei Betto confessa seu bolivarianismo, pedindo uma constituinte feita unicamente pelos sovietes do PT

11
128

freibeto-hg-afp-20091214

Depois dos recentes discursos totalitários de Lula, os petistas passaram da fase de esconder e nas últimas semanas estão comunicando formalmente que querem implementar uma ditadura no Brasil.

É o caso de Frei Betto, que escreveu o texto “Para decidir os rumos do Brasi”, no Coreio da Cidadania, em 24 de junho. Leia:

A Constituição de 1988, em vigor, representa uma transição conservadora da ditadura à democracia. Teve o erro de não ser exclusiva. Foram seus formuladores os mesmos deputados e senadores eleitos para o Congresso pelo atual sistema político viciado. Por isso, preservaram muitos resquícios da ditadura, como a militarização da polícia, a estrutura fundiária favorável ao latifúndio, o pagamento da dívida pública, a injusta anistia aos torturadores e assassinos do regime militar, impunes até hoje!   A Constituinte Exclusiva e Soberana deverá ser unicameral, sem o Senado, e sem tutela do Judiciário e ingerência do poder econômico. Só através dela nosso país alcançará, de modo pacífico, as tão almejadas reformas de estruturas, como a agrária e a tributária, e priorizará a qualidade da educação, da saúde, do transporte público e de outras demandas populares.   Com essa Constituinte, proposta pelos movimentos sociais, poderemos aperfeiçoar a democracia representativa e participativa, e fortalecer o controle social sobre as instituições brasileiras.

Ai, ai, ai…

Vamos primeiro derrubar as mentiras e truques das primeiras linhas.

  1. Não existiu militarização nenhuma da polícia na ditadura. Na verdade, a Polícia Militar existe há quase 200 anos no Brasil…
  2. Não existe “estrutura fundiária favorável ao latifúndio”. Existe direito de propriedade, que é um princípio iluminista. Dificil um princípio ser tão anti-ditatorial que o princípio do direito à propriedade.
  3. Pagar a dívida pública (ou seja, cumprir os compromissos) virou um princípio ditatorial?
  4. Se existiram “beneficiados” na Lei da Anistia, estes incluíam tanto torturadores (do regime militar) quanto terroristas (da extrema-esquerda).

Realmente, esse aí exagerou na dose em termos de iniciar o discurso com fraudes intelectuais.

Mas agora vem a proposta que mais parece uma provocação: uma nova “constituinte” unicameral, sem o Senado e sem a tutela do Judiciário. Detalhe: com a proposta feita pelos “movimentos sociais”. Leia-se por grupos que fazem parte do aparelho petista.

Raras vezes eles foram tão explícitos na confissão de que fazem tudo para usar seus sovietes de forma ditatorial.

Anúncios

11 COMMENTS

  1. Sério, alguém sabe se este sacripantas é membro do clero da Igreja Católica? Caso seja, Deus me perdoe, mas ele tem minha irreverência em absoluto.

  2. Entendo que esquerdista é tudo doido, mas mesmo as mais loucas serpentes, quando estão caçando, não costumam dar o bote e avisar antes. Sinistro esse comportamento petista.

  3. E para complementar, na Venezuela a coisa vai de vento em popa:

    “Maduro abandona socialismo de Hugo Chavez” (para pior, é claro!)
    http://www.elnuevoherald.com/2014/07/07/1793933/maduro-rompe-con-el-socialismo.html

    “Homem de Che [Guevara] ajuda Maduro a deslanchar o socialismo bolivariano”:
    http://www.elnuevoherald.com/2014/07/05/1792662/hombre-del-che-al-equipo-de-maduro.html

    Ou seja, é só olhar para a Venezuela e saberemos o que Frei Betto quer dizer com “almejadas reformas de estruturas”…

  4. @Fabiano: Se ele um dia fez parte do clero, foi excomungado ex cathedra por colaboração com o comunismo (é corredator da constituição cubana), e hoje usa o nome “Frei” como mero expediente publicitário.

    @Luciano: essa “confissão” dele já foi dada há tempos. Por tudo o que disse e fez nos últimos 20 anos, é seguro concluir que ele é ponta de lança da estratégia gramsciana (na subdivisão “minar a igreja”). E se estiver envolvido com o FSP, eu não ficaria nem um pouco surpreso.

    • Foi o próprio Frei Betto quem primeiro teve a ideia de fazer uma reunião das esquerdas pós-Muro de Berlim. Mais do que envolvido, Frei Betto foi o criador intelectual do Foro de São Paulo.

  5. O bacana é que é só dar um microfone ou uma folha de papel em branco que eles se entregam e mostram sua verdadeirra face.
    Ando com tolerância zero contra quem prega bobagens como a “desmilitarização da polícia”, o fim da propriedade privada (para a população, taí o Fidel que não me deixa mentir,vivendo como um nababo em meioa miséria do povo cubano) e “reforma agrária”, que já foi feita e não deu certo, gerando uma próspera indústria de invasões a propriedades, não importa mais se “improdutivas” ou não.
    O importante é a “função social”…
    BLEARGH!
    Todos sabemos como isso termina.

  6. Gostei muito do seu site. E parece que você já alcançou popularidade. Acordei a pouco sobre as reformas que o governos têm feito a caminho para um estado socialista. E algo que me preocupa é sobre essa constituinte e a pressão que virá dos movimentos populares que tem se organizado para isso. Fora o nosso congresso que poderia ser “convencido” com um novo mensalão. Não sei se seria viável organizar e informar as pessoas e quem sabe coletar assinaturas para um documento contrário ao plebiscito e a constituinte e defendendo que a reforma política deve seguir a constituição é ser realizada por PECs.

Deixe uma resposta